Click here to load reader

07. Produção Agrícola Mundo.2015

  • View
    59

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 07. Produção Agrícola Mundo.2015

  • PRODUO AGRCOLANO MUNDO

  • AgriculturaH cerca de 10 mil anos o homem iniciou a domesticao de plantas e animais. Esse fato mudou seu modo de vida nmade, de coletor de alimentos, para produtor, fixando-se em vilas e deixando de ser nmade.A agricultura foi a principal atividade humana at o surgi-mento da Revoluo Industrial na metade do sculo XVIII;Entretanto, at hoje, todo alimento humano produzido atravs da agricultura e pecuria em suas diferentes modalidades e locais;O que mudou nos ltimos 60 anos foi a forma de organi-zao da produo agrcola e sua comercializao.

  • HistricoHistoricamente nos defrontamos com camponeses e senhores de terra. Esse conflito torna-se mais claro no perodo feudal, onde o senhor feudal, dono da terra, cedia terras aos camponeses, que em agradecimento trabalhavam nas terras do senhor feudal e dava parte de sua produo a ele;Mesmo com o fim do feudalismo, ainda hoje, em diversas parte do mundo temos camponeses, sem terra ou com poucas terras que trabalham em terras de terceiro e dando como pagamento parte de sua produo. So chamados de meeiros ou arrendatrios, numa relao no-capitalista (no envolve valores em dinheiro, s a troca de trabalho e mercadoria).

  • Agricultura de SubsistnciaPredomina no sul da sia, frica e Amrica Latina;Produtos para consumo prprio e ven-da de excedentes (feiras);Utiliza muita mo-de-obra e com baixa tecnologia e produtividade;Pequenas propriedades com at 10ha, muitas com menos de 1ha; (1ha = 100m X 100m = 10.000m)Produtores com baixa renda e produti-vidade, no permite que realizem in-vestimentos para melhorar/aumentar a qualidade e quantidade produzida.

  • Agricultura FamiliarConfundida com a agricultura de subsistncia, diferencia-se dela por possuir uma melhor estruturao e tecnologia (mquinas);Gera renda para melhorias da proprie-dade e da produo. A produo destina-se venda no mercado ou para empresas que bene-ficiam ou industrializam o produto.Esses produtores aspiram tornar-se do agronegcio, ou se organizam em cooperativas para agregar valor sua produo.

  • Agricultura Empresarialou AgronegciosAlta tecnologia, com utilizao de insu-mos e equipamentos modernos, com alta produtividade;Necessita de grandes investimentos e mo-de-obra qualificada;Transfere o modelo industrial/ empresa-rial para o campo e a produo agrcola;Produo em quantidade destinado indstria ou exportao;Grandes e mdias propriedades, pois os altos investimentos exigem produo em escala.

  • Agricultura no MundoDe acordo com o desenvolvimento econmico e industrial, encontramos os diferentes modelos e combinaes em cada regio do mundo ou mesmo diferentes situaes em regies de um mesmo pas;As situaes que relatamos a seguir, so generaliza-es em diferentes partes do mundo. Se formos es-tudar de forma detalhada cada lugar, encontraremos novas situaes e diferentes possibilidades;O Brasil ser tratado de forma mais detalhada nas prximas aulas.

  • Agricultura nos EUAAgricultura empresarial (american farmer) produtor familiar, instalaes e equipamentos modernos;Concentrao fundiria nos ltimos 70 anos (diminuio do nmero de propriedades e aumento das reas em mdia 200ha). A concentrao ocorre a partir da eliminao das pequenas propriedades;Especializao de cultivos e na pecuria intensiva (confinamento). Uso de insumos e agrotxicos;Cadeias horizontais com grande concentrao no fornecimento de insumos e equipamentos, e, aps a colheita, na comercializao dos produtos. Zoneamento agrcola (belts cintures agrcolas)

  • Cadeia produtiva da agricultura EUAProprietrios familiares altamente tecnologizados, com uso de maquinrio e insumos de ltima gerao;Os financiamentos so realizados pelos bancos privados e dos fornecedores de equipamentos e insumos;O produtor rural dependente das indstrias que fornecem os insumos/equipamentos para a produo agrcola;Assim, o produtor torna-se dependente de grandes inds-trias, na compra e na venda da produo. Os investimentos feitos pelo agricultor so por sua conta e risco, cabendo ao governo financiar seguros para evitar maiores perdas, ou taxaes para produtos vindos de outros pases. O risco do produtor est no tempo que leva o crescimento das plantas ou criaes.

  • Agricultura na Unio EuropeiaPredomnio de pequenas propriedades (em mdia 18ha) por razes histricas e densidade demogr-fica maior e poucas terras da Europa.reas de produo agrcola modernas e produtivas, com uso de tecnologia (mquinas e insumos).Poltica de garantia de preos mnimos e subsdios aos produtores. Com subsdios, UE passa de importador a exporta-dor de produtos agrcolas aps a dcada de 1970. Importao de gros para uso nas criaes animais (porco/franco/gado/ovinos).

  • Produo da UEPropriedades familiares dedicadas a diferentes produ-tos de acordo com a regio e clima locais; comum a existncia da produo verticalizada, com a realizao do cultivo ou criao, at a produo final a ser vendida no mercado, como no caso de vinhos, derivados de carne, queijos e outros produtos;Existem tambm produtores que destinam a sua pro-duo s indstrias que processam e comercializam os produtos;A indstria de mquinas e insumos so modernas e fornecem os equipamentos e outros produtos neces-srios aos agricultores e pecuaristas.

  • Agricultura na siaAgricultura familiar intensiva, com grande utilizao de mo-de-obra.Aproveitamento de reas montanhosas, imprprias para agricultura, transformadas atravs do trabalho humano (agricultura de jardinagem).Processo de urbanizao e industrializao recente (ltimos 30/40 anos) transformou a regio em grande importador de produtos agrcolas;Agricultura de subsistncia nos pases pobres da regio (ndia, Bangladesh, Paquisto, Indonsia, etc.)

  • Agricultura na fricaPredomnio da agricultura de subsistncia em pequenas propriedades e baixa produtividade.Plantation (agricultura de exportao) de produtos tropicais (caf, cacau, ch, batata, etc.)As plantations ocupam as melhores terras e so grandes empreendimentos originrios do perodo colonial da frica.A mo-de-obra das plantations so os agricultores de subsistncia, que em busca de renda tornam-se empregados nos perodos de colheita.Investimentos estrangeiros para produo de alimen-tos (UE, China, Coria do Sul).

  • Preo do Cafde Uganda ao RU1. porta da fazenda, 2. comercializao primria (trader price), 3. colocado no porto em Mombasa, 4. no porto em Felixs-towe no R. Unido, 5. custo do produto aps processamento na fbrica, 6. preo na prateleira do supermercado e, finalmente, 7. o preo sob forma de caf para consumo (nas cafeterias).

  • Mesmo na frica, existem modernos empreendimentos do agronegcio. Neste caso, realizado por uma empresa de capital espanhol.Como no h renovao/recarga dos lenis subterrneos, com a retirada da gua os nveis baixam, at o esgotamento.ARGLIAPlantaes de batata irrigadas a partir de po-os artesianos, originados quando o clima da frica era mais mido.

  • Agricultura na Amrica LatinaNa maior parte da regio predomina a agricultura de subsistncia, com baixa produtividade e camponeses pobres;Isso leva a populao a migrar para as cidades ou outros pases a procura de trabalho e renda para sua sobrevivncia; Nos EUA isso se reflete nos imigrantes ilegais de diversos pases pobres;Nos pases com agricultura melhor estruturado e com agronegcio, a produo voltada para a exportao; o caso do Brasil, Argenti-na, Chile, Colmbia, que produzem produtos de inte-resse para outros pases;A mecanizao e moderni-zao da agricultura e pe-curia permite que esses pases disputem o merca-do internacional.

  • ndice de Preos dos Alimentos