A Experiencia Filosofica

  • View
    5.279

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of A Experiencia Filosofica

Prof. Ms. Paulo Dias

- no se pode pensar em nenhum homem que no seja tambm filsofo, que no pense, precisamente porque o pensar prprio do homem como tal.

- votar em um candidato; - quando troca de emprego; - quando pensa o que queremos da vida; -O que quero ser da minha vida?; -O que quero fazer de minha vida?; - que coisas so significativas para minha existncia?; - quero ir para escola aprender novas propostas de humanizao etc.

- historia descreve as transformaes do comportamento humano e analisa suas causas - sociolgico investiga a repercusso desses comportamentos na sociedade - biolgico descreve com se da a concepo humana; - antropologia compara os comportamentos das diversas cultura; -Psicologia investiga os conflitos do ser humano.

-Filosofia. A palavra filosofia (philos-sophia) significa amor sabedoria ou amizade pelo saber. Pitgoras (sec. VI a. C.), teria sido o primeiro a usar o termo filosofo, por no se considerar um sbio (sophos), mas apenas algum que ama e procura a sabedoria.

Em grego se diz agor, local de reunio para decidir assuntos comuns. Designa tambm a praa principal das plis, local onde se instalava o mercado.

-escravos; - os estrangeiros (metecos), mesmo que estes fossem prsperos comerciantes. - as mulheres

Relativo a Prometeu, figura da mitologia grega que roubou o fogo dos deuses para d-Io aos seres humanos. Simboliza a valorizao da tcnica e do trabalhohumano,

Alienao. Do latim alienare, "afastar"; alienus, "que pertence a um outro"; alius, "outro". Portanto, alienar, sob determinado aspecto, tornar alheio, transferir para outrem o que seu.

O Fetichismo o processo pelo qual a mercadoria, um ser inanimado, adquire "vida" porque os valores de troca tornam-se superiores aos valores de uso e passam a determinar as relaes humanas, ao contrrio do que deveria acontecer. Desse modo, a rela- o entre produtores no se faz entre eles prprios, mas entre os produtos do seu trabalho. Por exemplo, no so relaes entre alfaiate e carpinteiro, mas entre casaco e mesa, que so equiparados conforme uma medida comum de valor.

A reificao (do latim res, "coisa') a trans- formao dos seres humanos em coisas. Em consequncia,a "humanzao'da mercadoria leva desumanizaoda pessoa, sua coisi- ficao, isto , o indivduo transformado em mercadoria.Unidade 2 Antropologia filosficaA alienao no se aplica apenas produo do trabalhador, mas tambm s formas do consumo, como veremos mais adiante.