10 Razões para Visitar os Açores - Home - Açoriano a Bolsa de Turismo de Lis-boa (BTL)? A BTL é…

Embed Size (px)

Text of 10 Razões para Visitar os Açores - Home - Açoriano a Bolsa de Turismo de Lis-boa (BTL)? A BTL...

  • 2 a 6 de maro

    10 Razes para Visitar os AoresNove ilhas de Natureza Exuberante. Os Aores

    so caracterizados por cenrios deslumbrantes: lagoas, cascatas na-turais e uma grande diversidade de flora.

    Este suplemento comercial faz parte integrante dos jornais DIRIO DE NOTCIAS e JORNAL DE NOTCIAS de 02 de MARO de 2016 e no pode ser vendido separadamente

    01

    Um destino de Natureza prximo. A apenas a duas

    horas de avio de Portugal Continental, no meio do oceano Atlntico.

    02

    Um dos melhores locais para observao de

    Cetceos. Cerca de 25 espcies residentes e migratrias s podem ser avistadas incluindo o magnfico cachalote e a baleia azul.

    03

    Nove ilhas para explorar em qualquer

    altura do ano. o clima ameno durante todo o ano que permite observar baleias, nadar com golfinhos, fazer passeios pedestres, jogar Golfe, praticar Surf, Bodyboard, Stand Up Paddle ou Windsurf, Canyo-ning, BTT, Parapente , entre muitas outras experincias que a Natureza proporciona.

    04

    Sade e bem-estar. Inmeras nascentes de guas carbnicas naturais, casca-

    tas, piscinas de gua frrea, termas e spas so procurados desde sempre pelos seus benefcios mpares.

    05

    Produtos regionais de excelncia. Marisco,

    peixe fresco, carne, ch, queijo, vinhos e doaria.

    06

    Patrimnio Mundial da UNESCO Centro Histrico

    de Angra do Herosmo, na ilha Terceira e Paisagem da Cultura da Vinha do Pico, na ilha do Pico.

    07

    Aores em Festa. Nas nove ilhas acontecem

    festivais de msica, festas religiosas e culturais durante todo o ano e com muita animao.

    08

    Hospitalidade e segurana.

    Calorosa receo pelos aorianos num destino onde a tranquilidade garantida.

    09

    Oferta de alojamento para todos os gostos

    e preos. Todas as ilhas oferecem grande variedade: desde hotis, casas rurais, casas particulares e hostels.

    10

  • 02 Localizao

    Coordenao: Turismo dos Aores Propriedade: Turismo dos Aores Concepo e maquetizao: Aormedia, S.A.

    UNIO EUROPEIA

    Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional

    GOVERNO DOS AORES

    Vice-Presidncia do Governo

    Agenda

    02 MARO 4 Feira

    12h30 - Taste Aores 14h00 - Apresentao Institucional do Destino Aores 14h30 - Red Bull Cliff Diving

    15h00 - Azores Trail Run 15h15 - Cycling Azores 15h30 - Canyoning International Meeting in Azores 15h45 - ISA World Junior Surfing Championship

    16h00 - Apresentao da Marca Azores Airlines Azores Airlines

    16h15 - AZORES AQUARIUM Picos de Aventura

    16h00 - Taste Aores

    17h30 - Momento musical Bia 03 MARO 5 Feira

    10h30 - Azores for All Cresaor

    11h00 - Conceito Inovador da DHM e projectos nos Aores DHM 11h30 - Assinatura de protocolo de colaborao Azores Airlines/Casas Aorianas

    12h00 - Apresentao do novo website azoresgetaways.com Ideastation 12h30 - Taste Aores 14h00 - Ilha das Flores, Natureza Pura Municpios das Flores

    14h30 - Ponta Delgada, Patrimnio Natural e Cultural dos Aores Cmara Municipal de Ponta Delgada

    15h00 - Povoao, o concelho mais lindo dos Aores Cmara Municipal da Povoao

    15h30 - Ribeira Grande: Destino de Excelncia para 2016 (Rota de Eventos) Cmara Municipal da Ribeira Grande

    16h00 - Living Traditions Cmara Municipal S. Roque Pico

    16h30 - Uma das Mais Belas Baas do Mundo Cmara Municipal da Horta

    17h00 - Bensaude Hotels Collection 80 anos de Tradio, Inovao e Sustentabilidade Bensaude Hotels

    17h30 - Apresentao do evento WALK & TALK

    18h00 - Apresentao do evento TREMOR

    18h30 - TREMOR Showcase 04 MARO 6 Feira

    11h00 - 32 Edio Festival Mar de Agosto Associao Cultural Mar de Agosto 12h00 - Assinatura Protocolo AHRESP 12h30 - Taste Aores 14h00 - Apresentao do novo guia das Casas Aorianas e de novas plataformas promocionais em aplicaes mveis Casas Aorianas

    14h30 - Whats New for Summer Gorgeous 15h00 - Wine in Azores Gorgeous

    15h30 - 10 FEST - 10 days, 10 Chefs Escola Formaao Turrstica e Hoteleira dos Aores 16h00 - Apresentao vdeo promocional do Geoparque Aores GEOPARQUE Aores

    17h00 - S. Jorge 2 Pico SUP Channel Crossing/Euro Tour Campeonato do mundo de SUP TITAN

    17h30 - Apresentao 3 Trofu Aores / 5 Trofu Ibrico de Clubes Stream Plan e Club de Golf Ibrico

    18h00 - Azores Airlines Rallye 2016 Grupo Desportivo Comercial 18h30 - Apresentao do novo website Azores Airlines Azores Airlines

    19h00 - Actuao TREMOR King John 19h30 - Actuao TREMOR Sara Cruz

    20h00 - Taste Aores Produtos especficos do Tringulo 20h30 - Actuao Veronika Arruda The Voice Portugal

    05 MARO Sbado

    12h30 - Nordeste: Aqui a Ilha Outra Cmara Municipal do Nordeste

    13h30 - Actuao TREMOR

    14h00 - Actuao Veronika Arruda The Voice Portugal

    15h00 - Folk Azores - Festival Internacional de Folclore dos Aores COFIT

    15h30 - Festival Sentir o Pico ACIP

    16h00 - Povoao, o concelho mais lindo dos Aores Cmara Municipal da Povoao

    16h30 - Evento Corao DOuro

    19h30 -Actuao Veronika Arruda The Voice Portugal

    20h00 - Taste Aores

    20h30 - Praia da Vitria Deixa-te seduzir Cmara Municipal Praia da Vitria 06 MARO Domingo

    13h30 - Taste Aores 15h00 - Ilha das Flores, Natureza Pura Municpios das Flores

    15h30 - Actuao Veronika Arruda The Voice Portugal

    16h00 - Praia, Bero de Nemsio Cmara Municipal Praia da Vitria

    Verdadeiramente bonito!! Maria Da Graa (facebook)

    Aores na BTL

    Stand dos Aores Pavilho 1 Stand 1A05

  • 03EntrevistaVtor Fraga. O secretrio regional do Turismo e Transportes do Governo dos Aores afirma que o mercado nacional nunca deixou de ser aposta e aponta o efeito positivo do reposicionamento dos Aores para frias de natureza ativa

    No ano passado, a hotelaria aoriana bateu o recorde de dor-midas que j durava desde 2007. Os Aores esto hoje mais pre-parados para reagir s oscilaes dos mercados tursticos do que h oito anos atrs quando, a se-guir a um pico de dormidas, deu-se uma quebra?

    Os Aores tm vindo ao longo do tempo a desenvolver um caminho que visa criar condies de susten-tabilidade no desenvolvimento do turismo. Este caminho passou pelo alargar da base de mercados emis-sores, que tiveram o efeito de que-brar a dependncia excessiva de um nico mercado. Criaram-se tam-bm as condies para que as alte-raes que no controlamos, ex-teriores Regio, tenham um impacto cada vez menor.

    Qual a importncia para a divulgao do turismo nos Ao-res da participao em feiras como a Bolsa de Turismo de Lis-boa (BTL)?

    A BTL o maior certame tursti-co que se realiza em Portugal, sen-do o palco privilegiado para a apre-sentao dos vrios destinos. Como tal, os Aores tm vindo a marcar presena ao longo do tempo num mercado, o nacional, que um dos nossos principais mercados emis-sores e que ainda no ano passado, por exemplo, teve um desempenho muito positivo, fru-to tambm da alte-rao do modelo de acessibilidades a-reas que foi intro-duzido. Contudo, acreditamos haver condies para que e cada vez mais, o mercado nacional assuma um papel de relevncia no desenvolvimento do setor nos Aores.

    O mercado nacional cresceu muito mais no ano passado que o conjunto dos mercados estran-geiros em dormidas. Quer isto di-zer que o mercado nacional vai

    Reposicionmos os Aores como destino de frias ativas

    voltar a ser a grande aposta do tu-rismo aoriano, depois dos anos da crise em que os Aores se vira-ram mais para o estrangeiro?

    O mercado nacional nunca dei-xou de ser aposta. Temos hoje um conjunto de mercados emissores mais diversificado. O mercado na-

    cional teve um pe-rodo em que o seu desempenho no foi positivo, mas por razes clara-mente identifica-das, que tm a ver com a crise econ-mica que assolou o pas e com uma po-ltica fortemente recessiva que foi imposta s famlias

    portuguesas, que deixaram de ter dinheiro para viajar. No entanto, a partir do final de 2012, fizemos todo um trabalho de reposiciona-mento do destino, ou seja: at 2012, tnhamos uma tipologia de turismo muito assente na con-

    templao da natureza; a partir desse ano, reposicionmos os Ao-res, comunicando-os como um destino de frias ativas, com um conjunto de atividades que podem ser desenvolvidas com a natureza. Chegamos tambm mais perto da gerao milnio, uma gerao que privilegia este tipo de frias.

    A liberalizao das ligaes a-reas ao Continente trouxe mais turistas, mas tambm trouxe uma forte concorrncia com-panhia area aoriana, a SATA Internacional, que passa este ano a ter o nome de Azores Air-lines. Perante o grande aumen-to de passageiros nos Aores em 2015, a Azores Airlines vai man-ter ou vai reforar a sua aposta nas ligaes entre o Continente e os Aores?

    A SATA, agora Azores Airlines, tem vindo a demonstrar ao longo deste tempo que tem capacidade de resposta para esta nova realidade. Recordo, alis, que o sucesso do novo modelo de acessibilidades vai

    muito para alm da entrada das companhias low cost e a prova est no crescimento expressivo do n-mero de passageiros desembarca-dos, no s na gateway de Ponta Delgada, que onde estas compa-nhias esto a operar, mas tambm em todas as cinco gateways (Pon-ta Delgada, Terceira, Horta, Pico e Santa Maria), o que d bem mostra da mais-valia que o modelo est a ser para a globalidade da Regio. Nesse sentido, a SATA tem desem-penhado um papel muito impor-tante, ao voar no s para as ga-

    teways liberalizadas (Ponta Delgada e Terceira), mas tambm para as ga-teways sujeitas a Obrig