Ermelino 194

Embed Size (px)

DESCRIPTION

194

Text of Ermelino 194

  • PG. 4

    Grupo Acontece de Jornais e Revista homenageado com o 7 Prmio Gutenberg consecutivo

    Acio celebra pesquisa CNT/MDA e diz confiar

    em 2 turno

    O candidato do PSDB Presidncia, Acio Neves, reagiu com entusiasmo ao resultado da mais recente pesquisa de intenes de voto, divulgada nesta tera--feira pela CNT/MDA, que mostrou o tucano ganhando terreno no primeiro turno e em todas as simulaes de segundo turno. O que importa a tendncia de alta no movimento. Estou ainda na disputa e vou lutar at o fim, disse Acio ao ser questionado pela Reuters sobre o levantamento minutos aps a divulgao.

    Ao marcou forma-tura dos 17 jovens ins-critos no Programa de Empreendedorismo So-cial realizado no bairro de So Miguel Paulista, zona leste de So Paulo. So Paulo, 01 de agosto de 2014 Os alunos do projeto de voluntariado da Votorantim Metais, unidade So Miguel Paulista, que estimula o Empreendedorismo Social, realizado em parceria com a ONG americana United Way, fizeram a revitalizao da biblioteca da ONG Associao Semente do Amanh.

    Alunos de projeto social apoiado pela Votorantim Metais revitalizam biblioteca

    de ONG educativa em Guarulhos

    Reabertura do Clube Tiet marca Virada Esportiva neste sbado

    raleste@gmail.com - Tel. 2031-2364 2A quiNzENA DE SETEMBRO DE 2014ANO Xi - N.o 194

    PG. 7

    PG. 5

    PG. 6

    PG. 4

    Dilma aumenta diferena para Marina no 1 turno e ultrapassa no 2

    A presidente Dilma Rousseff tem 36% das intenes de voto na disputa pelo Palcio do Planalto, indica pesquisa CNT/MDA divulgada nesta tera-feira (23).

    Na ltima pesquisa, divulgada no incio do ms, Dilma tinha 38,1% das intenes, e, portanto, variou dentro da margem de erro, de 2,2 pontos percentuais. PG. 2PG. 5

    PG. 7

    Giro dos FamososGravaes de Sexo

    e as Negas so interrompidas pela

    polcia no Rio de Janeiro

  • 2a QUINZENa dE SETEMBRO dE 2014PG 2

    Ministrio iniciou co-memorao do Dia Nacio-nal da Doao de rgos. Viva do cinegrafista San-tiago Andrade participou de evento em Braslia.

    O nmero de doadores efetivos de rgos cres-ceu 90% em seis anos no Brasil, de acordo com o Ministrio da Sade. Os dados foram divulgados no dia 24 no Memorial JK e consideram o perodo entre 2008 e 2013. O even-to marcou o comeo da semana de comemorao do Dia Nacional da Doao de rgos. De acordo com o coordenador geral do Sistema Nacional de Trans-plantes, Fausto Pereira, foram 2.562 casos no ano passado, contra 1.350 em 2008. Ns vamos atingir a faixa de 14 doadores por milho [meta estabelecida no incio da gesto] at o fim deste ano, se manti-vermos o ritmo, declarou. No final do ano passado, o

    Coleta seletiva ser

    universalizada para todas as ruas de

    17 distritos at outubro.

    Com esta medida, mais um milho de pessoas sero beneficiadas com o servio

    na cidade, totalizando 4,7 milhes

    A coleta seletiva de lixo ser ampliada para mais dez distritos da ci-dade com a aquisio de 11 novos caminhes do programa SP Recicla, en-tregues nesta tera-feira (23) pelo prefeito Fernan-do Haddad. Com os novos veculos, o servio tam-bm ser ampliado para todas as ruas de outros 17 distritos at a segunda semana de outubro. Os investimentos em equi-pamentos e o crescimento do atendimento integram a poltica de resduos sli-dos da Prefeitura, que tem como meta aumentar o percentual de reciclagem em So Paulo de 2% para 10% at 2016.

    A primeira medida foi ampliar a nossa capacida-de de separar o resduo, com a instalao das duas novas centrais mecaniza-das de triagem. Agora o desafio fazer o resduo chegar nas centrais. Trata--se de levar informao para o cidado e estimul--lo a fazer a pr-seleo. Todo o resduo seco pode ser posto no mesmo saco, porque as mquinas da Prefeitura vo fazer a se-leo, afirmou o prefeito.

    Os dez distritos que no contavam com a co-

    Nmero de doadores de rgos cresce 90% em seis anos, diz Sade

    Brasil chegou a 13,4 doa-dores por milho, segundo o Ministrio da Sade.

    Entre 2008 e 2013, o nmero de pessoas na lista de espera teve re-duo de 42%, passando de 64.774 para 37.736. Segundo Pereira, parcerias com empresas areas e conscientizao das fam-

    tos. Entre 2010 e 2013, o nmero de transplantes de corao cresceu 60%, de pulmo, 123% e de fgado, 23%. A quantidade de or-ganizaes de procura por rgos tambm cresceu, passando de dez (todas em So Paulo) em 2010 para 67 neste ano.

    A gente ainda precisa fazer muito para atender os mais de 30 mil brasileiros que aguardam transplante de rgos. [...] Mas no basta ter mdico, medi-camento e hospital capaz de fazer o transplante. O transplante s acontece quando a sociedade parti-cipa tambm, disse o pre-sidente da entidade, Lcio Filgueiras Pacheco Moreira.

    Para ser um doadorQualquer pessoa pode

    ser doadora de rgos, ainda que no manifeste em vida a vontade de doar ou deixe documentada a inteno. A deciso cabe famlia. No Brasil, a taxa de

    aceitao das famlia para doar de 55,7%, segundo o ministro da Sade, Ar-thur Chioro.

    O ministrio quer in-centivar que as pessoas manifestem a parentes o desejo de doar, em caso de morte. Doadores vivos podem doar um dos rins, parte do fgado, parte da medula ssea ou parte do pulmo. A lei permite o procedimento sem auto-rizao judicial quando os pacientes tm parentes-co de at o quarto grau ou so cnjuges. No caso de doadores falecidos, o paciente tem que ter tido diagnstico de morte enceflica. Corao, pul-mes, fgado, pncreas, intestino, rins, crnea, vasos, pele, ossos e ten-des podem ser doados nesses casos. Em todos os casos, os rgos passam por exame clnico, para se saber se esto aptos para transplante.

    lias ajudaram na reduo da espera por um rgo. Alm disso, o incentivo s cirurgias de crnea tam-bm influenciou na queda. Algumas unidades da fe-derao Acre, Mato Gros-so do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Sul, So Paulo e Distrito Federal zeraram a fila de espera. No pri-

    meiro semestre deste ano, foram realizados 11,4 mil transplantes no Brasil 6,6 mil de crnea. Dados da Associao Brasileira de Transplantes de rgos apontam o pas como o segundo no nmero de procedimentos em todo o mundo. SUS responsvel pro 95% dos procedimen-

    Coleta seletiva de lixo ampliada para mais dez distritos da cidade

    leta seletiva e sero aten-didos parcialmente pelos novos veculos so: Jardim So Lus, Cidade Dutra, Graja, Socorro, Campo Limpo, Capo Redondo, Cidade Ademar, Ermeli-no Matarazzo, Ponte Rasa e Tucuruvi.

    Os outros 17 distritos que j eram atendidos parcialmente com a coleta seletiva e agora tero to-das as ruas atendidas com o servio so: Tucuruvi, Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolao, Li-berdade, Repblica, Santa Ceclia, S, Jaguara, Ja-guar, Lapa, Perdizes, Vila Leopoldina, Barra Funda, Mandaqui e Santana.

    Com esta ampliao, mais um milho de pes-soas sero beneficiadas com o servio na cidade, totalizando 4,7 milhes de pessoas. Uma vez por se-mana, o caminho vai pas-sar na rua em um horrio determinado. Podem ser reciclados papel, papelo, lata, alumnio, ferro, vidro, plstico. Isso vai voltar para a indstria, gerar ren-da. Ao fazer a reciclagem o cidado contribui com a cidade e tambm contribui com a gerao de trabalho dos catadores que traba-lham nas cooperativas, disse o secretrio Simo Pedro (Servios).

    Atualmente, 75 distri-tos contam com a coleta

    seletiva, seja parcial ou universalizada, ou seja, em todas as ruas. Com a ampliao do servio, agora so 85 regies aten-didas. Hoje existem 14 distritos que tm a cober-tura universalizada. Com a ampliao, chegar a 31 regies da cidade com cobertura total de cole-ta seletiva, e a previso chegar a 40 at o fim deste ano. A expectativa alcanar todos os 96 dis-tritos com a coleta seletiva universalizada at 2016.

    Os 11 novos caminhes entregues nesta manh integram um conjunto de cerca de 40 veculos que passaro a integrar a frota de coleta seletiva da capi-tal. At a primeira quin-zena de outubro sero 16 em circulao, e mais 23 sero acrescentados em janeiro de 2015.

    Este caminho nem

    faz a compactao plena do resduo que vai para o aterro nem faz a no--compactao do resduo que vai para a central manual. Ele faz uma aco-modao para aumentar o volume que vai para a central mecanizada, permitindo justamente o aproveitamento mximo no processo de recicla-gem, afirmou Haddad.

    Para que a reciclagem avence na cidade, ne-cessria tambm a con-tribuio da populao (veja abaixo orientaes). Estamos elaborando um programa de comunica-o e educao ambiental especfico para resduos slidos, com as orienta-es para o cidado, por-que sem ele no possvel a coleta seletiva, disse o presidente da Autorida-de Municipal de Limpeza (Amlurb), Silvano Silvrio.

    SuBPREFEiTuRA DE ERMELiNOAv. So Miguel, 5550

    Ermelino Matarazzo-SP

    BANCA RDSAv. Aguia de Haia, 4085

    Jardim Cotinha-SP

    TiraGem: 25.000 exemPlares

    CiRCuLAO: ERMELiNO MATARAzzO, PONTE RASA, ViLA CiSPER, ViLA uNiO, A.E CARVALhO, JARDiM PEDRO NuNES,

    GuARuLhOS, PENhA E CANGAiBA

    Diretor Geral: Geraldo Malta

    Diretor de Redao: Divaldo Rosa - MTb: 42448

    As matrias assinadas so de exclusiva responsabilidade dos colaboradores e no representam, necessariamente, a opinio do Jornal. Os nomes dos diretores, colaboradores e representantes comerciais no mantm vnculo empregatcio com a empresa.

    REDAO/PuBLiCiDADE: 2031-2364 / 2513-0928

    Revisora: Suseli Corumba dos Santos

    Diagramador: Sergio Avante

    Avenida dos Guachos, 166 - Cep: 08030-360 - So Paulo SP - raleste@gmail.com

    O jornal de Ermelino & Ponte Rasa Filiado AJORLESTE Associao dos Jornais da Zona Leste

    Acontece Agora Empresa Jornalstica Ltda. CNPJ: 03.115.443/0001-16

    Jornalista: Silmara Galvo

    Depto. Jurdico: Agilson M. Oliveira

    No dia 29 de setembro, segunda-feira, ser cele-brado o Dia Mundial do Corao. Para marcar a data, o Hospital Ale