3 - Livro completo - .programa nacional de capacitaÇÃo das cidades c o n h e c e r p a r a c r

Embed Size (px)

Text of 3 - Livro completo - .programa nacional de capacitaÇÃo das cidades c o n h e c e r p a r a c r

PROGRAMANACIONAL DECAPACITAO

DAS CIDADES

PROGRAMANACIONAL DECAPACITAO

DAS CIDADESC O N H E C E R P A R A C R E S C E R

CAPACIDADES

COLEO CADERNOS TCNICOS DEREGULAMENTAO E IMPLEMENTAO

DE INSTRUMENTOS DO ESTATUTO DA CIDADE

VOLUME 1

COLEO CADERNOS TCNICOS DEREGULAMENTAO E IMPLEMENTAO

DE INSTRUMENTOS DO ESTATUTO DA CIDADE

VOLUME 1

OUTORGAONEROSADO DIREITO

DE CONSTRUIR

OUTORGAONEROSADO DIREITO

DE CONSTRUIR

OUTORGAONEROSADO DIREITO

DE CONSTRUIR

MINISTRIO DAS CIDADES

Ministro de EstadoAGUINALDO RIBEIRO

Secretrio-ExecutivoALEXANDRE CORDEIRO MACEDO

Diretor de Desenvolvimento InstitucionalCARLOS ANTONIO VIEIRA FERNANDES

Gerncia de CapacitaoEGLASA MICHELINE PONTES CUNHACleidson dos Santos MachadoDaniel Canovas Feij ArajoDiane da Silva LimaDiogo Ramalho (estagirio)Everton Sudr FerreiraFlvio Uriel de MoraisRicardo de Sousa Carrijo BarbosaThiago de Lima

Secretrio Nacional de Acessibilidade e Programas UrbanosLEODEGAR TISCOSKI

Diretor do Departamento de Polticas de Acessibilidade e Planejamento UrbanoYURI RAFAEL DELLA GIUSTINA

EquipeCAROLINA BAIMA CAVALCANTIClo Alves Pinto de OliveiraFernanda Ludmila Elias BarbosaLetcia Miguel Teixeira

LINCOLN INSTITUTE OF LAND POLICY

Diretor do Programa para Amrica Latina e CaribeMARTIM O. SMOLKA

Equipe de elaborao do Caderno Tcnico FERNANDA FURTADORosane BiasottoCamila Maleronka

Projeto grfico, imagens e fotosMarcelo Vasconcelos Alves JuniorFernanda FurtadoRosane BiasottoCamila Maleronka

COLEO CADERNOS TCNICOS DEREGULAMENTAO E IMPLEMENTAO

DE INSTRUMENTOS DO ESTATUTO DA CIDADE

VOLUME 1

COLEO CADERNOS TCNICOS DEREGULAMENTAO E IMPLEMENTAO

DE INSTRUMENTOS DO ESTATUTO DA CIDADE

VOLUME 1

OUTORGAONEROSADO DIREITO

DE CONSTRUIR

OUTORGAONEROSADO DIREITO

DE CONSTRUIR

OUTORGAONEROSADO DIREITO

DE CONSTRUIR

COLABORADORES DA OFICINA NACIONAL DE SUBSDIOS PARA ELABORAO DO CADERNO TCNICO (30 e 31 de agosto de 2011, Braslia/DF)

Camila Maleronka So Paulo Urbanismo/SPCludia Damsio Latus - Porto Alegre/RSDaniel Nicolau Vasconcelos Pinheiro Prefeitura de Natal/RNDaniel Toddtman Montandon - Ministrio das Cidades/ DFEglasa Micheline Pontes Cunha - Ministrio das Cidades/ DFFernanda Furtado UFF - Universidade Federal Fluminense/ RJLincoln Botelho da Cunha Prefeitura de Volta Redonda/RJLus Fernando Valverde Salandia Prefeitura de Niteri/RJMarcelo Bernardini Universidade Mackenzie So Paulo/SPMaria Caldas Prefeitura de Belo Horizonte/MGMilton Botler Instituto da Cidade do Recife/PENilza M Antenor Prefeitura de So Paulo/SPPaula Santoro Instituto Polis - So Paulo/SPPaulo Jos Villela Lomar Prefeitura de So Paulo/SPPaulo Sandroni FGV - Fundao Getlio Vargas/SPPedro Sales Escola da Cidade/SPRosane Biasotto IBAM - Instituto Brasileiro de Administrao Municipal/RJSnia Rabello UERJ - Universidade do Estado do Rio de Janeiro/RJVera Rezende UFF - Universidade Federal Fluminense/RJ

Dados Internacionais de Catalogao na Publicao - CIP

2012 Ministrio das Cidades

totalmente proibida a reproduo total ou parcial deste material sem a prvia autorizao do Ministrio das Cidades

Furtado, Fernanda; Biasotto, Rosane e Maleronka, Camila

Outorga Onerosa do Direito de Construir: Caderno Tcnico de Regulamentao eImplementao/ Fernanda Furtado, Rosane Biasotto e Camila Maleronka. Braslia: Ministrio das Cidades, 2012.

1 vol. Coleo Cadernos Tcnicos de Regulamentao e Implementao de Instrumentos do Estatuto da Cidade.

68p. Secretaria Nacional de Acessibilidade e Programas Urbanos, Programa Nacional de Capacitao das Cidades e Lincoln Institute of Land Policy.

ISBN: 978-85-7958-030-7

1. Outorga Onerosa do Direito de Construir. 2. Solo Criado. 3. Estatuto da Cidade4. Captura de mais valias urbanas. 5. Regulao Urbanstica. 6. Administrao Pblica. 7. Furtado, Fernanda. 8. Biasotto, Rosane.

O Estatuto da Cidade, Lei Federal n 10.257, de 10 de julho de 2001, completou dez anos em 2011. Neste perodo, os municpios brasileiros com mais de vinte mil habitantes, integrantes de regies metropolitanas, envolvidos em impactos de grandes empreendimentos de infraestrutura e inseridos em regies de interesse turstico, tiveram que elaborar seus Planos Diretores seguindo os princpios e diretrizes do Estatuto da Cidade. Outros municpios, mesmo no tendo a obrigao de elaborar o Plano Diretor, optaram por avanar na regulamentao desse instrumento, estabelecendo as bases para o planejamento e ordenamento de seu territrio.

Nestes dez anos, diversos municpios tambm passaram por intensas transformaes, devidas aos robustos investimentos federais em desenvolvimento urbano, especialmente o Programa de Acelerao do Crescimento (PAC) e o Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV). Por um lado, estes programas disponibilizaram recursos para o enfrentamento de carncias urbanas e a superao de dficits nas reas de habitao, saneamento, transporte e mobilidade urbana. Por outro lado, estes investimentos pblicos, somados aos privados, dinamizaram o mercado de terras e intensificaram a disputa por melhores localizaes na cidade.

Essa disputa demonstrou a importncia de o municpio promover a gesto de seu territrio para equilibrar a oferta de terra urbanizada e bem localizada para todos os segmentos sociais. Neste quadro, oportuno que as prefeituras tirem partido de seu poder de regulao do uso do solo e intervenham na dinmica imobiliria, proporcionando uma urbanizao mais justa. Para tanto, o municpio pode lanar mo de instrumentos do Estatuto da Cidade, como a Outorga Onerosa do Direito de Construir, que permite a regulao do direito de construir, conforme diretrizes de planejamento urbano, bem como a redistribuio coletividade da valorizao imobiliria gerada a partir da concesso desses direitos.

Apesar da existncia dessas ferramentas inovadoras, muitos municpios brasileiros ainda no esto plenamente preparados para regulamentar esses instrumentos, sobretudo devido falta de recursos tcnicos, humanos e institucionais. Para superar este problema, o Ministrio das Cidades, por meio da Secretaria Nacional de Acessibilidade e Programas Urbanos e do Programa Nacional de Capacitao das Cidades, em parceria com o Lincoln Institute of Land Policy e com o apoio da Caixa Econmica Federal, tem desenvolvido aes de capacitao para preparar equipes municipais para a gesto territorial. Assim, esperamos que esta publicao auxilie os municpios na regulamentao e implementao da Outorga Onerosa do Direito de Construir como forma de promover uma melhor gesto do solo urbano, com reduo das desigualdades sociais.

Aguinaldo RibeiroMinistro de Estado das Cidades

Martim O. Smolka Diretor para Amrica Latina e Caribe do Lincoln Institute of Land Policy

APRESENTAO

SUMRIO

09 Introduo

11 Caracterizao geral da Outorga Onerosa do Direito de Construir - OODC

a. Conceito

b. Fundamentos

c. Insero da OODC no sistema de planejamento urbano

25 Regulamentao da Outorga Onerosa do Direito de Construir - OODC

a. Introduo b. Coeficiente de aproveitamento bsico

c. Fixao de reas de aplicao da OODC no Plano Diretor

d. Limites urbansticos mximos para fins de aplicao da OODC

e. Contrapartidas e frmulas de clculo

f. Finalidades e aplicao de recursos

g. Um passo a passo para a regulamentao da OODC

53 Implementao da Outorga Onerosa do Direito de Construir - OODC

a. Introduo

b. A OODC no licenciamento urbanstico

c. Controle social na gesto dos recursos obtidos com a OODC

d. Monitoramento da dinmica urbana

61 Tira-Dvidas

66 Bibliografia

INTRODUO

A utilizao da Outorga Onerosa do Direito de Construir - OODC pelos municpios tem motivaes de ordem poltica, econmica, social e urbanstica. Embora o instrumento da outorga no tenha sido amplamente utilizado pelos municpios, pode-se dizer que parte da motivao poltica se d em funo da busca por maior equidade nas aes de desenvolvimento urbano, atravs da realizao de uma distribuio mais justa dos benefcios e nus decorrentes do processo de urbanizao, diretriz maior ligada aplicao da OODC. Uma segunda motivao relacionada utilizao da OODC, de natureza econmica, est vinculada necessidade atual de buscar meios para ampliar as fontes de recursos municipais para o financiamento do desenvolvimento urbano. Outra importante motivao para a aplicao da OODC, de ordem social, a de colaborar para a efetivao de melhores condies de acesso terra urbanizada por todos os cidados, por meio da aplicao dos recursos auferidos. Por fim, a implementao da OODC capaz de proporcionar mais autonomia e liberdade s decises e aes urbansticas, uma vez que sua utilizao envolve critrios de compensao dos efeitos econmicos dessas decises e aes.

Este Caderno Tcnico apresenta a Outorga Onerosa do Direito de Construir e a situa no marco do Estatuto da Cidade e de suas diretrizes fundamentais. Ao assumir a importncia do instrumento para a poltica urbana, o texto visa fornecer subsdios para que a OODC seja regulamentada e implementada pelos municpios brasileiros.

A ideia , portanto, contribuir para o entendimento da importncia da OODC no contexto da gesto urbana municipal, detalhando as motivaes para a sua aplicao e explorando os seus potenciais benefcios para o processo de desenvolvimento urbano das cidades brasileiras.

De modo a oferecer o ferramental necessrio para que os municpios avancem na utilizao da O