A HISTÓRIA DO PEPE Vesuvio dal Sorrento Pepe era o tipo de pessoa que tu desejarias ser. Estava sempre de bom humor e sempre tinha algo positivo para

  • View
    102

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • Slide 1
  • Slide 2
  • A HISTRIA DO PEPE
  • Slide 3
  • Vesuvio dal Sorrento Pepe era o tipo de pessoa que tu desejarias ser. Estava sempre de bom humor e sempre tinha algo positivo para dizer. Quando algum lhe preguntava como ia, ele respondia: Melhor, impossvel
  • Slide 4
  • Varenna Tinha mudado de trabalho e vrios dos seus colaboradores seguiram-no em todas as suas mudanas. A razo para o siguirem era a sua atitude: era um motivador nato. Se um empregado tinha um dia mau, Pepe estava l para dizer ao empregado como ver o lado positivo da situao.
  • Slide 5
  • Um dia fui procurar Pepe e perguntei-lhe: Eu no te entendo no possvel uma pessoa ser positiva todo o tempo. Como fazes isso?...
  • Slide 6
  • Toscano Pepe respondeu: Cada manh, eu desperto e digo para mim mesmo: Pepe, tens duas opes hoje: podes escolher estar de bom ou de mau humor. Escolho estar de bom humor. Cada vez que acontece algo mal, posso escolher entre ser uma vtima ou aprender com ele. Escolho aprender com ele".
  • Slide 7
  • -Cada vez que algum vem at mim para se queixar, posso aceitar a sua queixa ou posso indicar-lhe o lado positivo da vida. Escolho indicar-lhe o lado positivo da vida. - Sim, claro, mas no assim to fcil, protestei.
  • Slide 8
  • Tramonto d'Oro - Sim, , disse Pepe. Tudo na vida feito de escolhas. Quando deitas fora tudo o que est a mais, cada situao uma escolha. Tu escolhes como reagir ante cada situao, escolhes como as pessoas afectaro o teu humor, escolhes estar de bom ou de mau humor. Em resumo: TU ESCOLHES COMO VIVER A VIDA.
  • Slide 9
  • Tivoli - Villa d'Este Eu reflecti no que Pepe me disse Por questes de residncia, perdemos o contacto, mas com frequncia pensava no Pepe quando tinha que fazer uma escolha na vida, em vez de reagir contra ela.
  • Slide 10
  • La casa sulla collina Vrios anos mais tarde, soube que Pepe fez algo que nunca devia fazer num negcio; deixou a porta dos fundos aberta e, uma manh, foi assaltado por trs ladres armados.
  • Slide 11
  • Enquanto tentava abrir o cofre, a sua mo, tremendo de nervoso, errou a combinao. Os assaltantes sentiram pnico e dispara- ram. Pepe foi rapidamente encontrado e levado de emergncia para uma clnica. Aps oito horas de cirurgia e semanas de tratamento intensivo, Pepe teve alta, mas ainda com fragmentos de bala no corpo..
  • Slide 12
  • Ravello Encontrei-me com Pepe seis meses depois do acidente e quando lhe preguntei como estava, respondeu-me: Melhor, impossvel ".
  • Slide 13
  • Posta del sol Perguntei o que lhe passou pela mente no momento do assalto. Respondeu: - Quando eu estava deit ado no cho, lembrei-me que tinha duas opes: podia escolher viver ou podia escolher morrer. - ESCOLHI VIVER ".
  • Slide 14
  • Positano - " No sentiste medo ? perguntei. Pepe continuou: O s mdicos foram geniais. No deixavam de me dizer que eu ia ficar bom. Mas quando me levaram para a sala de operaes e vi as expresses das caras dos mdicos e das enfermeiras, realmente, assustei-me. Podia ler nos seus olhos: s um homem morto. Ento, eu sabia que tinha que tomar uma deciso .
  • Slide 15
  • - Que fizeste ?" - perguntei. Pepe disse: Bom, um dos mdicos me perguntou se eu era alrgico a alguma coisa e eu, respirando fundo, gritei: - Sim, s balas" Enquanto eles riam, eu disse-lhes: "estou escolhendo viver, operem-me como se eu estivesse vivo, no morto ".
  • Slide 16
  • Pepe viveu por causa da percia dos mdicos, mas, sobretudo, PELA SUA ATITUDE ESPECTACULAR. Eu aprendi que A CADA DIA, TEMOS A ESCOLHA de viver plenamente. A ATITUDE, finalmente, tudo.
  • Slide 17
  • No final, a deciso de Como s Como te vs Como te sentes Como vives TUA!
  • Slide 18
  • Agora, tens duas escolhas: 1. Eliminar esta mensagem ou 2. Envi-la a quem aprecias. E lembra-te: S SE FRUSTRAM AQUELES QUE DEIXAM DE VER A PARTE POSITIVA DOS SEUS RESULTADOS E DA VIDA
  • Slide 19
  • Eu escolhi a 2: envi-la a quem aprecio.
  • Slide 20