#02 - GUIA CURITIBA APRESENTA - AGOSTO/2007

  • View
    221

  • Download
    3

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Guia Cultural Oficial da Cidade

Text of #02 - GUIA CURITIBA APRESENTA - AGOSTO/2007

  • CURI

    TIBA

    APR

    ESEN

    TA -

    n 0

    2 - A

    gost

    o de

    200

    7 |

    Dist

    ribui

    o

    Grat

    uita

    N Ozzetti canta com a

    Orquestra Base de Corda

    Pg.24

    Reabertura do Teatro

    Cleon Jacques

    Pg.12

    AGOSTO2007

    foto

    : Orq

    uest

    ra a

    Bas

    e de

    Cor

    da /

    Lui

    z Ce

    quin

    el

    CU

    RIT

    IBA

    APR

    ESEN

    TA -

    n0

    2 -

    agos

    to d

    e 20

    07 |

    Dis

    trib

    ui

    o G

    ratu

    ita

  • Parabenizo a Fundao pela iniciativa e incentivo na divulgao.Marjorie Battistella FNAC Comunicao e Ao Cultural Curitiba

    Estava faltando uma publicao assim!Diego Pinheiro funcionrio pblico

    incrvel a quantidade de eventos que acontecem na cidade e que precisaria de um canal como esse para reunio e divulgao para o pblico.Osvaldo Born

    Super completo e muito bem diagramado... alm de uma iniciativa super bacana!Renata Skorbot estilista Viu Moda

    Ficou muito bonito e prtico, alm de bem escrito. Sidnei Machado advogado

    Fiquei impressionado com a excelente qualidade do guia! Da parte grfica ao contedo de textos, vocs esto de parabns!Marcus Andreoli jornalista e coordenador da LumenFM

    EXPEDIENTE

    Prefeito Municipal de CuritibaBeto RichaPresidente da Fundao Cultural de CuritibaPaulino ViapianaDiretor Administrativo-FinanceiroNilton Cordoni Jr.Diretor de Ao CulturalJos Roberto LanaDiretora de Incentivo CulturaAna Maria HladczukDiretor de MarketingMarcelo Simas do Amaral CattaniDiretora do Patrimnio CulturalChristine Vianna BaptistaPresidente do Instituto Curitiba de Arte e CulturaLoismary PacheAssessora de ImprensaFabiana FernandesJornalista ResponsvelJuliana Ceccatto MTB 5788ColaboradoresAna Luzia Palka, Jayne Sfair Suny, Josiany Vieira, Marceline Quadros Achcar, Mayra Pedroso, Miguel ngelo Gubert, Vivian Siedel SchroederFotografiaAlice Rodrigues, Luclia Guimares, Luiz CequinelComunidade CulturalMarcelo ZivanovRevisoAdo de ArajoSecretria de RedaoSandra Ester dos SantosDepartamento de Imprensa(41) 3213-7531 agendacultural@fcc.curitiba.pr.gov.brDepartamento Comercial(41) 3213-7514comercial@icac.org.br ImpressoPosigrafTiragem20 mil exemplaresProjeto GrficoAliens DesignEndereoRua Eng. Rebouas, 1732 | Cep 80230-040 | Curitiba-PR

    Se voc quiser ser um Colaborador escreva para a gente!Inscreva-se na Comunidade Cultural no site www.fccdigital.com.br e concorra a ingressos e produtos culturais!

    Esta uma publicao do Instituto Curitiba de Arte e Cultura. Todos os direitos reservados.

    No suje a cidade, recicle.

    n d i c e

    Carta do Le i tor 04 Entrev ista 06

    Uma Semana O melhor de Cur i t iba 08

    Teatro e C i rco 10

    L i teratura 17

    Dana 21 Msica 24

    Cinema 31

    Artes V isuais 35

    Patr imnio Cul tura l 43

    Infant i l 46

    Arte Por Onde Voc Anda 50

    Outras Artes 53

    Que lugar esse? 54

    Palavras Cruzadas 55

    Crnica 56

    Endereos e contatos 58

    Ut i l idades 61

    Informaes Tur st icas 62

  • Cada imagem carrega em si uma histria. E quando personagens das artes so retratados, suas obras parecem ter uma presena ainda mais forte e instigante. Juan Esteves, fotgrafo e ex-editor de fotografia da Folha de So Paulo, nos revela quem o artista outrora oculto por detrs da sua arte. O livro e a exposio Presena mostram a cara de 51 artistas numa coletnea de fotografias de cunho documental e interpre-tativo-autoral em parceria com a Fundao Stickel.

    Juan Esteves, um retrato histrico da arte

    06 07

    Curit

    iba

    Apre

    sent

    a /

    Agos

    to 2

    007

    Curit

    iba

    Apre

    sent

    a /

    Agos

    to 2

    007

    Entr

    evis

    ta

    Quem influenciou seu trabalho? Por qu?Meu trabalho tem muita influncia da pintura. Prin-cipalmente dos pintores espanhis como Velasquez e Ribera. Um claro-escuro marcante. Creio que tem a ver com minha herana espanhola. Quando me interessei pela fotografia, minha primeira refern-cia foi Henri Cartier-Bresson. Sua simplicidade magnfica! Outros retratistas consagrados como Richard Avedon, Arnold Newman e Irving Penn, so referncias para mim at hoje.

    Como foi o processo de escolha dos persona-gens?Primeiro creio que uma relao afetiva com cada obra! No h um artista que eu no goste. Apesar de poder ser considerado um livro histrico, no houve inteno de fazer um mapeamento da arte

    contempornea. Contudo o livro engloba movimen-tos que considero significativos: Modernismo, Arte Concreta, Neoconcreta, figurativismo, abstracionis-mo, art pop, passando por eventos e grupos como o Ruptura, Casa 7, Gerao 80, Grupo Rex, Escola Brasil entre outros.

    Muita histria est sendo contada atravs da lente, o que est por trs dela?A necessidade urgente de mostrar que h excelen-tes artistas que no esto na mdia, mas produzem de maneira exemplar! So reconhecidos no exterior e, no Brasil, os cadernos de cultura e as galerias no se interessam por eles! Voc pega um livro sobre gravuras no exterior, e l est Marcello Gras-sman ou Maria Bonomi, como referncia! Um gra-vador fantstico como Odetto Guersoni, que deveria

    ter um catlogo raisonn, abriu uma exposio na Pinacoteca do Estado, h umas duas semanas. No havia sequer um catlogo! Ele morreu uma se-mana depois, e no existe um livro decente sobre sua obra nica! uma vergonha. Ele tinha 91 anos quando morreu! Mais de 60 anos como artista! Tem artista lanando sua biografia com apenas 10 anos de carreira. Isso uma idiossincrasia da arte brasileira! Esta exposio em Curitiba ser dedi-cada ao Odetto, que era um grande amigo e uma pessoa maravilhosa!

    Alguns estudiosos dizem que existe um espao que est fora do campo de viso do observador. Quais as fotos que carregam mais histria?Acho que o mais forte do livro so os olhares! Cada um mostra sua histria atravs deles. Uma vivncia plena, cheia de emoes, dramas, alegrias. Gente que tem muita histria para contar, dcadas de arte de qualidade, que deixaram e esto deixando um le-gado sem precedentes! Estes olhares voc poder ver refletidos quando observar seu trabalho! No gente passageira, so perenes!

    Este livro une imagens de artistas j consagra-dos... Como voc imagina que seria uma edio

    contempornea do livro daqui a 20 anos?Este livro levou mais de 20 anos para ser feito. Procurei mostrar um elenco que no fosse marcado pelo tempo. Apesar de ser um recorte pessoal, creio que Presena uma reunio histrica. claro que, por falta de oportunidade, no fotografei muitos que gostaria. Infelizmente, alguns j morre-ram, mas h os que esto ainda produzindo, e creio que sero muito destacados. Estou comeando a fotografar para uma edio revisada, quem sabe daqui uns cinco ou dez anos. um trabalho que no tem fim. Infelizmente, em algum momento, temos que parar e edit-lo. Foi muito difcil fechar esta edio. H sempre mais algum que poderia es-tar nele. Estou sempre conhecendo novos artistas e at mesmo antigos artistas, o meu dia-a-dia, minha vida! No d para parar.

    Presena de Juan EstevesAbertura da exposio com lanamento de livro e palestra do fotgrafoData: 14 de agosto | Horrio: 19h | Local: Centro Cultural Solar do Baro (Museu da Fotografia) | In-gresso: Gratuito

    > Thomaz Ianelli

    > Mario Cravo Junior

    foto

    s: Ju

    an E

    stev

    es

  • 08 09

    Curit

    iba

    Apre

    sent

    a /

    Agos

    to 2

    007

    Curit

    iba

    Apre

    sent

    a /

    Agos

    to 2

    007

    Dia 09 de AgostoFluxo de GravaoUma exposio de diversos artistas, que discute a linguagem da gravura e da imagem em diversos suportes: matriz delvel, no-matriz, suporte areo, gravura sem noo de mltiplo ou de inciso ou de marca, rotor contnuo, fluxo de registros em papel, tecido, madeira, metal, vidro.Horrio: 11h30 s 18h30 | Local: Espao Cultural BRDE Palacete dos Lees | Ingresso: Gratuito

    Dia 05 de agostoContao de HistriasLcia Sartori mostra como contar histrias para pessoas de todas as idades. Os gru-pos interessados em aprender devem se inscrever no local.Horrio: 15h | Local: Casa da Leitura | Ingresso: Gratuito

    Dia 08 de agosto ReciclasaUma casa feita de material reciclado: restos de demolio, lixo, componentes de computa-dores em desuso so transformados e reuti-lizados com uma nova roupagem.Horrio: 8h30 s 12h e 13h s 17h | Local: Espao Cultural Frans Krajcberg | Ingresso: Gratuito

    Dia 10 de agostoJum NakaoUm estilista que transforma objetos em arte. Realiza interven-es urbanas com estncil e grafite, mexendo com a cultura popular dos passantes na rua.Horrio: 10h s 18h | Local: MON | Ingresso: R$4 e R$2 (estudantes). Crianas de at 12 anos, maiores de 60 e gru-pos de estudantes de escolas pblicas, do ensino mdio e fundamental, agendados no pagam.

    Dia 11 de agostoFestival MolireDivertidas comdias de costumes do sculo XVII homenageiam o dramaturgo francs Molire.Horrio: 18h30 | Local: Teatro Lala Schneider | Ingresso: R$15, R$10 (bnus) e R$7 (estu-dante)

    Dia 06 de agostoHistrias do Rio NegroUm documentrio sobre a vida das pessoas que moram s margens do Rio Negro, contada por Druzio Varela. So paisagens lindssimas, mitos, lendas, caboclos, parteiras e botos que vivem na regio. Horrio: 19h | Local: Cinemateca | Ingresso: R$5 ou R$2,50 (estudante) e R$1 (domingo)

    Dia 07 de agosto Cordas BrasileirasAdailton Pupia toca com o Quarteto de Violes da EMBAP melodias da MPB.Horrio: 20h | Local: Teatro Paiol | In-gresso: R$10 ou R$5 (1kg de alimento no-perecvel)

    foto

    s: L

    uiz

    Cequ

    inel

    Uma semanao melhor de Cur i