Gestão do fluxo de caixa aplicado ao Microempreendedor individual

  • Published on
    21-Nov-2014

  • View
    11.774

  • Download
    0

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Este trabalho foi desenvolvido a partir da concepo de que a gesto do fluxo de caixa uma ferramenta de fundamental importncia para a sobrevivncia e desenvolvimento da empresa, inclusive do microempreendedor individual. Ainda que dispensado da contabilidade formal, este empresrio necessita do controle de suas movimentaes. O fluxo de caixa evidencia toda a circulao de dinheiro na empresa sendo, portanto, um instrumento no s aplicvel mas tambm indispensvel ao processo de tomada de deciso.

Transcript

<ul><li> 1. Bianca Carro Gonzaga R.A 4213292 GESTO DO FLUXO DE CAIXA Aplicada ao Microempreendedor Individual SO PAULO 2012 </li></ul><p> 2. FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS Bianca Carro Gonzaga GESTO DO FLUXO DE CAIXA A Importncia desta Ferramenta para o Microempreendedor Individual Trabalho de Estgio Supervisionado, apresentado para a concluso do curso de Cincias Contbeis da FMU Faculdades Metropolitanas Unidas, sob a orientao do Prof Elias Pereira. SO PAULO 2012 3. A meus familiares, em especial Rita Carro, minha me, e Maria Salete Mikniunas, av, por serem a razo da minha vida e por me motivarem a lutar poralgo melhor, sempre. 4. Agradecimentos Agradeo inicialmente e acima de tudo a Deus, pois ele a fora que me permite estar aqui. Agradeo tambm a meus familiares, pelos conselhos, pelo carinho, apoio e principalmente por formarem a estrutura que me possibilita matar os lees de cada dia. Meus sinceros agradecimentos tambm a meu noivo, Eidil, pela cumplicidade, pacincia e apoio em todos os momentos. E por fim, porm no menos importante, agradeo a meus amigos, professores e a todas as pessoas que desta trajetria comigo partilhou. Muito do que aprendi devo troca de conhecimentos que nos permitimos ter. Muito obrigada! 5. "A humanidade no se divide em heris e tiranos. As suas paixes, boas e ms, foram-lhe dadas pela sociedade, no pela natureza." (Charles Chaplin) 6. RESUMO Este trabalho foi desenvolvido a partir da concepo de que a gesto do fluxo de caixa uma ferramentade fundamental importncia para a sobrevivncia e desenvolvimento da empresa, inclusive domicroempreendedor individual. Ainda que dispensado da contabilidade formal, este empresrio necessita do controle de suas movimentaes. O fluxo de caixa evidencia toda a circulao de dinheiro na empresa sendo, portanto, um instrumento no s aplicvel mas tambm indispensvel ao processo de tomada de deciso. Visando primeiramente comprovar a concepo acima, e ainda, tornar este trabalho um guia informativo para o microempresrio, procurou-se analisar, a ttulo de estudo de caso, como feito o controle financeiro em uma microempresa prestadora de servios no ramo de funilaria e pintura de veculos, e demonstrarcomo uma boa gesto do fluxo de caixa, dentro do aplicvel, pode trazer melhorias ao desempenho da empresa. Essa verificao est devidamente apoiada pela fundamentao terica que sustenta opresente trabalho em todo o seu decorrer. Buscando tambm contribuir para o desempenho financeiro da referida empresa, a autora deste trabalho sugeriu ainda uma Demonstrao de Evoluo das Receitas, para apoiar as decises tomadas com base no Fluxo de Caixa. Ponderando todos os aspectos abordados no trabalho, pode-se concluir que o fluxo de caixa um importante instrumento de gesto financeira que auxilia o empresrio a controlar com eficcia todos as operaes financeiras realizadas pela empresa, sendo tambm um instrumento que apoia a tomada de decises a curto prazo, principalmente as que envolvem questes de capital de giro e investimento. O fluxo de caixa tambm cumpre seu papel ao orientar o empresrio a planejar e controlar de forma mais apropriada os recursos financeiros da empresa. Palavras-chave: Fluxo de caixa; Controle gerencial; Microempreendedor individual; Tomada de deciso. 7. ABSTRACT This work was developed under the concept that the management of cash flow is a crucial tool for business survival and development of the individual micro entrepreneur too. Although exempt from formal accounts, these entrepreneurs need to managetheir financial movements. The cash flow shows all movements of money in the company and is a tool applicable and essential in decisions making. In order to prove the concept above and make this work an informative guide to the business owner, sought to analyze, as a case study, how is the financial control in a small business (service provider - industry bodywork and painting of vehicles), and also how a good cash flow management, within the applicable,may contributes to business performance. This analysis is fully supported by the theoretical foundation that supports the objective of this work throughout its course. Seeking also contribute to the financial performance of this company, the author of this work also suggested a Statement of Changes in Revenues to support the decisions made based on cash flow. Considering all aspects covered in this work, it can be concluded that cash flow is an important financial management tool that helps the entrepreneur to effectively manage all financial operations carried out by the company and is also a tool that supports decision making in a short-term, especially those involves working capital and investment issues. Cash flow also helps the entrepreneur to plan and control properly the company's financial resources. Keywords: Cash Flow; Managerial Control; Individual micro entrepreneur; Decision Making. 8. LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS DAS: Documento de Arrecadao do Simples Nacional DFC: Demonstrao do Fluxo de Caixa MEI:Microempreendedor Individual ROI: ReturnonInvestment (Retorno sobre Investimentos) IBRACON: Instituto dos Auditores Independentes do Brasil SIMPLES: Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuies das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte 9. LISTA DE TABELAS, GRFICOS E FIGURAS FIGURA I:Modelo de Demonstrao dos Fluxos de Caixa elaborada pelo mtodo Indireto Anexo II da NPC 20/1999 do Ibracon. FIGURA II: Modelo de Demonstrao dos Fluxos de Caixa elaborada pelo mtodo Direto - Anexo I da NPC 20/1999 do Ibracon FIGURA III: Conciliao do Resultado do Exerccio FIGURA IV:Mtodo Direto vs. Mtodo Indireto TABELA I: Limites proporcionais de faturamento para enquadramento ao MEI ANEXO I: Lista das atividades que podem se enquadrar ao MEI ANEXO II: Base legal MEI (atualizada em Janeiro/2012) ANEXO III:Tabela de custos MEI ANEXO IV: Relatrio Mensal de Receitas Brutas 10. 1. INTRODUO Sobreviver ao cenrio globalizado cada vez mais competitivo vem sendo um grande desafio para os microempreendedores individuais (MEI) no contexto geral do mercado, principalmente no que diz respeito aos aspectos financeiros. O que ocorre, no geral, que esses empresrios envidam maiores esforos para a atividade operacional em si, dando menos ou at mesmo nenhuma nfase gesto financeira. O microempreendedor individual aquela pessoa que trabalha por conta prpria (trabalhador informal) e decidiu legalizar sua situao com o governo, tornando-se um pequeno empresrio. Esse trabalhador pode ter renda anual mxima de sessenta mil reais (R$ 60.000,00), no pode ser scio de outra empresa, mas pode ter um empregado, recebendo um salrio mnimo ou o piso da categoria pertinente. Geralmente so empreendimentos de bairro que comercializam produtos ou servios para pessoas que moram ao entorno, competem com outros pequenos empreendimentos existentes na rea, e administram suas finanas atravs da experincia que acumularam durante o tempo de gesto. Devido a essas caractersticas identifica-se certa dificuldade em implementar tcnicas de administrao financeira neste tipo de empresa, visto que este empresrio ainda no possui dimenso da importncia da aplicao dessas tcnicas e conceitos na empresa e do quanto a adequada gesto do fluxo de caixa poder contribuir para o crescimento da mesma. O objetivo bsico do fluxo de caixa projetar as disponibilidades financeiras da empresa, produzindo informaes necessrias programao da captao de recursos financeiros, otimizao das aplicaes de sobras de caixa, gerenciamento das contas a pagar e de contas a receber, avaliao do impacto de variaes de custos e preos, entre outras decises importantes. O fluxo de caixa uma ferramenta de fundamental importncia para a boa administrao e avaliao das organizaes. A sua adoo possibilita uma gesto dos recursos financeiros que representam srias ameaas continuidade das organizaes. A boa utilizao da ferramenta fluxo de caixa 11. tambm possibilita o conhecimento do grau de independncia financeira das organizaes, com base na avaliao do seu potencial para gerao de recursos no futuro visando saldar seus compromissos e pagar a remunerao dos seus empreendedores. Logo, estudantes e professores insistem em colocar seus estudos de casos em grandes empresas do Brasil e do exterior, pois h um entendimento em comum de que estas empresas possuem estruturas organizacionais que proporcionam a aplicabilidade da Cincia. Entretanto, com um pouco mais de observao e criatividade, alm de um acompanhamento do fluxo dirio das atividades da empresa, possvel identificar estruturas em empreendimentos pequenos, que esto dentro da realidade em que estamos inseridos. Reconhecendo a importncia de micro e pequenos empreendimentos para a economia do pas no que tange gerao de trabalho, renda, circulao de mercadorias e desenvolvimento da qualidade de vida, este trabalho pretende ento contribuir com os microempreendedores individuais, fazendo-os enxergar que possvel valer-se de ferramentas gerenciais como um facilitador e suporte para tomada de decises fundamentais ao crescimento e desenvolvimento dos negcios. 1.1 Contextualizao Sabemos que o MEI dispensado da contabilidade formal. Contudo manter um controle das entradas e sadas de recursos a organizao mnima necessria para o gerenciamento do negcio e o ponto de partida para o crescimento e desenvolvimento do mesmo. Buscar ferramentas que traduzam de forma clara a situao financeira da empresa e que possibilite ao empresrio antever problemas a tempo de minimizar seus efeitos ou solucion- los, fundamental para a sustentao da empresa. Neste contexto, este estudo est focado na administrao do Fluxo de Caixa como ferramenta facilitadora da gesto financeira do MEI, principalmente no que diz respeito anlise da viabilidade, relevncia e resultados obtidos aps a implementaodeste processo. tambm pretenso deste trabalho ser um guia para que estes empresrios no s entendam a importncia da gesto 12. de caixa para a continuidade e expanso dos negcios, mas que tambm os auxilie no processo de implantao desta ferramenta to fundamental. 1.2 Situao Problema Com o dinamismo da economia em constante mutao e mercado competitivo, a informao passou de importante para imprescindvel a qualquer empreendimento, independente de seu porte. O fluxo de caixa, como ferramenta de gesto, fornece empresa o acesso a informaes atualizadas, com projeo futura e de fcil compreenso, auxiliando no fluxo de informaes a respeito dos recursos financeiros da empresa e no processo de tomada de deciso. Devido ao porte do MEI coloca-se em questo a aplicabilidade da gesto financeira, e tambm, a relevncia da execuo deste controle. Sendo a estrutura funcional do empreendimento limitada a duas pessoas, muito provavelmente focadas inteiramente em desenvolver o trabalho objeto da empresa, identifica-se uma dificuldade em enquadrar a correta administrao de recursos no fluxo dirio de atividades. Outro problema est atrelado correta execuo desta gesto, uma vez que em muitos casos, esses empresrios possuem apenas o conhecimento tcnico em torno do trabalho em que se prope a executar, no se importando tanto com a adequada administrao dos recursos. 1.3 Questo a ser respondida Como adaptar o gerenciamento do Fluxo de Caixa realidade do MEI, auxiliando-o na previso de necessidades ou sobras de caixa em dado perodo? 1.4 Hiptese Se o Fluxo de Caixa uma ferramenta de controle financeiro que visa diminuir osriscos na gesto, ento o microempreendedor individual que utiliza essa ferramenta deve apresentar maior controlena necessidade ou sobra dos recursos. 13. Uma vez que a este tipo de empreendimento requer-se apenas o controle das entradas e sadas de recursos, a gesto do Fluxo de Caixa torna- se til a este objetivo, auxiliando no s no controle das movimentaes financeiras, mas tambm gerando informaes mais completas e dinmicas, fundamentais ao desempenho do empreendimento. Para isto, necessrio antes que seja feito um trabalho de conscientizao e treinamento do empresrio, para que este saiba utilizar corretamente a ferramenta de acordo com as necessidades da empresa e saiba tambm interpretar as informaes geradas por este controle. 1.5 Metodologia Este trabalho constitui-se em dois marcos que se complementam entre si: a) pesquisa bibliogrfica visando o embasamento terico. Neste aspecto considera-se tambm a anlise de estudos semelhantes j realizados: resultados alcanados, posicionamento dos autores em relao ao tema, etc.; b) estudo de caso: consiste na coleta direta de informaes no local em que acontecem os fenmenos; o que se realiza fora do laboratrio, no prprio terreno das ocorrncias (SILVA, 2003, p.63). No caso concreto, este estudo ser aplicado a uma oficina de funilaria e pintura de veculos, enquadrada ao regime do Micro empreendedor Individual. 1.6 Variveis Dentre as muitas variveis que afetam o fluxo de caixa, vale citar algumas das quais notamos afetar substancialmente o caixa do tipo de empreendimento estudado (atividades do MEI - prestador de servios de funilaria e pintura), que so: o nmero de servios prestados, demanda de servios, custo fixo e custo varivel dos materiais utilizados, o custo do dinheiro e o preo de venda, requisitos das seguradoras dos veculos, sazonalidade, etc. 14. 1.7 Resultados Esperados Ao final dos estudos pretende-se evidenciar a importncia da gesto do fluxo de caixa para o MEI e como esta ferramenta pode agregar em termos de desenvolvimento e sustentao dos negcios, quando bem adaptada s necessidades e estrutura da empresa. Especificamente, esto dentre os objetivos: Observar a gesto e anlise do fluxo de caixa como ferramenta para auxiliar o empresrio a obter maior eficincia na administrao de seus recursos financeiros; A funo do fluxo de caixa na tomada de decises; Elaborar o fluxo de caixa de ummicroempreendimentode forma a ilustrar sua aplicabilidade na administrao dos recursos financeiros do MEI. 2. FUNDAMENTAO TERICA 2.1 Fluxos de Caixa Conceituao Conceitua-se o fluxo de caixa como um instrumento que relaciona os ingressos e sadas (desembolsos) de recursos monetrios no mbito de uma empresa em determinado intervalo de tempo. A partir da elaborao do fluxo de caixa possvel prognosticar eventuais excedentes ou escassez de caixa, determinando-se medidas saneadoras a serem tomadas. (ASSAF NETO e TIBRCIO SILVA, 1997, p.35). Em sntese, por fluxo de caixa pode-se compreender, conforme (Gentil, 2007) [...] o movimento de todas as entradas e sadas de recursos financeiros do caixa, ou seja, das origens de caixa (fatores que aumentam o caixa da empresa) e das aplicaes de caixa (reduzem o caixa da empresa) [...] 15. De forma anloga Pizzolato (2000, p.106) define o fluxo de caixa como uma caixa dgua contendo medidores de vazo de entrada e sada. O volume de gua final igual ao volume inicial mais a vazo de entrada menos a vazo de sada. Complementa ainda dizendo que a Demonstrao do Fluxo de Caixa especifica as origens do fluxo de entrada e os diversos destinos do fluxo de sada. Para Zdanowicz (2000, p.33) o f...</p>