Artigo Blender 3 D

  • View
    444

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Este trabalho apresenta o sistema Blender , um software de modelagem e animação 3D de código aberto mantido pela Blender Foundation e desenvolvido numa parceria conjunta entre os seus engenheiros e a comunidade de software livre. Será apresentado um pequeno histórico e conceitos. O artigo mostra as vantagens e desvantagens, projetos feitos usando esta ferramenta, além de apresentar sua interface, requisitos e para quais plataformas ele está disponível.

Text of Artigo Blender 3 D

  • 1. Curso de Bacharelado em Sistemas de Informao 1/24 O Sistema Blender 3D Jos do Nascimento Sousa1 , Jos Francisco dos Santos Silva 2 , Welberth Gomes Santana3 Wilson Dias4 Braslia, DF - Maio/2013 Resumo: Este trabalho apresenta o sistema Blender, um software de modelagem e animao 3D de cdigo aberto mantido pela Blender Foundation e desenvolvido numa parceria conjunta entre os seus engenheiros e a comunidade de software livre. Ser apresentado um pequeno histrico e conceitos. O artigo mostra as vantagens e desvantagens, projetos feitos usando esta ferramenta, alm de apresentar sua interface, requisitos e para quais plataformas ele est disponvel. Palavras-chave: Blender. Blender Foundation. Modelagem 3D. Animaes 3D. 1. Introduo A computao grfica possibilita vrias atividades que antes no eram possveis. Hoje em dia podemos criar filmes ou vdeos com muitos efeitos produzidos por computador. Dentre essas vrias possibilidades temos a modelagem 3D. A modelagem 3D se baseia em, normalmente, utilizar um software de computador que trabalhe com a possibilidade de reproduzir digitalmente formas em trs dimenses. Atravs destes softwares possvel criar uma infinidade de objetos, personagens, cenrios, etc (MARTINS, 2012). Neste artigo ser abordado o Blender uma ferramenta de modelagem e animao em 3D de cdigo aberto, utilizada por empresas e usurios desktops em todo o mundo. 1 Aluno do curso de Bacharel em Sistemas de Informao, josesousa1@gmail.com 2 Aluno do curso de Bacharel em Sistemas de Informao, francisco.mannyn@gmail.com 3 Aluno do curso de Bacharel em Sistemas de Informao, welberth.wel@gmail.com 4 Professor no curso de BSI da Faculdade Alvorada, professor.wilsondias@gmail.com

2. Curso de Bacharelado em Sistemas de Informao 2/24 2. Tema e Justificativa Esse artigo tem como base, apresentar o software Blender como uma poderosa ferramenta de modelagem e animao 3D. Ressaltar as suas capacidades e descrever suas utilidades. 3. Objetivos Mostrar o que o sistema Blender. Relatar os benefcios. Mostrar a sua interface, sua histria, seu uso, alm de suas vantagens e dificuldades. Com essas informaes, mostra que este sistema uma tima opo Livre para o desenvolvimento de jogos e modelagens 3D em geral. 4. O sistema Blender 3D O Blender 3D uma sute de produo 3D desenvolvido pela Blender Foundation usado para modelagem, animao, texturizao, composio, renderizao, edio de vdeo e criao de aplicaes interativas em 3D, tais como jogos, apresentaes e outros, atravs de seu motor de jogo integrado, o Blender Game Engine (BRITO, 2011; RENATO, 2013). Est disponvel sob uma licena dupla: Blender License (BL) / GNU General Public License (GPL). O Blender possui ainda partes licenciadas sob a Python Software Foundation License. O programa multiplataforma, estando, portanto disponvel para diversos sistemas operacionais. O Blender implementa ferramentas similares s de outros programas proprietrios, que incluem avanadas ferramentas de simulao, tais como: dinmica de corpo rgido,dinmica de corpo macio e dinmica de fluidos, ferramentas de modelagem baseadas em modificadores, ferramentas de animao de personagens, um sistema de composio baseado em ns de texturas, cenas e imagens, e um editor de imagem e vdeo, com suporte a ps-produo. Inclui suporte a Python como linguagem de script, que pode ser usada tanto no Blender, quanto em seu motor de jogo. Atualmente, suporta 25 idiomas, incluindo o portugus brasileiro (WIKIPEDIA, 2013). 3. Curso de Bacharelado em Sistemas de Informao 3/24 4.1.Pequeno histrico Segundo o site Blender.org (2011) em sua pgina Wiki. Em 1988 Ton Roosendaal co-fundou o estdio de animao holands NeoGeo. Este rapidamente se tornou o maior estdio de animao em 3D na Holanda e uma das casas de animao de liderana na Europa. Dentro da NeoGeo; Ton foi responsvel tanto pela direo de arte e desenvolvimento interno de software. Aps cuidadosa deliberao Ton decidiu que a atual ferramenta 3D interna usada pela NeoGeo era demasiadamente velha e pesada para manter e atualizar, e necessitava ser reescrita do zero. Em 1995 esta reescrita comeou e foi destinada a ser a criao da sute de software 3D que todos ns conhecemos agora como Blender. O nome Blender foi inspirado em uma msica de mesmo nome, da banda Yello, de seu lbum Baby (OFICINADANET, 2010). Enquanto a NeoGeo continuava a refinar e melhorar o Blender, tornou-se claro para Ton que o Blender poderia ser usado como uma ferramenta para outros artistas fora da NeoGeo. Em 1998, Ton decidiu fundar uma nova empresa chamada Not a Number (NaN) como um spin-off da NeoGeo para o mercado e desenvolver ainda mais o Blender. No ncleo da NaN era um desejo criar e distribuir um software compacto, multiplataforma para a criao de 3D. A NaN esperava aproximar o nvel profissional de ferramentas de modelagem 3D e animao ao alcance do pblico geral. O modelo de negcios da NaN envolvia fornecimento de produtos e servios comerciais em torno do Blender. Em 1999 a NaN participou pela primeira conferncia Siggraph em um esforo para promover mais amplamente o Blender. A primeira conveno da Siggraph em 1999 foi um enorme sucesso e reuniu uma quantidade enorme de interesse da imprensa e pblico. O Blender foi um sucesso e confirmou o seu enorme potencial! Nas asas de uma bem sucedida Siggraph no incio de 2000, a NaN conseguiu um financiamento de 4,5 milhes de capitalistas de risco. Este grande influxo de caixa permitiu NaN a expandir rapidamente suas operaes. Logo a NaN possua at cinquenta empregados que trabalhavam ao redor do mundo tentando melhorar e promover o Blender. No vero de 2000, o Blender v2.0 foi lanado. Esta verso do 4. Curso de Bacharelado em Sistemas de Informao 4/24 Blender adicionou a integrao de um motor de jogo para a sute 3D. At o final de 2000, o nmero de usurios registrados no website da NaN ultrapassou 250.000. Infelizmente, as ambies e oportunidades da NaN no corresponderam s capacidades da empresa e as realidades de mercado da poca. Este excesso de expanso resultou em recomear a NaN com financiamento de um novo investidor e uma pequena empresa em abril de 2001. Seis meses depois a NaN lanou seu primeiro software comercial, Blender Publisher. Este produto foi focado no mercado emergente baseado em web interativa 3D de mdia. Devido s vendas decepcionantes e ao clima econmico difcil em curso, os novos investidores decidiram fechar as operaes da NaN. O encerramento incluiu tambm interromper o desenvolvimento do Blender. Em Maro de 2002 Ton Roosendaal fundou a organizao sem fins lucrativos Blender Foundation. O objetivo primrio da Blender Foundation era encontrar uma maneira de continuar desenvolvendo e promovendo o Blender como uma comunidade baseada em projeto Open Source. Em julho de 2002, Ton conseguiu que os investidores da NaN concordassem com um nico plano da Blender Foundation para tentar liberar o Blender como um software open source. A campanha "Free Blender" procurou levantar 100.000 para que a Fundao pudesse comprar os direitos sobre o cdigo fonte do Blender e os direitos de propriedade intelectual dos investidores da NaN, para subsequentemente liberar o Blender para a comunidade open source. Com um grupo entusiasta de voluntrios, entre eles vrios ex-empregados da NaN, uma campanha de arrecadao de fundos foi lanada, a "Free Blender". Para a surpresa de todos a campanha atingiu a meta de 100.000 em apenas sete curtas semanas. No domingo, 13 de outubro de 2002, o Blender foi liberado para o mundo sob os termos do GNU General Public License (GPL). O desenvolvimento do Blender continua at hoje conduzido por uma equipe de longnquos, voluntrios dedicados ao redor do mundo, liderados pelo criador original do Blender, Ton Roosendaal. Entre 2008 e 2010, o Blender foi totalmente reescrito como Software para melhorar as suas funes, fluxo de trabalho e interface. O resultado deste trabalho 5. Curso de Bacharelado em Sistemas de Informao 5/24 produziu a verso do software conhecido como Blender 2.5 (atualmente j na verso 2.6 - estvel). 4.1.1. Histrico das verses estveis Logo a baixo est listados as verses mais importantes do sistema Blender, segundo o site do Wikipdia (2013). Verso 1.00 - Esta foi a primeira verso do Blender, e estava disponvel apenas para o sistema operacional IRIX. Verso 2.04 - Esta foi a ltima verso para sistemas operacionais para iPAQ. Verso 2.11 - Esta foi a ltima verso para o sistema operacional BeOS. Verso 2.25 - Esta foi a ltima verso comercial/proprietria, conhecida como Blender Publisher. Verso 2.33 - Esta foi a ltima verso para o sistema operacional Darwin. Verso 2.37a - Esta tinha sido a ltima verso para o sistema operacional IRIX, at ser lanada novamente. Verso 2.43 - Esta foi a primeira verso do Blender com suporte a modelagem Sculpt, semelhante ao ZBrush. Verso 2.44 - Lanada em 13 de maio de 2007, foi a primeira verso do Blender com suporte a 64 bits. Foi tambm a primeira verso com suporte a SSS (Subsurface Scattering). Verso 2.45 - Lanada em 21 de setembro de 2007, retornou o desenvolvimento de verses para o sistema IRIX. Verso 2.50 - Lanada em 25 de novembro de 2009, trouxe uma interface de usurio redesenhada. 6. Curso de Bacharelado em Sistemas de Informao 6/24 Verso 2.66a - Lanada em 6 de maro de 2013, atualmente a ltima verso estvel lanada. 4.2. Requisitos e Plataformas Blender um sistema multiplataforma, com interface grfica OpenGL uniforme em todas as plataformas (personalizveis com scripts em Python), pronta a ser utilizada nas verses mais correntemente utilizadas do Microsoft Windows, (Xp, Vista, Windows 7), do Linux, Mac OS X, FreeBSD, mas pode ser compilada para Irix, Sun e outros sistemas; Segundo Brito (2011) os requisitos necessrios para usar o Blender so relativamente baixos, mas, para desenvolver jogos e aproveitar todos os recursos oferecidos pela ferramenta, muito importante usar configuraes melhores, principalmente no que se refere s placas de vdeo. A seguir, podemos conferir os requisitos mnimos seguid