Anuário 2010 visão preliminar do segmento avícola internacional em 2010

  • Published on
    25-May-2015

  • View
    101

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Avaliao do segmento avcola brasileiro e mundial no dramtico ano de 2009 e perspectivas para o ano de 2010. Principais produtores, importadores, exportadores e consumidores de carnes de aves

Transcript

<ul><li> 1. Sobrevivinconseqmeio amque o cranos, beprodutoranunciacarnesdeAmpliandAmricacrescimecorrespo1 Elaboradoupdated D2 Consideroparticular d3 Entre 198564,4% e 3Visso Preliminaemos a 200qentes s vmassada, unsescimento deirando a esres mundiaisse com umae aves (cf.Grar do Segmen9, onde os aviam seus ins quantos arde carnes destagnao, s de carnesa retomada,rfico 1).do o espectrCentral, graento da prodondente a maro da anliseas principaduo avcolaais do dobroo por ODConsuEZ 2009.xlsxo que a avicultdesenvolvimen85 e as previs357,0%ulting com bastura industrialnto graas aoses para 2010,Oslerto Avcola IntDesouzartonsulting.comosler@odcoalarmistas anteresses. Nrranhes, me aves em 2um crescide aves sofcom previsanunciavamNaturalmenteas o carro f2009 estejamento numfreram reduso de um cGGrfico 1e para o perl e respectiva entre as pro do crescimodo que comvamente aorincipais regmento mdioe em dados daa Faostat e do60, mas a pam gentica, nutvcola brasileiradata dos anosprogressos ema produo avternacional em.brm 2010mais uma ve que estamfunciona e aentre os mm ano em qes em surescimentovez o fim domos saindoviagem coais discretosue alguns das produede 2,5% namundo, e ocom a latarntinua. Ainds dos ltimodos principaes. Para 201produo d852, a AmrMxico3 liderndo, mantenmea em 19Brasil e ao Mies do munmundial.Food Outlookda FAO Sumrartir de 1985 qtrio, sanidada e mexicana cue a atividadede e manejo.resceram resp1ica do Sul eram ondo um ritmorio 20052010toma umectivamenteosiadaosais10deao</li></ul> <p> 2. As Amricas concentram 43% da produo mundial de carnes de aves e nela se situam oprimeiro produtor mundial (Estados Unidos), o quarto (Brasil), o sexto (Mxico) e o dcimo(Argentina)Tabela 1Grfico 24Seguelhe a sia, e a vocs seguramente pensaro que devido ao Planeta China, o que justo em nmeros absolutos, mas incorreto do ponto de vista de ndice de dinamismo.Entre 1995 e 20075, a produo avcola asitica cresceu 76,6%. Dos 47 pases da regio, 20tem um crescimento acima dessa mdia. A China com seus 49,5% da produo da regio alocomotiva, mas vrios pases tm apresentado crescimentos significativos na regio.Mesmo com esse crescimento, sobretudo entre aqueles de maior populao, o nvel de4 Idem ao #1 Poultry production per continente 8510.xlsx5 Sou obrigado a s considerar o perodo a partir de 1995 na medida em que em 1985 pases como a Armnia,Azerbaijo, Gergia, Cazaquisto, Quirquisto, Tadjiquisto, Turcomenisto e Uzbequisto ainda faziam parteda URSSindaia 3. consumo per capita de carnes de aves ainda pouco significativo, o que indica que outrospases sero os vetores de uma expanso continuada da produo, consumo e importaode carnes de aves na regio que acumular o grande crescimento demogrfico at 2050.Tabela 266 Elaborado por ODConsulting com base em dados da FAOSTAT. Poultry production per continente 8510.xlsx 4. interessante observar que a Europa, que historicamente vem perdendo terreno, registraem 2009 um ganho de participao na produo mundial de carnes de frango, mantendoseus 16,8% em 2010.Grfico 37Essa progresso se deve principalmente aos pases no comunitrios (Tabela 3), enquanto aUnio Europia, apesar do aumento do nmero de pases membros, perde terreno eparticipao no total da produo europiaTabela 387 Elaborado por ODConsulting com base em dados da FAOSTAT para o perodo de 1985 a 2007 e no FoodOutlook dez 09 para os dados e projees de 2009 e 2010. Poultry production per continente 8510.xlsx8 Idem #7 5. Grfico 49Para efeitos de referncia, a Tabela 4 lista a produo de carnes de aves em pasesselecionados, seja para os dados estimados de 2009 como a previso para 2010. Prevseque o Brasil responder com 10,64% da produo mundial, com 10,196 milhes de tm,nmero bem modesto quando consideramos que j em 2008 teramos produzido 11,424milhes de toneladas de carnes de aves10, 11.Guardaremos, entretanto os dados da FAOGiews para permitir comparao com outrospases. S h uma coisa pior que dados susceptveis de serem corrigidos ao longo do tempo: a ausncia de dados e com profundo pesar e preocupao que registramos que a UBArecentemente interrompeu a publicao de seus dados. Aparentemente, tal deciso foiadotada por presso de associados que acreditam na mxima que vigorou at os anos 50 o segredo a alma do negcio, quando todos os modernos gurus de administraopreconizam a informao e transparncia como estando no ncleo das atividades de9 Idem #710 Fonte: UBA Relatrio 2008, pginas 39, 48 e 53. A produo de frangos foi de 10.966.072, a de perus de456.055 e a de patos/marrecos de 1.962, todas estas cifras expressam milhares de toneladas. No h dadosoficiais sobre a produo de codornas, galinha dangola, faises,11 Tais discrepncias no so inabituais e se corrigem com os anos, sendo que atualmente poderamos dizerque os dados de 2006 so praticamente consolidados e os de 2007 precisos a mais de 90%. Manter um bancode dados da dimenso do FAOSTAT, compreendendo centenas de produtos e dados relativos a &gt;200 pases uma tarefa herclea. O banco de dados do USDA costuma ser mais preciso para os anos em curso ou recentes,mas por outro lado apresenta a inconvenincia de cobrir um nmero bem menor de pases. 6. sucesso. Digo aparentemente, pois quando no se tem informao lavrase o campo frtilda especulao, do achismo e das teorias esdrxulas. Na ausncia dos fatos e dados, lcitaqualquer coisa que os substituam. Temo que os protecionistas, permanentemente deplanto, infelizes com a produo brasileira de 10,2 milhes de toneladas e infelicssimosquando souberem que ela na realidade de 11,4 milhes de toneladas, possam usar tal fatocomo argumento para sua falta de argumentos.Tabela 41212 Elaborado por ODConsulting com base em dados do Food Outlook dez 09 para 2009 e 2010 Poultry meatFood Outlook dez 09.xlsx 7. A grande vtima da crise de 2009 foi na realidade o comrcio internacional de carne de aves.Caram os volumes negociados para menos de 10 milhes de toneladas e os principaisexportadores mundiais de carnes de aves sofreram em 2009 com a baixa das cotaesinternacionais devido retrao dos principais mercados exportadores. O Brasil, principalexportador mundial de carnes de aves, cominou preos menores com um dlardesvalorizado e o real valorizado (sobrevalorizado???). Apesar desse cenrio catstrofe, asexportaes brasileiras retomaram no final de 2009, o que de tirar o chapu viso delargo prazo dos empresrios brasileiros e a confirmao que liderana sustentvel no vemda fada madrinha ou do gnio da lmpada, alguns(mas) encontrveis em Braslia de tera quinta, mas de estratgias e processos de gesto.Tabela 5 8. 13Os Estados Unidos, colder na exportao de carnes de aves, apresentava at outubro de2009 uma reduo de 4% em seu volume de exportaes. A CEE tambm registrava perdasem suas exportaes e a Tailndia prosseguia com seu processo de recuperao.Do ponto de vista dos importadores, consolidase a China como a grande importadora decarnes de aves, processo que se acentua a partir de 2006 quando o pas sofreu os impactosda reduo da produo de carne suna, a mais consumida, devido a episdios sanitriosque obrigaram ao sacrifcio de matrizes e uma reduo considervel na produo.Na Tabela 6 foi separada a China Continental e Hong Kong para uma melhor avaliao. HongKong sempre foi grande importador de carnes em geral e parcela significativa dos volumesera reexportado para a China Continental. Tais reexportaes eram conduzidas sob aforma de comrcio de formigas e constituiu uma fascinante experincia para aqueles quetiverem o privilgio de testemunhlo. Hoje a China Continental importa diretamente dediferentes fontes, sem que haja cessado o tradicional comrcio de formigas.Defendo a tese de que a China inevitavelmente continuar como compradora de alimentosno futuro, principalmente de carnes, produtos que requerem grande quantidade de guaem sua produo. A China carece de terras arveis e de gua para satisfazer a migrao dadieta de sua populao para maior ingesto de protenas animais. O pas acumula reservasconsiderveis que podero ser investidas na compra de terras arveis em pases comdisponibilidade de gua. Buscaro fazlo principalmente na costa oriental africana pelafacilidade logstica, mas dificilmente ignoraro empresas situadas em pases de tradioexportadora de alimentos, onde a compra de 1/5 do capital suficiente para garantir que aChina figure sempre nas estratgias de exportao da empresa. Esse processo deveralcanar o Brasil, sobretudo agora que aqui se formam empresas globais no segmentoprotico animal.Tabela 613 Idem #12 9. 14Acredito que h razes para otimismo em relao ao comrcio internacional de carnes deaves em 2010. O processo de recuperao de preos observado no segundo semestre de2009 deve se manter em 2010, sem que possamos esperar a repetio das cotaesrecordes de 2007 e parte de 2008. Os volumes comercializados voltaro a crescer, maslembrando sempre que os anos mgicos se acabaram. O crescimento se situar entre 1,8% e2,0% devido principalmente a uma demanda ainda no de todo recuperada principalmenteentre pases desenvolvidos.14 Idem #12 10. O protecionismo seguir exacerbado pelos impactos da crise na demanda e produo dealguns dos principais importadores. As quotas russas seguiro ao sabor da poltica daquelepas de estimular sua produo domstica. Ucrnia ser severa em suas posturasprotecionistas e Estados Unidos e Brasil tero a uma questo comum a equacionar. Japodever se adaptar queda de sua demanda. A prpria China poder flexibilizar menos oacesso a seu mercado devido recuperao da produo domstica de carne suna, masmantenho a afirmao otimista que fiz em relao ao Planeta China. E a CEE seguir suamaratona protecionista, devido a alguma razo perfeitamente explicvel, mas raramente justificvel.Sou otimista em relao continuidade das exportaes brasileiras. Estados Unidos devero vendermenores volumes a melhores preos e aproveitar a recuperao do mercado mexicano. Tailndia eArgentina seguiro expandindo suas exportaes.Para uma viso preliminar creio termos o suficiente. Sei que alguns leitores gostariam deuma abordagem sobre a BRF, a agressiva expanso da Marfrig e uma discusso sobre se aJBS dever complementar sua expanso no segmento de carnes de aves adquirindo algumaempresa no Brasil, mas essas questes ficaro para um artigo futuro.Como toda a crise, a de 2008/2009 ainda trar conseqncias, pois algumas empresas saemdela mais ressentidas que outras. Como o processo de concentrao da indstria est longede estar acabado, 2010 dever aportar novas aquisies.Em breve, 2010 ser um ano de retomada dos negcios, sem mgicas, mas sem anncios decatstrofes, at porque o fim do mundo est agora adiado para 2012. </p>