Click here to load reader

A Pesquisa Universitária na América Latina e a vinculação universidade-empresa

  • View
    215

  • Download
    2

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Percebendo a escassa dedicação das empresas privadas locais a atividades de pesquisa e desenvolvimento, o livro A pesquisa universitária na América Latina e a vinculação universidade-empresa analisa a viabilidade de consolidar a interação entre unidades de pesquisa e desenvolvimento e unidades produtivas, de modo que gerem respostas satisfatórias para ambas. Tendo em vista que a utilização do potencial existente nas universidades pode gerar conhecimento tecnológico, isto alavancaria o progresso econômico da região e evidenciaria o papel das universidades no desenvolvimento regional.

Text of A Pesquisa Universitária na América Latina e a vinculação...

  • A pesquisa universitria na Amrica Latina e a vinculao

    universidade-empresa

    Renato DagninoHernn Thomas

    (Orgs.)

  • Reitor: Odilon Luiz Poli Vice-Reitora de Ensino, Pesquisa e Extenso: Maria Luiza de Souza LajsVice-Reitor de Planejamento e Desenvolvimento: Claudio Alcides Jacoski

    Vice-Reitor de Administrao: Sady Mazzioni

    Diretor de Pesquisa e Ps-Graduao Stricto Sensu: Ricardo Rezer

    Conselho Editorial: Rosana Maria Badalotti (presidente), Carla Rosane Paz Arruda Teo (vice-presidente),

    Csar da Silva Camargo, rico Gonalves de Assis, Maria Assunta Busato, Maria Luiza de Souza Lajs, Murilo Cesar Costelli, Ricardo Rezer,

    Tania Mara Zancanaro Pieczkowski

    Coordenadora: Maria Assunta Busato

    Catalogao elaborada por Caroline Miotto CRB 14/1178Biblioteca Central da Unochapec

    2011 Argos Editora da UnochapecEste livro ou parte dele no podem ser reproduzidos por qualquer meio sem autoriza-o escrita do Editor.

    378.0072 A pesquisa universitria na Amrica Latina e a vinculao P474p universidade-empresa / Renato Dagnino, Hernn Thomas (Orgs.); Chapec, SC : Argos, 2011. 311 p. (Grandes Temas ; 11) ISBN: 978-85-7897-023-9 1. Universidades - Pesquisa. 2. Universidades Amrica Latina. I. Dagnino, Renato. II. Thomas, Hernn. III. Ttulo. IV. Srie. CDD 378.0072

  • Sumrio

    Apresentao

    A universidade e o sistema de pesquisa e desenvolvimento na Amrica Latina

    Renato Dagnino

    Racionalidades da interao universidade-empresa na Amrica Latina (1955-1995)

    Renato Dagnino, Erasmo Gomes, Hernn Thomas e Amilcar Davyt

    Sete equvocos sobre a orientao da pesquisa universitriaRenato Dagnino e Amilcar Davyt

    A relao universidade-indstria-governo em pases perifricos: o caso da Universidade Estadual de Campinas

    Renato Dagnino e La Velho

    7

    21

    37

    83

    111

  • 155

    197

    237

    293

    309

    Os caminhos da Poltica Cientfica e Tecnolgica latino-americana e a comunidade de pesquisa:

    tica corporativa ou tica social?Renato Dagnino e Hernn Thomas

    O processo decisrio na universidade pblica brasileira: uma viso de Anlise de PolticaRenato Dagnino e Erasmo Gomes

    A relao universidade-empresa no Brasil e o argumento da Hlice Tripla

    Renato Dagnino

    Para concluir: a universidade e o desenvolvimento da Amrica Latina

    Renato Dagnino

    Sobre os autores

  • 7Apresentao

    Esta coletnea trata de um tema que tem dado lugar a uma extensa produo acadmica, tanto na esfera latino-americana quanto na internacional. A forma como essa produo aqui in-terpretada a torna um tema recorrente nos estudos em Cincia, Tecnologia e Sociedade (CTS) latino-americanos desde o seu sur-gimento, na dcada de 1960. De fato, quase consensualmente, per-cebe-se que a escassa dedicao da empresa privada local a ativi-dades de pesquisa e desenvolvimento poderia ser contrabalanada pela utilizao do potencial existente na universidade para gerar o conhecimento tecnolgico, que, utilizado pelas empresas estatais ou atravs do seu repasse quelas, alavancaria o progresso eco-nmico da regio. Com razo, portanto, a anlise da vinculao universidade-empresa e a formulao de propostas normativas visando ao seu aprofundamento passou a ser um tema aborda-do por quase todos os que se dedicaram aos estudos em CTS. O professor Herrera, assim como outros pesquisadores e professores de sua gerao, tambm tratou deste tema em muitos de seus es-critos. Herrera o abordou de forma to apropriada e original que

  • 8seus estudos se tornaram uma referncia obrigatria para pesqui-sadores de dentro e fora da Amrica Latina.

    O artigo que abre esta coletnea A universidade e o sis-tema de pesquisa e desenvolvimento na Amrica Latina con-tm muitas das ideias do professor Herrera. Ele foi produzido por Renato Dagnino a partir da transcrio, em espanhol, de duas das muitas palestras que ele proferiu no incio da dcada de 1990 em vrios pases latino-americanos. No procedimento de edio, houve a preocupao de manter as ideias originais de Herrera. No obstante, como o texto no foi publicado anteriormente por ele, decidiu-se que se caracterizaria como de autoria de Renato Dagnino.

    Este trabalho no se limita abordagem do tema objeto desta coletnea, uma vez que dedica boa parte de sua extenso a conformar o marco de referncia sobre as relaes entre o planeja-mento global e a estratgia de pesquisa e desenvolvimento (P&D), a partir do qual Herrera analisava o papel da universidade. Sua natureza o torna especialmente interessante, pois, ao mesmo tem-po que sintetiza muitas das ideias apresentadas nos trabalhos se-minais do autor como a que entende o baixo nvel de integrao dos sistemas de P&D latino-americanos como um resultado da escassa demanda por conhecimento exercida pelo estilo de desen-volvimento econmico e social , contm a viso prospectiva que ele explorou em seus ltimos trabalhos.

    Esta obra interessante tambm porque permite um contras-te entre ideias que se propem em alguns dos trabalhos agrupados nesta coletnea. Exemplos disso so os conceitos de sinal de rele-vncia, teia de relaes, campos de relevncia. Eles podem ser

  • 9entendidos como uma tentativa de melhor explicar a ideia acima referida, de que o baixo nvel de integrao dos sistemas de P&D latino-americanos um resultado da escassa demanda por conhe-cimento exercida pelo estilo de desenvolvimento econmico e so-cial da regio. Mas, esses trabalhos, apesar de se autoperceberem como uma tentativa de continuao da obra de Herrera, terminam por se posicionar criticamente a uma parte dela. Exemplo disso o questionamento que se faz afirmao que aparece neste trabalho de que a estratgia de P&D a ser adotada nos pases da Amrica Latina deveria contemplar uma entrada na cadeia de pesquisa bsica pesquisa aplicada , desenvolvimento tecnolgico nas su-as primeiras etapas, e no nas ltimas como se fez no passado, para evitar que se viesse a utilizar tecnologias inadequadas s nos-sas condies socioeconmicas e possibilidades. Essa afirmao divergente em relao quela que entende que a gerao de uma dinmica de explorao da fronteira do conhecimento cientfico e tecnolgico alternativa dos pases centrais e suas empresas mul-tinacionais uma condio para que os pases da Amrica Latina possam se preparar para fazer frente s demandas que o processo de democratizao econmica ir colocar.

    Essa contradio e a existncia de outras nos trabalhos desta coletnea, que seguramente no passaro despercebidas aos leito-res que conhecem o campo dos Estudos Sociais de Cincia e Tec-nologia (ESCT), no devem obscurecer a grande zona de concor-dncia que existe entre eles e as ideias da extensa obra de Herrera. Na verdade, estes trabalhos se situam muito mais prximos a ela do que s vises e s propostas que na atualidade do a tnica agenda dos fazedores de poltica e constituem um insumo-chave

  • 10

    para a elaborao de estratgias de inovao produtiva e reestru-turao institucional das universidades, no s nos pases de capi-talismo avanado mas tambm naqueles que visualizam o desen-volvimento de capacidades cientfico-tecnolgicas como uma via para superar sua condio de subdesenvolvidos.

    Nesta coletnea, apresenta-se uma anlise crtica das posi-es tericas sustentadas por essas vises, da normativa derivada destes modelos e de sua aplicao ao contexto regional. Conside-rando que as ideias sustentadas por esses modelos tm se estendi-do at penetrar no sentido comum dos fazedores de poltica locais, estas crticas adquirem um carter contra-hegemnico, pois pro-pem no apenas uma perspectiva alternativa, mas um questiona-mento dos conceitos bsicos sustentados por esses modelos.

    Ao mesmo tempo que se questiona a viabilidade da aplica-o local da normativa derivada dessa aplicao, ponderam-se os efeitos negativos dela. E, adicionalmente, apresentam-se alternati-vas que, perseguindo os mesmos objetivos consolidar a intera-o entre unidades de pesquisa e de desenvolvimento e unidades produtivas, e gerar respostas competitivas por parte destas , pro-pem a necessidade de colocar o desafio de satisfazer as neces-sidades sociais da populao no centro da estratgia de cincia, tecnologia e inovao regional.

    Assim, os artigos que integram esta coletnea analisam as polticas governamentais, as estratgias de reorganizao das uni-versidades e instituies de pesquisa e as polticas de formao de recursos humanos, tanto na viso de conjunto, escala regional, quanto na de alguns casos pontuais, revisando as ideias que lhes do sentido, e os contrassensos dessas ideias.

  • 11

    O segundo artigo Racionalidades da interao universida-de-empresa na Amrica Latina (1955-1995) constitui uma ten-tativa de analisar o processo de evoluo das concepes de vin-culao universidade-empresa desde meados da dcada de 1950 at a atualidade. Em termos estilizados, prope-se um esquema analtico de duas fases, de aproximadamente vinte anos cada uma: a primeira, desde meados da dcada de 1950 at fins da de 1970; a segunda, desde o incio da dcada de 1980 at a atualidade.

    A partir de meados da dcada de 1950, a universidade pbli-ca latino-americana desenvolveu atividades de vinculacionismo: gerao de laos com a produo sob a responsabilidade das uni-dades de pesquisa e transferncia. O vinculacionismo garantiria, assim, que os resultados da pesquisa cientfica e tecnolgica che-gassem aos potenciais usurios. Diferentemente das experincias dos pases desenvolvidos, onde a dinmica produtiva distribuiu as responsabilidades, o vinculacionismo um el

Search related