of 62 /62
Centro Paula Souza – 2011 ETE PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO Código:136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: AMBIENTE , SAÚDE E SEGURANÇA Habilitação Profissional: Técnica de Nível Médio de TÉCNICO EM FARMÁCIA Qualificação: Técnico em Farmácia Módulo: II Componente Curricular: Produção de Produtos Terapêuticos e Cosméticos I C.H. Semanal: 5,0 Professor(es): Tatiana Galassi Nelize Barros Andreani I – Atribuições e atividades profissionais relativas à qualificação ou à habilitação profissional, que justificam o desenvolvimento das competências previstas nesse componente curricular 1 O Técnico em Farmácia é o profissional que, sob supervisão direta do farmacêutico, atua no recebimento, triagem, armazenamento e dispensação de produtos farmacêuticos; realiza conferência e aviamento de receitas, orientando pacientes quanto à utilização dos medicamentos; auxilia no preparo de soluções químicas e no controle de qualidade de matérias-primas e de equipamentos; opera sistemas de cadastramento de clientes e de fornecedores e documenta procedimentos farmacêuticos; zela pela manutenção e pela limpeza de instrumentos e de ambientes de trabalho. 1 Vide capítulo 3 do Plano de Curso Plano de Trabalho Docente – 2011 Ensino Técnico

2 farm 2º2011 - etectupa.com.br · Apresentação e cuidados da vidraria e equipamentos 2. Formas farmacêuticas; composição das fórmulas ... 08.Técnicas de esterilização química

  • Author
    vandan

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 2 farm 2º2011 - etectupa.com.br · Apresentação e cuidados da vidraria e equipamentos 2. Formas...

  • Centro Paula Souza 2011

    ETE PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo:136 Municpio: Tup

    Eixo Tecnolgico: AMBIENTE , SADE E SEGURANA

    Habilitao Profissional: Tcnica de Nvel Mdio de TCNICO EM FARMCIA

    Qualificao: Tcnico em Farmcia Mdulo: II

    Componente Curricular: Produo de Produtos Teraputicos e Cosmticos I

    C.H. Semanal: 5,0 Professor(es): Tatiana Galassi

    Nelize Barros Andreani

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular1

    O Tcnico em Farmcia o profissional que, sob superviso direta do farmacutico, atua no recebimento, triagem, armazenamento e dispensao de produtos farmacuticos; realiza conferncia e aviamento de receitas, orientando pacientes quanto utilizao dos medicamentos; auxilia no preparo de solues qumicas e no controle de qualidade de matrias-primas e de equipamentos; opera sistemas de cadastramento de clientes e de fornecedores e documenta procedimentos farmacuticos; zela pela manuteno e pela limpeza de instrumentos e de ambientes de trabalho.

    1 Vide captulo 3 do Plano de Curso

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza 2011

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular

    Competncias

    Habilidades

    Bases Tecnolgicas

    1. Identificar e classificar os diversos tipos de produtos farmacuticos (formas farmacuticas, composio e tcnica de preparao). 2. Selecionar os instrumentos e vidrarias a serem utilizadas na execuo de frmula. 3. Identificar a importncia da correta tcnica de conservao dos medicamentos, fatores intrnsecos e extrnsecos que alteram a conservao dos mesmos e os mtodos de esterilizao e desinfeco de medicamentos. 4. Definir e classificar estabilizantes e conservantes. 5. Identificar as formas usuais de apresentao dos cosmticos. 6. Identificar as principais matrias-primas utilizadas.

    1. Operar equipamentos prprios do campo de atuao, zelando pela sua manuteno. 2. Registrar ocorrncias e servios prestados seguindo as determinaes tcnicas exigidas. 3. Utilizar tcnicas asspticas na manipulao de formas farmacuticas alopticas, homeopticas, fitoterpicas e cosmticas com o intuito de garantir a qualidade das mesmas. 4. Executar pesagens de matrias-primas nos vrios tipos de balanas. 5. Aplicar os conceitos de garantia de qualidade e qualidade total nos processos de manipulao. 6. Manusear substncias qumicas e vidrarias dentro de princpios de segurana visando a preveno de acidentes. 7. Manipular, sob superviso do farmacutico, as diversas formas farmacuticas alopticas, fitoterpicas e homeopticas assim como de produtos cosmticos.cosmticos.

    1. Apresentao e cuidados da vidraria e equipamentos 2. Formas farmacuticas; composio das frmulas 3. Normas adequadas de fabricao de medicamentos injetveis e no injetveis 4. Excipientes e veculos mais utilizados 5. Coadjuvantes tcnicos:

    corretivos estabilizantes, emulsificantes, etc.

    6. Coadjuvantes teraputicos:

    molhantes tampes aglutinantes, etc.

    7. Manipulao de frmulas farmacuticas slidas:

    sabonete em barra; sais de banho; cpsulas

    8. Manipulao de frmulas farmacuticas semi-slidas:

    creme inico creme no inico

  • Centro Paula Souza 2011

    pastas pomadas linimentos e ungentos

    9. Manipulao de frmulas farmacuticas lquidas:

    sabonete lquido; shampoo; condicionador; solues

    10. Noes de utilizao de conservantes e estabilizantes 11. Noes de conservao de medicamentos: utilizao de conservantes e estabilizantes 12. Registros: ocorrncias, registro dirio e medidas corretivas 13. Tcnicas de assepsia e segurana na utilizao do laboratrio

  • III Plano Didtico

    Habilidade1 Base Tecnolgica1 Procedimento Didtico2 Cronograma Dia / Ms 1.Operar equipamentos prprios do campo de atuao, zelando pela sua manuteno.

    5.Formulaes de frmulas farmacuticas: slidas, semislidas e lquidas

    Aulas expositivas com recursos audiovisuais, trabalho em equipe e aula prtica em grupo

    20 / 07 a 11 / 08

    2.Registrar ocorrncias e servios prestados seguindo as determinaes tcnicas exigidas.

    12.Organograma, fluxograma e cronograma de materiais 13.Fluxos de documentos

    Aulas expositivas com auxilio de apostilas e aula prtica em grupo 17 / 08 a 25 / 08

    3.Utilizar tcnicas asspticas na manipulao de formas farmacuticas

    alopticas, homeopticas, fitoterpicas e cosmticas com o intuito de garantir a

    qualidade das mesmas

    07.Tcnicas de esterilizao de medicamentos 08.Tcnicas de esterilizao qumica e fsica, desinfeco, assepsia e antissepsia, liofilizao e pasteurizao

    Aulas expositivas com trabalho em equipe, aula prtica em grupo 31 / 08 a 08 / 09

    4.Executar pesagens de matrias-primas nos vrios tipos de balanas.

    1.Formas farmacuticas; composio das frmulas

    3.Excipientes e veculos mais utilizados 4.Coadjuvantes tcnicos: corantes, estabilizantes, emulsificantes

    6.Noes de utilizao de conservantes e estabilizantes

    Aulas expositivas e aulas prticas em grupo 14 / 09 a 22 / 09

    1 Relacionar em ordem didtica 2 Relacionar de acordo com cada habilidade e base tecnolgica

  • Centro Paula Souza 2011

    5.Executar titulaes e doseamentos de solues.

    9.Noes sobre clculos em farmacotcnica: dosagens, porcentagens, concentraes

    Aulas expositivas com auxilio de apostila e aulas prticas em laboratrio 28/ 09 a 06 / 10

    6.Aplicar os conceitos de garantia de qualidade e qualidade total nos processos

    de manipulao

    14.Noes de conservao de medicamentos: utilizao de conservantes e estabilizantes

    Aulas expositivas com trabalho em equipe e aulas prticas em grupo 13 /10 a 04 /11

    7.Manusear substncias qumicas e vidrarias dentro de princpios de segurana

    visando a preveno de acidentes

    2.Normas adequadas de fabricao de medicamentos injetveis e no injetveis

    Aulas expositivas com auxilio de apostila 09 / 11 a 18 / 11

    8.Manipular, sob superviso do farmacutico, as diversas formas

    farmacuticas alopticas, fitoterpicas e homeopticas assim como de produtos

    cosmticos

    1.Formas farmacuticas; composio das frmulas 5.Formulaes de frmulas farmacuticas: slidas, semislidas e lquidas

    Aulas expositivas com recursos audiovisuais e aulas prticas em grupo

    23 / 11 a 30 / 11

    9.Elaborar relatrios e informes para subsidiar as alteraes no planejamento da previso das necessidades e de movimentao de materiais e servios.

    11.Planejamento de compras e de servios

    Aulas expositivas com trabalho em equipe e aulas prticas em grupo 02 / 12 a 09 / 12

    10.Elaborar e propor modelos de instrumentos de planejamento para a

    previso das necessidades de materiais e servios.

    10.Custos e oramentos

    Aulas expositivas com auxilio de apostilas e aulas prticas em grupo e reviso de contedo.

    14 / 12 a 16 / 12

  • Centro Paula Souza 2011

    IV - Plano de Avaliao de Competncias

    Competncia

    Indicadores de Domnio

    Instrumento(s) de Avaliao

    Critrios de Desempenho

    Evidncias de Desempenho

    1.Identificar e classificar os diversos tipos de produtos farmacuticos, as diferentes formas farmacuticas, sua composio e tcnica de preparao;

    1.Operar equipamentos prprios do campo de atuao, zelando pela sua manuteno.

    3.Utilizar tcnicas asspticas na manipulao de formas farmacuticas alopticas, homeopticas, fitoterpicas e cosmticas com o intuito de garantir a qualidade das mesmas.

    8.Manipular, sob superviso do farmacutico, as diversas formas farmacuticas alopticas, fitoterpicas e homeopticas assim como de produtos cosmticos.

    Discusso de novas tecnologias comparando os efeitos benficos e malficos

    Participao, relacionamento da teoria com a prtica.

    Participao ativa e resolutividade de problemas

    propostos

    2.Selecionar os instrumentos e vidrarias a serem utilizadas na execuo de frmulas;

    7.Manusear substncias qumicas e vidrarias dentro de princpios de segurana visando a preveno de acidentes.

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues

    e expor os resultados

    Participao, relacionamento da teoria com a prtica.

    Desenvolvimentos corretos, e solues inovadoras.

    3.Identificar a importncia da correta tcnica de conservao dos

    medicamentos, fatores intrnsecos e extrnsecos que alteram a conservao dos mesmos e os mtodos de

    esterilizao e desinfeco

    3.Utilizar tcnicas asspticas na manipulao de formas farmacuticas alopticas, homeopticas, fitoterpicas e cosmticas com o intuito de garantir a qualidade das mesmas. 4.Executar pesagens de

    Discusso dos conceitos em sala, expondo situaes a sala

    Participao, compreenso e interesse.

    Participao ativa nos problemas propostos e solues adequadas

  • Centro Paula Souza 2011

    de medicamentos matrias-primas nos vrios tipos de balanas. 6.Aplicar os conceitos de

    garantia de qualidade e qualidade total nos processos de manipulao.

    4.Definir e classificar estabilizantes e conservantes

    5.Executar titulaes e doseamentos de solues.

    2.Registrar ocorrncias e servios prestados seguindo as determinaes tcnicas exigidas.

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues

    e expor os resultados.

    Assimilao, interesse e participao.

    Desenvolvimentos corretos, e solues inovadoras

    5.Identificar as formas usuais de apresentao dos cosmticos;

    1.Operar equipamentos prprios do campo de atuao, zelando pela sua manuteno. 3.Utilizar tcnicas asspticas na manipulao de formas farmacuticas alopticas, homeopticas, fitoterpicas e cosmticas com o intuito de garantir a qualidade das mesmas. 8.Executar pesagens de matrias-primas nos vrio Manipular, sob superviso do farmacutico, as diversas formas farmacuticas alopticas, fitoterpicas e homeopticas assim como de produtos cosmticos.

    Discusso dos conceitos em sala, expondo situaes a sala.

    Participao, compreenso e interesse.

    Participao ativa nos problemas propostos e solues adequadas

  • Centro Paula Souza 2011

    6.Identificar as principais matrias-primas utilizadas

    7.Manusear substncias qumicas e vidrarias dentro de princpios de segurana visando a preveno de acidentes.

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues

    e expor os resultados.

    Participao, compreenso e interesse. Participao ativa nos

    problemas propostos e solues adequadas

    7.Definir planos de compras de materiais e servios

    9.Elaborar relatrios e informes para subsidiar as alteraes no planejamento da previso das necessidades e de movimentao de materiais e servios.

    10.Elaborar e propor modelos de instrumentos de

    planejamento para a previso das necessidades de materiais

    e servios.

    Discusso dos conceitos em sala, expondo situaes a sala.

    Participao, relacionamento da teoria com a prtica

    Participao ativa e saber resolver os problemas

    propostos

    8.Definir parmetro estruturais na montagem do sistema de previso das necessidades de materiais e servios em organizaes pblica e privada.

    9.Elaborar relatrios e informes para subsidiar as alteraes no planejamento da previso das necessidades e de movimentao de materiais e servios. 10.Elaborar e propor modelos

    de instrumentos de planejamento para a previso das necessidades de materiais

    e servios.

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues

    e expor os resultados.

    Participao, compreenso e interesse.

    Participao ativa nos problemas propostos e solues adequadas

    9.Produzir informaes para subsidiar definio de polticas de estoques e movimentao de materiais (documentao, estrutura fsica e fluxograma) e de produtos acabados de organizaes pblicas e privadas.

    9.Elaborar relatrios e informes para subsidiar as alteraes no planejamento da previso das necessidades e de movimentao de materiais e servios. 10.Elaborar e propor modelos

    de instrumentos de planejamento para a previso das necessidades de materiais

    e servios.

    Discusso dos conceitos em sala, expondo situaes a sala.

    Assimilao, interesse e participao

    Desenvolvimentos corretos, e solues inovadoras

  • V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia)

    VI Estratgias de Recuperao para Alunos com Rendimento Insatisfatrio

    A recuperao ser trabalhada, de forma diferente aos alunos com dificuldade no contedo ministrado durante as aulas. Sero utilizados de outras atividades, como trabalhos com pesquisa e outros.

    VII - Outras Observaes / Informaes:

    A seqncia de contedos poder ser alterada em sua ordem, caso seja pertinente a sala de aula.

    VIII Assinatura: Data: 02/08/2011

    Nelize Barros Andreani

    Tatiana Galassi

    IX Parecer do Coordenador de rea: O plano do Docente atende o previsto no Plano de Curso, e as habilidades e competncias para a formao do Tcnico em Farmcia

    Assinatura: Data:

  • Centro Paula Souza 2011

    ETE PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo:136 Municpio: Tup

    Eixo Tecnolgico: AMBIENTE, SADE E SEGURANA

    Habilitao Profissional: Tcnica de Nvel Mdio de TCNICO EM FARMCIA

    Qualificao: Auxiliar em Farmcia Mdulo: II

    Componente Curricular: Organizao do Processo de Trabalho em Farmcia 1

    C.H. Semanal: 2,5 Professor(es): Tatiana Galassi

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular2 O Tcnico em Farmcia o profissional que, sob superviso direta do farmacutico, atua

    no recebimento, armazenamento de produtos farmacuticos; opera sistemas de

    cadastramento de clientes e de fornecedores e documenta procedimentos farmacuticos;

    zela pela manuteno e pela limpeza de instrumentos e de ambientes de trabalho.

    2 Vide captulo 3 do Plano de Curso

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza 2011

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular

    Competncias

    Habilidades

    Bases Tecnolgicas

    Funo 5: Gesto em Sade Subfuno 5.2: Organizao do

    Processo de Trabalho em Farmcia

    1- Identificar as responsabilidades da

    farmcia em relao comunidade. 2- Conceituar indstria farmacutica,

    farmcia de manipulao e farmcia hospitalar.

    3- Reconhecer os princpios ticos aplicados atividade em farmcia;

    4- Correlacionar a poltica e as aes de recursos humanos.

    5- Identificar fontes para pesquisa de tecnologia administrativa, tais como: revistas especializadas, exposies em congressos, publicaes de empresas que desenvolvam tecnologias administrativas.

    6- Avaliar novas tecnologias em relao quelas j utilizadas, levando-se em conta a agilidade do equipamento e diversidade de funes.

    Funo 5: Gesto em Sade Subfuno 5.2: Organizao do

    Processo de Trabalho em Farmcia

    1- Utilizar recursos e ferramentas de

    informtica especficos da rea. 2- Aplicar as normas constantes das

    portarias que regulam o mercado farmacutico.

    3- Aplicar princpios ticos, tcnicos e cientficos na execuo do trabalho em farmcia.

    4- Organizar procedimentos definidos pela poltica de recursos humanos.

    5- Levantar dados para apoiar o processo de planejamento de recursos humanos.

    6- Aplicar procedimentos capazes de viabilizar os objetivos do planejamento de recursos humanos.

    7- Organizar servios especficos a serem executados para o planejamento de recursos humanos.

    8- Comparar resultados de tempo, qualidade, facilidade operacional e custos entre novas tecnologias e as j utilizadas.

    9- Elaborar relatrios sobre os resultados dos testes envolvendo avaliao de novas tecnologias administrativas

    Funo 5: Gesto em Sade Subfuno 5.2: Organizao do

    Processo de Trabalho em Farmcia

    1- Definio de farmcia, drogaria,

    distribuidora de medicamentos, indstria farmacutica, farmcia de manipulao, farmcia hospitalar e seus objetivos

    2- Critrios a serem observados na organizao de farmcias e drogarias: objetivos, ponto, planta fsica, determinaes legais

    3- Fundamentos do papel do balconista no funcionamento da farmcia

    4- Controles internos gerenciais para recursos humanos

    5- Administrao de pessoal 6- Planos de desenvolvimento e

    movimentao no trabalho 7- Sistemas e mtodos de organizao do

    trabalho 8- Funcionamento de equipamentos

    mecnicos, eltricos de processamento.

  • CENTRO PAULA SOUZA 2011

    III Plano Didtico

    Habilidade1 Bases Tecnolgicas e Competncias Procedimento Didtico2 Cronograma Dia / Ms

    Aplicar as normas constantes das portarias que regulam o mercado farmacutico.

    Definio de farmcia, drogaria, distribuidora de medicamentos, indstria farmacutica, farmcia de manipulao, farmcia hospitalar e seus objetivos (2)

    Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens.

    20 /07 a 27/07

    Aplicar as normas constantes das portarias que regulam o mercado farmacutico.

    Critrios a serem observados na organizao de farmcias e drogarias: objetivos, ponto, planta fsica, determinaes legais (3)

    Aula desenvolvida com material apostilado, com slides atravs de leitura e explicao dos itens.

    03 /08 a 10 /08

    Aplicar princpios ticos, tcnicos e cientficos na execuo do trabalho em farmcia.

    Fundamentos do papel do balconista no funcionamento da farmcia (1)

    Aula composta por exposio de textos, trabalho em grupo, com recurso de

    slides.

    17 /08 a 24 /08

    Organizar procedimentos definidos pela poltica de recursos humanos.

    Controles internos gerenciais para recursos humanos (4)

    Aula com exposio oral, com participao da sala, audiovisual.

    31 /08 a 14 /09

    Aplicar procedimentos capazes de viabilizar os objetivos do planejamento de recursos humanos.

    Administrao de pessoal (5)

    Aula expositiva, com auxilio de recursos audiovisuais com interao da sala atravs de debates.

    21 /09 a 28 /09

    Comparar resultados de tempo, qualidade, facilidade operacional e custos entre novas tecnologias e as j utilizadas.

    Planos de desenvolvimento e movimentao no trabalho (5)

    Aula desenvolvida com material apostilado, com a participao da sala

    05 /10 a 19 /10

    2 Relacionar de acordo com cada habilidade e base tecnolgica

  • Centro Paula Souza 2011

    Organizar servios especficos a serem executados para o planejamento de recursos humanos.

    Sistemas e mtodos de organizao do trabalho (5)

    Aula desenvolvida com recursos audiovisuais e com elaborao de debates.

    26 /10 a 09 /11

    Elaborar relatrios sobre os resultados dos testes envolvendo avaliao de novas tecnologias administrativas

    Funcionamento de equipamentos mecnicos, eltricos de processamento (6)

    Aula expositiva e trabalhos em equipe na sala de aula.

    23 /11 a 07 /12

  • Centro Paula Souza 2011

    IV - Plano de Avaliao de Competncias

    Competncia

    Indicadores de Domnio

    Instrumento(s) de Avaliao

    Critrios de Desempenho

    Evidncias de Desempenho

    1.Identificar as responsabilidades da farmcia em relao comunidade.

    Aplicar princpios ticos, tcnicos e cientficos na

    execuo do trabalho em farmcia

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues e expor os resultados.

    Participao, compreenso e interesse.

    Participao ativa nos problemas propostos e solues adequadas.

    2.Conceituar indstria farmacutica, farmcia de manipulao e farmcia hospitalar.

    Aplicar as normas constantes das portarias que regulam o mercado farmacutico.

    Apresentao de relatrio, e discusso dos conceitos em sala.

    Participao, relacionamento da teoria com a prtica.

    Participao nos debates e desenvolvimento correto de teoria e prtica.

    3.Reconhecer os princpios ticos aplicados atividade em farmcia;

    Aplicar princpios ticos, tcnicos e cientficos na execuo do trabalho em farmcia.

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues e expor os resultados.

    Assimilao, interesse e participao.

    Participao nos problemas colocados e solues adequadas.

    4.Correlacionar a poltica e as aes de recursos humanos.

    Aplicar procedimentos capazes de viabilizar os objetivos do planejamento de recursos humanos.

    Discusso dos conceitos em sala, expondo situaes em sala.

    Construo de conceitos, assimilao e cooperao.

    Desempenho satisfatrio na discusso dos conceitos.

    5. Identificar fontes para pesquisa de tecnologia administrativa, tais como: revistas especializadas, exposies em congressos, publicaes de empresas que desenvolvam tecnologias administrativas.

    Comparar resultados de tempo, qualidade, facilidade operacional e custos entre novas tecnologias e as j utilizadas.

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues e expor resultados.

    Relacionamento de idias e relacionamento da teoria com a prtica.

    Participao nos problemas e solues eficientes.

  • Centro Paula Souza 2011

    6.Avaliar novas tecnologias em relao quelas j

    utilizadas, levando-se em conta a agilidade do

    equipamento e diversidade de funes.

    Elaborar relatrios sobre os resultados dos testes envolvendo avaliao de novas tecnologias administrativas

    Discusso de novas tecnologias comparando os efeitos benficos e malficos.

    Interesse, participao e cooperao.

    Desenvolvimento corretos, e solues inovadoras.

    indicadores, instrumentos, critrios e evidncias devero ser identificados por competncia. (vide subsdios para a elaborao do Plano de Trabalho Docente)

  • Centro Paula Souza 2011

    V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia)

    Cdigo Sanitrio do Estado de So Paulo de 1999.

    RDC 328, de 22 de julho de 1999.

    RDC 33, de 19 de abril de 2000.

    Textos relacionados rea.

    Jornais Regionais e Nacionais

    VI Estratgias de Recuperao para Alunos com Rendimento Insatisfatrio

    A recuperao ser trabalhada, de forma diferente aos alunos com dificuldade no contedo ministrado durante as aulas. Sero utilizados de outras atividades, como trabalhos de pesquisa e outros.

    VII - Outras Observaes / Informaes:

    A seqncia de contedos poder ser alterada em sua ordem, caso seja pertinente a sala de aula.

    VIII Assinatura: Data:

    Tatiana Galassi

    IX Parecer do Coordenador de rea: O plano de trabalho docente confere com a proposta do plano de curso para o componente curricular, contendo as bases tecnolgicas, habilidades e competncias de acordo com a portaria Cetec,N 02 de 05/01/2009

    Assinatura: Data:

  • Centro Paula Souza 2011

    ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo: 136 Municpio: TUP

    Eixo Tecnolgico: AMBIENTE, SADE E SEGURANA

    Habilitao Profissional: Tcnica de Nvel Mdio de TCNICO EM FARMCIA

    Qualificao: Auxiliar de Farmcia Mdulo: ll

    Componente Curricular: Farmacologia aplicada l

    C.H. Semanal: 5 h/a Professor(es): Jeferson Eduardo Pereira

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular.

    1. Dispensar produtos farmacuticos mediante requisio ou prescrio mdica, o que envolve: interpretao do pedido, separao dos medicamentos, acondicionamento em embalagens adequadas, conferncia, e entrega ao paciente ou ao centro de custo solicitante.

    2. Aviar receitas de pacientes ambulatoriais. 3. Unitarizar medicamentos para sua dispensao pelo sistema de dose

    unitria. 4. Fracionar medicamentos para pacientes peditricos e geritricos,

    personalizando cada dose prescrita. 5. Fracionar medicamentos em embalagens multidoses tendo em vista sua

    dispensao pelo sistema de dose unitria. 6. Orientar pacientes sobre a correta administrao dos medicamentos.

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza 2011

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular (Consultar o Plano de Curso da habilitao para preencher esta planilha, copiar e colar abaixo) Componente Curricular: Mdulo:

    N

    Competncias

    N

    Habilidades

    N

    Bases Tecnolgicas

    1. Analisar as formas farmacuticas, as

    diversas nomenclaturas e demais dados constantes nas embalagens e bulas dos medicamentos fornecidos pela indstria farmacutica.

    1.1. Identificar as diversas formas farmacuticas dos medicamentos correlacionando-as s diversas vias de administrao e mecanismos de ao. 1.2. Diferenciar nome genrico, comercial e qumico dos medicamentos e princpios-ativos. 1.3. Caracterizar a ao, atividade e os efeitos colaterais dos diferentes frmacos nos sistemas circulatrio, hematopoitico, digestrio, respiratrio, urinrio, reprodutor, sseo, muscular, nervoso, tegumentar e endcrino do organismo. 1.4. Caracterizar diferentes frmacos tais como antibiticos, na tifngos, antivirais, sulfonamidas, antineoplsticos e outros medicamentos. Identificar as diferentes concentraes dos medicamentos. 1.5. Identificar diversos princpios ativos dos produtos com finalidade cosmtica. 1.6. Executar clculos relativos aos medicamentos utilizados em farmcia.

    1. Conceitos gerais de farmacologia: droga, medicamento e remdio; cosmticos e cosmetologia correlatos alopatia e homeopatia nome genrico, nome comercial e

    nome qumico dos medicamentos farmacocintica e farmacodinmica

    2. Clculos em Farmacologia

    3. GruposnFarmacolgicos: medicamentos que agem sobre os diversos sistemas do organismo, e outros como antibiticos, antifngos,antivirais, sulfonamidas, antineoplsicos, medicamentos que interferem no metabolismo e nutrio.

  • Centro Paula Souza 2011

    III Procedimento Didtico e Cronograma de Desenvolvimento Componente Curricular: Mdulo:

    Habilidade Bases Tecnolgicas e Competncias* Procedimento Didticos Cronograma / Dia e Ms

    Identificar as diversas formas farmacuticas

    dos medicamentos correlacionando-as s

    diversas vias de administrao e

    mecanismos de ao.

    1.Conceitosngeraisnde farmacologia: droga, medicamento e remdio; cosmticos e cosmetologia correlatos lopatia e homeopatia nome genrico, nome comercial e nome qumico dos medicamentos farmacocintica e farmacodinmica

    Aula tericas e prticas, data show, uso da biblioteca

    __21 / 07__ a _29 / 08_

    Diferenciar nome genrico, comercial e qumico dos

    medicamentos e princpios-ativos.

    1. Conceitos gerais de farmacologia:droga, medicamento e remdio; cosmticos e cosmetologia correlatos alopatia e homeopatia nome genrico, nome comercial e nome qumico dos medicamentos farmacocintica e farmacodinmica

    Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens

    _30_ / 08_ a _08 / 09_

  • Centro Paula Souza 2011

    1.3. Caracterizar a ao, atividade e os efeitos

    colaterais dos diferentes frmacos nos sistemas

    circulatrio, hematopoitico, digestrio, respiratrio,

    urinrio, reprodutor, sseo, muscular, nervoso,

    tegumentar e endcrino do organismo.

    3 Grupos Farmacolgicos: medicamentos que agem sobre os diversos sistemas do organismo, e outros como antibiticos, antifngos, antivirais, sulfonamidas, antineoplsicos, medicamentos que interferem no metabolismo e nutrio

    Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens

    _09_ / 09__ a _26 / 09_

    1.4. Caracterizar diferentes frmacos tais como

    antibiticos, antifngos, antivirais, sulfonamidas, antineoplsticos e outros

    medicamentos. Identificar as diferentes

    concentraes dos medicamentos.

    3 Grupos Farmacolgicos: medicamentos que agem sobre os diversos sistemas do organismo, e outros como antibiticos, antifngos, antivirais, sulfonamidas, antineoplsicos, medicamentos que interferem no metabolismo e nutrio

    Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens

    _27_ / 09_ a _14 / 10

  • Centro Paula Souza 2011

    1.5. Identificar diversos princpios ativos dos

    produtos com finalidade cosmtica.

    1.Conceitos gerais de farmacologia:droga, medicamento e remdio; cosmticos e cosmetologia correlatos alopatia e homeopatia nome genrico, nome comercial e nome qumico dos medicamentos farmacocintica e farmacodinmica

    1

    Avaliao escrita e pratica Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens

    17_ / 10 a _25 / 11

    1.6. Executar clculos relativos aos medicamentos

    utilizados em farmcia.

    2 Clculos em Farmacologia

    1

    Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens Avaliao final

    _28 / 11 a _08 / _12

  • Centro Paula Souza 2011

    IV Procedimentos de Avaliao Componente Curricular: Mdulo:

    Competncia (por extenso) Indicadores de Domnio

    Instrumentos de Avaliao

    Critrios de Desempenho

    Evidncias de Desempenho

    1. Analisar as formas farmacuticas, as diversas nomenclaturas e demais dados constantes nas embalagens e bulas dos medicamentos fornecidos pela indstria farmacutica.

    1.1. Identificar as diversas formas farmacuticas dos medicamentos correlacionando-as s diversas vias de administrao e mecanismos de ao. 1.2. Diferenciar nome genrico, comercial e qumico dos medicamentos e princpios-ativos. 1.3. Caracterizar a ao, atividade e os efeitos colaterais dos diferentes frmacos nos sistemas circulatrio, hematopoitico, digestrio, respiratrio, urinrio, reprodutor, sseo, muscular, nervoso, tegumentar e endcrino do organismo. 1.4. Caracterizar diferentes frmacos tais como antibiticos, na tifngos, antivirais, sulfonamidas, antineoplsticos e outros medicamentos. Identificar as diferentes

    Aulas tericas, seminrios, avaliao oral e em grupo. Aulas prticas e avaliao em grupo

    Participao, compreenso e interesse Participao, relacionamento da teoria com a prtica

    Participao ativa nos problemas propostos e solues adequadas Participao nos debates e desenvolvimento correto de teoria e prtica

  • Centro Paula Souza 2011

    concentraes dos medicamentos. 1.5. Identificar diversos princpios ativos dos produtos com finalidade cosmtica. 1.6. Executar clculos relativos aos medicamentos utilizados em farmcia

  • Centro Paula Souza 2009

    V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia)

    DICIONRIO TERAPUTICO GUANABARA 2008.

    FARMACOLOGIA CLINICA 2 EDIO.

    PORTARIA 344/98

    Textos relacionados rea. Jornais Regionais e Nacionais VI Estratgias de Recuperao para Alunos com Rendimento Insatisfatrio A recuperao ser trabalhada, de forma diferente aos alunos com dificuldade no contedo ministrado durante as aulas. Sero utilizados de outras atividades, como trabalhos de pesquisa e outros.

    VII Outras Observaes/ Informaes

    Semana Tecnolgica das reas Feira Tecnolgica Gincana cultural Palestras Visitas Tcnicas A seqncia de contedos poder ser alterada em sua ordem, caso seja pertinente a sala de aula.

    VIII Identificao:

    Nome do professor(a): Jeferson Eduardo Pereira

    Assinatura: Data:29/07/2011

    IX Parecer do Coordenador de rea: O plano do Docente atende o previsto no Plano de Curso, e as habilidades e competncias para a formao do Tcnico em Farmcia

    Nome do coordenador(a):

    Assinatura: Data: 01/08/2011

  • Centro Paula Souza 2009

    ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo: 136 Municpio: TUP

    Eixo Tecnolgico: AMBIENTE, SADE E SEGURANA

    Habilitao Profissional: TCNICO EM FARMCIA

    Qualificao: AUXILIAR EM FARMCIA Mdulo: II

    Componente Curricular: Promoo da Sade e Segurana do Trabalho

    C.H. Semanal: 2,5 Professor(es): Nelize Barros Andreani

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular. Utilizar procedimentos e equipamentos adequados de preveno e combate ao fogo. Aplicar princpios ergonmicos na realizao do trabalho a fim de prevenir doenas

    profissionais e acidentes de trabalho, utilizando adequadamente os EPI e mantendo os EPC em condies de uso.

    Aplicar tcnicas adequadas de descarte de resduos biolgicos, fsicos, qumicos e radioativos.

    Desempenhar a funo de agente educativo nas questes relativas sade e segurana no trabalho, prestando informaes e esclarecimentos a outras categorias profissionais e populao em geral.

    Utilizar e operar equipamentos de trabalho dentro de princpios de segurana provendo sua manuteno preventiva.

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza 2009

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular Componente Curricular: Promoo da Sade e Segurana do Trabalho Mdulo: II

    N

    Competncias

    N

    Habilidades

    N

    Bases Tecnolgicas

    1. Identificar e avaliar conseqncias e

    perigos dos riscos que caracterizam o trabalho nesta rea, com vistas sua prpria sade e segurana no ambiente profissional.

    2. Identificar riscos potenciais e causas originrias de incndio e as formas adequadas de combate ao fogo.

    3. Decodificar a linguagem de sinais utilizados em sade e segurana no trabalho a fim de identificar os equipamentos de proteo individual (EPI) e os equipamentos de proteo coletiva (EPC) indicados.

    4. Interpretar as legislaes e normas de segurana e os elementos bsicos de preveno de acidentes no trabalho, de forma a conseguir avaliar as condies a que esto expostos os trabalhadores da sade e selecionar as alternativas possveis de serem viabilizadas.

    5. Identificar doenas relacionadas ao ambiente e processos de trabalho na sade, assim como as respectivas aes preventivas.

    1. Utilizar procedimentos e equipamentos

    adequados de preveno e combate ao fogo. 2. Aplicar princpios ergonmicos na realizao

    do trabalho a fim de prevenir doenas profissionais e acidentes de trabalho, utilizando adequadamente os EPI e mantendo os EPC em condies de uso.

    3. Utilizar e operar equipamentos de trabalho dentro de princpios de segurana provendo sua manuteno preventiva.

    4. Aplicar tcnicas adequadas de descarte de resduos biolgicos, fsicos, qumicos e radioativos.

    5. Adotar postura tica na identificao, registro e comunicao de ocorrncias relativas a Sade e Segurana no Trabalho que envolva a si prprio ou a terceiros, facilitando as providncias no sentido de minimizar os danos e evitar novas ocorrncias.

    6. Desempenhar a funo de agente educativo nas questes relativas sade e segurana no trabalho, prestando informaes e esclarecimentos a outras categorias profissionais e populao em geral.

    1. Formas de preveno de acidentes do

    trabalho 2. Fatores de risco: para o indivduo,

    para o medicamento e para o ambiente

    3. Fundamentos sobre EPIs e EPCs e sua aplicao

    4. Fundamentos da morbidade do trabalho.

    5. Causas dos acidentes de trabalho 6. CIPA organizao, funcionamento,

    legislao 7. Procedimentos legais nos acidentes

    de trabalho 8. Manuteno preventiva de materiais e

    equipamentos 9. Preveno e combate ao fogo:

    tringulo do fogo, classes de incndio, agentes extintores, procedimentos de combate ao fogo e condutas gerais em situao de sinistro

    10. Ergonomia no trabalho 11. Tcnicas de: preveno de acidentes,

    manuteno preventiva de equipamentos, preveno e combate ao fogo

    12. Cdigos e smbolos especficos de SST Sade e Segurana no Trabalho

  • Centro Paula Souza 2009

    III Procedimento Didtico e Cronograma de Desenvolvimento

    Habilidade Bases Tecnolgicas Procedimento Didticos Cronograma / Dia e Ms

    Apresentao das bases tecnolgicas 08 / 02

    1.Utilizar procedimentos e equipamentos adequados de preveno e combate ao fogo.

    8.Manuteno preventiva de materiais e equipamentos.

    9.Preveno e combate ao fogo: tringulo do fogo, classes de incndio, agentes extintores, procedimentos de combate ao fogo e condutas gerais em situao de sinistro 11.Tcnicas de: preveno de acidentes, manuteno preventiva de equipamentos, preveno e combate ao fogo

    Seminrios, Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    20/07_ a _10/08

    2.Aplicar princpios ergonmicos na realizao do trabalho a fim de prevenir doenas profissionais e acidentes de trabalho, utilizando adequadamente os EPI e mantendo os EPC em condies de uso.

    3.Fundamentos sobre EPIs e EPCs e sua aplicao. 4.Fundamentos da morbidade do trabalho. 5.Causas dos acidentes de trabalho. 10.Ergonomia no trabalho

    . Seminrios, Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    17 / _08 a _31/ _08_

    3.Utilizar e operar equipamentos de trabalho dentro de princpios de segurana provendo sua manuteno preventiva.

    6.CIPA organizao, funcionamento, legislao

    Seminrios, Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    _07 / _09_ a _28_ / _09_

  • Centro Paula Souza 2009

    4.Aplicar tcnicas adequadas de descarte de resduos biolgicos, fsicos, qumicos e radioativos.

    2.Fatores de risco: para o indivduo, para o medicamento e para o ambiente

    Seminrios, Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    _05_ / 10_ a _19 / 10_

    5.Adotar postura tica na identificao, registro e comunicao de ocorrncias relativas a Sade e Segurana no Trabalho que envolva a si prprio ou a terceiros, facilitando as providncias no sentido de minimizar os danos e evitar novas ocorrncias.

    7.Procedimentos legais nos acidentes de trabalho

    Seminrios, Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas _26 / 10_a 09 / 11_

    6.Desempenhar a funo de agente educativo nas questes relativas sade e segurana no trabalho, prestando informaes e esclarecimentos a outras categorias profissionais e populao em geral.

    1.Formas de preveno de acidentes do trabalho

    Seminrios, Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas.

    Reviso de contedos. _16/ 11_ a _07 / 12_

    A ordem cronolgica o professor que determina. *As bases tecnolgicas devero estar relacionadas com as competncias (n. ) do quadro II Exemplo: Base Tecnolgica xxx (escrever o n. da Competncia relativa base)

  • Centro Paula Souza 2009

    IV Procedimentos de Avaliao

    Competncia (por extenso) Indicadores de Domnio

    Instrumentos de Avaliao

    Critrios de Desempenho

    Evidncias de Desempenho

    1.Identificar e avaliar conseqncias e perigos dos riscos que caracterizam o trabalho nesta rea, com vistas sua prpria sade e segurana no ambiente profissional.

    2.Aplicar princpios ergonmicos na realizao do trabalho a fim de prevenir doenas profissionais e acidentes de trabalho, utilizando adequadamente os EPI e mantendo os EPC em condies de uso. 3.Utilizar e operar equipamentos de trabalho dentro de princpios de segurana provendo sua manuteno preventiva. 4.Aplicar tcnicas adequadas de descarte de resduos biolgicos, fsicos, qumicos e radioativos.

    Seminrios,

    Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    Participao nos

    seminrios Participao em grupo Realizao de

    avaliaes escritas

    Participou de

    seminrios Atuou em grupo Realizou avaliaes

    escritas

    2.Identificar riscos potenciais e causas originrias de incndio e as formas adequadas de combate ao fogo.

    1.Utilizar procedimentos e equipamentos adequados de preveno e combate ao fogo.

    Seminrios,

    Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    Participao nos

    seminrios Participao em grupo Realizao de

    avaliaes escritas

    Participou de

    seminrios Atuou em grupo Realizou avaliaes

    escritas

  • Centro Paula Souza 2009

    3.Decodificar a linguagem de sinais utilizados em sade e segurana no trabalho a fim de identificar os equipamentos de proteo individual (EPI) e os equipamentos de proteo coletiva (EPC) indicados.

    2.Aplicar princpios ergonmicos na realizao do trabalho a fim de prevenir doenas profissionais e acidentes de trabalho, utilizando adequadamente os EPI e mantendo os EPC em condies de uso.

    Seminrios,

    Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    Participao nos

    seminrios Participao em grupo Realizao de

    avaliaes escritas

    Participou de

    seminrios Atuou em grupo Realizou avaliaes

    escritas

    4.Interpretar as legislaes e normas de segurana e os elementos bsicos de preveno de acidentes no trabalho, de forma a conseguir avaliar as condies a que esto expostos os trabalhadores da sade e selecionar as alternativas possveis de serem viabilizadas.

    5.Adotar postura tica na identificao, registro e comunicao de ocorrncias relativas a Sade e Segurana no Trabalho que envolva a si prprio ou a terceiros, facilitando as providncias no sentido de minimizar os danos e evitar novas ocorrncias.

    Seminrios,

    Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    Participao nos

    seminrios Participao em grupo Realizao de

    avaliaes escritas

    Participou de

    seminrios Atuou em grupo Realizou avaliaes

    escritas

    5.Identificar doenas relacionadas ao ambiente e processos de trabalho na sade, assim como as respectivas aes preventivas.

    6.Desempenhar a funo de agente educativo nas questes relativas sade e segurana no trabalho, prestando informaes e esclarecimentos a outras categorias profissionais e populao em geral.

    Seminrios,

    Interaes e discusses entre grupos e avaliaes escritas

    Participao nos

    seminrios Participao em grupo Realizao de

    avaliaes escritas

    Participou de

    seminrios Atuou em grupo Realizou avaliaes

    escritas

  • Centro Paula Souza 2009

    V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia) Apostilas Apresentaes visuais Bibliografias GONGALVES,E.A.; Segurana e medicina do trabalho, 3 ed, So Paulo, 2000. VI Estratgias de Recuperao para Alunos com Rendimento Insatisfatrio Reviso Debate do assunto Trabalho e/ou Avaliaes escritas

    VI Outras Observaes/ Informaes

    6 10/09- Semana de estudo da Agricultura Orgnica 8 a11/09-Semana tecnolgica

    VII Identificao:

    Nome do professor(a):Nelize Barros Andreani

    Assinatura: Data: 28/07/2011

    VIII Parecer do Coordenador de rea: O plano de trabalho docente confere com a proposta do plano de curso para o componente curricular, contendo as bases tecnolgicas, habilidades e competncias de acordo com a portaria Cetec,N 02 de 05/01/2009

    Nome do coordenador(a):

    Assinatura: Data:

  • Centro Paula Souza 2009

    ETEC PROF MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo: 126 Municpio: Tup

    Eixo Tecnolgico: Ambiente, Sade e Segurana

    Habilitao Profissional: Tcnico em Farmcia

    Qualificao: Auxiliar de farmcia Mdulo: II - Noite

    Componente Curricular: AApplliiccaattiivvooss IInnffoorrmmaattiizzaaddooss eemm FFaarrmmcciiaa

    C.H. Semanal: 2,5

    Professor(es):

    Alessandra Alves Barea Rosa Cristiane Lucy Rodolfo Bonfeti

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular. Atribuies:

    Utilizar aplicativos na elaborao de documentos, planilhas e

    levantamento de informaes.

    Atividades:

    Manipular Arquivos

    Selecionar sistemas de cadastramento para gerenciamento de

    informaes.

    Demonstrar competncias Pessoais

    Poltica de Segurana em informaes Tecnolgicas.

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular Componente Curricular: AApplliiccaattiivvooss IInnffoorrmmaattiizzaaddooss eemm FFaarrmmcciiaa Mdulo: II

    N

    Competncias

    N

    Habilidades

    N

    Bases Tecnolgicas

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    Manter-se atualizado com relao s novas linguagens e programas. Identificar caractersticas e metodologias de pesquisas econmicas, de mercado e tecnolgicas. Analisar o correto funcionamento dos equipamentos de informtica. Analisar os servios e funes de sistemas operacionais, utilizando suas ferramentas e recursos em atividades de configurao, manipulao de arquivos, segurana e outras. Selecionar programas de aplicao a partir da avaliao das necessidades do usurio. Identificar e utilizar programas de aplicao, a partir da avaliao das necessidades do usurio.

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    7

    Nos diversos tipos de planejamento. Sistematizar informaes para a avaliao de desempenho operacional dos sistemas de recebimento de recursos materiais. Coletar, processar e formatar as informaes de orientao para o plano de compras. Levantar informaes quantitativas e financeiras sobre o desempenho do mercado, produtos, custos e demais dados, visando apoiar o processo de estudos mercadolgicos e econmicos. Identificar corretamente os perifricos de um computador (mouse, teclado, monitor, scanner, impressora) quanto ao tipo de funo. Utilizar adequadamente os recursos de hardware dos computadores. Distinguir arquiteturas de sistemas operacionais e seus nveis de privilgio,

    1

    2

    3

    4

    5

    6

    Arquitetura geral de computadores Perifricos: mouse (convencional / tico) monitores (convencional / LCD) teclados (ABNT) impressoras (Matricial / Jato de

    Tinta / Laser) scanner / Cmeras

    Funes do sistema operacional Servios do sistema operacional Configuraes (Painel de Controle) Gerenciamento de arquivos Operao e configurao de programas de computadores:

    processadores de texto: o formatao bsica,

    organogramas, desenho, figuras, mala direta, etiquetas atravs do software Microsoft Word;

    planilha eletrnica: o formatao, frmulas, funes,

  • 8

    9

    10

    analisando desempenho e limitaes de cada opo. Identificar e utilizar adequadamente os principais softwares e aplicativos na resoluo de problemas, analisando seu funcionamento. Efetuar configuraes nos softwares aplicativos. Utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resoluo de problemas, analisando seu funcionamento.

    7

    grficos, atravs do uso do software Microsoft Excel

    Operao e configurao de aplicativos bsicos de computador:

    Windows Explorer, processadores de texto, planilhas, apresentaes e Internet

  • III Procedimento Didtico e Cronograma de Desenvolvimento Componente Curricular: AApplliiccaattiivvooss IInnffoorrmmaattiizzaaddooss eemm FFaarrmmcciiaa Mdulo: II

    Habilidade Bases Tecnolgicas e Competncias* Procedimento Didticos Cronograma / Dia e Ms

    1,5 e 6 1,2 e3

    Aulas tericas, expositivas e participativas, com uso de quadro e atividades prticas em laboratrio de informtica, apresentao de softwares bsicos e especficos para a rea de atuao; desenvolvimento de atividades para fixao e complementao do contedo, de forma individual ou em grupo.

    20 / 07 a 20 / 08

    2,3, 4 4, 5 e 6

    Aulas prticas, expositivas e participativas, com uso de quadro e atividades em laboratrio de informtica, desenvolvimento de atividades para fixao e complementao do contedo multidisciplinar, de forma individual ou em grupo.

    21/ 08 a 20 / 09

    7 e 8 6

    Aulas prticas, expositivas e participativas, com uso de quadro e atividades em laboratrio de informtica, desenvolvimento de atividades para fixao e complementao do contedo multidisciplinar, de forma individual ou em grupo.

    21 / 09 a 20 / 11

    9 e10 7

    Aulas prticas, expositivas e participativas, com uso de quadro e atividades em laboratrio de informtica, desenvolvimento de atividades para fixao e complementao do contedo multidisciplinar, de forma individual ou em grupo.

    21 / 11 a 08/ 12

  • IV Procedimentos de Avaliao Folha (01/01) Componente Curricular: AApplliiccaattiivvooss IInnffoorrmmaattiizzaaddooss eemm FFaarrmmcciiaa Mdulo: II

    Competncia Indicadores de Domnio Instrumentos de Avaliao Critrios de Desempenho Evidncias de Desempenho

    Manter-se atualizado com relao s novas linguagens e programas.

    Elaborar maneiras de manter arquivos, sistemas e documentos de forma organizada.

    Atividades e demonstraes prticas e/ou simuladas, com relatos e avaliaes (oral e/ou escrito) individual ou em grupo.

    - Relacionamento de idias - Atividades individuais - Organizao - Participao - Assimilao de Contedo - Atividades - Interesse - Manuseio do Equipamento

    Conhecer os recursos e tcnicas de arquivamentos de arquivos.

    Identificar caractersticas e metodologias de pesquisas econmicas, de mercado e tecnolgicas.

    Identificar corretamente os perifricos e funes de um computador

    Atividades e demonstraes prticas e/ou simuladas, com relatos e avaliaes (oral e/ou escrito) individual ou em grupo.

    - Relacionamento de idias - Atividades individuais - Organizao nos trabalhos - Participao - Assimilao de Contedo - Atividades - Interesse - Manuseio do Equipamento

    Conhecer recursos da coleta de informao, mtodos de classificao e ordenao de informaes.

    Analisar o correto funcionamento dos equipamentos de informtica.

    Utilizar adequadamente os recursos de hardware dos computadores.

    Atividades e demonstraes prticas e/ou simuladas, com relatos e avaliaes (oral e/ou escrito) individual ou em grupo

    - Relacionamento de idias - Atividades individuais - Organizao nos trabalhos - Participao - Assimilao de Contedo - Atividades - Interesse - Manuseio do Equipamento

    Conhecer os fundamentos do gerenciamento eletrnico da informao

  • 4. Analisar os servios e funes de sistemas operacionais, utilizando suas ferramentas e recursos em atividades de configurao, manipulao de arquivos, segurana e outras.

    Identificar e utilizar adequadamente os principais softwares e aplicativos na resoluo de problemas

    Atividades e demonstraes prticas e/ou simuladas, com relatos e avaliaes (oral e/ou escrito) individual ou em grupo

    - Relacionamento de idias - Atividades individuais - Organizao nos trabalhos - Participao - Assimilao de Contedo - Atividades - Interesse - Manuseio do Equipamento

    Conhecer o funcionamento do sistema operacional, para manipul-lo de forma correta, resolvendo os problemas com segurana.

    5. Selecionar programas de aplicao a partir da avaliao das necessidades do usurio.

    Efetuar registros relativos aos procedimentos administrativos utilizando aplicativos especficos.

    Atividades e demonstraes prticas e/ou simuladas, com relatos e avaliaes (oral e/ou escrito) individual ou em grupo

    - Relacionamento de idias - Atividades individuais - Organizao nos trabalhos - Participao - Assimilao de Contedo - Atividades - Interesse - Manuseio do Equipamento

    Conhecer softwares presentes na rea de farmcia, juntamente editores de texto e planilhas.

    6. Identificar e utilizar programas de aplicao, a partir da avaliao das necessidades do usurio.

    Utilizar adequadamente os principais softwares aplicativos na resoluo de problemas, analisando seu funcionamento.

    Atividades e demonstraes prticas e/ou simuladas, com relatos e avaliaes (oral e/ou escrito) individual ou em grupo

    - Relacionamento de idias - Atividades individuais - Organizao nos trabalhos - Participao - Assimilao de Contedo - Atividades - Interesse - Manuseio do Equipamento

    Conhecer, identificar e manipular o melhor aplicativo para a necessidade corrente do usurio.

  • Centro Paula Souza 2011

    V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia)

    Contedo Apostilado.

    Quadro; Internet;

    Software especifico da rea de Farmcia.

    VI Estratgias de Recuperao para Alunos com Rendimento Insatisfatrio O processo de recuperao dever ser paralelo e contnuo: nos momentos em que forem detectadas lacunas de aprendizagem, sero propostas novas estratgias de trabalho para que os alunos possam adquirir as competncias almejadas. Assim, a recuperao paralela devera ser imediata deteco de uma falha para sanar as dificuldades dos alunos de forma a no comprometer o andamento do contedo. Compreender atividades diversas, de acordo com o contedo a ser revisto, como pesquisa, estudos dirigidos, lista de exerccios, elaborao de sntese/resumos, avaliaes escritas e orais, esclarecimentos de dvidas, a serem desenvolvidas individualmente ou coletivamente, com a orientao do professor ou de aluno.

    VI Outras Observaes/ Informaes

    Feira da Tecnologia 8 e 9 de setembro

    VII Identificao:

    Nome do professor (a):

    Alessandra Alves Barea Rosa

    Cristiane Lucy Rodolfo Bonfeti

    Assinatura: Data:

    VIII Parecer do Coordenador de rea: O plano de trabalho docente confere com a proposta do plano de curso para o componente curricular, contendo as bases tecnolgicas, habilidades e competncias de acordo com a portaria Cetec,N 02 de 05/01/2009

    Nome do coordenador(a): Jferson Eduardo Pereira

    Assinatura: Data:

  • Centro Paula Souza 2011

    ETEC Professor Massuyuki Kawano

    Cdigo: 136 Municpio: Tup

    Eixo Tecnolgico: Ambiente, Sade e Segurana

    Habilitao Profissional: Tcnica de Nivel Mdio de Tcnico em Frmcia

    Qualificao: AUXILIAR DE FARMCIA Mdulo: II

    Componente Curricular: PROMOO DA BIOSEGURANA NAS AES DE SADE

    C.H. Semanal: 2,5 Professor: Edi Iacida

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular. Aplicar normas de higiene e biossegurana na realizao do trabalho para proteger a sua sade e a do cliente/ paciente. Realizar limpeza e/ ou desinfeco terminal e concorrente dos ambientes de trabalho. Preparar e utilizar solues qumicas na limpeza e descontaminao dos diversos tipos de materiais, equipamentos e ambientes de trabalho. Aplicar tcnicas adequadas de manuseio e descarte de resduos, fludos, agentes biolgicos, fsicos qumicos e radioativos segundo as normas de biossegurana. Aplicar medidas de segurana no armazenamento, transporte e manuseio de produtos.

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza 2011

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular Componente Curricular: PROMOO DA BIOSEGURANA NAS AES DE SADE Mdulo: II

    N

    Competncias

    N

    Habilidades

    N

    Bases Tecnolgicas

    1. Analisar transporte, armazenamento, descarte de fludos e resduos, assim como de limpeza e/ou desinfeco de ambientes e equipamentos, no intuito de proteger o paciente / cliente contra os riscos biolgicos. 2. Identificar as fontes de contaminao radioativa de forma a realizar aes eficazes de preveno e controle dos danos provocados pelas radiaes ionizantes.

    1.1. Aplicar normas de higiene e biossegurana na realizao do trabalho para proteger a sua sade e a do cliente/paciente. 1.2. Realizar limpeza e/ou desinfeco terminal e concorrente dos ambientes de trabalho. 1.3. Relacionar e utilizar medidas de segurana no armazenamento, transporte e manuseio de resduos. 1.4. Preparar e utilizar solues qumicas na limpeza e descontaminao dos diversos tipos de materiais, equipamentos e ambientes de trabalho. 1.5. Aplicar tcnicas adequadas de manuseio e descarte de resduos, fludos, agentes biolgicos, fsicos qumicos e radioativos segundo as normas de biossegurana. 2.1. Pesquisar as fontes de contaminao radioativa na rea farmacutica. 2.2. Aplicar medidas de segurana no armazenamento, transporte e manuseio de produtos radioativos. 2.3. Correlacionar aes adequadas ao manuseio e descarte de resduos radioativos e normas de biossegurana. 2.4. Relacionar medidas de segurana adequadas ao armazenamento, transporte e manuseio de produtos radiativos.

    Princpios gerais de biossegurana Higiene e profilaxia

    Preveno e controle da infeco

    Mtodos e tcnicas de limpeza e desinfeco terminal e concorrente

    Conceitos de assepsia, anti-sepsia, desinfeco, descontaminao e esterilizao

    Contaminao radioativa fontes, preveno e controle

    Gerenciamento do descarte de resduos, fludos, agentes biolgicos, fsicos, qumicos e radioativos

    Tcnicas de esterilizao de medicamentos

    Tcnicas de esterilizao qumica e fsica, desinfeco, assepsia e antissepsia

  • Centro Paula Souza 2011

    III Procedimento Didtico e Cronograma de Desenvolvimento Componente Curricular: PROMOO DA BIOSEGURANA NAS AES DE SADE Mdulo: II

    Habilidade Bases Tecnolgicas Procedimentos Didticos Cronograma / Dia e Ms

    Aplicar normas de higiene e biossegurana na realizao do trabalho para proteger a sua sade e a do cliente/paciente.

    Princpios gerais de biossegurana

    Aula expositiva com uso de data show

    25 / 07 a 25 / 07

    Realizar limpeza e/ou desinfeco terminal e concorrente dos ambientes de trabalho.

    Higiene e profilaxia Aula prtica em laboratrio de Farmcia

    01/08 a 01/08

    Relacionar e utilizar medidas de segurana no armazenamento, transporte e manuseio de resduos

    Preveno e controle da infeco

    Aula expositiva com uso de data show Estudo de caso

    08/08 a 22/08

    Preparar e utilizar solues qumicas na limpeza e descontaminao dos diversos tipos de materiais, equipamentos e ambientes de trabalho.

    Mtodos e tcnicas de limpeza e desinfeco terminal e concorrente

    Aula expositiva com uso de data show Aula Prtica em Laboratrio de Farmcia Trabalho em grupo

    29/08 a 05/09

    Aplicar tcnicas adequadas de manuseio e descarte de resduos, fludos, agentes biolgicos, fsicos qumicos e radioativos segundo as normas de biossegurana.

    Conceitos de assepsia, anti-sepsia, desinfeco, descontaminao e esterilizao

    Aula expositiva com uso de data show

    12/09 a 26/09

  • Centro Paula Souza 2011

    Pesquisar as fontes de contaminao radioativa na rea farmacutica.

    Contaminao radioativa fontes, preveno e controle

    Pesquisa on line em laboratrio de Informtica Trabalho em grupo Apresentao em grupo

    03/10 a 17/10

    Aplicar medidas de segurana no armazenamento, transporte e manuseio de produtos radioativos.

    Gerenciamento do descarte de resduos, fludos, agentes biolgicos, fsicos, qumicos e radioativos

    Aula expositiva com uso de data show Debate

    24/10 a 07/11

    Correlacionar aes adequadas ao manuseio e descarte de resduos radioativos e normas de biossegurana.

    Tcnicas de esterilizao de medicamentos Aula expositiva com uso de data show

    14/11 a 21/11

    Relacionar medidas de segurana adequadas ao armazenamento, transporte e manuseio de produtos radiativos.

    Tcnicas de esterilizao qumica e fsica, desinfeco, assepsia e antissepsia

    Aula expositiva com uso de data show

    28/11 a 05/12

  • Centro Paula Souza 2011

    IV Procedimentos de Avaliao Componente Curricular: PROMOO DA BIOSEGURANA NAS AES DE SADE Mdulo: II

    Competncia (por extenso) Indicadores de Domnio

    Instrumentos de Avaliao

    Critrios de Desempenho

    Evidncias de Desempenho

    1. Prevenir, controlar e avaliar a contaminao atravs da utilizao de tcnicas adequadas de transporte, armazenamento, descarte de fludos e resduos, assim como de limpeza e/ ou desinfeco de ambientes e equipamentos, no intuito de proteger o paciente / cliente contra os riscos biolgicos. 2. Conhecer as fontes de contaminao radioativa de forma a realizar aes eficazes de preveno e controle dos danos provocados pelas radiaes ionizantes.

    1. Aplicar normas de higiene e biossegurana na realizao do trabalho para proteger a sua sade e a do cliente/ paciente. 2. Realizar limpeza e/ ou desinfeco terminal e concorrente dos ambientes de trabalho. 3. Preparar e utilizar solues qumicas na limpeza e descontaminao dos diversos tipos de materiais, equipamentos e ambientes de trabalho. 4. Aplicar tcnicas adequadas de manuseio e descarte de resduos, fludos, agentes biolgicos, fsicos qumicos e radioativos segundo as normas de biossegurana.(2) 5. Aplicar medidas de segurana no armazenamento, transporte e manuseio de produtos. (2)

    Avaliao escrita Trabalho em equipe Plenrio Participao em sala de aula Avaliao escrita Trabalho em equipe Participao em sala de aula

    Assimilao dos contedos Realiao de trabalho em equipe Assimilao dos contedos Realiao de trabalho em equipe

    Assimilar contedo Realizar trabalho em equipe Assimilar contedo Realizar trabalho em equipe

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia) www.fiocruz.com.br Biossegurana e Controle de Infeces: Risco Sanitrio Hospitalar - Sylvia Lemos Hinrichsen MANUAL DE BIOSSEGURANA JORGE MANCINI FILHO , MRIO HIROYUKI HIVATA VI Estratgias de Recuperao Contnua e Paralela (para alunos com baixo rendimento/dificuldades de aprendizagem) O aluno ser assistido individualmente, extra classe, com pesquisas com artigos cientficos, ate conseguir sanar as suas dificuldades

    VII - Outras Observaes / Informaes:

    Agosto 27 - Atividades de Intregrao Setembro 5 e 6 Semana tecnolgica 8 e 9 Feira tecnolgica Outubro 08 Atividades de Integrao 12 Participao do Desfile cvico Aniversrio da Cidade 13 e 14 - Gincana Escolar Cultural Novembro 20 Dia Nacional da Conscincia Negra

    VIII Identificao:

    Nome do professor: Edi Iacida

    Assinatura: Data: 05/08/2011

    IX Parecer do Coordenador de rea:

    O plano de trabalho docente confere com a proposta do plano de curso para o componente curricular, contendo as bases tecnolgicas, habilidades e competncias de acordo com a portaria CETEC n 02, de 05 de janeiro de 2009.

    Nome do coordenador(a): Jeferson Eduardo Pereira

    Assinatura: Data: 05/08/2011

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    ETE PROFESSOR MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo:136 Municpio: Tup

    rea Profissional: SADE

    Habilitao Profissional: Habilitao Profissional de nvel Tcnico em Farmcia

    Qualificao: Tcnico em Farmcia Mdulo: II

    Componente Curricular: Organizao do Processo de Trabalho em Sade

    C.H. Semanal: 2,5 h Professor: Nelize Barros Andreani

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular3 Orientar a comunidade e/ou clientes a respeito dos fundamentos de sade e higiene

    pessoal, planejamento familiar.

    Orientar na preveno de doenas e sobre os riscos proporcionados pela auto-

    medicao, tabagismo, etilismo e toxicomanias e pelas iatrogenias.

    Promover aes que visem discusso e resoluo de problemas relativos sade e

    coletiva, como campanhas de vacinao e para o controle de doenas infecto-

    contagiosas e/ ou crnicas.

    3 Vide captulo 3 do Plano de Curso

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular

    Competncias

    Habilidades

    Bases Tecnolgicas

    1

    2

    Reconhecer como paradigmas, que respaldam o planejamento e a ao dos profissionais da rea de Sade: o ser humano integral, os condicionantes e determinantes do processo sade e doena, os princpios ticos, as normas do exerccio profissional, a qualidade no atendimento, a preservao do meio ambiente e o compromisso social com a populao. 1.1

    Correlacionar os conhecimentos de vrias disciplinas ou cincias com o objetivo de realizar trabalho em equipe, tendo em vista o carter interdisciplinar da rea de sade. 1.2

    Conhecer a estrutura e organizao do sistema da sade vigente no pas de modo a identificar as diversas formas de trabalho e suas possibilidades de atuao na rea. 2

    1

    Registrar ocorrncias e servios realizados, inclusive utilizando ferramentas de informtica, com a finalidade de facilitar a prestao de informaes ao cliente/paciente, a outros profissionais e ao sistema de sade. 1.1, 1.2, 2 e 3.

    1

    2

    3

    4

    Polticas de sade: SUS Sistema nico de Sade, programas pblicos de sade.

    Gesto de pessoas: trabalho em equipe na rea de sade.

    Gesto de processos: padres de qualidade em prestao de servios em sade.

    Sistema de informao e registro em sade.

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    3

    4

    5

    6

    Interpretar a legislao referente aos direitos do usurio dos servios de sade, utilizando-a como um dos balizadores na realizao do seu trabalho. 3

    Conhecer as polticas de sade e cidadania identificando suas possibilidades de atuao como cidado e como profissional nas questes de sade. 4

    Correlacionar as necessidades humanas bsicas com as necessidades de sade do cliente/paciente/comunidade. 5.1

    Reconhecer, promover e priorizar o acesso das minorias tnicas e dos portadores de necessidades especiais assistncia em sade. 5.2

    Reconhecer os limites de sua atuao luz das leis do exerccio profissional e cdigo de tica das categorias profissionais da rea da sade. 6.1

    Cumprir e fazer cumprir a legislao sanitria dentro dos limites de sua atuao, como pessoa e como profissional. 6.2

    2 3

    Utilizar estratgias de negociao para o trabalho na equipe de sade, objetivando a administrao de conflitos e a viabilizao de consenso. 4

    Empregar princpios da qualidade na prestao de servios de sade. 1, 5.1, 5.2, 6.1, 6.2, 7, 8.1, 8.2 e 9.

    5

    6

    Poltica e Legislao dos direitos e deveres do paciente. Cuidados Especiais

    idosos; gestantes; adolescentes; crianas; portadores de necessidades

    especiais

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    7

    8

    9

    Reconhecer a importncia da viso sistmica do meio ambiente, considerando os conceitos de ecocidadania e cidadania planetria, de forma a aplicar princpios de conservao de recursos no renovveis e preservao do meio ambiente no exerccio do trabalho em sade. 7

    Conhecer as estratgias empregadas pela populao local para viabilizar o atendimento das necessidades de sade, com o objetivo de oferecer alternativas contextualizadas. 8.1

    Planejar e organizar seu trabalho tendo como ponto de partida a pesquisa do perfil de sade de sua regio, com vistas a atender as necessidades bsicas do cliente/comunidade, considerando o ser humano integral. 8.2

    Avaliar riscos de iatrogenias na execuo de procedimentos tcnicos, de forma a eliminar ou reduz os danos ao cliente/comunidade. 9

    4

    Coletar e organizar dados relativos ao campo de atuao com vistas a pesquisa do perfil de sade da comunidade e o estabelecimento de estratgias de interveno. 8.1, 8.2, 10 e 11.

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    10 11

    Participar do planejamento/analisar de rotinas e protocolos de trabalho, com finalidade de propor atualizao desses procedimentos sempre que se fizer necessrio. 10

    Conhecer as entidades de classe e as organizaes de interesse da rea da sade e de defesa da cidadania. 11

  • ENTRO PAULA SOUZA Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    III Plano Didtico

    Habilidade1 Base Tecnolgica1 Procedimento Didtico2 Cronograma Dia / Ms

    Registrar ocorrncias e servios realizados, inclusive utilizando ferramentas de informtica, com a finalidade de facilitar a prestao de informaes ao cliente/paciente, a outros profissionais e ao sistema de sade.

    Polticas de sade: SUS Sistema nico de Sade, programas pblicos de sade.

    Aulas expositivas; Estudo dirigido com texto de apoio; Discusso em sala de aula sobre os temas; Trabalhos em grupos Exerccios de fixao

    24/07 05/08

    Utilizar estratgias de negociao para o trabalho na equipe de sade, objetivando a administrao de conflitos e a viabilizao de consenso.

    Gesto de pessoas: trabalho em equipe na rea de sade.

    Aulas expositivas; Trabalhos em grupo; Discusso em sala de aula sobre o assunto.

    12/08 26/08

    Empregar princpios da qualidade na prestao de servios de sade.

    Gesto de processos: padres de qualidade em prestao de servios em sade.

    Trabalhos de pesquisa; Aulas expositivas; Discusso em sala de aula sobre o tema.

    02/09 23/09

    1 Relacionar em ordem didtica 2 Relacionar de acordo com cada habilidade e base tecnolgica

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    Coletar e organizar dados relativos ao campo de atuao com vistas a pesquisa do perfil de sade da comunidade e o estabelecimento de estratgias de interveno.

    Sistema de iformao e registro em sade.

    Aulas expositivas; Atividades prticas (Laboratrio de Informtica); Manipulao de planilhas de dados; Trabalhos em grupo.

    30/09 21/10

    Empregar princpios da qualidade na prestao de servios de sade.

    Poltica e Legislao dos direitos e deveres do paciente

    Aulas Expositivas e dialogadas Plenrio

    28/10 04/11

    Empregar princpios da qualidade na prestao de servios de sade.

    Cuidados Especiais idosos; gestantes; adolescentes; crianas; portadores de necessidades

    especiais

    Trabalho em equipe Plenrio Aulas expositivas

    11/11 02/12

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    IV - Plano de Avaliao de Competncias

    Competncia Indicadores de Domnio Instrumento(s) de Avaliao Critrios de

    Desempenho Evidncias de Desempenho

    1, 2 e 3

    Registrar ocorrncias e servios realizados, inclusive utilizando ferramentas de informtica, com a finalidade de facilitar a prestao de informaes ao cliente/paciente, a outros profissionais e ao sistema de sade.

    Avaliao individual escrita; Participao das discusses realizadas em sala de aula; Realizao das atividades propostas.

    Interesse; Participao; Compreenso; Organizao de idias; Assimilao de contedo.

    Participar das discusses em sala de aula; Demonstrar compreenso do assunto; Realizar avaliao escrita.

    4

    Utilizar estratgias de negociao para o trabalho na equipe de sade, objetivando a administrao de conflitos e a viabilizao de consenso.

    Apresentao dos trabalhos em grupo; Avaliao individual escrita; Participao das discusses em sala de aula.

    Organizao dos trabalhos; Participao; Assimilao do contedo; Interesse.

    Apresentar contedo de pesquisa; Demonstrar compreenso do assunto; Realizar avaliao escrita.

    1, 5, 6, 7, 8 e 9

    Empregar princpios da qualidade na prestao de servios de sade.

    Apresentao dos trabalhos em grupo; Avaliao individual escrita; Participao das discusses em sala de aula.

    Organizao dos trabalhos; Participao; Assimilao do contedo; Interesse.

    Realizar avaliao escrita; Apresentar trabalho no prazo determinado; Demonstrar compreenso do assunto.

  • Centro Paula Souza Coordenadoria de Ensino Tcnico JANEIRO 2011

    8, 10 e 11

    Coletar e organizar dados relativos ao campo de atuao com vistas a pesquisa do perfil de sade da comunidade e o estabelecimento de estratgias de interveno.

    Avaliao individual escrita; Apresentao dos trabalhos em grupo; Participao das discusses realizadas em sala de aula; Realizao das atividades propostas.

    Interesse; Participao; Compreenso; Organizao de idias; Assimilao de contedo

    Participar das discusses em sala de aula; Demonstrar compreenso do assunto; Realizar avaliao escrita

  • Centro Paula Souza 2011

    V Material de Apoio Didtico para Aluno (inclusive bibliografia)

    1. Apostila elaborada pela professora

    2. CAPONI, Sandra. A sade como abertura ao risco. In: Promoo da sade conceitos, reflexes, tendncias. Dina Czeresnia e Carlos E. Machado (org.). Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2003

    3. FILHO, Cludia Bertolli. Histria da sade pblica no Brasil. Histria em movimento. Editora tica, 2003

    4. www.saude.gov.com.br

    VI Estratgias de Recuperao para Alunos com Rendimento Insatisfatrio

    1. A avaliao ser contnua e cumulativa, gerando oportunidades para que o aluno reflita com observncia, sua evoluo, verificando sua assiduidade, participao em sala de aula, atividade de classe ou extra-classe.

    2. na recuperao paralela ser desenvolvido novamente o contedo em que o aluno apresentou maiores dificuldades de forma sistemtica e contnua, atravs de mtodos diferenciados, de forma que elimine as dvidas apresentadas.

    VII - Outras Observaes / Informaes:

    6 a 10/09 Semana de Estudos de Agricultura Orgnica

    8 a 11/09- semana tecnolgica / gincana cidad

    VIII Assinatura: Data: 21/07/2011

    (professor): Nelize Barros Andreani

    IX Parecer do Coordenador de rea: O plano de trabalho docente confere com a proposta do plano de curso para o componente curricular, contendo as bases tecnolgicas, habilidades e competncias de acordo com a portaria Cetec,N 02 de 05/01/2009

    Assinatura: Data:20/08/2011

  • Centro Paula Souza 2011

    ETEC PROF. MASSUYUKI KAWANO

    Cdigo: 136 Municpio: TUP

    Eixo Tecnolgico: AMBIENTE, SADE E SEGURANA

    Habilitao Profissional: Tcnica de Nvel Mdio de TCNICO EM FARMCIA

    Qualificao: Auxiliar em Farmcia Mdulo: II

    Componente Curricular: Planejamento do Trabalho de Concluso de Curso em Farmcia

    C.H. Semanal: 2,5 Professor(es): Nelize Barros Andreani

    I Atribuies e atividades profissionais relativas qualificao ou habilitao profissional, que justificam o desenvolvimento das competncias previstas nesse componente curricular. O Tcnico em Farmcia o profissional que, sob superviso direta do farmacutico, atua no recebimento, armazenamento de produtos farmacuticos; opera sistemas de cadastramento de clientes e de fornecedores e documenta procedimentos farmacuticos; zela pela manuteno e pela limpeza de instrumentos e de ambientes de trabalho.

    Plano de Trabalho Docente 2011

    Ensino Tcnico

  • Centro Paula Souza 2011

    II Competncias, Habilidades e Bases Tecnolgicas do Componente Curricular (Consultar o Plano de Curso da habilitao para preencher esta planilha, copiar e colar abaixo) Componente Curricular: Mdulo:

    N

    Competncias

    N

    Habilidades

    N

    Bases Tecnolgicas

    Funo 5: Gesto em Sade 1. 1. Identificar demandas e situaes-problema no mbito da rea profissional. 2. Propor solues parametrizadas por viabilidade tcnica e econmica aos problemas identificados. 3. Correlacionar a formao tcnica s demandas do setor produtivo. 4. Identificar fontes de pesquisa sobre o objeto em estudo. 5. Elaborar instrumentos de pesquisa para desenvolvimento de projetos. 6. Constituir amostras para pesquisas tcnicas e cientficas, de forma criteriosa e explicitada. 7. Analisar dados e informaes obtidas de pesquisas empricas e bibliogrficas

    Funo 5: Gesto em Sade 1. 1. Selecionar informaes e dados de pesquisa relevantes para o desenvolvimento de estudos e projetos. 2. Consultar Legislao, Normas e Regulamentos relativos ao projeto. 3. Classificar fontes de pesquisa segundo critrios relativos ao acesso, desembolso financeiro, prazo e relevncia para o projeto. 4. Aplicar instrumentos de pesquisa de campo. 5. Registrar as etapas do trabalho e dados

    Funo 5: Gesto em Sade 1. 1. Estudo do cenrio da rea profissional: caractersticas do setor (macro e micro regies); avanos tecnolgicos; ciclo de Vida do setor; demandas e tendncias futuras da rea profissional; identificao de lacunas (demandas no atendidas plenamente) e de situaesproblema do setor 2. Identificao e definio de temas para o TCC: anlise das propostas de temas segundo os critrios: pertinncia, relevncia e viabilidade 3. Definio do cronograma de trabalho 4. Tcnicas de pesquisa: Documentao Indireta (pesquisa documental e pesquisa bibliogrfica); tcnicas de fichamento de obras tcnicas e cientficas; Documentao Direta (pesquisa de campo, de laboratrio, observao, entrevista e questionrio); tcnicas de estruturao de instrumentos de pesquisa de campo (questionrios,entrevistas, formulrios etc.) 5. Problematizao

  • Centro Paula Souza 2011

    6. Construo de hipteses 7. Objetivos: geral e especficos (Para qu? e Para quem?) 8. Justificativa (Por qu?)

  • Centro Paula Souza 2011

    III Procedimento Didtico e Cronograma de Desenvolvimento Componente Curricular: Mdulo:

    Habilidade Bases Tecnolgicas e Competncias* Procedimento Didticos Cronograma / Dia e Ms

    1. 1. Selecionar informaes e dados de pesquisa relevantes para o desenvolvimento de estudos e projetos.

    1. 1. Estudo do cenrio da rea profissional: caractersticas do setor (macro e micro regies); avanos tecnolgicos; ciclo de Vida do setor; demandas e tendncias futuras da rea profissional; identificao de lacunas (demandas no atendidas plenamente) e de situaes problema do setor 2. Identificao e definio de temas para o TCC: anlise das propostas de temas segundo os critrios: pertinncia, relevncia e viabilidade 3. Definio do cronograma de trabalho

    Aula com auxilio de programas especficos no laboratrio de informtica.

    26 / 07 a 02 / 08

    2. Consultar Legislao, Normas e Regulamentos relativos ao projeto.

    4. Tcnicas de pesquisa: Documentao Indireta (pesquisa documental e pesquisa bibliogrfica); tcnicas de fichamento de obras tcnicas e cientficas; Documentao Direta (pesquisa de campo, de laboratrio, observao, entrevista e questionrio); tcnicas de estruturao de instrumentos

    de pesquisa de campo (questionrios, entrevistas, formulrios etc.)

    Aula desenvolvida com material apostilado preparado pelo professor atravs de leitura e explicao dos itens intercalando com aulas no laboratrio de informtica.

    09/ 08 a 30 / 08

    3. Classificar fontes de pesquisa segundo critrios relativos ao

    acesso, desembolso financeiro, prazo e relevncia para o projeto.

    5. Problematizao 6. Construo de hipteses

    Aula desenvolvida com material apostilado, com udio visual atravs de leitura e explicao dos itens e pesquisas na biblioteca.

    06 /09 a 18 /10

  • Centro Paula Souza 2011

    4. Aplicar instrumentos de pesquisa de campo

    7. Objetivos: geral e especficos (Para qu? e Para quem?)

    Aula composta por exposio de textos, atravs de leitura, com recurso de audio visual

    25 /10 a 22 / 11

    5. Registrar as etapas do trabalho e dados Obtidos 8. Justificativa (Por qu?)

    Aula com exposio oral, com participao da sala.

    29 / 11 a 06 / 12

  • Centro Paula Souza 2011

    IV Procedimentos de Avaliao Componente Curricular: Mdulo:

    Competncia (por extenso) Indicadores de Domnio

    Instrumentos de Avaliao

    Critrios de Desempenho

    Evidncias de Desempenho

    1. 1. Identificar demandas e situaes-problema no mbito da rea profissional 2. Propor solues parametrizadas por viabilidade tcnica e econmica aos problemas identificados. 3. Correlacionar a formao tcnica s demandas do setor produtivo. 4. Identificar fontes de pesquisa sobre o objeto em estudo. 5. Elaborar instrumentos de pesquisa para desenvolvimento de projetos. 6. Constituir amostras para

    1. 1. Selecionar informaes e dados de pesquisa relevantes para o desenvolvimento de estudos e projetos. 1. 1. Selecionar informaes e dados de pesquisa relevantes para o desenvolvimento de estudos e projetos. 2. Consultar Legislao, Normas e Regulamentos relativos ao projeto. 2. Consultar Legislao, Normas e Regulamentos relativos ao projeto 2. Consultar Legislao, Normas e Regulamentos relativos ao projeto 3. Classificar fontes de pesquisa segundo critrios relativos ao acesso, desembolso financeiro, prazo e relevncia para o projeto 3. Classificar fontes de pesquisa segundo critrios relativos ao acesso, desembolso financeiro, prazo e relevncia para o projeto 4. Aplicar instrumentos de

    Proposta uma situao problema, desenvolver solues e expor os resultados. Propor pesquisas em diversos meios. Proposta uma situao problema, desenvolver solues e expor os resultados. Propor pesquisas em diversos meios. Proposta uma situao problema, desenvolver solues e expor resultados. Proposta uma situao problema, desenvolver

    Participao, trabalhos, compreenso e interesse. Participao, relacionamento da teoria com a prtica. Assimilao, interesse e participao. Construo de conceitos, assimilao e cooperao. Relacionamento de idias e relacionamento da teoria com a prtica. Participao, compreenso e

    Participao ativa nos problemas propostos e solues adequadas. Participao nos debates e desenvolvimento correto de teoria e prtica. Participao nos problemas colocados e solues adequadas. Desempenho satisfatrio na discusso dos conceitos. Participao nos problemas e solues eficientes. Participao ativa nos problemas propostos e

  • Centro Paula Souza 2011

    pesquisas tcnicas e cientficas, de forma criteriosa e explicitada. 7. Analisar dados e informaes obtidas de pesquisas empricas e bibliogrficas

    pesquisa de campo 5. Registrar as etapas do trabalho e dados Obtidos

    solues e expor os resultados. Discusso de novas tecnologias

    interesse. Interesse, participao e cooperao.

    solues adequadas. Desenvolvimento corretos, e solues