343o omar 2006.doc) - Nicolau, Omar Souza Ambientalismo e carnicultura : disputas de “verdadesâ€‌

  • View
    0

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of 343o omar 2006.doc) - Nicolau, Omar Souza Ambientalismo e carnicultura : disputas de...

  • i

    UFRRJ

    INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS

    CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E

    SOCIEDADE

    DISSERTAÇÃO

    Ambientalismo e carcinicultura: disputa de “verdades” e conflito social no extremo sul da

    Bahia

    OMAR SOUZA NICOLAU

    2006

  • ii

    UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO,

    AGRICULTURA E SOCIEDADE

    AMBIENTALISMO E CARCINICULTURA: DISPUTAS DE “VERDADES” E CONFLITO E NO EXTREMO SUL DA BAHIA

    OMAR SOUZA NICOLAU

    Sob a Orientação do Professor Luiz Flávio de Carvalho Costa

    Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre de Ciências Sociais em Desenvolvimento Agricultura e Sociedade, no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade

    Rio de Janeiro, RJ Setembro de 2006

  • iii

    333.715

    N639a

    T

    Nicolau, Omar Souza

    Ambientalismo e carnicultura : disputas

    de “verdades” e conflito e no extremo sul

    da Bahia / Omar Souza Nicolau. – 2006.

    162 f.

    Orientador: Luiz Flávio de Carvalho

    Costa.

    Dissertação (mestrado) – Universidade

    Federal Rural do Rio de Janeiro, Instituto

    de Ciências Humanas e Sociais.

    Bibliografia: f. 117-119.

    1. Meio ambiente - História – Caravelas

    [BA] - Teses. 2. Meio ambiente – Disputa

    política – Teses. 3. Unidades de

    conservação – Caravelas [BA] – Teses. 4.

    Carnicultura – Caravelas [BA] - Teses. I.

    Costa, Luiz Flávio de Carvalho. II.

    Universidade Federal Rural do Rio de

    Janeiro. Instituto de Ciências Humanas e

    Sociais. III. Título.

  • iv

    UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO INSTITUTO DE INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE

    OMAR SOUZA NICOLAU

    Dissertação submetida como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade, no Curso de Pós- Graduação em Desenvolvimento Agricultura e Sociedade, área de Concentração em Estudos de Cultura e Mundo Rural. DISSERTAÇÃO APROVADA EM 20/09/2006

    Luiz Flávio de Carvalho Costa. Dr.CPDA, UFRRJ (Orientador)

    José Augusto Pádua Dr.. IFCS, UFRJ

    Hector Alimonda. Dr. CPDA, UFRRJ

  • v

    Dedico este trabalho à Maria

    Também a todo o Povo do Mar aqui do Extremo Sul da Bahia e

    em todo o globo

  • vi

    Agradecimentos

    Faz parte agradecer e já disseram o quão é perigoso esquecer os que realmente

    contribuíram para finalização do trabalho, que geralmente, são sempre muitos e há muitos a

    agradecer.

    Primeiro devo agradecer à CAPES pela bolsa de pesquisa que me possibilitou concluir

    este trabalho e, se já é difícil com a bolsa, as dificuldades sem este apoio seriam enormes.

    Ao meu orientador e amigo em muitas horas Luiz Flávio, pela paciência, pela

    compreensão, pela ajuda providencial, mesmo na distância.

    Aos professores e colegas do CPDA/UFRRJ pela oportunidade de discutir e debater

    temas tão diversos e ao mesmo tempo conexos no período em que estive em sua companhia. Em

    relação aos professores, gostaria de agradecer especialmente à Eli, ao Hector, ao Roberto, ao

    Johnny, à Regina e à Zezé. Sem eles eu não teria subsídio e segurança para concluir o trabalho.

    Aos amigos que fiz no curso: Bia, Dudu, Fernando “pilantra”, Naná, Karina, Rê, Bianca, Ruth,

    Vânia, Arthur, Edson, Gil, Pri, Betty, Silvia, Andréa, Sandro, Flavinha, Lia, Marcão, Fábio,

    Hélio, Cloviomar, Henrique, Socorro, Cleyton, Ricardo, Simone, Manel, Alcides, Mônica,

    César... Ih, é tanta gente!!!

    Ao Márcio Ranauro e Naninha pela interlocução sempre atenta.

    À Cecília Mello pela amizade, pela ajuda na leitura dos textos, pela paixão que

    compartilhamos pelo lugar, pelas pessoas e pelas idéias.

    A Dodó e “Tico-liro” amigos que fiz e que aprendi a respeitar e admirar. Se há alguns

    trechos que merecem mérito na dissertação, devo à leitura lúcida dos eventos e à visão crítica de

    mundo dessas duas pessoas.

    Aos vizinhos e amigos Danilo, Magra, Grazy, Caio, Matheus, Juju, Leiloca, Dani, Mari,

    Gui, Fer, Antônio, Érica, Zá e Ani;

    Aos Abreu: Fabi, Vânia e Fêr.

    Aos parceiros Kid e os patrulheiros, Dudu, Marcello, Kidinho, Xuxu, Pri, Leo, Paulo,

    Tosato, Elaine, Marilene e os monitores do Parque, Pablo, Ulisses e Sandra.

    A Selmo, Tatico, Lixinha e Zezinho.

    Ao Programa Marinho da CI-Brasil por ter me disponibilizado toda a estrutura

    necessária para terminar a dissertação.

    Aos amigos no Rio de Janeiro, principalmente Janaína, Mosca, Bebel, Nelsin, André e

    Érica que contribuíram efetivamente, cada um em um momento específico

    A Xinxa pela paciência, amor e cumplicidade.

    Á vovó, tios, tias, primos e primas.

    Aos meus queridos pais, irmão e Natália.

    Aos pescadores e marisqueiros de Caravelas e Nova Viçosa.

  • vii

    Não me peça que eu lhe faça uma canção como se deve Correta, branca, suave, muito limpa, muito leve

    Sons, palavras, são navalhas Eu não posso cantar como convém

    Sem querer ferir ninguém Belchior

  • viii

    RESUMO

    NICOLAU, Omar Souza. Ambientalismo e carcinicultura: disputas de “verdades” e conflito e no extremo sul da Bahia, 2006 162p Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Agricultura e Sociedade). Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, RJ, 2006.

    Este trabalho pretende apresentar as questões ambientais que se revelaram em Caravelas entre os anos de 2002 e 2006. Há duas propostas em disputa no município: a de uma Unidade de Conservação de Uso Sustentado; e outra, um mega-projeto de carcinicultura. A área de ambos os empreendimentos se sobrepõem inviabilizando a realização concomitante dos dois projetos. Neste cenário, diferentes agentes locais envidaram esforços para a mobilização da comunidade caravelense para adesão de uma ou outra proposta. A dissertação narra o esforço dos agentes nesse processo, avaliando as ações impetradas pelos mesmos na disputa pelas “verdades” que ora se encontram em jogo. Estes diferentes agentes, que incluem desde o poder público municipal, ONGs de cunho ambientalista, Ibama até comerciantes locais, se dispuseram a contribuir na mobilização comunitária que se edificou e se compôs em oposição: a cada dispositivo acionado por um grupo de agentes, impunha uma atuação em resposta do outro grupo polarizado, constituindo uma dinâmica complexa de ações reativas. Esta disputa avança e se amplia envolvendo outros agentes tais como o Senado Federal, O governo do Estado da Bahia, do espírito Santo, o Ministério Público Estadual e Federal, a mídia local e de outros estados. Ademais, a minha inserção como pesquisador e ao mesmo tempo militante de um dos pólos da disputa também permeia todo o trabalho, explicitando as dificuldades e oportunidades que o fazer do trabalho acadêmico e a ação política influenciaram mutuamente na produção da dissertação. Palavras-chave: Unidades de Conservação, Carcinicultura, Desenvolvimento Sustentável.

  • ix

    ABSTRACT

    NICOLAU, Omar Souza. Environmentalism and shrimp farming: truth “disputes” and social conflicts in South Bahia, Brazil, 2006 162 p. Dissertation (Mestrado em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade). Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal do Rio de Janeiro, RJ, 2006.

    This work aims to present environmental issues that emerged in Caravelas between 2002 and 2006. Two proposals are being dispute in the city: the establishment of a protected area of sustainable use versus a large shrimp farming project. These two enterprises are proposed within the same area, thus unabling the realization of both. Within this scenario, different local agents made efforts to mobilize the local community in order to support one or another proposal. This dissertation is a narrative on these agent’s efforts, also evaluating their actions on truth disputes in place. These different agents, with include representatives from local municipal government, environmental non-governmental organizations (NGOs), the environmental federal agency (Ibama) and local traders, disposed themselves to mobilized the local community, lead to a situation of opposition: each action from one group of agents led to a reaction from the opposite group, forming a complex dynamics of reactive actions. This dispute grows up to involving other agents, such as representatives of the Federal Senate, State Government of Bahia, State Government of Espírito Santo, Public Prosecutor Bureau and local and the local and regional media. Futhermore, my insertion as a reasercher and, at the same time, activist from one of the two disputing permeate this study, influencing the narrative presented herein. Key words: Marine Protected Areas, Shrimp farming, Sus