2013 Ano dinâmico para a África Austral - sardc.· Ano dinâmico para a África Austral POLÍTICA

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 2013 Ano dinâmico para a África Austral - sardc.· Ano dinâmico para a África Austral POLÍTICA

SADC HOJE VOL. 16 NO. 1 Dezembro 2013

por Joseph Ngwawi

A CORTINA fecha-se em mais um anobastante dinmico para a frica Australem que a regio marcou alguns grandessucessos no concernente a sua agenda deintegrao regional e no tocante aconsolidao da estabilidade polticaindescritvel.

Foi um ano em que a SADC iniciou oprocesso de reajustamento das suas metasde integrao como parte dos esforos pararealinhar agenda de desenvolvimento daregio com a dinmica global emergente.

Isto incluiu a reviso do seu plano dedesenvolvimento de 15 anos - o PlanoEstratgico Indicativo de DesenvolvimentoRegional (RISDP) - para garantir que asmetas sejam realistas e com uma gestomais sustentvel.

Um processo de reviso independentedo RISDP foi concludo ao longo do ano,tendo o relatrio preliminar dos consultoresindependentes sido apresentado na 33Cimeira Ordinria dos Chefes SADC deEstado e de Governo, realizada emLilongwe, no Malawi, em Agosto.

O processo de reviso est em curso edever ser concludo em 2014.

De acordo com a reviso intermdiaindependente feita at agora pelo Centrode Estudos e Desenvolvimento deNegcios do Zimbabwe, h necessidade dereviso da maioria das metas e protocolosda SADC para alinh-los com os novos

2013Ano dinmico para a frica Austral

POLTICA 3

COMRCIO 4

INFRA-ESTRUCTURA 5

ENERGIA 6-7

MUDANAS CLIMTICAS 8-9

GUA 10

TRFICO 11

COOPERAO 12

PAZ & SEGURANA 13

ELEIES 14

EVENTOS 15

HISTRIA HOJE 16

desafios e com as questes emergentes queafectam a integrao regional.

Os Estados Membros da SADCassinaram 27 protocolos e uma srie dedeclaraes, cartas e memorandos deentendimento sobre diversos assuntos quevo desde o comrcio, minerao efinanas e investimento, combate as drogasilcitas, at a silvicultura e recursos hdricospartilhados.

A maior parte dos 27 protocolos foramratificados e esto em vigor. Notou-se queeste processo no tem um roteiro parapermitir uma abordagem sistemtica paraimplementao dos protocolos, tanto anvel regional e nacional.

A maioria dos protocolos no temobrigaes, mas princpios, o que dificultaa aplicao dos instrumentos. Nos casosem que as obrigaes so claras, no somensurveis, so irreais, inatingveis e notm prazos.

Outra rea da agenda de integraoregional que requer ateno relativa aosmecanismos de implementao ecoordenao, nomeadamente os ComitsNacionais no funcionais da SADC e aausncia de uma plataforma deengajamento poltico entre o Secretariadoda SADC e os actores no estatais, comogrupos de reflexo regionais, o sectorprivado e as organizaes no-governamentais.

ccontinua na pgina 2...

C O N T I N U A O D A P G I N A 1

2013 Ano dinmico para a frica Australdesenvolvimento rural eaumentar a segurana alimentar.

O tema para o seu mandato "Desenvolvimento Agrcola e daAgro-Indstria: chave para ocrescimento econmico eerradicao da pobreza."

Outro marco importantealcanado durante o ano foi aconcluso da transio deliderana no Secretariado daSADC em Botswana, com umanova equipa, agora no local paraorientar a agenda de integraoregional.

A nova liderana doSecretariado da SADC chefiada pela SecretriaExecutiva, Dra. Stergomena L.Tax, da Repblica Unida daTanznia, que ser apoiada peloDr. Thembinkosi Mhlongo, dafrica do Sul, e Emilie AyazaMushobekwa, da RepblicaDemocrtica do Congo (RDC).

A Dra. Tax foi nomeada eempossada como secretriaExecutiva durante a Cimeira, noMalawi, substituindo o Dr.Tomaz Augusto Salomo, deMoambique, que cumpriu osseus dois mandatos mximos dequatro anos no cargo.

Antes da sua nomeaocomo secretria-executiva daSADC, ela era secretriapermanente no Ministrio deCooperao para os Estados dafrica Oriental na Tanznia,desde 2008.

O Dr. Mhlongo foi nomeadonovo secretrio executivo adjuntoresponsvel pela integraoregional durante uma ReunioExtraordinria do Conselho deMinistros da SADC realizada nofinal de Outubro, em Lilongwe.

Ele substituiu o engenheiroangolano Joo Caholo cujomandato terminou em Outubro,depois de servir o Secretariado daSADC por oito anos, confirmeestipulado para aquele tipo deposio de liderana.

Outro grande evento do anofoi a Conferncia de Investimentoem Infra-estrutura Regional daSADC realizada emMoambique, em Junho.

A frica Austral apresentouo seu plano de desenvolvimentode infra-estrutura avaliada em

bilies de dlares para ospotenciais financiadores.

Esses projectos esto contidosno Plano Director deDesenvolvimento Regional deInfra-estrutura - um projecto de15 anos que vai orientar aimplementao de projectos deinfra-estrutura transfronteiriaentre 2013 e 2027.

No que diz respeito situao poltica na regio, africa Austral testemunhoudesenvolvimentos positivos naRepblica Democrtica do Congo(RDC), Madagscar e Zimbabwe.

Estes incluram a assinaturade um acordo de paz entre ogoverno e os rebeldes da RDCque tm desencadeado umaguerra no leste do Pas desde2012.

A RDC mergulhou na crisepoltica no incio do ano passadoquando os rebeldes anti-governamentais que se autodenominam Movimento 23 deMaro invadiram e capturaram acidade de Goma, causandodeslocamento de pessoas e aperda de vidas e bens.

O ano de 2013 testemunhou aconcluso bem sucedida dasnegociaes polticas mediadaspela SADC no Zimbabwe.

Os zimbabweanos votarampara uma nova Constituio emum referendo realizado emMaro, um desenvolvimentohistrico que moldou o destinodo Pas.

A adopo da novaConstituio abriu o caminhopara a realizao de eleiesharmonizadas no Zimbabwe,mais tarde realizadas em Julho,e foram consideradas pacficas ecredveis por uma misso deobservadores da SADCcomposta por 573 membros.

Aps anos de mediao daSADC, o Madagscar realizou aprimeira volta das eleiespresidenciais em Outubro queno produziram um vencedor eabrindo espao para umasegunda a 20 de Dezembro.

O ex-ministro da Sade,Jean -Louis Robinson, eex-ministro das Finanas,Hery Rajaonarimampianina,obtiveram na primeira volta das

2 FRICA AUSTRAL Hoje, Dezembro 2013

As concluses da avaliaointermdia do RISDP foramapresentadas durante umseminrio de validao,realizado em Joanesburgo,frica do Sul, em Julho, ondeum roteiro foi acordado para aconcluso do processo dereviso.

O roteiro vai levar aapresentao final de um planorevisto 34 Cimeira da SADCque vai decorrer no Zimbabwe,em Agosto de 2014.

Um grupo de trabalho demltiplas partes interessadas,incluindo representantes doSecretariado da SADC, osEstados e os actores no estatais,foi formado para implementaras recomendaes da equipe deavaliao independente.

A Presidente do Malawi,Joyce Banda assumiu aPresidncia rotativa da SADCsubstituindo o PresidenteArmando Guebuza, deMoambique, durante a Cimeiraem Lilongwe.

Ela colocou a reduo dapobreza como prioridademxima do seu mandato,prometendo polticas eprogramas para melhorar ossectores agrcolas e odesenvolvimento rural.

Prometendo trazer a SADC"mais perto das pessoas", disseBanda, sublinhando que teriacomo alvo final o combate a"violncia contempornea,deliberada e selvagem dapobreza e dosubdesenvolvimento", durante oprximo ano.

"Para vencer essa guerra...devemos promover polticasinclusivas. Neste sentido, nopodemos nos dar ao luxo dedeixar a juventude para trs. Nopodemos nos dar ao luxo dedeixar as mulheres para trs. Nopodemos nos dar ao luxo dedeixar os pobres a cuidar dospobres", disse Banda no seudiscurso de tomada de posse.

Ela prometeu pressionar porpolticas agrcolas e programasinovadores, como servios deextenso eficientes e insumos apreos acessveis, que tm acapacidade de promover o

eleies presidenciais um totalde 21 e 16 por cento dos votos,respectivamente, mas noconseguiram conquistar votossuficientes para uma maioriaabsoluta.

O vencedor ir substituirAndry Rajoelina , ex-disc jockeyque derrubou o ex-presidente,Marc Ravalomanana, num golpede Estado apoiado pelosmilitares em 2009.

O ano de 2013 tambmtestemunhou a entrada em vigordo Protocolo da SADC sobreGnero e Desenvolvimento apsa ratificao, com os necessriosdois teros dos Estados-Membros.

Os objectivos do Protocoloso fornecer a autonomia dasmulheres, eliminar adiscriminao e alcanar aigualdade e equidade de gneroatravs de legislao, polticas,programas e projectos sensveisao gnero.

As metas incluem, entreoutras, a realizao derepresentao de 50 por cento demulheres e homens na poltica ena tomada de deciso em 2015,em linha com a deciso daUnio Africana.

Com o fim do ano, a SADCpode agora o olhar para 2014como mais um anopotencialmente dramtico porser o ltimo ano que resta parafazer ganhos sociais eeconmicos antes do prazo parao alcance Objectivos deDesenvolvimento do Milnio daONU, em 2015. r

SADC EST prestes a finalizar oprocesso de reajustamento dasua agenda de integrao, deacordo com a dinmica global evrias questes emergentes queinfluenciam a sua trajectria dedesenvolvimento.

A regio est na fase final deum processo iniciado em 2011visando rever o Plano EstratgicoIndicativo de DesenvolvimentoRegional (RISDP), o seu plano dedesenvolvimento de 15 anos.

Na sequncia de umarecomendao do Conselho deMinistros, o Secretariado daSADC estabeleceu um grupo detrabalho composto porrepresentantes do Secretariado,de todos os Estados-Membros edas principais partesinteressadas relevantes.

Espera-se que o grupo detrabalho de mltiplas partesinteressadas implemente asrecomendaes de uma revisoindependente do RISDP que foiconcluda este ano.

Especificamente, necessrioque o grupo de trabalhoproponha novas prioridades,principais reas de foco, metas,resultados e prazos para orestante perodo deimplementao do RISDP.

O grupo de trabalho irconsiderar e recomendarquaisquer outras estratgias eestruturas de implementao quepodem melhorar aimplementao do RISDP esuge