A organização textual da opinião em textos dissertativos ... ?· texto dissertativo acadêmico-científico,…

Embed Size (px)

Text of A organização textual da opinião em textos dissertativos ... ?· texto dissertativo...

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE SO PAULO

PUC/SP

Rodrigo Leite da Silva

A organizao textual da opinio em textos dissertativos acadmicos, notcias jornalsticas e crnicas do cotidiano

MESTRADO EM LNGUA PORTUGUESA

SO PAULO 2010

Livros Grtis

http://www.livrosgratis.com.br

Milhares de livros grtis para download.

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE SO PAULO

PUC/SP

Rodrigo Leite da Silva

A organizao textual da opinio em textos dissertativos acadmicos, notcias jornalsticas e crnicas do cotidiano

MESTRADO EM LNGUA PORTUGUESA

Dissertao apresentada Banca Examinadora da Pontifcia Universidade Catlica de So Paulo, como exigncia parcial para a obteno do ttulo de MESTRE em Lngua Portuguesa, sob orientao da Professora Doutora Regina Clia Pagliuchi da Silveira.

SO PAULO 2010

Banca Examinadora

.................................................................

.................................................................

.................................................................

AGRADECIMENTOS

Ao meu Deus, fonte inesgotvel da fora que brota em mim;

minha querida orientadora, Dra. Regina Clia Pagliuchi da Silveira, mulher de

grande sabedoria, por ter despertado em mim, a paixo pela pesquisa em

lingstica, ao expor, em suas brilhantes aulas e orientaes, o paradigma

cientfico desta cincia, levando-me a uma transformao pessoal e

profissional;

minha amada me, Joana Leite da Silva, pelo apoio constante, nos

momentos difceis, ao longo do caminho, sempre com uma palavra amiga de

consolo;

minha amada irm, Jannyce Marcelle Leite da Silva, pelo presente magnfico

dado a nossa famlia e uma das fontes de minha inspirao, minha linda e

amada sobrinha Ana Luisa Leite de Moraes;

Aos mestres do Programa de Estudos Ps-Graduados em Lngua Portuguesa,

pela dedicao;

Banca de Qualificao, Dra. Aurora Jesus Rodrigues e Dra. Marilena Zanon,

pelas preciosas orientaes;

Ao meu companheiro, Silvio F. P. Silva Oliveira, por seu apoio, pacincia,

amor, ajudando-me a percorrer a reta final do trabalho;

Aos meus amigos, pelas palavras de incentivo, carinho, pois torceram para

esta conquista;

Rodrigo Leite da Silva

A organizao textual da opinio em textos dissertativos acadmicos, notcias

jornalsticas e crnicas do cotidiano

RESUMO

Objetivo: Este trabalho, situado no mbito dos estudos da Lngua Portuguesa,

tem por objetivo contribuir com os estudos que tratam da construo textual da

opinio, em (1) em textos dissertativos acadmico-cientficos e de divulgao

cientfica; (2) textos de notcia jornalstica e (3) crnicas do cotidiano.

Metodologia: A investigao realizada segue um procedimento terico-

analtico, em que adotamos as postulaes tericas da Lingustica de Texto,

sendo complementada pela Anlise Crtica do Discurso, com vertente scio-

cognitiva. Justificativa / Hiptese: Embora, o dissertativo seja foco de

interesse constante para os estudiosos do texto, trat-lo como uma classe

opinativa, que agrupa tipos de textos opinativos modificados por gneros

discursivos, ainda, um terreno lacunoso. Tem-se, por hiptese que a

construo textual da opinio, modifica-se dependendo do gnero discursivo,

na categoria justificativa, do esquema textual da argumentao. Resultados

Obtidos: As anlises indicam que o dissertativo um texto da classe opinativa,

que se modifica dependendo das condies de produo discursiva, em um

esquema textual de uma tese e de duas teses. Em ambas as modificaes, a

legitimidade dos argumentos atribuda ao Marco das Cognies Sociais e a

partir dele, que so construdos os argumentos de reforo. Os argumentos

utilizados percorrem a necessidade, a possibilidade e a probabilidade. O texto

de jornalstico de notcia apresenta a organizao opinativa, baseados em

interesses da empresa-jornal, desde o texto reduzido (manchete, linha fina,

olho e lead). E as crnicas do cotidiano, so guiadas pela focalizao do

cronista, em que avalia o Marco das Cognies Sociais.

Palavras-Chave : A Construo Textual da Opinio; Tipos de Textos

Opinativos; Uso de Argumentos; Esquemas Textuais Opinativos.

Rodrigo Leite da Silva

A organizao textual da opinio em textos dissertativos acadmicos, notcias

jornalsticas e crnicas do cotidiano

ABSTRACT

Aim: This study, situated in the studies of the Portuguese language, aims to

contribute to studies dealing with the textual construction of belief in (1) essay in

academic and scientific texts and popular science, (2) text news journalistic and

(3) chronicles of everyday life. Methodology: The research follows a

theoretical-analytical, in which we adopted the theoretical postulations of Text

Linguistics, complemented by Critical Discourse Analysis, with socio-cognitive

aspects. Justification/ Hypothesis: Although the essay is the focus of constant

interest to scholars of the text, treat it as a class opinionated, grouping types of

texts opinionated modified by genres, though, is a spongy ground. There is, by

definition that the textual construction of belief, it changes depending on the

gender discourse in the category of explanation, the schema of textual

argument. Results: The analysis indicates that the essay is a text in class

opinionated, which changes depending on the conditions of discursive

production, in a textual outline of a thesis and two theses. In both modifications,

the legitimacy of the arguments is attributed to Marco of Social Cognitions and it

is from, which are built to strengthen the arguments. The arguments used travel

necessity, possibility and probability. The text presents a journalistic news

organization opinionated, based on the interests of the newspaper company,

from small text (headline, hairline, eye and lead). And the chronicles of

everyday life, are guided by the focusing of the chronicler, in assessing the

Mark of the Social Cognitions.

Key-Words: Building Textual Reviewed; Types of Texts Opinionated; Use of

Arguments; Schemes Textual Opinionated.

SUMRIO

CONSIDERAES INICIAIS ............................................................................ 1

CAPTULO I Fundamentao Terica ......................................................... 6

1.1. Consideraes Iniciais ............................................................................ 6

1.2. O processamento da informao pelas memrias ................................ 10

1.3. A criao de um estado de coisas para a construo do conhecimento e

sua institucionalizao .......................................................................... 14

1.4. O texto opinativo ................................................................................... 15

1.5. Estrutura argumentativa proposta por van Dijk (1978) ........................ 17

1.6. Fundamentos sobre argumentao na viso de outros

autores................................................................................................... 19

CAPTULO II - A construo textual da opinio, em textos dissertativos

acadmico-cientficos .................................................................................. 23

2.1. O texto dissertativo acadmico-cientfico ................................................. 23

2.2. O texto dissertativo de uma Tese ............................................................. 25

2.2.1. Resultados das anlises de textos dissertativos de uma Tese ............. 26

2.2.1.1. O esquema textual do dissertativo de uma Tese (Silveira, 1994) ..... 26

2.2.1.2. Resultado obtido da anlise do dissertativo acadmico-cientfico de

uma Tese ......................................................................................................... 27

2.3. O texto dissertativo de duas Teses .......................................................... 34

2.3.1. O esquema textual do dissertativo de duas Teses ................................ 35

2.3.1.1. Resultado obtido da anlise do texto dissertativo de duas

teses................................................................................................................. 36

CAPTULO III - A construo textual da opinio, em textos dissertativos de

divulgao cientfica ...................................................................................... 43

3.1. O texto dissertativo de divulgao cientfica ............................................ 43

3.1.1 Resultados obtidos das anlises de textos dissertativos de divulgao

cientfica de uma tese ...................................................................................... 44

3.1.1.1. Anlise do texto 03 .......................................................................... 44

3.1.1.2. Anlise do texto 04 .......................................................................... 46

3.1.2. Resultados obtidos das anlises de textos dissertativos de divulgao

cientfica de duas teses.................................................................................... 49

3.1.2.1. Anlise do texto 05 ............................................................................. 49