Laudo pericial peritomauriciodecunto

  • Published on
    07-Jul-2015

  • View
    895

  • Download
    16

Embed Size (px)

Transcript

<ul><li> 1. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 1 de 17 Rede Globo de Televiso Ref: Laudo Pericial Em 21 de Outubro de 2010, s 15h41m, a Rede Globo de Televiso recebeu um e-mail do Grupo Folha contendo um arquivo de vdeo anexado de nome Serra.mp4. Este e-mail foi encaminhado a este perito s 20h21m do dia 22 de Outubro de 2010. Este vdeo, produzido pelo vdeo-reporter Italo Nogueira do Grupo Folha, o alvo desta anlise pericial. Este vdeo, de nome Serra.mp4 possui 4,19 MB, tem 01m17s de durao e foi gravado pelo vdeo-reporter Italo Nogueira do Grupo Folha, na tarde de 20 de Outubro de 2010. O vdeo foi feito por um telefone celular durante caminhada do candidato do PSDB Presidncia Jos Serra, no calado de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. Este vdeo mostra cenas de confronto e empurra-empurra entre militantes do Partido dos Trabalhadores e a comitiva do candidato Jos Serra. Como aparece no vdeo, segundos antes do candidato chegar sua van, Jos Serra coloca suas mos na cabea protegendo-a de objetos que estariam sendo lanados em sua direo e entra rapidamente na van. Instantes depois, o candidato citou que um objeto o atingiu na cabea. Segundo noticiado pela imprensa, uma testemunha que estava ao lado de Serra no momento de maior conflito, afirmou que um militante petista atirou uma bobina de adesivos de papel, acertando a cabea do candidato. Visando encontrar evidncias deste objeto que como hiptese atingiu a cabea do candidato e apurar a veracidade dos fatos apresentados neste vdeo, este perito recebeu a incumbncia de analisar minuciosamente este arquivo de vdeo, verificando se o mesmo no sofreu nenhum tipo de manipulao fraudulenta em seu contedo. So Paulo 24 de Outubro de 2010 Prof. Mauricio de Cunto Mauricio Raymundo de Cunto brasileiro, casado, engenheiro, professor, pesquisador, perito forense, restaurador de informaes de udio vdeo imagem documentos e informtica, residente e domiciliado Rua Dias de Toledo n 96, casa, no bairro da Sade, CEP 04143-030, na cidade de So Paulo/SP, RG. n. 8.273.293 SSP/SP, CPF. n 010.446.838-64, CREA. n 154.048/D e scio-diretor da Audiolink Projetos e Servios Ltda, CNPJ: 58.631.060/0001-92. </li></ul><p> 2. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 2 de 17 LAUDO PERICIAL ARQUIVO DE VDEO: SERRA.MP4 SOLICITANTE: REDE GLOBO DE TELEVISO 24 de outubro de 2010 1 Identificao Do material questionado: NOME DO ARQUIVO: SERRA.MP4 TAMANHO: 4,19 MB DURAO: 01m17s (77 segundos) 2 Objetivo: Verificar se este vdeo pode ser considerado autntico, ou seja, certificar-se que o mesmo no sofreu nenhum tipo de manipulao fraudulenta em seu contedo. 3 Estudo preliminar O vdeo aqui apresentado com o nome SERRA.MP4 possui apenas 1 minuto e 17 segundos de durao. Segundo me foi informado, foi gravado por intermdio de um telefone celular pelo vdeo-reporter Italo Nogueira do Grupo Folha. O telefone celular em questo, como se pode observar claramente no vdeo objeto desta percia, no tem boa qualidade de gravao. A imagem em geral ruim, o operador do equipamento se move muito e poucos so os momentos onde a imagem estvel. O tumulto que ocorria no momento da gravao certamente dificultou ainda mais o melhor posicionamento do operador e do aparelho celular. Alm disso, o vdeo possui baixa resoluo e uma taxa pequena de quadros-por- segundo, dificultando a anlise. Visando melhorar as caractersticas de visualizao e documentao deste vdeo, este perito utilizou algumas tcnicas para viabilizar e facilitar esta anlise, como segue: 3.1 Ampliao do vdeo A imagem sofreu um processo de ampliao atravs de interpolao matemtica, onde os pontos formadores de cada um dos quadros do vdeo so afastados entre si e o espao resultante deste afastamento preenchido matematicamente por elementos adjacentes e semelhantes. A imagem do vdeo do tipo bitmap, ou seja, formada por um nmero finito de pontos, cada um deles com uma cor especfica. Uma fotografia pode conter milhares ou milhes de pontos ou pixels (PICture ELement). Nas imagens bitmap existe uma conexo imutvel entre os pixels e 3. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 3 de 17 a imagem que eles formam. Cada um deles independente, cada um deles tem uma cor e esta conexo responsvel por alguns efeitos causados quando redimensionamos uma imagem, pois pixels no mudam de tamanho. Eles so descartados ou interpolados para preencherem a rea conforme a imagem reduzida ou ampliada. No processo de reduo, pixels so descartados. Uma imagem pode ser reduzida repetidas vezes e manter a qualidade at que no haja mais espao suficiente para os pixels exibirem a imagem corretamente. No processo de ampliao, pixels so interpolados. Este processo permite que uma imagem com rea menor ocupe uma rea maior sem a desagradvel sensao de se notar a apario dos pontos que a formam como um efeito de granulao. Para reduzir esta sensao desagradvel, o processo de interpolao preenche matematicamente os espaos vazios com pixels idnticos aos seus adjacentes permitindo uma observao da imagem com muito maior suavidade sem adulterao do contedo da informao presente na imagem. O programa de computador utilizado neste processo o Sony Vegas verso 7.0. 3.2 Reamostragem da taxa de quadros-por-segundo Este vdeo sob anlise possui um nmero pequeno de quadros por segundo, dificultando estabelecer com maior preciso o tempo absoluto em que os fatos acontecem. Este processo de reamostragem duplica quadros adjacentes, permitindo assistir o vdeo em cmera lenta de forma mais suave, permitindo uma anlise mais precisa. Este processo no adultera a relao entre o tempo e a informao presente naquele instante. A nica vantagem permitir uma visualizao mais agradvel, sem tantos pulos entre cada quadro do vdeo. O programa de computador utilizado neste processo o Sony Vegas verso 7.0 (http://www.sonycreativesoftware.com/vegaspro). 3.3 Insero de Timecode Foi adicionado ao canto inferior direito do vdeo um indicador digital do tempo corrido em segundos. A finalidade apenas permitir e facilitar a documentao de cada cena no instante mais prximo em que ela ocorre. IMPORTANTE: Faz parte integrante deste laudo pericial um CDROM contendo dois vdeos: a) o vdeo original; b) o outro tratado sem adulterao de contedo, salvo os aqui expostos e justificados. O CDROM tem a assinatura deste perito. 4 Anlise de autenticidade Cada quadro deste vdeo foi inspecionado. O mtodo utilizado foi o da comparao de dois quadros adjacentes ou subseqentes. Na comparao, quando possvel, verificou-se a possvel ocorrncia de adio ou subtrao de elementos formadores dos quadros, alm da anlise de granulao, contraste e brilho. Esses elementos formadores so, na verdade, imagens das pessoas, objetos, presena de luz, reflexos, sombras e demais elementos presentes na cena. Foi tambm analisado o continusmo da cena, quando possvel. Esta anlise permite saber se o vdeo sob anlise sofreu ou no cortes ou ainda 4. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 4 de 17 edies fraudulentas. Este mecanismo de edio pode configurar a insero ou remoo de partes de cenas inteiras ou fragmentos delas. Como este vdeo sonoro, O udio foi tambm analisado buscando-se, quando possvel, identificar evidncias de falhas e alteraes fraudulentas. Buscando evidncias cientficas de uma possvel edio deste documento no que se refere ao udio, utilizei dois mtodos de anlise: a) anlise acstica por meio de espectrografia; b) anlise perceptivo-auditiva. Para a anlise acstica, o udio foi reproduzido e analisado nos programas: a) Multi-Speech modelo 3700, produzido pela empresa KAY Elemetrics / Pentax (http://www.kaypentax.com/Product%20Info/3700/3700.htm), lder absoluta em programas de computador para anlise de voz e fala para fins forenses, prticas clnicas e em pesquisa cientifica; b) iZotope RX Advanced verso 1.20.590 (http://www.izotope.com/products/audio/rx/), que produz imagens espectrogrficas de grande riqueza e detalhamento grfico. 4 Anlise da hiptese de ataque ao candidato Durante a anlise minuciosa dos quadros deste vdeo, um em particular mostra uma sutil existncia de um volume posicionado na parte superior direita da cabea de Jos Serra, na direo do telefone celular que filmava o candidato. Neste laudo o quadro identificado por Imagem 06 em que se nota uma figura de aspecto toroidal/cilndrico que toca a superfcie da cabea do candidato na regio frontal-parietal direita. Este volume possui brilho na parte superior/posterior, o centro parece ser mais escuro e produz sombra na parte inferior, na superfcie da cabea. O reflexo da luz na parte superior deste objeto compatvel com a direo da luz solar no local bem como a posio da sombra projetada. As duas imagens identificadas por 06 - DETALHE so uma ampliao do quadro da Imagem 06 onde, somente para ilustrar, posicionada artificialmente uma imagem de um toride/cilindro para esclarecer esta anlise pericial. 5 Anlise de contedo Nos casos onde a imagem de um vdeo no tem boa qualidade, costumo fazer uma anlise de contedo para melhor documentar a linha do tempo, esclarecendo melhor os fatos nele presentes. Tomando-se como base o tempo indicado no canto inferior direito do vdeo, pode-se afirmar que as situaes destacadas na legenda das imagens ocorrem nos tempos em destacados e medidos em segundos absolutos: 5. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 5 de 17 Imagem 01 [0,6] Jos Serra cumprimenta militantes petistas Imagem 02 [2,5] Fotgrafo com dificuldade de se locomover 6. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 6 de 17 Imagem 03 [3,5] Serra acompanhado/conduzido por assessores Imagem 04 [4,4] Serra caminha em direo van 7. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 7 de 17 Imagem 05 [4,7] Muito empurra-empurra Imagem 06 - [4,9] Serra atingido na cabea 8. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 8 de 17 Imagem 07 [5,0] Serra continua se dirigindo van Imagem 08 [5,1] Serra continua se dirigindo van 9. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 9 de 17 Imagem 09 [8,5] O empurra-empurra aumenta Imagem 10 [16,8] Proteo a Serra (mo na cabea) 10. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 10 de 17 Imagem 11 [22,5] Serra com mo na cabea Imagem 12 [25,2] Serra com as duas mos na cabea se protege 11. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 11 de 17 Imagem 13 [27,1] Serra sendo protegido/conduzido por assessores Imagem 14 [27,3] Serra rapidamente escoltado van 12. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 12 de 17 Imagem 15 [27,5] Proteo a Serra correndo at a van Imagem 16 [28,0] Assessores protegem Serra 13. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 13 de 17 Imagem 17 [31,7] Serra entrando na van Imagem 18 [33,0] Serra dentro da van, protegido 14. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 14 de 17 Imagem 19 [51,6] Comemorao Imagem 20 [52,2] Comemorao 15. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 15 de 17 Imagem 21 [74,2] Porta da van fecha e veculo parte Imagem 06 DETALHE - cabea no momento que Serra atingido 16. Prof. Mauricio de Cunto - Perito Forense udio, Vdeo, Imagem, Documentos e Informtica Rua Dias de Toledo 96 So Paulo SP 04143-030 (11) 5581-8190 / 9142-7007 mauriciodecunto@uol.com.br - www.decunto.com.br Folha n 16 de 17 Imagem 06 DETALHE - Posio mais provvel do objeto que o atingiu 6 Concluses 6.1 Aps minuciosa observao e estudo deste vdeo, este perito conclui que muito improvvel que exista montagem fraudulenta no vdeo aqui citado bem como na sua faixa sonora correspondente. Desta forma e nessas bases, o vdeo identificado como SERRA.MP4 e incluso no CDROM como parte integrante deste laudo pericial considerado como autntico. 6.2 Segundo anlise do contedo deste vdeo, o tempo onde os fatos mostrados no vdeo acontecem muito curto. Para exemplificar, o perodo de tempo entre os eventos Serra atingido na cabea Imagem 06 e Proteo a Serra (mo na cabea) Imagem 10 de aproximadamente 12 segundos. Durante este intervalo de tempo, como o telefone celular no gravou o candidato nos segmentos 7,2 seg. a 8,4 seg. e 8,8 seg. a 16,8 seg., no h como assegurar que o candidato no levou suas mos cabea por no existir esta informao neste vdeo. IMAGEM TEMPO (seg) DESCRIO Imagem 01 0,6 Jos Serra cumprimenta militantes petistas Imagem 02 2,5 Fotgrafo com dificuldade de se locomover Imagem 03 3,5 Serra acompanhado/conduzido por assessores Imagem 04 4,4 Serra caminha em direo van Imagem 05 4,7 Muito empurra-empurra Imagem 06 4,9 Serra atingido na cabea Imagem 07 5,0 Serra continua se dirigindo van...</p>

Recommended

View more >