14 TOPOGRAFIA1 COORDENADAS UTM REV1.ppt [Modo de ...· regiões polares. Projeção Cartográfica

Embed Size (px)

Text of 14 TOPOGRAFIA1 COORDENADAS UTM REV1.ppt [Modo de ...· regiões polares. Projeção Cartográfica

  • CoordenadasUTM

    UNICAP Universidade Catlica de PernambucoLaboratrio de Topografia de UNICAP LABTOPTopografia 1

    UTM

    Recife, 2014

  • Modelo PlanoConsidera a poro da Terra em estudo com sendo plana. a simplificao utilizada pela Topografia Esta

    aproximao vlida dentro de certos limites e facilita bastante os clculos topogrficos. Face aos erros

    decorrentes destas simplificaes, este plano tem suas dimenses limitadas. Tem-se adotado como limite

    para este plano na prtica a dimenso de 20 a 30 km. A NBR 13133 (Execuo de Levantamento

    Topogrfico) admite um plano com at aproximadamente 80 km.

  • Projeo Cartogrfica

    Designa o processo de transformar pores da superfcie da Terra para que

    sejam representadas em uma superfcie plana mantendo as relaes

    espaciais. Este processo obtido pelo uso de Geometria e, mais

    comumente, por meio de Funes Matemticas. Para se obter essa

    correspondncia so usados os Sistemas de Projees Cartogrficas.

  • O Problema da Cartografia:

    Representar sobre um plano uma superfcie curva. Tente

    embrulhar uma bola! No possvel realizar esta tarefa

    sem amassar o papel!

    Para fazer a representao de uma superfcie curva

    sobre um plano, os cartgrafos utilizam projees, ou

    seja, fazem a correspondncia entre cada ponto da

    superfcie da terra a um ponto sobre o mapa.

  • Projeo Cartogrfica

  • Projeo CartogrficaPlana

    Projeo Plana (azimutal ou zenital):

    So projees sobre um plano tangente aoEsferide em um ponto. No tipo normal (oupolar), o ponto de tangncia representa o plonorte ou sul e os meridianos de longitude sonorte ou sul e os meridianos de longitude solinhas retas radiais que partem deste pontoenquanto paralelos de latitude aparecem comocrculos concntricos.

    So frequentemente usadas para mapear asregies polares.

  • Projeo CartogrficaCnicas

    Projees Cnicas:

    Na projeo cnica, a superfcie terrestre eprojetada sobre um cone imaginrio,tangente ou secante ao elipside, que entotangente ou secante ao elipside, que ento longitudinalmente cortado e planificado

    Este tipo de projeo geralmente indicadapara representao de regies de latitudemdia entre -250 e -650, 250 e 650 delongitude

  • Projeo CartogrficaCilndrica

    Projeo Cilndrica:

    A superfcie terrestre projetada sobre umcilindro tangente ou secante ao elipside queento longitudinalmente cortado eplanificado.

    Em todas as projees cilndricas, osmeridianos e os paralelos so retasperpendiculares, como na esfera.

    So geralmente usadas para mapas de toda asuperfcie terrestre, uma vez que tendem aevitar a grande distoro que acontece emprojees cnicas e azimutais em reas queesto distantes do ponto de contato.

  • A Projeo UTM

  • A Projeo UTM

  • COMPARE AS TRS PROJEES

    equivalenteequivalente

    conformeconforme

    eqidistanteeqidistante

  • A projeo de Mercator utiliza o desenvolvimento do cilindro. Foiconcebido pelo cartgrafo belga Gerhard Kremer (1512-1594), mais

    conhecido pelo seu nome latinizadoMercator.

    O Sistema Universal Transverso de Mercator (UTM) baseado naprojeo cilndrica transversa proposta nos EUA em 1950 com o

    objetivo de abranger todas as longitudes.

    As diferena entre a projeo de Mercator e o sistema UTM que, noprimeiro, o cilindro paralelo ao eixo de rotao da Terra esfrica,

    A Projeo UTM

    primeiro, o cilindro paralelo ao eixo de rotao da Terra esfrica,

    enquanto que, no segundo, o cilindro perpendicular ao eixo de

    rotao da Terra elipsoidal.

  • O mapeamento sistemtico do Brasil, que compreende a elaborao

    de cartas topogrficas, feito na projeo UTM (Projeo Universal

    Transversa de Mercator).

    a superfcie de projeo um cilindro transverso e a projeo

    conforme;

    A Projeo UTM

    13

    conforme;

    o meridiano central da regio de interesse, o equador e os meridianos

    situados a 90 do meridiano central so representados por retas;

    os outros meridianos e os paralelos so curvas complexas;

    utiliza-se um fator de reduo de escala para reduzir as deformaes:

    K = 1- 1/2.500 = 0,9996;

  • como a Terra dividida em 60 fusos de 6 de longitude, o cilindro

    transverso adotado como superfcie de projeo assume 60 posies

    diferentes, j que seu eixo mantm-se sempre perpendicular ao

    meridiano central de cada fuso;

    o sistema limitado em latitude para os pontos situados entre =

    A Projeo UTM

    14

    o sistema limitado em latitude para os pontos situados entre =

    80. Esta especificao visa evitar deformaes exageradas na

    representao dos pontos prximos aos plos;

    O sistema apresenta dois eixos cartesianos ortogonais: o eixo das

    ordenadas representado pela transformada do meridiano central do

    fuso e o eixo das abscissas pela transformada do equador;

  • A Projeo UTM

    as coordenadas neste sistemaso representadas pelas letrasN (latitude) e E (longitude);

    para o Hemisfrio Norte asordenadas variam de 0 a10.000 km enquanto para oHemisfrio Sul variam de

    15

    Hemisfrio Sul variam de10.000 a 0 km.

    as abscissas variam de 500 a100 km Oeste do MeridianoCentral e de 500 a 700 km aLeste do mesmo.

    Representao de um fuso de 6

  • No sentido Norte-Sul, A nomenclatura usada somente entre os paralelos 84Ne 80 S, comeando a 80 S, com a letra C at a letra X. As letras I e O soomitidas porque podem ser confundidos com nmeros.

    Em latitudes a diviso feita em segmentos de 8 e o sistema limitadopelos paralelos 84 N e 80 S, onde as deformaes ainda no sosignificativas.

  • FUSO UTM NO BRASIL