Calculo eva

  • View
    73

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Calculo eva

ECONOMIC VALUE ADDED EVA

PAGE III CNEG Niteri, RJ, Brasil, 17, 18 e 19 de agosto de 2006.

CONSIDERAES ACERCA DA DETERMINAO DO VALOR ECONMICO AGREGADO - EVA(RESUMO

Este artigo tem como objetivo principal a apresentao de um exemplo prtico de clculo do Valor Econmico Agregado - EVA( (Economic Value Added) a partir de informaes divulgadas nas demonstraes contbeis para um caso hipottico, por meio de uma pesquisa terica. Alm disso, apresentam-se algumas consideraes e conceitos acerca do EVA(, bem como a funo da contabilidade neste contexto. Na seqncia se enfatiza a discusso sobre os conceitos de lucro contbil e econmico, uma vez que o lucro contbil necessita de alguns ajustes para que possa ser utilizado na determinao do EVA(. Destacam-se os fatores que compem o clculo do EVA(, suas vantagens e algumas dificuldades que a maioria das empresas enfrentam quando da sua implementao. Para o caso proposto, identifica-se que a empresa agrega valor aos acionistas, uma vez que o lucro operacional lquido aps os impostos supera o montante do capital investido em R$ 861.580,00. Diante desta perspectiva, conclui-se que as operaes da empresa maximizam o valor da riqueza para os acionistas, por meio do clculo do EVA(.

Palavra-chave: Valor Econmico Agregado, Governana corporativa, Valor de mercado agregado

ABSTRACT

This papers objective is to present a practical simulation of EVA( (Economic Value Added), which was based in the information published in financial statements for a hypothetic case, derived from a theoretical research. At the same, some considerations and concepts about the EVA( are presented, as well as the accounting function for this context. A discussion about some concepts of accrual e economic profit is presented, as the accrual profit needs a few adjustments for the EVA( calculation. The EVA( factors are illustrated, its advantages and disadvantages, which are faced by the great majority of companies that decide to implement this methodology. In the proposed case, it was noticed that the company aggregates value to shareholders, as the operating profit after taxes outstands the invested capital in R$ 861.580,00. Based on this perspective, one might conclude that shareholders equity was maximized by the use of EVA(.

Key-words: Economic Value Added, Corporate Governance, Market Value Added

1 INTRODUO

O cenrio econmico, caracterizado pelo processo da globalizao, tem levado as empresas a um clima de competio mundial acelerado pelo aumento da concorrncia em termos de preo e qualidade, por meio do aperfeioamento tecnolgico e da diversificao da produo. De maneira geral, cada vez mais os empresrios necessitam de informaes sobre as novas tendncias e, principalmente, sobre as condies e potencialidades das suas empresas frente ao ambiente competitivo em que convivem.

Neste contexto de mudanas e transformaes se insere a rea contbil, que com a abertura das fronteiras dos mercados e as constantes inovaes tecnolgicas de ponta tambm exige um processo de adaptao, momento em que se torna necessria a gerao de novas idias e de novas experincias na forma de administrar as empresas, com o intuito de aumentar a produtividade, baixar custos e manter a qualidade dos bens e servios.

A globalizao, por sua vez, modifica os mercados financeiros e os torna num nico mercado mundial. Dessa forma, os investidores so capazes de mudar rapidamente os fluxos de seus capitais, procura de alternativas mais atraentes em qualquer parte do mundo. E, isso provoca uma transformao mundial na governana corporativa.

Segundo Ehrbar (1999, p. 15), pode-se definir governana corporativa como:

Um conjunto de normas, valores e regras que moldam o comportamento dos gerentes de uma empresa. Sistemas de governana so estabelecidos para medir desempenho, planejar o negcio e premiar ou punir os gerentes de acordo com os resultados, visando atender o interesse de quem, no final, realmente so os donos da empresa seus acionistas.

A abertura de mercado, ao longo do tempo, demonstra que os preos so estabelecidos pela interao entre a oferta e a demanda dos agentes econmicos e no, exclusivamente, do ponto de vista da empresa. o mercado que avalia os investimentos empresariais e cabe unidade decisria a responsabilidade de ser eficiente em suas decises, bem como na seleo das melhores estratgias financeiras que adicionam riqueza aos acionistas.

Um dos importantes objetivos financeiros dos gestores das empresas, segundo Frezatti (1998), o de proporcionar aumento de valor para os acionistas, decorrente de decises entendidas como adequadas pelo mercado, com o objetivo de aumentar a atratividade das aes, e como conseqncia, a sua valorizao no mercado. Dessa forma, internamente, a empresa deve possuir alguma tcnica capaz de analisar, avaliar e permitir o direcionamento das decises, com o objetivo de proporcionar o acrscimo de valor para o investimento realizado pelo acionista.

Na medida em que o ambiente scio-econmico se torna mais complexo, o nmero de usurios das informaes contbeis se amplia em busca da necessidade de informaes para auxlio aos processos de tomada de deciso. Para isso, as prprias demonstraes contbeis precisam se ajustar com maior rapidez s novas necessidades impostas pelo mercado competitivo em que as empresas convivem atualmente.

As novas formas de gesto das empresas exigem um novo comportamento por parte da contabilidade. Neste sentido, Assaf Neto (1999) comenta que a gesto das empresas se transforma, paulatinamente, de uma postura convencional de busca do lucro e da rentabilidade para um enfoque voltado, preferencialmente, para a riqueza dos acionistas. Assim, a contabilidade, para acompanhar essa mudana na forma de administrar as empresas, deve passar a deter conhecimentos suficientes relacionados ao Valor Econmico Agregado ou Adicionado - EVA( (Economic Value Added).1.1 Objetivo

Este trabalho tem como objetivo principal apresentar um exemplo prtico de clculo do EVA( de uma empresa hipottica, bem como abordar os elementos que compem a determinao do seu valor a partir de informaes divulgadas nas demonstraes contbeis.

Como objetivos especficos apresentam-se, ainda, os seguintes:

Calcular o EVA( para o caso fictcio; e

Abordar as vantagens e desvantagens do EVA(.

1.2 Metodologia

O presente estudo se caracteriza como terico e aborda os diversos aspectos envolvidos na metodologia de clculo do EVA(. Dessa forma, aps a fundamentao terica, baseada em levantamento bibliogrfico, realiza-se uma aplicao dos conceitos com a utilizao de dados das demonstraes contbeis de uma empresa fictcia, o que permite que a metodologia para clculo do EVA( seja demonstrada e comentada, passo a passo, ressaltando-se os aspectos positivos e negativos do seu desenvolvimento.

2 Algumas consideraes sobre o EVA(

O conceito de Valor Econmico Agregado - EVA( surgiu por volta de 1820 quando, segundo Assaf Neto (1999), David Ricardo apresentava avaliaes sobre o processo de agregao de valor nas empresas. Por muito tempo esse conceito, praticamente, no foi utilizado e, conforme Ehrbar (1999, p. 8), voltou a receber ateno, com a publicao das pesquisas dos vencedores do Prmio Nobel: Merton H. Miller (da Universidade de Chicago) e Franco Modigliani (MIT), em 1958, 1960 e 1961, visto que a evoluo da economia financeira se iniciou h apenas 40 anos.

O EVA( uma marca registrada da Stern Stewart & Co. (U.S.A.). De acordo com Ehrbar (1999), os fundadores da organizao, Joel Stern e G. Bennett Stewart III, foram os responsveis pela traduo de trabalhos tericos pioneiros para facilitar a compreenso e contribuir para otimizar o direcionamento dos recursos de qualquer organizao. O outro fundador, David M. Glassman, orientou a implementao do EVA( em dezenas de empresas.

Segundo Kassai et all (1999, p. 179), o EVA( o valor que a empresa agrega aps remunerar todos os recursos investidos, quer sejam financiados pelo custo de capital de terceiros ou pelo custo de capital prprio. Diante dessa afirmao, pode-se argumentar que o EVA( um indicador de valor econmico agregado que permite aos executivos, acionistas e investidores avaliarem com clareza se o capital empregado num determinado negcio bem remunerado.

Pode-se dizer que existe criao de valor quando se produz algo que vale mais do que o valor dos recursos utilizados para produzi-los. O valor econmico agregado , portanto, o valor que uma empresa (investimento, ativo) consegue gerar descontando-se o custo do capital investido. Uma empresa somente cria valor se o retorno sobre o capital for maior do que o custo envolvido ou do que o retorno que os investidores podem obter em outras aplicaes (custo de oportunidade) com risco equivalente .

Conforme Ehrbar (1999, p. 14) na poltica de gesto do EVA( os gerentes e diretores colocam o acionista em primeiro lugar, devido principalmente a dois fatores: um porque os acionistas so os donos do negcio e outro, porque os administradores devem competir por um recurso escasso chamado capital. Ainda segundo o autor, capital o meio de troca que todas as empresas precisam ter para adquirir inputs mo-de-obra, materiais, tecnologia e know-how para produzir bens e servios a serem vendidos a clientes.

A capacidade de uma empresa para adquirir capital a preos atraentes depende da maneira como esta empresa administra o capital que j possui. As empresas que criam riqueza para os acionistas atravs de um retorno maior do que o seu custo de capital investido tm mais facilidade em levantar recursos adicionais para desenvolver novos produtos, aperfeioar os j existentes, conquistar novos mercados e criar novos empregos. Em um dos seus conceitos, Ehrbar (1999, p. 5) afirma que o EVA( uma estrutura que empresas podero utilizar para comunicar suas metas e realizaes a investidores, e que investido