Click here to load reader

Palestra atlantica hotels

  • View
    246

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Palestra atlantica hotels

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.OBJETIVOS E FINALIDADES AUDITORIA EXTERNA

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADES

    APRESENTAO

    ELI DE SIQUEIRA LUIZ UMBERTO BALDINI SRGIO LUCCHESI FILHO

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESPROGRAMAO

    APRESENTAO DA MOORE STEPHENSOBJETIVOS DA AUDITORIAPROCEDIMENTOS DE AUDITORIAINICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIASOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAO

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADES1989 Fundao da Lima Lucchesi Auditores Independentes1997 Passou a integrar a Moore Stephens Internacional

    Quem a Moore Stephens Onde est a Moore Stephens reas de atuao Servios oferecidos

    APRESENTAO DA MOORE STEPHENS

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA - MOORE STEPHENS EM SO PAULO E RIO DE JANEIRORua Laplace, 96 10 andar - Brooklin - SPRua Dr. Luis da Rocha Miranda, 159 - Jabaquara - SP

    Rua Sete de Setembro, 67 - Centro - RJ

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESAPRESENTAO DA MOORE STEPHENS

    Quem a Moore Stephens:Londres em 1909600 escritrios espalhados pelo mundo300 firmas-membroMais de 100 pases11 no ranking mundialFaturamento US$ 2 bilhes

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESAPRESENTAO DA MOORE STEPHENSOnde est a Moore Stephens

    frica do sulZmbia

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESAPRESENTAO DA MOORE STEPHENSreas de Atuao e Servios OferecidosEspecializao e diversificaoUm servio de auditoria e consultoria desenvolvido com alto nvelde qualidade to til quanto necessrio em qualquer segmento demercado. Mas, para que seu resultado seja eficaz, preciso conhecera essncia de cada organizao, seus interesses e desenvolvimento.Por isso, a Moore Stephens se dedica tanto em treinar profissionaisespecializados nas diversas reas de sua atuao. Todos os setoresempresariais e tipos de entidades podem contar com nossos servios

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESAPRESENTAO DA MOORE STEPHENSreas de Atuao e Servios Oferecidos

    AuditoriaConsultoria TributriaConsultoria EmpresarialCorporate Finance

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESOBJETIVOS DA AUDITORIA Evoluo da Auditoria Em essncia, a causa da evoluo da auditoria, que decorrente da evoluo da contabilidade, foi a do desenvolvimento econmico dos pases, sntese do crescimento das empresas e da expanso das atividades produtoras, gerando crescente complexidade na administrao dos negcios e de prticas financeiras como uma fora motriz para o desenvolvimento da economia de mercado

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESOBJETIVOS DA AUDITORIAEvoluo da AuditoriaDatas Fatos ? Desconhecida a data de incio da atividade de auditoria.1314 Criao do cargo de auditor do Tesouro da Inglaterra.1559 Auditoria dos pagamentos a servidores pblicos pela Rainha Elizabeth I.1880 Criao da Associao dos Contadores Pblicos Certificados na Inglaterra.1886 Criao da Associao dos Contadores Pblicos Certificados (AICPA EUA)1894 Criao do Instituto Holands de Contadores Pblicos.1934 Criao do Security and Exchange Commission (SEC)

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESOBJETIVOS DA AUDITORIANo Brasil:

    filias e subsidirias de firmas estrangeiras;Financiamento de empresas brasileiras no mercado externo;Crescimento das empresas brasileiras e necessidade de descentralizao;Diversificao de suas atividades econmicas;Evoluo do mercado de capitais;Criao de normas de auditoria emitidas pelo BACEN em 1972; eCriao da Comisso de Valores Mobilirios e da Lei das Sociedades Annimas em 1976.

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAOBJETIVOS E FINALIDADESOBJETIVOS DO TRABALHO DE ASSEGURAO NBC TA 2 Significa um trabalho no qual o auditor independente expressa uma concluso com a finalidade de aumentar o grau de confiana dos outros usurios previstos, que no seja a parte responsvel, acerca do resultado da avaliao ou mensurao de determinado objeto de acordo com os critrios aplicveis

    O reconhecimento, a mensurao, a apresentao e a divulgao nas demonstraes contbeis (resultado da avaliao ou mensurao) da entidade resultam da aplicao das prticas contbeis adotadas no Brasil (critrios), sua posio patrimonial e financeira, ao seu desempenho operacional e aos seus fluxos de caixa

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAPROCEDIMENTOS DE AUDITORIAAUDITORIAMERCADO DE CAPITAIS (INVESTIDORES)

    ALTA ADMINISTRAO

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAPROCEDIMENTOS DE AUDITORIATeste de observnciaTeste substantivos

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAPROCEDIMENTOS DE AUDITORIATeste de observncia:proporciona segurana dos controles internos administrativos. Normalmente nesta etapa feitacom aplicao de questionrios de avaliao dos controlesTeste substantivos: so procedimento que objetivam a validaodos saldos apresentados nos livros contbeis

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAPROCEDIMENTOS DE AUDITORIAPLANEJAMENTO DA AUDITORIA a etapa que compreende a definio e a amplitudedos trabalhos. O planejamento deve considerar todosos fatores relevantes na execuo dos trabalhos, considerando os seguintes fatores:CONTROLES INTERNOS CONHECER O NEGCIOFILIAISEXTENSODOS TESTES MATERIALIDADE

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA PROCEDIMENTOS DE AUDITORIAPPEIS DE TRABALHOConjunto de programas de auditoria, acrescidos dos documentoscomprobatrios que se constitui a evidncia dos trabalhos INFORMAESCONFIDENCIAISCUSTDIA DAAUDITORIAACESSO SCOM AUTORIZAOPRAZO DE VALIDADE SOFTWAREDE AUDITORIA

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNARELATRIOS DE AUDITORIAPARECER DE AUDITORIARELATRIO DE APRIMORAMENTO DE CONTROLES INTERNOSRELATRIO DE REVISO LIMITADA

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNARELATRIOS DE AUDITORIATIPOS RELATRIOS DE AUDITORIA Relatrio sem Ressalva Relatrio com Ressalva Relatrio adverso Relatrio com Absteno de Opinio Relatrio com Pargrafo de nfase

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAINICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIARELACIONAMENTOS Acesso aos Scios e Diretores

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA INICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIARELACIONAMENTOS Independncia

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNAINICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIARELACIONAMENTOS Respeito ao Profissional Especialista em Hotelaria Trabalhos: Acompanhados por dois Diretores

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    MOORE STEPHENS LIMA LUCCHESIAUDITORIA EXTERNA INICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIA poca Certa na Contratao da Auditoria

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA INICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIAFASES DOS TRABALHOS Fase II Visita Final Fase I Visita Preliminar Planejamento e Teste nos Controles InternosValidao dos Saldos Finais

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA INICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIA Fase I Visita Preliminar: Teste nos Controles Internos:Trabalhos nas reas operacionais; Circularizao dos saldos com terceiros;Carta de Pedido de Anlise;Planejamento dos TrabalhosDefine Datas da Etapa Final;Reunio com a Controladoria; eEmitir Relatrio de Controles Internos. Acompanhamento de Inventrios, caso necessrio

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA INICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIA Fase II Visita Final: Reviso Analtica das Contas de Resultados;Complementao dos Comparativos de Receitas, Despesas de Pessoal e Outros;Validao dos Saldos das Contas Patrimoniais, por meio da aplicao dos procedimentos de auditoria; Encerramento dos Trabalhos de Campo;Reunio Final com a Administrao para Discusso dos Pontos de Auditoria; Exame das Demonstraes Contbeis preparadas pelo Contador e/ou Controladoria da Entidade; Emisso da Minuta do Relatrio para Discusso.

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA INICIANDO OS TRABALHOS DE AUDITORIAALGUMAS DICAS PARA O BOM ANDAMENTO DOS TRABALHOS A comunicao Fundamental Comunicar-se antecipadamente com o Auditor para Discutir Pontos Relevantes Preparar as Demonstrativos Financeiros Preparar Anlises e Conciliaes dos Saldos Combinar o Calendrio de Visitas com antecedncia

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.

    AUDITORIA EXTERNA SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAO

  • PRECISE. PROVEN. PERFORMANCE.Muito obrigado

    Dvidas? Questes?

    Eli de Siqueira [email protected] Luiz Umberto Baldini [email protected] Srgio Lucchesi Filho [email protected]

    www.msbrasil.com.br