Raquel ferreira_ jorge amado_ Terras do sem Fim_

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Raquel ferreira_ jorge amado_ Terras do sem Fim

Text of Raquel ferreira_ jorge amado_ Terras do sem Fim_

  • 1. TERRAS DO SEM FIM JORGE AMADO (1943)

2. Obra de Jorge Amado que j foi traduzida para 22 lnguas. um romance de forma Universal, que j foi transmitida por radio e pela televiso. 3. ENREDO A histria comea em um momento de despedida entre viajantes e suas famlias, que esto embarcando um navio em direo a regio de Ilhus e Itabuna (Tabocas, como era conhecida na poca). So jovens inexperientes como o mulato Antnio Vitor e viajantes de longas datas, como o comodante Joo Magalhes que so levados pela ambio e pelo sonho de riqueza fcil entre buscas e disputas por lotes de terras cacaueiras. 4. Alm de suas bagagens, eles levam consigo durante a viagem a saudade, o amor misturado pelo desejo do luar, e principalmente a paixo exagerada, decorrendo das lembranas de cenas ardentes. Durante a viagem, distrai a insegurana e o medo do desconhecido, por conversas paralelas. Que inevitavelmente, chega a casos de tratamentos indiferentes e mortes cabulosas. 5. Terminada a viagem, depararam-se com as terras pertencentes ao coronel Horcio Silveira e da famlia Badar. Dois proprietrios rurais poderosssimo, que disputam a ltima reserva de mata nativa onde esto as terras mais frteis para o plantio do cacau. Badar e Horcio brigam na justia, na politica e nas armas, o domnio da regio Tabocas, elaboram tocais e no se importam nem um pouco com a integridade e direitos dos trabalhadores. 6. A histria ganha um rumo quando Ester mulher de Horcio se apaixona pelo advogado Virglio, amor este que ela no tinha desde o seu primeiro dia de casada. Margot, amante de Virglio, encontra em Juca Badar um consolo para o amor trado. Horcio, depois de mandar matar Juca por causa dos negcios e de conseguir a posse e o domnio da mata do Sequeira Grande, manda matar Virglio seu aliado, amigo e advogado para lavar a honra de marido trado. Virglio, mesmo sabendo do perigo, escolhe morrer para ficar perto de Ester. E os enormes cocos de cacau que as lavouras do Sequeiro Grande produzem, um ano antes do normal, so explicados pelo adubo extra de sangue humano ali derramado em abudncia como vaticinava o feiticeiro Jeremias. 7. RELAO COM A 2 FASE DO MODERNISMO BRASILEIRO Terras do sem fim uma obra que se destaca na segunda fase do modernismo, pela suas caractersticas de denncia social. Diferenciando de outras obras nordestinas, Jorge Amado esclarece a sua viso sobre a luta de posse de terra cacaueira do recncavo baiano, nos fim do sculo XIX e incio do sculo XX. 8. O livro trata a viso e relao dos coronis e trabalhadores diante do fruto do ouro- O Cacau. 9. Usando de sua indignao e histria de vida, Jorge Amado d em sua obra as caractersticas do neorrealismo (sc. XX) junto com o regionalismo, mostrando as lutas de classes, o ver/tratar da mulher, bem como as paisagens e modo de vida da regio. Mostrando tambm, o poder e a riqueza envolvido com o dinheiro e o amor. 10. Alm de expor a beleza das terras cacaueiras, ele explora o contexto social, politico e econmico, levando ao leitor a viajar e imaginar a Bahia, na formao de Ilhus e Itabuna. 11. Partindo tambm da popularidade do fruto nos outros estados brasileiros; abordado o tratamento de imigrantes intelectuais como gente de fora (advogados, mdicos, agrnomos, polticos, etc.) A obra definida pelo contexto de poder, riqueza, esperana, violncia. 12. JORGE AMADO- LIVRO: TERRAS DO SEM FIM 13. PESQUISA E ORGANIZAO Raquel Ferreira Endril Oliveira Amanda Cla Drielly Oliveira Bruno Santos Felipe Batista CIOMF - 3 AV 14. OBRIGADO!