183.o ConCurSo ProvaS TíTuloS Para IngreSSo MagISTraTura ?· Antônio, depois de provocado por ato…

Embed Size (px)

Text of 183.o ConCurSo ProvaS TíTuloS Para IngreSSo MagISTraTura ?· Antônio, depois de provocado por...

  • 1. Prova de Seleo

    INSTRUES

    Estecadernodequestescontmumtotalde100questesobjetivas.

    Confiraaversodeseucadernocomaversoconstantenaetiquetadasuacarteira.

    Preenchaeassinenoslocaisindicadosnascapasdestecadernoenafolhaderespostas.

    Assinalenafolhaderespostas,comcanetaesferogrficaazuloupreta,onmerodasuaprova.

    Leiacuidadosamenteasquesteseescolhaa respostaquevocconsideracorreta,assinalandocomcanetaesferogrficaazuloupreta.

    Paracadaquestoexisteapenasumarespostacorreta.

    Respondaatodasasquestes.

    Durantearealizaodaprovanoserpermitidaconsultaalivros,anotaesecomentriosdequalquernatureza.

    Serpermitidaasadadocandidatoapstranscorrida1horadoinciodaprova,semlevarocadernodequesteseestacapa.

    Ocandidatoqueseretirarquandofaltarem2horasparaotrminodaprovapoderlevarestacapaparafuturaconfernciacomogabaritoaserdivulgado.

    Aduraodaprovade4horas.

    AgUARDEAORDEmDOfISCALPARAAbRIRESTECADERNODEqUESTES.

    AssinaturadoCandidato

    13.03.2011

    PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO

    183.o ConCurSo de ProvaS e TTuloS Para IngreSSo na MagISTraTura

    2

  • 2TJSP1005/01-Magistratura-V2

    01 21 41 61 81

    02 22 42 62 82

    03 23 43 63 83

    04 24 44 64 84

    05 25 45 65 85

    06 26 46 66 86

    07 27 47 67 87

    08 28 48 68 88

    09 29 49 69 89

    10 30 50 70 90

    11 31 51 71 91

    12 32 52 72 92

    13 33 53 73 93

    14 34 54 74 94

    15 35 55 75 95

    16 36 56 76 96

    17 37 57 77 97

    18 38 58 78 98

    19 39 59 79 99

    20 40 60 80 100

    PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO

    183.o ConCurSo de ProvaS e TTuloS Para IngreSSo na MagISTraTura

    2

    Estanoafolhaderespostasgabaritoparasimplesconferncia.

  • 3 TJSP1005/01-Magistratura-V2

    Nome do Candidato Nmero de Protocolo(Publicado no deferimento da inscrio)

    Assinatura do Candidato Nmero do RG

    1. Prova de Seleo

    AgUARDEAORDEmDOfISCALPARAAbRIRESTECADERNODEqUESTES.

    13.03.2011

    PODER JUDICIRIOTRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DE SO PAULO

    183.o ConCurSo de ProvaS e TTuloS Para IngreSSo na MagISTraTura

    2

  • 4TJSP1005/01-Magistratura-V2

    DIREITO PENAL

    01.Antnio, funcionrio pblico, exige de Pedro, para si, em razo da funo, vantagem indevida, consistente em certa quantia em dinheiro. Pedro concorda com a exigncia e combina com Antnio um local para a entrega do dinheiro, mas Antnio preso por policiais, previamente avisados do ocorrido, no momento em que ia receb-lo.

    Assinale a alternativa correta.

    (A) Antnio cometeu crime de extorso consumado.

    (B) Antnio cometeu crime de concusso consumado.

    (C) Antnio cometeu crime de extorso tentado.

    (D) Antnio cometeu crime de concusso tentado.

    (E) Trata-se de crime impossvel, em razo de flagrante pre-parado.

    02.Analise as proposies que seguem e assinale a correta, inclusive, se o caso, consoante jurisprudncia sumulada dos Tribunais Superiores (STJ e STF).

    (A) Para praticar o aborto necessrio, o mdico no necessita do consentimento da gestante.

    (B) No caso do crime continuado, a prescrio regulada pela pena imposta, computando-se o aumento decorrente da continuidade.

    (C) A existncia de circunstncia atenuante autoriza a fixao da pena abaixo do mnimo legal.

    (D) Na fixao da pena, o juiz deve considerar condena-o, ainda no transitada em julgado para o ru, como circunstncia judicial desfavorvel, a ttulo de maus antecedentes.

    (E) O agente que imputa a algum fato ofensivo sua repu-tao comete o crime de injria.

    03.Antnio foi condenado definitivamente pela prtica de crime de estelionato e, depois de decorridos mais de cinco anos des-de o cumprimento da pena ento imposta, comete novo crime, desta feita furto qualificado pelo rompimento de obstculo, pelo qual vem a ser condenado pena de dois anos e quatro meses de recluso. Assinale a alternativa correta, em face do art. 44, do Cdigo Penal, que dispe sobre a substituio da pena privativa de liberdade, por restritivas de direito.

    (A) A substituio no pode ser aplicada a Antnio, por ser a pena imposta de recluso.

    (B) A substituio no pode ser aplicada a Antnio, por ser ele reincidente em crime doloso.

    (C) A substituio no pode ser aplicada a Antnio, por serem ambas as condenaes por crimes contra o patrimnio.

    (D) A substituio pode ser aplicada a Antnio, pois a rein-cidncia no pela prtica do mesmo crime.

    (E) A substituio pode ser aplicada a Antnio, pois ele no reincidente.

    04.Antnio, quando ainda em vigor o inciso VII, do art. 107, do Cdigo Penal, que contemplava como causa extintiva da punibilidade o casamento da ofendida com o agente, poste-riormente revogado pela Lei n. 11.106, publicada no dia 29 de maro de 2005, estuprou Maria, com a qual veio a casar em 30 de setembro de 2005. O juiz, ao proferir a sentena, julgou extinta a punibilidade de Antnio, em razo do casa-mento com Maria, fundamentando tal deciso no dispositivo revogado (art. 107, VII, do Cdigo Penal). Assinale, dentre os princpios adiante mencionados, em qual deles fundamentou-se tal deciso.

    (A) Princpio da isonomia.

    (B) Princpio da proporcionalidade.

    (C) Princpio da retroatividade da lei penal benfica.

    (D) Princpio da ultratividade da lei penal benfica.

    (E) Princpio da legalidade.

    05.Antnio e Pedro, agindo em concurso e mediante o emprego de arma de fogo, no mesmo contexto ftico, subtraem bens de Jos e, depois, constrangem-no a fornecer o carto bancrio e a respectiva senha, com o qual realizam saque de dinheiro. Assinale, dentre as opes adiante mencionadas, qual delas a correta, consoante a jurisprudncia pacificada dos Tribunais Superiores (STJ e STF).

    (A) Os agentes cometeram crime nico, no caso, roubo.

    (B) Os agentes cometeram dois crimes, no caso, roubo e extorso, em concurso formal.

    (C) Os agentes cometeram dois crimes, no caso, roubo e extorso, em continuidade.

    (D) Os agentes cometeram crime nico, no caso, extorso.

    (E) Os agentes cometeram dois crimes, no caso, roubo e extorso, em concurso material.

    06.Antnio, depois de provocado por ato injusto de Pedro, retira-se e vai para sua casa, mas, decorridos cerca de trinta minutos, ainda influenciado por violenta emoo, resolve armar-se e voltar ao local do fato, onde reencontra Pedro, no qual desfere um tiro, provocando-lhe a morte. Nesta hiptese, Antnio pode invocar em seu favor a

    (A) excludente da legtima defesa real.

    (B) excludente da legtima defesa putativa.

    (C) existncia de causa de diminuio de pena (art. 121, 1., do Cdigo Penal).

    (D) existncia de circunstncia atenuante (art. 65, III, c, do Cdigo Penal).

    (E) excludente da inexigibilidade de conduta diversa.

  • 5 TJSP1005/01-Magistratura-V2

    07.Durante reunio de condomnio, com a presena de diversos moradores, inicia-se discusso acalorada, durante a qual Antnio, um dos condminos, que era acusado de fazer ba-rulho durante a madrugada, diz ao sndico que ele deveria se preocupar com sua prpria famlia, porque a filha mais velha dele, que no estava presente na reunio, era prostituta, pois sempre era vista em casa noturna suspeita da cidade. Assinale a alternativa correta dentre as adiante mencionadas.

    (A) Antnio cometeu crime de calnia, a no ser que prove o que disse (exceo da verdade).

    (B) Antnio cometeu crime de calnia, que no admite a exceo da verdade.

    (C) Antnio no cometeu crime algum, pois a ofendida (filha do sndico) no estava presente na reunio.

    (D) Antnio cometeu crime de difamao, a no ser que prove o que disse (exceo da verdade).

    (E) Antnio, independentemente de o fato narrado ser, ou no, verdadeiro, cometeu crime de difamao.

    08.Antnio, durante a madrugada, subtrai, com o emprego de chave falsa, o automvel de Pedro. Depois de oferecida a denncia pela prtica de crime de furto qualificado, mas antes do seu recebimento, por ato voluntrio de Antnio, o automvel furtado devolvido vtima. Nesse caso, pode-se afirmar a ocorrncia de

    (A) arrependimento posterior.

    (B) desistncia voluntria.

    (C) arrependimento eficaz.

    (D) circunstncia atenuante.

    (E) causa de extino da punibilidade.

    09.Analise as proposies seguintes.

    I. O erro sobre elemento constitutivo do tipo legal de cri-me exclui o dolo, mas no permite a punio por crime culposo, ainda que previsto em lei.

    II. Responde pelo crime o terceiro que determina o erro. III. O desconhecimento da lei inescusvel, mas o erro sobre

    a ilicitude do fato, se inevitvel, poder diminuir a pena de um sexto a um tero.

    IV. O desconhecimento da lei considerado circunstncia atenuante.

    V. Se o fato cometido sob coao irresistvel, s punvel o autor da coao.

    Assinale as proposies corretas.

    (A) I, II e V, apenas.

    (B) II, III e IV, apenas.

    (C) II, IV e V, apenas.

    (D) I, II e III, apenas.

    (E) II, III e V, apenas.

    10.Analise as proposies seguintes.

    I. O livramento condicional poder ser revogado se o li-berado condenado, por crime cometido na vigncia do benefcio, pena de multa.

    II. A reincidncia causa interruptiva tanto da prescrio da pretenso punitiva como da prescrio executria.

    III. As causas de diminuio e de aumento de pena devem ser consideradas na terceira fase prevista no art. 68, do Cdigo Penal.

    IV. A decadncia instituto aplicvel apenas na ao penal privada.

    V. Se o agente for inimputvel, mas o fato previsto como crime for punvel com deteno, poder o juiz, ao invs de determinar a sua internao, submet-lo a tratamento ambulatorial.

    Est correto somente o contido em

    (A) I, IV e V.

    (B) II, III e IV.

    (C) I, III e V.

    (D) II, IV e V.

    (E) III, IV e V.

    DIREITO PROCESSUAL PENAL

    11. Analise