7o Ano E.F. - ?· ... dentre outros aspectos, que não tem porta, não tem chão, não tem parede, ...…

  • Published on
    26-Nov-2018

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    1

    LEIA ATENTAMENTE AS SEGUINTES INSTRUES:

    1 Voc deve receber do fiscal o material abaixo:

    a) este CADERNO, com 30 questes objetivas, sem repeties ou falhas;

    b) 01(um) CARTO-RESPOSTA destinado marcao das respostas.

    2 Como preencher o CARTO-RESPOSTA:

    a) No local onde se l nome: o aluno dever identificar o seu nome completo, de forma legvel.

    b) No local onde se l regio: o aluno dever identificar o nome da escola na qual ele est fazendo a prova e o tipo da prova: Bolso.

    c) No local onde se l inscrio: o aluno dever identificar o seu nmero de inscrio, o qual consta no seu Carto de Confirmao de Inscrio.

    d) Na parte das colunas que vo de 0 a 9: o aluno dever preencher o seu nmero de inscrio, que conter no mximo 7 algarismos, da esquerda para a direita, deixando as ltimas colunas em branco.

    e) No dobre, no amasse, no rasure nem manche o CARTO-RESPOSTA.

    f) Voc deve assinalar apenas UMA ALTERNATIVA PARA CADA QUESTO. A marcao em mais de uma alternativa anula a questo.

    g) No CARTO-RESPOSTA, a marcao das letras, correspondentes s respostas de sua opo, deve ser feita preenchendo todo o espao compreendido no retngulo, com caneta esferogrfica de tinta preta ou azul, com um trao contnuo e denso.

    3 SER EXCLUDO DA PROVA o participante que:

    a) utilizar, durante a realizao da prova, mquinas e/ou relgios de calcular, bem como radiogravadores, headphones, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espcie;

    b) se ausentar da sala em que se realiza a prova.

    4 Quando terminar, entregue ao fiscal o CARTO-RESPOSTA.

    5 O tempo disponvel para esta prova de DUAS HORAS.

    Boa Prova!

    Cdigo da prova: 17221

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    2

    LNGUA PORTUGUESA

    TexTo I

    E tanto falou de Histria Antiga, dos tempos de antes de Cristo, de romanos e de gregos, de egpcios e de princesas que, um dia, a Ana perguntou: Professora, onde que a gente pode ler mais sobre isso? (meu Deus, como voc era metida, Ana Maria!).

    (Ziraldo. Uma Professora Muito Maluquinha. Editora Melhoramentos, 1995.)

    QUESTO 1No texto de Ziraldo, foi empregada a palavra metida, que, de acordo com a inteno do autor na busca de comunicar uma mensagem, pode ser entendida como uma pessoa que:

    (A) no respeita as outras.(B) se dedica a tudo que faz.(C) gosta de aparecer.(D) contraria a professora.(E) concorda com todos.

    TexTo IIO LUAR

    O luar a luz do Sol que est sonhando

    O tempo no para!A saudade que faz as coisas pararem no tempo...

    ... os verdadeiros versos no so para embalar, mas para abalar...

    A grande tristeza dos rios no poderem levar a tua imagem

    (Mrio Quintana. In: www.revista.agulha.nom.br)

    QUESTO 2

    Assinale a opo em que se faz um comentrio INDEVIDO a respeito de uma das partes do texto:

    (A) Ttulo no o satlite, mas sim o que ele projeta.(B) Versos 1 e 2 h um entendimento geogrfico.(C) Versos 3 e 4 um sentimento responsvel por fazer as coisas pararem no tempo.(D) Versos 5 e 6 poesia no s para expressar ternura.(E) ltimo verso a correnteza passa e a imagem fica.

    QUESTO 3Substituindo a palavra abalar por um sinnimo, empregaramos:

    (A) derrubar. (D) entreter.(B) desfazer. (E) detonar. (C) comover.

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    3

    QUESTO 4As palavras coisas, saudade e verdadeiros apresentam na sua formao algo em comum.

    comum entre elas a presena de:

    (A) tritongo.(B) hiato.(C) ditongo.(D) encontro consonantal.(E) dgrafo.

    TexTo IIIA CASA

    Era uma casa Muito engraadaNo tinha tetoNo tinha nadaNingum podiaEntrar nela noPorque na casaNo tinha choNingum podia

    Dormir na redePorque na casaNo tinha paredeNingum podiaFazer pipiPorque penicoNo tinha aliMas era feitaCom muito esmeroNa Rua dos BobosNmero Zero.

    (Vinicius de Moraes. Poemas infantis. www.revista.agulha.nom.br)

    QUESTO 5O poema fala de uma casa, dentre outros aspectos, que no tem porta, no tem cho, no tem parede, mas foi feita com muito cuidado, e fica numa rua muito interessante, e mais ainda, o nmero da casa zero De que lado da rua fica essa casa? Gostaria de saber! Bem, se essa casa assim, podemos concluir que ela uma casa:

    (A) conhecida de todas as pessoas.(B) igual casa em que voc mora.(C) que s existe na imaginao do poeta.(D) que todos querem comprar.(E) que existe, mas ningum sabe onde fica.

    TexTo IVQUENTE E FRIO

    Me dizem que, de acordo com uma conveno internacional, a torneira de um lado sempre a da gua quente e a do outro, logicamente, a da gua fria. Mas nunca me lembro quais so os lados. No usam mais os velhos Q e F, imagino, para no discriminar os analfabetos, nem as cores vermelho para quente e azul para fria, para no descriminar os daltnicos. Mas e ns, os patetas? Tambm precisamos tomar banho.

    Nunca nos lembramos de que lado o quente e de que lado o frio e estamos condenados a sustos constantes ou ento a demorada experimentao at acertar a temperatura da gua. Isso quando os controles no esto concentrados numa nica supertorneira de mltiplas funes, na qual voc pode escolher volume e temperatura numa combinao de movimentos sincronizados depois de completar um curso de aprendizagem do qual tambm sair capacitado a pilotar um Boeing.

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    4

    A verdade que existe uma conspirao para afastar do mundo do consumo moderno as pessoas, digamos, neuronicamente prejudicadas. Em alguns casos a depurao foi longe demais e o resultado que hoje existem, comprovadamente, apenas dezessete pessoas em todo o mundo que sabem programar o timer para gravao num videocassete. Destas, quinze s revelam o que sabem por muito dinheiro, uma est muito doente e a outra se retirou para o Tibete e no quer ser incomodada. Na maioria dos casos, no entanto, as instrues para uso so dirigidas a pessoas normais, com um mnimo de acuidade e bom senso quer dizer, so contra ns! Mas eu j me resignara a no saber programar o timer, ou sequer saber o que era um timer, ou jamais usar a tecla Num Lock com medo de trancar todos os computadores num raio de um quilmetro, desde que me sentisse confortvel no mundo que eu dominava. Como, por exemplo, no chuveiro. E ento a modernidade chegou s torneiras, e quente e frio tambm se transformaram em desafios intelectuais. Quente a da esquerda e fria a da direita, isso?

    Ou o contrrio? uma conspirao.

    (Lus F. Verssimo. O Globo, 13/1/2002.)

    QUESTO 6

    O assunto central do texto :

    (A) A experincia em tomar banho.(B) A dificuldade de enxergar dos daltnicos.(C) Tomar banho quente ou frio.(D) O transtorno para saber qual o registro da gua quente e o da gua fria.(E) Todos usam chuveiro eltrico.

    QUESTO 7

    O autor trata o assunto com:

    (A) raiva. (D) sarcasmo.(B) indiferena. (E) humor.(C) decepo.

    QUESTO 8

    Segundo o texto, o autor est includo entre:

    (A) os espertos. (D) os analfabetos.(B) as pessoas normais. (E) os daltnicos.(C) os malucos.

    QUESTO 9

    O autor defende a no utilizao do Q e F na identificao das torneiras porque traria dificuldades para:

    (A) os analfabetos. (D) os espertos.(B) os daltnicos. (E) as pessoas normais.(C) os pilotos de Boeing.

    QUESTO 10

    O que se tornou um novo desafio intelectual na opinio do autor foi:

    (A) abrir a torneira. (D) o chuveiro.(B) tomar banho. (E) o Boeing.(C) a modernidade.

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    5

    TexTo VDESCULPE O AU

    Desculpe o au,Eu no queria magoar voc,Foi cime sim,Fiz greve de fome, guerrilhas, motim,Perdi a cabea, esquea!

    Da prxima vez eu me mando,Que se dane meu jeito inseguro,Nosso amor vale tanto,Por voc vou roubar os anis de Saturno!

    (LEE, Rita. Rita Lee acstico MTV. So Paulo: Polygram do Brasil Ltda., 1998, 1 CD, f. 13.)

    QUESTO 11

    Ao analisarmos a msica Desculpe o au, de Rita Lee e Roberto de Carvalho, verificamos que os autores tinham por finalidade exprimir os sentimentos e as emoes de uma pessoa em relao a um fato determinado. Aponte-o:

    (A) Uma briga por motivo de cime.(B) Uma discusso por causa de um passeio.(C) Um desentendimento sem importncia.(D) Uma desavena sem motivo.(E) Uma greve de fome.

    QUESTO 12

    Leia o trecho da msica destacado abaixo:

    Desculpe o au, Eu no queria magoar voc

    As expresses sublinhadas transmitem ao leitor a ideia de:

    (A) esquecimento.(B) arrependimento.(C) aborrecimento.(D) saudade.(E) raiva.

    QUESTO 13

    Repare como a pessoa que canta exprime o que sente ao longo do texto, mostrando emoo. Para isso, utiliza recursos que enriquecem e fortalecem a expresso do eu, como o emprego de pronomes (eu, me, meu) e verbos (queria, fiz, perdi, mando) na:

    (A) segunda pessoa do singular. (B) terceira pessoa do singular. (C) primeira pessoa do plural.(D) primeira pessoa do singular.(E) terceira pessoa do plural.

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    6

    QUESTO 14

    Assinale abaixo a opo que destaca um verso da msica que pode ter valor de uma declarao de amor:

    (A) Por voc vou roubar os anis de Saturno!(B) Que se dane meu jeito inseguro,(C) Desculpe o au,(D) Da prxima vez eu me mando,(E) Foi cime sim,

    QUESTO 15

    Das opes a seguir, marque a nica que seleciona um verso em que a palavra sublinhada representa um substantivo:

    (A) Foi cime sim,(B) Desculpe o au,(C) Por voc vou roubar os anis de Saturno!(D) Que se dane meu jeito inseguro,(E) Da prxima vez eu me mando,

    RACIOCNIO LGICO

    QUESTO 16

    Que palavra completa a seguinte sequncia?

    dia, _______, ms, ano

    (A) quinzena.(B) sculo.(C) dcada.(D) hora.(E) bimestre.

    QUESTO 17

    Os dois pares de palavras abaixo foram formados seguindo determinado critrio. Observe:

    lacrao calamostra soma

    lavrar ?

    Segundo o mesmo critrio, a palavra que dever ocupar o lugar do ponto de interrogao :

    (A) alar. (B) rala.(C) ralar.(D) arval.(E) lavra

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    7

    QUESTO 18

    Qual letra completa a sequncia: A, D, G, J ...?

    (A) K. (D) N.(B) L. (E) O.(C) M.

    QUESTO 19

    Pera est para ma como batata est para:

    (A) banana.(B) rabanete.(C) morango.(D) pssego.(E) alface.

    QUESTO 20

    Cinto est para fivela, assim como sapato est para:

    (A) meia.(B) cadaro.(C) p.(D) dedo.(E) sola.

    QUESTO 21

    Qual dos cinco desenhos representa a melhor comparao?

    (A)

    (B)

    (C)

    (D)

    (E)

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    8

    QUESTO 22

    Um dos meios de transporte abaixo NO segue o padro dos demais. Assinale-o:

    (A) (D)

    (B) (E)

    (C)

    QUESTO 23

    Colocando em ordem um dos grupos de letras abaixo, surgir o antnimo da palavra ALEGRE. Qual o grupo?

    (A) A R E S U R (D) E I T T S R(B) T I C N P O (E) L C I L O A(C) R I S G E M

    QUESTO 24

    Qual dos cinco itens se parece menos com os outros? Assinale-o:

    (A) Tato. (D) Audio.(B) Sorriso. (E) Viso.(C) Paladar.

    QUESTO 25

    Preencha o espao vazio com a figura correta:

    (A) (D)

    (B) (E)

    (C)

    QUESTO 26

    Observando um padro que existe entre os nmeros abaixo, qual deles est em DESACORDO?

    (A) 11. (D) 55.(B) 22. (E) 13.(C) 44.

  • 7o Ano E.F.Data: 19/10/2013

    9

    QUESTO 27

    No desenho, trs cubos iguais apoiados sobre uma mesa tm suas faces pintadas com os nmeros 0, 1, 3, 4, 5 e 9.

    Qual a soma dos nmeros de todas as faces em contato com a mesa?

    (A) 6. (C) 9. (E) 12.(B) 8. (D) 10.

    QUESTO 28

    Na figura, cada um dos 4 segmentos contm trs crculos. Os crculos devem ser numerados de 1 a 9, de modo que a soma dos nmeros nos trs crculos de cada segmento seja igual para todos os segmentos. Qual o menor nmero que pode ser escrito no crculo cinza?

    (A) 1. (C) 3. (E) 5.(B) 2. (D) 4.

    QUESTO 29

    Na reta numerada abaixo, os pontos indicados com balezinhos representam nmeros inteiros maiores do que 93 e menores do que 112. Exatamente trs dos nmeros marcados so mltiplos de 4.

    Qual o maior dos nmeros indicados?

    (A) 100. (C) 104. (E) 108.(B) 102. (D) 108.

    QUESTO 30

    Luana colou com fita adesiva 6 tringulos equilteros nos lados de um hexgono, conforme a figura, obtendo um polgono de 12 lados.

    Se ela trocar 3 tringulos por 2 quadrados e 1 pentgono regular, todos com lado de mesmo tamanho do lado do hexgono, ela vai obter um polgono com quantos lados?

    (A) 14. (C) 17. (E) 20.(B) 16. (D) 18.