13-1676 cintilografia miocárdica - AMRIGS - Associação ...· ção inicial de imagens planares

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 13-1676 cintilografia miocárdica - AMRIGS - Associação ...· ção inicial de imagens planares

  • CINTILOGRAFIA MIOCRDICA PERFUSIONAL DE REPOUSO... Barbisan et al. RELATOS DE CASOS

    324 Revista da AMRIGS, Porto Alegre, 50 (4): 324-326, out.-dez. 2006

    Cintilografia miocrdica perfusional derepouso na avaliao de dor torcica

    Myocardial perfusion scan at rest forchest pain evaluation

    RELATOS DE CASOS

    JUAREZ N. BARBISAN Professor doPrograma de Ps-graduao em Cincias daSade: Cardiologia, do Instituto de Cardio-logia do RS/FUC.INGRID STROEHER Bolsista de Inicia-o Cientfica do Instituto de Cardiologia doRS / FUC FAPERGS.EDUARDO LUDWIG Mdico do Servi-o de Medicina Nuclear do Instituto de Car-diologia do RS/FUC.DIEGO GIORDANI Bolsista de Inicia-o Cientfica do Instituto de Cardiologia doRS/FUC FAPERGS.JOS AUGUSTO PELLEGRINI Bolsis-ta de Iniciao Cientfica do Instituto de Car-diologia do RS/FUC FAPERGS.

    Instituto de Cardiologia do RS Unidade dePesquisa.

    Endereo para correspondncia:Dr. Juarez N. BarbisanAv. Princesa Isabel, 370Bairro Santana90620-001 Porto Alegre RS, Brasil (51) 3219-2802 Ramal 23 pesquisa@cardiologia.org.br

    Recebido: 7/4/2005 Aprovado: 21/9/2006

    I NTRODUODor torcica uma das principais

    causas de consulta em sala de emergn-cia. O diagnstico diferencial permane-ce sendo um desafio para o mdico (1).A cintilografia miocrdica perfusional(CMP) tem sido utilizada com mais fre-qncia na cardiologia clnica. Ela per-mite no apenas diagnosticar isquemiamiocrdica, mas tambm localizar a ex-tenso das reas comprometidas e osefeitos sobre a funo ventricular esquer-

    da (2). A CMP de repouso tem-se mos-trado uma importante ferramenta diag-nstica para pacientes que chegam salade emergncia com dor torcica, espe-cialmente para os classificados comode baixo a intermedirio risco (3).Apresentamos o relato de caso de umpaciente que se apresentou com dortorcica na sala de emergncia e a CMPfoi decisiva para o diagnstico de car-diopatia isqumica, avaliao da seve-ridade da doena e deciso teraputicaatravs de uma imagem incomum.

    RESUMO

    Dor torcica uma das principais causas de consulta em salas de emergncia. Asdiversas etiologias de dor torcica podem ser ordenadas num espectro que vai desde enti-dades benignas, como a dor de etiologia osteomuscular, at situaes de alto risco comoa sndrome coronariana aguda. O diagnstico diferencial e a deciso teraputica perma-necem sendo um desafio para o clnico. A cintilografia tomogrfica miocrdica de repou-so tem sido empregada, entre outros mtodos, na avaliao desses pacientes. Sua utiliza-o tem sido considerada especialmente naqueles pacientes com dor torcica estratifica-dos como tendo baixa probabilidade de terem uma sndrome coronariana aguda atravsde avaliao clnica, eletrocardiogrfica e de enzimas cardacas.

    Relamos o caso de um paciente que foi avaliado por quadro clnico de dor torcica nasala de emergncia onde o estudo cintilogrfico do miocrdio de repouso foi decisivopara o diagnstico da doena coronariana e para a deciso teraputica.

    UNITERMOS: Dor Torcica, Cintilografia Miocrdica, Diagnstico por Imagem.

    ABSTRACT

    Chest pain is one of the chief complains of the patients undergoing evaluation in theemergency room. There are different causes of chest pain that vary from benign etiologi-es, such as the osteomuscular, to high-risk diseases like the acute coronary syndrome.The differential diagnosis and therapeutic action continue being a challenge to the physi-cian. The myocardial perfusion scan at rest has been used, together with other diagnosticmethods, in the evaluation of these patients. Its use has been considered, especially, re-garding those patients that are stratified as low risk based on clinical, electrocardiogra-phic and cardiac enzymes assays information.

    We report the case of a patient that was evaluated for chest pain in the emergencyroom where the scan was decisive to ensure the correct diagnosis of the coronary syn-drome and adequate patient management.

    KEY WORDS: Chest pain, Myocardial Perfusion Scan, Image Diagnosis.

    A PRESENTAO DO CASOUm paciente do sexo masculi-

    no, de 50 anos de idade, foi avaliadona sala de emergncia por um qua-dro clnico de dor torcica retroes-ternal que cedeu espontaneamenteaps alguns minutos. O eletrocardio-grama (ECG) e as enzimas cardacaseram normais. Uma cintilografiamiocrdica perfusional (CMP) de re-pouso para avaliao de dor torcicafoi indicada. Ele recebeu uma inje-o intravenosa de 99mTC-SESTA-MIBI e foi submetido ao SPECT (porextenso) aproximadamente 90 minu-tos depois.(rx foi normal?) A aquisi-o inicial de imagens planares mos-trou uma reteno importante de tra-ador nos pulmes, com um ndicepulmo/corao de 0,98 (normal