Abendi Na-008 - ( CD Mq e CD Mc ) Simular as Provas

  • Published on
    17-Dec-2014

  • View
    296

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

<p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 1 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-008</p> <p>Reviso:</p> <p>1. OBJETIVO 2. REFERNCIAS NORMATIVAS 3. SIGLAS, DEFINIES E ABREVIATURAS 3.1 SIglas: 3.2 Definies: 3.3 Abreviaturas: 4. MODALIDADES DE COMPETNCIA 5. RESPONSABILIDADES 5.1 Geral 5.2 Centros de Exames de Qualificao 5.3 Empregador ou agncia responsvel 6. PR-REQUISITOS PARA CANDIDATOS QUALIFICAO E CERTIFICAO 6.1 Acuidade visual 6.2 Treinamento 6.3 Escolaridade e Experincia profissional 7. EXAMES DE QUALIFICAO 7.1 Contedo do exame 7.2 Pontuao de exames de qualificao 7.3 Realizao dos exames 7.4 Habilitao para Exames de Qualificao 7.5 Reexame 7.6 Reviso dos Exames 8. CERTIFICAO 8.1 Emisso do Certificado 8.2 Responsabilidade Tcnica 8.3 Validade da Certificao</p> <p>3 3 3 3 4 5 5 5 5 6 6 7 7 7 7 8 8 8 9 9 9 9 10 10 10 10</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 2 de 27 0 (Abr/2009) 10 10 11 11 12 15 19 27</p> <p>NA-0088.4 Renovao 8.5 Recertificao 8.6 Cancelamento da certificao 9. REGISTROS ANEXO A ATIVIDADES DO INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL ANEXO B PROGRAMA DE TREINAMENTO ANEXO C EXAME PRTICO - ANLISE DE SITUAES REAIS BIBLIOGRAFIA</p> <p>Reviso:</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 3 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-008</p> <p>Reviso:</p> <p>1. OBJETIVO Esta Norma estabelece a sistemtica adotada pela Associao Brasileira de Ensaios No Destrutivos e Inspeo ABENDE, atravs do Sistema Nacional de Qualificao e Certificao de Pessoal em Controle Dimensional, para a qualificao e certificao de inspetor de controle dimensional, nas modalidades mecnica, caldeiraria e tubulao, montagem de maquinas e topografia industrial, tendo como base a norma ABNT NBR 15523:2009. 2. REFERNCIAS NORMATIVAS ABNT NBR 5425, Guia para inspeo por amostragem no controle e certificao de qualidade ABNT NBR 5426, Planos de amostragem e procedimentos na inspeo por atributos ABNT NBR 5427, Guia para utilizao da norma NBR 5426 - Planos de amostragem e procedimentos na inspeo por atributos ABNT NBR 5428, Procedimentos estatsticos para determinao da validade de inspeo por atributos feita pelos fornecedores ABNT NBR 5876, Roscas ABNT NBR 5891, Regras de arredondamento na numerao decimal ABNT NBR 6158, Sistema de tolerncias e ajustes ABNT NBR 6173, Terminologia de tolerncias e ajustes ABNT NBR 6174, Definies gerais de engrenagens ABNT NBR 6409, Tolerncias geomtricas - Tolerncias de forma, orientao, posio e batimento Generalidades, smbolos, definies e indicaes em desenho ABNT NBR 6684, Engrenagens cilndricas (dentes retos e helicoidais) ABNT NBR 8088, Mdulo de engrenagem cilndrica ABNT NBR 10095, Engrenagem cilndrica de evolvente - Preciso dimensional ABNT NBR 10099, Smbolos de engrenagens cilndricas ABNT NBR NM ISO 9712, Ensaios no destrutivos - Qualificao e certificao de pessoal ABNT NBR ISO/IEC 17025, Requisitos gerais para competncia de laboratrios de ensaio e calibrao ANSI B1.1, Unified inch screw threads (UN &amp; UNR thread form) 3. SIGLAS, DEFINIES E ABREVIATURAS Para os efeitos desta Norma so adotadas as seguintes siglas e definies: 3.1 SIGLAS: 3.1.1 3.1.2 3.1.3 3.1.4 3.1.5 3.1.6 ABENDE: ASSOCIAO BRASILEIRA DE ENSAIOS NO DESTRUTIVOS E INSPEO BC: BUREAU DE CERTIFICAO CC: CONSELHO DE CERTIFICAO CEQ: CENTRO DE EXAMES DE QUALIFICAO DC: DOCUMENTO COMPLEMENTAR SNQC: SISTEMA NACIONAL DE QUALIFICAO E CERTIFICAO DE PESSOAS</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 4 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-0083.2 DEFINIES: 3.2.1 Candidato</p> <p>Reviso:</p> <p>Pessoa que preencheu os pr-requisitos especificados que lhe permitem participar do processo de certificao. 3.2.2 Candidato treinando - trainee Pessoa no qualificada que obteve parte de sua experincia profissional por meio de um curso vivencial pratico, que foi aprovada em exame de qualificao antes de comprovar toda a experincia profissional determinada e que est complementando o restante do tempo requerido de experincia profissional mediante atuao supervisionada por profissionais qualificados no minimo na mesma modalidade pretendida pelo candidato treinando. O candidato treinando pode trabalhar sob superviso de profissionais certificados, mas no pode realizar qualquer controle dimensional sozinho, no pode interpretar resultados de controle dimensional e no pode emitir registros de resultados. 3.2.3 Centro de exame de qualificao - CEQ Centro aprovado pelo organismo de certificao onde so realizados os exames de qualificao. 3.2.4 Certificao Procedimento usado pela ABENDE para confirmar que as exigncias de qualificao para uma modalidade e setor foram atendidas, resultando na emisso de um certificado. 3.2.5 Empregador ou agncia responsvel Organizao para a qual o candidato trabalha regularmente. 3.2.6 Exame de qualificao Exame administrado pela ABENDE, que avalia o conhecimento geral, especfico e pratico, bem como a habilidade do candidato. 3.2.7 Exame de recertificao Exame simplificado pelo qual deve passar o inspetor de controle dimensional, com o objetivo de comprovar a atualizao dos seus conhecimentos. 3.2.8 Exame de qualificao prtico Avaliao das habilidades prticas onde o candidato demonstra familiaridade e habilidade na realizao de processos de controle dimensional. 3.2.9 Exame de qualificao terico Exame constitudo de questes de mltipla escolha, com quatro alternativas, existindo apenas uma correta. 3.2.10 Examinador Profissional certificado na modalidade para a qual ele est autorizado pela ABENDE a conduzir, supervisionar e graduar o exame de qualificao. 3.2.11 Modalidade rea de atuao com caractersticas especficas dentro da atividade de controle dimensional.</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 5 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-0083.2.12 Qualificao</p> <p>Reviso:</p> <p>Demonstrao de aptido fsica, treinamento, experincia, conhecimentos e habilidades requeridas ao candidato para o adequado desempenho de suas funes. 3.2.13 Cancelamento da certificao Ato de tomar nula a certificao do profissional. 3.2.14 Suspenso da certificao Ato que suspende temporariamente a certificao do profissional. 3.3 ABREVIATURAS 3.3.1 CD-CL: CONTROLE DIMENSIONAL - CALDEIRARIA E TUBULAO 3.3.2 CD-MC: CONTROLE DIMENSIONAL - MECNICA 3.3.3 CD-MQ: CONTROLE DIMENSIONAL - MONTAGEM DE MQUINAS 3.3.4 CD-TO: CONTROLE DIMENSIONAL - TOPOGRAFIA INDUSTRIAL</p> <p>4. MODALIDADES DE COMPETNCIA O profissional certificado de acordo com esta Norma deve ser classificado por modalidade, estando qualificado a realizar as atividades estabelecidas no Anexo A. 5. RESPONSABILIDADES 5.1 GERAL A certificao obtida pelo candidato atravs da execuo de exames de qualificao. A certificao em qualquer das modalidades de qualificao pressupe o preenchimento de pr-requisitos relacionados com grau de escolaridade, aptido fsica, treinamento e/ou experincia profissional, em concordncia com os termos dos Documentos Complementares presente Norma. Os exames de qualificao so realizados em Centros de Exames de Qualificao, organizados pela ABENDE e por ela administrados, ou organizados atravs de entidades outras, desde que reconhecidos pelo Conselho de Certificao. O rgo da ABENDE responsvel pela qualificao e certificao de pessoal o Conselho de Certificao, apoiado por rgos executivos e consultivos, constitudos pelo Bureau de Certificao e pelos Comits Setoriais. O funcionamento do Conselho de Certificao definido no RI-006, o funcionamento do Bureau de Certificao definido no RI-007 e os Comits conforme o PR-030. A ABENDE deve: a) b) c) d) e) f) g) receber os pedidos de exame de qualificao; analisar o atendimento aos pr-requisitos estabelecidos no item 6; enviar pedidos de qualificao para o CEQ; manter cadastro atualizado de inspetores de controle dimensional certificados; emitir certificados e documentos de identificao de inspetor de controle dimensional; receber e analisar a documentao comprobatria de atividade profissional; comunicar formalmente os casos de suspenso e cancelamento da certificao;</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 6 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-008h) aplicar os exames tericos.</p> <p>Reviso:</p> <p>5.2 CENTROS DE EXAMES DE QUALIFICAO So considerados como Centros de Exames de Qualificao, para os efeitos da presente Norma, as instalaes ou dependncias de organizaes aprovadas pelo Conselho de Certificao como tal. Estes podem ser organizados por empresas e instituies pblicas ou privadas. Os critrios para credenciamento de Centros de Exames de Qualificao so estabelecidos pelo Conselho de Certificao, atravs de Documentos Complementares. O CEQ deve: a) b) c) d) e) f) g) h) aplicar os exames de qualificao de inspetores de controle dimensional; aplicar um sistema de gesto de qualidade documentado, aprovado pela ABENDE; possuir os recursos necessrios para ministrar os exames, incluindo as calibraes e controle dos equipamentos; preparar e conduzir os exames sob a responsabilidade de um examinador autorizado pela ABENDE; possuir pessoal qualificado, instalaes e equipamentos adequados para garantir exames de qualificao satisfatrios para as modalidades e setores em questo; usar apenas os documentos e questionrios de exames estabelecidos e/ou aprovados pela ABENDE; se responsabilizar por garantir a segurana de todos os materiais de exame (corpos-de-prova, gabaritos, banco de questes etc.); manter corretamente os registros de acordo com as exigncias da ABENDE.</p> <p>5.3 EMPREGADOR OU AGNCIA RESPONSVEL 5.3.1 O empregador ou a agncia responsvel deve encaminhar o candidato ABENDE, bem como deve documentar a validade das informaes pessoais prestadas. A documentao deve conter declaraes de formao escolar, treinamento e experincia necessrios para estabelecer a elegibilidade do candidato. O empregador ou a agncia responsvel no deve estar diretamente envolvido com o processo de certificao. 5.3.2 O empregador ou a agncia responsvel deve assumir responsabilidade total pelos trmites que envolvem autorizao para trabalhar, incluindo a validade dos resultados. 5.3.3 O empregador ou a agncia responsvel deve assegurar que os empregados anualmente atendam aos requisitos da acuidade visual (ver 6.1.2). 5.3.4 Se o profissional for seu prprio empregador, ou se apresentar sozinho, deve assumir todas as responsabilidades que foram especificadas para o empregador ou agncia responsvel. 5.3.5 Quanto certificao dos profissionais sob sua responsabilidade, o empregador deve: a) b) ser totalmente responsvel por tudo que envolve a autorizao de trabalho; ser responsvel pela validade dos resultados e registros das atividades de controle da qualidade relativas ao controle dimensional.</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 7 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-008</p> <p>Reviso:</p> <p>5.3.6 Se o profissional no possuir vnculo empregatcio (autnomo), o empregador deve verificar a validade da certificao e a adequao da certificao s condies especficas do trabalho bem como, autorizar que o profissional execute as atividades de controle dimensional em atividades de construo e montagem que julgar pertinente.</p> <p>6. PR-REQUISITOS PARA CANDIDATOS QUALIFICAO E CERTIFICAO Para poder prestar o exame, o candidato deve atender os requisitos mnimos de escolaridade, aptido fsica e treinamento especificados nesta seo. 6.1 ACUIDADE VISUAL 6.1.1 O candidato deve apresentar evidncia documental de que possui viso satisfatria, de acordo com os seguintes requisitos: a) a acuidade para viso prxima deve permitir a leitura de no mnimo padro Jaeger 1 ou Times Roman N4.5, ou letras equivalentes, a uma distncia no menor do que 30 cm para um ou ambos, com ou sem lentes corretivas; a acuidade para viso longnqua, natural ou corrigida, deve ser igual ou superior a 20/40 da escala Snellen.</p> <p>b)</p> <p>6.1.2 Aps a certificao, os exames de acuidade visual devem ser realizados anualmente e controlados pelo empregador ou agncia responsvel (ver 5.3.3).</p> <p>6.2 TREINAMENTO O candidato deve providenciar evidncias aceitveis pela ABENDE de concluso de um curso de treinamento na modalidade para a qual busca a certificao. Os provedores de treinamento devem emitir prova documental da realizao do treinamento, atendendo aos requisitos mnimos de contedo e durao estabelecidos no anexo B.</p> <p>6.3 ESCOLARIDADE E EXPERINCIA PROFISSIONAL 6.3.1 Os requisitos mnimos de escolaridade e experincia profissional a ser obtida antes da certificao devem ser como especificado na Tabela 1. As evidncias documentadas da experincia profissional devem ser confirmadas pelo empregador e submetidas ABENDE.</p> <p>Tabela 1 Requisitos mnimos de escolaridade e experincia profissional Alternativa A Curso superior na rea tecnolgica afim e seis meses de experincia Alternativa B Curso tcnico industrial na rea afim e um ano de experincia Alternativa C Ensino mdio concludo e dois anos de experincia</p> <p>Manual: QUALIFICAO E CERTIFICAO DE INSPETOR DE CONTROLE DIMENSIONAL Pgina:</p> <p>SNQC 8 de 27 0 (Abr/2009)</p> <p>NA-008</p> <p>Reviso:</p> <p>6.3.2 Caso o candidato no possua todo o tempo requerido de experincia profissional necessrio, este pode ser complementado em at 50 % de sua durao atravs de experincia adquirida em um curso vivencial prtico que atenda aos requisitos estabelecidos a seguir. 6.3.3 O tempo de durao do curso vivencial prtico pode ser multiplicado por um fator mximo de sete, para fins de clculo da complementao do tempo da experincia profissional exigida por esta Norma. EXEMPLO 1 Tempo de experincia profissional requerido pela Norma = um ano</p> <p>EXEMPLO 2 Tempo que pode ser complementado atravs de curso vivencial prtico = 50% x 1 ano = 6 meses = 6 x 21 dias teis = 126 dias teis EXEMPLO 3 Tempo de durao do curso vivencial prtico = 126 dias teis 7 = 18 dias teis = 18 x 8 horas teis = 144 horas teis 6.3.4 As instalaes, os materiais, os corpos-de-prova e os equipamentos para a realizao do curso vivencial prtico devem oferecer condies para que a experincia na modalidade pretendida possa ser adquirida de forma concentrada e que possua um alto grau de relevncia para a qualificao e certificao pretendidas. 6.3.5 O contedo do curso vivencial prtico deve estar focalizado em solues prticas de problemas que ocorrem freqentemente na aplicao da modalidade de controle dimensional em que o candidato pretende ser qualificado. Para tanto, devem ser simuladas situaes prticas de fbrica e de obra, por meio de corpos-deprova, soluo de estudos de casos e execuo de atividades de controle dimensional. O acompanhamento das atividades deve ser organizado e efetuado por um profissional qualificado no mnimo na mesma modalidade pretendida. 6.3.6 O contedo programtico, as estratgias didticas e os detalhes do curso vivencial prtico devem ser submetidos ABENDE para aprovao prvia, a fim de que possam vir a ser considerados como complementao da experincia profissional mnima requerida.</p> <p>7. EXAMES DE QUALIFICAO 7.1 CONTEDO DO EXAME 7.1.1 Exame terico O exame terico deve abranger questes tipo mltipla escolha que avaliem o conheciment...</p>