Condicionantes inovacao setor_quimico_douglas

  • View
    458

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentação dos trabalhos de conclusão de curso dos alunos do MBA Executivo Internacional da FIA. Desde 2005 é o único curso de origem brasileira classificado entre os melhores do mundo pelo Executive MBA Ranking do Financial Times de Londres.

Text of Condicionantes inovacao setor_quimico_douglas

  • 1. Inovao em busca de competitividade e gerao de valor04/11/2011 ISBN 9788599809020www.fia.com.br/profuturo

2. CONDICIONANTES PARA A INOVAO TECNOLGICAEM DESENVOLVIMENTOS DE PRODUTOS:Um Estudo de Caso em Uma Empresa do Setor QumicoAutor: Douglas Benitez RamosOrientador: Prof. Leandro Jos Morilhas 3. Agenda Introduo. Pergunta de pesquisa. Objetivos. Referencial terico. Metodologia. Principais resultados. Consideraes finais. 4. IntroduoAmbiente de competitividade crescenteConsumidores cada vez mais exigentesCiclo de vida dos produtos mais curtoEstratgia das empresas: Baixo Custo Diferenciao : lanar novos produtos, por exemploInovar:forma de diferenciar e de criar vantagem competitivaAlguns fatores impulsionam e outras obstruem a inovao 5. Pergunta de pesquisaQuais os condicionantes queimpulsionam ou obstruem a inovaotecnolgica no processo dedesenvolvimento de novos produtosda empresa 3M no Brasil? 6. Objetivos Identificar...Os tipos de inovao em produto na3MO processo de desenvolvimento deprodutos na empresaAs reas envolvidas no processo deinovaoOs fatores que impulsionam ainovaoOs fatores que barram a inovao 7. Referencial TericoConceito de Inovao: Teoria de Desenvolvimento de Schumpeter (Morilhas, 2007) Manual de Oslo (OCDE, 2005)Tipo de Inovao: Manual de Oslo (OCDE, 2005) Wheelwright e Clark (Morilhas, 2007) Marcelo Gandur (2003)Condicionantes: Manual de Oslo (OCDE, 2005) Marcelo Gandur (2003) 8. Referencial TericoProcessos Des. de Produtos: Open Innovation (Chesbrough, 2003)Etapas Des. de Produtos: Modelo Stage-Gate (Cooper e Edgett, 2000)Fbrica Integrada Modelo (Rozenfeld, 1997) Introduo de Novos Produtos (3M)Panorama do Setor Qumico: ABIQUIM (Associao Bras. Da Indstria Qumica) 3M do Brasil 9. MetodologiaEstudo de Caso nicoPesquisa ExploratriaDados qualitativosDados secundriosDados primrioscoletados em entrevistascom as reas envolvidasno processo dedesenvolvimento denovos produtos 10. ImpulsionadoresPrincipais ResultadosDar autonomia e prepararbons lderesTolerar erros emdescobertasEstar prximo ao clienteReconhecer campeesColaborar e compartilharrecursos 11. ImpulsionadoresDar autonomia e prepararbons lderesTolerar erros emdescobertas 12. ImpulsionadoresEstar prximo ao cliente 13. ImpulsionadoresReconhecer campeesCarlton Society o Hall da Fama da 3M h 48 anos o maior reconhecimento daempresa para cientistas que fizeram contribuies extraordinrias 14. ImpulsionadoresColaborar e compartilharrecursos67 Pases85 Laboratrios30 CTCs 15. ImpulsionadoresColaborar e compartilharrecursos 16. Barreiras (ou impulsionadores?) Poltica Industrial Financiamento pblico Patentes Morosidade Mo-de-obra qualificada Mercado de trabalho insuficiente Desafio para reter de talentos Ausncia de mercado Inteligncia de Negcios Comunicao entre P&D e outras reas 17. Consideraes FinaisticaExcelncia OperacionalCultura organizacionalvoltada para inovao 18. Cultura para Inovao Princpios de William L. McKnight - 1948A medida que Erros sero cometidos. gernciaque nossosdestrutivamente crtica estPorm, se uma pessoa frentenegcios crescem, torna-sea erros cometidos,essencialmente certa, osnecessrio delegar mata aerrosiniciativa. ele essencialque ela ouE, cometerem noresponsabilidades e encorajarsero to graves quanto ostodos a exercer suas iniciativas.ter pessoas com iniciativaerros que uma continuarIsso exigea gerncia cometerse quisermos tolernciaa disser queles a quem asecrescerconsidervel.Contrate bons funcionriosautoridade foi delegada comoe deixe-os em pazfazer os seus trabalhos 19. Consideraes Finais: limitaes As anlises deste estudo no podem ser generalizadasEstudo de caso nico excludas outras empresas e outros setores industriaisSem comparaes com outras empresasRecomenda-se uma pesquisa mais ampla 20. Muito Obrigado!Douglas Benitez Ramosdbenitezramos@gmail.com