#27 - GUIA CURITIBA APRESENTA - SETEMBRO/2009

  • View
    258

  • Download
    33

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Espetáculo Arco Íris chega ao Circo da Cidade Zé Priguiça Pág. 40 Pág. 12 CURITIBA APRESENTA - nº27 - setembro de 2009 | Distribuição Gratuita

Text of #27 - GUIA CURITIBA APRESENTA - SETEMBRO/2009

  • SETEMBRO2009

    CU

    RIT

    IBA

    APR

    ESEN

    TA -

    n2

    7 -

    sete

    mbr

    o de

    200

    9 |

    Dis

    trib

    ui

    o G

    ratu

    ita

    Espetculo Arco ris chega ao Circo da Cidade Z Priguia Pg. 12

    Cinemateca recebe Mostra

    de 50 anos do CinemaCubano Pg. 40

  • n d i c e Espao do Le i tor 05

    Destaque Cul tura l

    Na rota da cultura 07

    Entrev ista Ms ica sem amar ras 08

    Imperd ve l por Ernani Buchmann 10

    Teatro e C i rco Arco r is para colorir o ms de setembro 12

    L i teratura Formando l e i to res e med iadores de l e i tu ra 21

    Dana Sonho rea l i zado na matu r idade 26

    Msica Al tami ro Car r i l ho : uma l enda v i va do cho ro b ras i l e i ro 30

    C inema 50 anos atravs do olhar cubano 40

    Artes V isuais O ms da bicicleta 46

    In fant i l Brincando de ecologia 54

    Arte por Onde Voc Anda Caminho para o sucesso 59

    Outras Artes 60

    Espec ia l Pr imavera Primavera chegando... 62

    D iv i r ta -se 64

    Endereos e Contatos 67

    Conselho Editorial - Paulino Viapiana, Eduardo Pimentel Slaviero, Jos Roberto Lana, Luci Daros, Thaisa Marques Teixeira Sade, Ulisses Iarochinski, Valria Teixeira. Jornalista Responsvel - Fer-nanda Brun MTB 8022. Colaboradores Alice Rodrigues, Ana Luzia Palka, Aparecido Casemiro de Oliveira, Bianca Sobieray, Carla Anete Berwig, Izabel Taschini, Jayne Sfair Suny, Lucas Ajuz, Luiz Ce-quinel, Marceline Quadros Achcar, Mayra Pedroso, Miguel ngelo Gubert, Srgio Serena, Thasa Ca-rolina Moreira, Vivian Siedel Schroeder. Capa - Imagem: Adriana Alegria. Contatos - Departamento de Imprensa (41) 3213-7513 - agendacultural@fcc.curitiba.pr.gov.br e Departamento Comercial - Juliana Ceccato Pires -(41) 3213-7590 - comercial@icac.org.br. Projeto Grfico - Aliens Design. Endereo - Rua Eng. Rebouas, 1732 Cep: 80230-040 Curitiba-PR. Esta uma publicao do Instituto Curitiba de Arte e Cultura. Todos os direitos reservados. www.fccdigital.com.br

    * As programaes e valores esto sujeitos a alterao sem aviso prvio

    Solar dos GuimaresConstrudo no sculo XIX para servir como residncia da famlia que d nome construo, passou a ser uti-lizado como ponto comercial logo no incio sculo 20. Em 1979, sofreu um grave incndio que destruiu quase toda a estrutura, restando apenas as paredes perimetrais. Devido ao seu grande valor histrico, o edifcio foi adquirido e recuperado pelo municpio para abrigar a Casa da Memria. Em 1992, parte do imvel foi reconstruda e destinada ao Conservatrio de Msi-ca Popular Brasileira de Curitiba. Agora, o segmento do Solar dos Guimares, reformado dentro do pro-grama de Recuperao dos Espaos Culturais da Prefeitura Municipal, torna-se um moderno centro de for-mao em msica eletrnica e mdias digitais. Dessa forma, Curitiba ganha mais um Ponto de Cultura, fruto da parceria entre a Fundao Cultural de Curitiba e o Ministrio da Cultura, que amplia as oportunidades profissionais e opes de aprendizado e arte.

    No suje a cidade, recicle.

    foto

    : Alic

    e Ro

    drig

    ues

  • Que livro voc est lendo agora? Est

    gostando? Por qu? Presena do Vinho no Brasil

    Carlos Cabral Trata-se de um extenso trabalho de pesquisa que mostra as razes da viticultura no Brasil, desde as primeiras vinhas plantadas at a formao da identidade nacional. Estou gostando e indico pra quem quer saber um pouco mais sobre esta eter-na bebida. Alice Varajo - Jornalista

    Brand Equity, Gerenciando o Valor da MarcaDavid Aaker

    um livro fundamental sobre branding e muito til para empresrios e profissionais da rea de marketing e publicidade, pois apresenta detalha-damente o conceito de Equidade de Marca, sua importncia e aplicabilidade no dia a dia das em-presas. Sandro Dria Barbosa - Zero Cinco Propaganda

    Os Cadernos de Dom RigobertoMrio Vargas Llosa

    Estou amando, pois o livro fala sobre a arte de amar. Marcelo Almeida - Engenheiro Civil e poltico

    Para a prxima edio: Para voc, o que Curitiba tem de melhor na rea cultural?Envie sua mensagem, crticas e sugestes para agendacultural@fcc.curitiba.pr.gov.br

    Espa

    o d

    o Le

    itor

    foto

    s: d

    ivul

    ga

    o

    Histrias de Cronpios e de FamasJulio Cortzar

    um livro incrvel, uma seleo de histrias muito curtas para serem apreciadas demoradamente. Tom Lisboa - Artista Visual e Pesquisador de Ci-nema

    Manual do Cidado OprimidoGuilherme Campos

    Estou gostando muito, pois aos poucos o autor revela, atravs de personagens do cotidiano, justa-mente este sentimento de estar naturalmente oprimido dentre as condies e padres culturais desenvolvidos por ns mesmos, como viver numa priso por vontade prpria. Fernando Deddos - Msico

    IndignaoPhilip Roth

    uma bela reflexo sobre a inutilidade da proteo exagerada que os pais exercem sobre os filhos, no momento em que eles precisam encontrar e trilhar o seu prprio caminho neste mundo. Mais uma obra de mestre deste que , certamente, um dos mais importantes escritores de toda a histria da literatura. Paulo Vitola - Publicitrio

    05

    Curit

    iba

    Apre

    sent

    a /

    Sete

    mbr

    o 20

    09

  • II Conferncia Municipal de Cultura

    Data: a confirmarLocal: Memorial da CidadeIngresso: Gratuito (via site www.fccdigital.com.br)

    Na rota da culturaVoc sabe o que so polticas culturais e como elas incentivam a produo artstica de uma cidade? Para dar continuidade aos debates sobre o assunto, iniciados em agosto como o semi-

    nrio Cultura, Cidade e Desenvolvimento, Curitiba recebe em setembro eventos que discutem

    a importncia dessas aes que movimentam a cultura e arte de uma regio. Este ms a cidade

    abriga trs outras programaes voltadas ao tema, o que garante a insero da capital no circuito

    de discusses sobre polticas culturais.

    Abrindo a pauta, nos dias 3 e 4, est o Seminrio do Sistema Nacional de Cultura, promovido

    pelo Ministrio da Cultura, em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura.

    Ainda em setembro, a cidade promove a II Conferncia Municipal de Cultura, etapa integrante

    da II Conferncia Nacional de Cultura, que acontece em Braslia, em maro de 2010. Com o

    tema Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento, o evento discute o papel do Estado

    e da sociedade na construo de polticas pblicas voltadas cultura, analisando tpicos como

    produo simblica e diversidade cultural; cultura, cidade e cidadania; cultura e desenvolvimento

    foto

    : Alic

    e Ro

    drig

    ues Seminrio Diversidade Cultural

    Data: 24 e 25 de setembroHorrio: Manh e tardeLocal: Memorial da CidadeIngresso: a confirmar

    Dest

    aque

    Cul

    tura

    l

    sustentvel; cultura e economia criativa; e gesto e institu-

    cionalidade da cultura. A conferncia aberta ao pblico.

    Nos dias 24 e 25 acontece o Seminrio Diversidade Cul-

    tural Entendendo a Conveno Regio Sul, que pretende

    divulgar os objetivos da Conveno sobre a Proteo e a

    Promoo da Diversidade das Expresses Culturais, que

    visa criar uma plataforma de cooperao internacional.

    Entre os assuntos que sero abordados, a importncia

    da diversidade cultural nas polticas de desenvolvimento

    e como o Brasil est agindo para atingir os objetivos da

    Conveno.

    > I Conferncia Nacional de Cultura - 2005

    07

    Curit

    iba

    Apre

    sent

    a /

    Sete

    mbr

    o 20

    09

  • > Richard Galliano Msica sem amarras

    Conhecido por ter mudado a histria do acordeom, Richard Galliano um artista dinmico e verstil, cuja paixo pela msica ultrapassa as barreiras dos estilos e prova que possvel costur-los harmonicamente. Nascido em Cannes, na Frana, Galliano foi rodeado por msica desde cedo e acabou por fazer dela sua arte. Em sua bagagem, guarda shows e bandas com as mais variadas influncias, como o jazz, o tango e o erudito, alm de premiaes que reconhecem sua importncia no meio artstico. Inspirao para uma gerao inteira de acordeonistas do mundo todo, Galliano conversou com a nossa redao sobre sua vida, inspiraes, parce-rias e sua passagem por Curitiba.

    Em que momento da sua vida voc percebeu que a msica seria o seu futuro? Sempre soube que a msica seria parte ntima da minha vida. Nasci em uma famlia de msicos. Meu pai tocava acordeom e me convidou, quando era jovem, a tocar com ele nos bailes populares. Tambm aprendi a tocar piano e trombone.

    Voc inseriu o acordeom em estilos musicais aos quais antes ele no pertencia. Voc acha que a msica ainda possui grandes limitaes?Na verdade, o acordeom estava trancado num

    estilo popular, especialmente na Frana. A minha paixo estava no jazz, ento tentei criar um novo estilo chamado new musette, que mistura jazz e musette. O milagre da msica sempre foi o de cruzar com outras influncias e renascer com no-vos nomes.

    Voc tocou com um dos maiores nomes do tango mundial Astor Piazzolla. Como foi essa parce-ria? Ele foi um mentor para mim, como um pai espi-ritual. Piazzolla me indicou o caminho certo, feito

    O milagre da msica sempre foi o de cruzar com outras influncias e renascer com novos nomes

    foto

    s: d

    ivul

    ga

    o

    de tradio e de cultura clssica. Ele sempre me empurrou para achar e cultivar as minhas razes, mas tambm a escutar a msica clssica do nos-so tempo. Ele mesmo fez isso, misturando o tan-go com os princpios da msica contempornea eru