?· Web view Elas indicam, como “grandes faróis” ou “pontos cardeais”, para onde a organização…

Embed Size (px)

Text of ?· Web view Elas indicam, como “grandes faróis” ou “pontos cardeais”, para onde a...

MN.IFRJ.PROAD.00/2016 40/34

41/34 MN.PAT.IFRJ.PROAD.00/2016

Plano Diretor de Tecnologia da Informao e Comunicao

1 Edio

2017

1 Edio

2016

Histrico de Verses

Data

Verso

Descrio

Autor

12/05/2017

1.1

Abrangncia e Perodo de Validade

Bruno Torres

Equipe de Elaborao do PDTIC

A equipe de elaborao do PDTIC foi definida em reunio realizada em janeiro de 2017 pelos membros do comit gestor de tecnologia da informao do IFRJ.

Bruno Augusto Torres

Davi Antunes de Maria

Denis Alexander Incio Marques

Fbio Carlos Macdo

Leandro Ribeiro de Lima

Sumrio1.APRESENTAO52.METODOLOGIA53.DOCUMENTOS DE REFERNCIA64.ESTRATGIAS DA ORGANIZAO65.PRINCPIOS E DIRETRIZES76.CRITRIOS DE PRIORIZAO DAS NECESSIDADES77.ORGANIZAO DA TECNOLOGIA DA INFORMAO88.GESTO DE PESSOAS99.AMBIENTE DE INFRAESTRUTURA EXISTENTE NO IFRJ POR CAMPUS1310.REFERENCIAL ESTRATGIO DE TIC22Misso22Viso23Valores da DTI2311.LISTA DE NECESSIDADES2312.AVALIAO DOS RESULTADOS DA PDTIC ANTERIOR4113.OUTRAS CONSIDERAES44As necessidades elencadas no PDTIC anterior que no foram executadas continuaro vlidas no PDTIC atual com o status Espera.44

1. APRESENTAO

Para atender a legislao em vigor, se torna necessria a realizao de uma gesto eficiente. Realizar o planejamento fundamental para atingir o princpio da eficincia na Administrao Pblica. Para o cenrio de administrao atual, onde h constantes mudanas, importante manter um alinhamento entre as mudanas e os gestores e funcionrios. As equipes devem ser orientadas a seguir com atividades que estejam alinhadas com os planos organizacionais, mesmo que para isso sejam necessrias adequaes a novos cenrios e realidades. Junto com as mudanas surgiro provveis resistncias. A comunicao efetiva entre funcionrios e a gerncia uma soluo a ser adotada para uma diminuio considervel das resistncias.

O planejamento estratgico organizacional surge nesse cenrio como instrumento de apoio gesto. O plano dever estar alinhado com os objetivos estratgicos e o principal instrumento para apoiar o Reitor, Pr-Reitores e Diretores em sua gesto, criando um ambiente propcio a tomada decises assertivas, diminuindo os riscos na gesto e garantindo que as oportunidades existentes sejam identificadas e utilizadas a favor do Instituto.

O presente documento possui o Plano Estratgico de Tecnologia da Informao e Comunicao (PETIC) do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ). O PETIC o documento que descreve o planejamento estratgico para a rea de Tecnologia da Informao (TI), e esse plano deve estar alinhado com o Planejamento Estratgico Institucional (PEI). a rea de TI que prov recursos tecnolgicos s prticas e aos objetivos de todo o Instituto de forma transversal, passando por vrios eixos da entidade. a TI que apoia o IFRJ a atender as necessidades de agilidade, inovao e boa gesto dos recursos para, como resultado, prestar servios aos cidados com maior qualidade. O Plano Estratgico de Tecnologia da Informao permite nortear a rea de TI do IFRJ e mant-la alinhada com os objetivos organizacionais do Instituto, servindo de insumo para que gestores orientem suas equipes e para que tcnicos realizem suas atividades dirias e projetos, todos alinhados de acordo com os objetivos estratgicos institucionais.

1.1 ABRANGENCIA

Este Plano Diretor foi elaborado visando alcanar todos os campi do Instituto Federal do Rio de Janeiro.

1.2 PERODO DE VALIDADE

O perodo de validade deste PDTIC compreende o binio entre julho de 2017 a julho de 2019. Est prevista uma reviso anual (sem prejuzo de outras revises extraordinrias que se fizerem necessrias), com o objetivo de atualizar o PDTIC, de forma a contemplar eventuais mudanas no cenrio estratgico organizacional do IFRJ. Este processo de reviso ser conduzido pelo DTI e os resultados sero submetidos ao PROAD.

2. METODOLOGIA

A metodologia seguida no processo de elaborao deste PDTIC est de acordo com o Modelo de Referncia e o Guia Prtico de Elaborao do PDTIC, ambos da STI/MP, a partir de um processo composto pelas fases sequenciais Preparao, Diagnstico e Planejamento, apresentadas na Figura 1.

Figura 1-Processo de elaborao do PDTIC

Adaptada ao contexto do IFRJ, esta metodologia tem como base as melhores prticas do mercado, tendo sido exaustivamente estudada pela equipe de elaborao deste PDTIC.

3. DOCUMENTOS DE REFERNCIA

Constituio Federal de 1988;

Planejamento Estratgico de Tecnologia da Informao - PETI 2013-2014;

IN SLTI/MP no 04/2014;

PDTI IFRJ 2015-2016;

Plano de Dados Abertos - PDA IFRJ 2016-2018;

Plano Estratgico Institucional do IFRJ;

Manual de Governana de TI.

4. ESTRATGIAS DA ORGANIZAO

No nvel corporativo as grandes aes a serem empreendidas so comumente chamadas de OBJETIVOS ESTRATGICOS. Elas tm por objeto a definio das nfases e os rumos escolhidos para o desenvolvimento da organizao e para a construo do seu futuro no horizonte do Plano Estratgico. So globais e altamente seletivas. Elas indicam, como grandes faris ou pontos cardeais, para onde a organizao deve caminhar, visando cumprir sua misso e alcanar um nvel de desempenho compatvel com a sua Viso Estratgica. Representando escolhas, os Objetivos Estratgicos tambm significam renncias, pois no possvel ser todas as coisas o tempo todo.

Os Objetivos Estratgicos devem ser estabelecidos a partir da Misso e da Viso, alm de considerar os Fatores Internos e Externos identificados no Diagnstico e listados nas etapas anteriores, constituindo- se no principal foco de gerenciamento da Alta Direo.

Conceber Objetivos Estratgicos adequados para um a organizao, num dado momento de sua histria, e tendo em vista os prximos anos , ao mesmo tempo a tarefa difcil estimulante e desafiadora, que exige o uso de rigor metodolgico em uma elevada dose de criatividade e ousadia do estrategista. s vezes tambm significa descobrir o obvio.

Os Objetivos Estratgicos do Instituto Federal de Educao, Cincia e Tecnologia do Rio de Janeiro esto descritos a seguir:

Contribuies para o desenvolvimento socioeconmico estadual;

Profissionais em sintonia com as necessidades da sociedade;

Contribuies para o avano cientfico, tecnolgico e produtivo;

Implementar prticas pedaggicas transformadoras e adequadas para os diferentes nveis e modalidades de ensino;

Promover a assistncia estudantil com nfase na incluso;

Integrar e ampliar ensino, pesquisa e extenso;

Fortalecer e diversificar as aes voltadas educao inclusiva;

Consolidar a educao distncia nos diferentes nveis e modalidades de ensino;

Ampliar parcerias com o setor produtivo e instituies de ensino e pesquisa nacionais e internacionais;

Desenvolver modelo de governana com foco na gesto participativa e transparente;

Otimizar os processos de trabalho;

Promover a integrao sistmica;

Promover a cultura de auto avaliao institucional;

Aperfeioar a comunicao institucional;

Promover a qualidade de vida dos servidores no mbito profissional e pessoal;

Redimensionar e consolidar a infraestrutura fsica, administrativa e tecnolgica;

Consolidar a implantao dos campi em expanso;

Otimizar a aplicao de recursos oramentrios;

Ampliar a captao de recursos extra oramentrios.

5. PRINCPIOS E DIRETRIZES

Os princpios que determinam a elaborao do PDTIC baseiam-se fundamentalmente nos referenciais acima descritos, principalmente o Plano Estratgico Institucional - PDI do IFRJ, o Planejamento Estratgico Institucional e a Instruo Normativa 04, de 11 de setembro de 2014 (SLTI/MPOG).

6. CRITRIOS DE PRIORIZAO DAS NECESSIDADES

Definiu-se os critrios de priorizao das necessidades no sistema de planejamento oramentrio do IFRJ conforme a seguir:

Imposio de limite (teto) de planejamento para cada pr-reitoria/campus. Esse teto deve funcionar no nvel de "ao" tambm. Ao inserirmos os valores de oramento, por ao oramentria, para cada pr-reitoria/campus (seo de "Oramento") esses valores serviro como o limite para cada rea inserir suas necessidades.

Nova nomenclatura e funcionalidade do campo "Prioridade": Em vez de "Alta, mdia e baixa", as descries passariam a ser duas apenas: "LOA" e "Espera". As necessidades classificadas como "LOA" so as que efetivamente faro parte do planejamento e cabero no valor de LOA designado a cada rea. As demais necessidades, que sero classificadas em "Espera", so todas as outras despesas que o campus/pr-reitoria necessita realizar, mas que no cabem no oramento. Ficaro ali para que se tenha conhecimento das mesmas durante o perodo de validade do PDTIC.

7. ORGANIZAO DA TECNOLOGIA DA INFORMAO

A estrutura organizacional da Diretoria de Tecnologia da Informao apresenta o seguinte arranjo:

Principais atividades e funes desenvolvidas pela DTI

Desenvolvimento de sistemas de informao;

Elaborao de planos e estratgias;

Gerenciamento de projetos de TIC;

Prospeco tecnolgica;

Testes de sistemas;

Gerenciamento de servios de TIC;

Operao da infraestrutura de rede;

Administrao de banco de dados;

Administrao de dados;

Atividades de suporte aos usurios;

Atividades de levantamento de necessidades da Reitoria e Campus em implantao;

Gerenciamento da mudana, incidentes e problemas;

Gerenciamento da estratgia de TIC.

8. GESTO DE