ACNE VULGAR NA ADOLESCÊNCIA. Autora: Rosane Zanetti

Embed Size (px)

Text of ACNE VULGAR NA ADOLESCÊNCIA. Autora: Rosane Zanetti

  • Slide 1
  • ACNE VULGAR NA ADOLESCNCIA. Autora: Rosane Zanetti
  • Slide 2
  • Mudanas flor da pele. Na adolescncia tudo est em mudana. E a sua pele como um espelho: reflete o que se passa por dentro de voc, fsica e emocionalmente. Um desses reflexos a acne.
  • Slide 3
  • Ter acne no o fim do mundo importante para voc entender cada vez mais sobre acne. Conhecer as caractersticas, as diferentes formas de manifestao, o porqu da sua existncia... tudo vai lhe ajudar na batalha por uma pele mais bonita. Afinal, o que acne? A Acne Vulgar ou Juvenil uma doena de pele, uma dermatose de grande abrangncia que se desenvolve na unidade pilo-sebcea, e costuma aparecer na puberdade (aquela fase de transio da infncia para a adolescncia). Um consolo: voc no est sozinho! Ela atinge cerca de 80% dos jovens. S para voc ter uma idia: segundo o IBGE, cerca de 24 milhes de jovens no Brasil apresentam alguma forma de acne. Nas moas, a acne mais freqente dos 14 aos 17 anos. Nos rapazes, pode chegar um pouco mais tarde, com maior freqncia entre os 16 e 19 anos.
  • Slide 4
  • Cientficamente falando, os nomes so outros: os cravos chamam-se comedes, as espinhas so as ppulas e as espinhas com pus so chamadas pstulas. A acne no sempre igual. Alguns casos so mais graves, com formao de abcessos, cistos e ndulos. Ateno! Eles precisam de cuidados especiais, para evitar cicatrizes. Para voc no ficar boiando: as espinhas com pus podem virar ndulos, cistos ou abcessos. Isso uma resposta do corpo inflamao. Ou seja: o organismo est lutando contra seu inimigo: as bactrias.
  • Slide 5
  • Os ndulos so como bolinhas duras na pele, salientes ou no, com tamanho de um a trs centmetros. J os cistos so semelhantes aos ndulos, mas geralmente maiores e com pus. E podem ter mal cheiro quando vazam. Os abcessos so maiores e mais profundos que as espinhas.
  • Slide 6
  • Por que o rosto, o peito, as costas e os ombros ficam cheios de cravos e espinhas? Simples: porque a acne afeta os plos e as glndulas sebceas. E estas regies so ricas em glndulas sebceas. Sua intensidade varia de pessoa para pessoa.
  • Slide 7
  • Voc est cheio de espinhas, enquanto seu melhor amigo tem apenas uma ou duas. H diferentes graus de acne, de acordo com o nmero, profundidade e caractersticas das leses. Acne leve - Grau I. aquela pele que tem alguns comedes (cravos), poucas ppulas (espinhas) e raras pstulas (espinhas com pus). Acne leve-moderada Grau II. A pele apresenta maior quantidade de comedes (cravos), ppulas eritematosas (espinhas avermelhadas) e pstulas (espinhas com pus).
  • Slide 8
  • Acne Moderada Grau III. H comedes, ppulas e pstulas. A inflamao das cavidades onde ficam os plos e as glndulas sebceas leva produo de cistos. Acne Moderada-Grave - ou Acne Conglobata-Grau IV. Os cistos tornam-se numerosos e grandes, formando abscessos (acmulo de pus nas camadas mais profundas da pele) e fstulas (tneis que o corpo cria para levar um material para a superfcie no caso, para drenar o pus).
  • Slide 9
  • Acne Grave ou Acne Fulminans-Grau V. Forma extremamente rara. Surgem outros sintomas, associados s caractersticas da acne Grau III ou IV. So eles: febre sbita e dor nas articulaes. Algumas vezes, essa elevao faz aparecerem nguas no corpo, principalmente no pescoo e axilas.
  • Slide 10
  • Informao: arma poderosa contra a acne Como se forma As espinhas e cravos que voc tanto detesta se desenvolvem com a ajuda de alguns personagens. Veja o papel de alguns deles, como as glndulas sebceas, bactrias e clulas de defesa. Tudo comea com o excesso de oleosidade Na adolescncia, comea a aumentar a quantidade de secreo das glndulas sebceas. Para eliminar o leo que foi produzido a mais, as glndulas aumentam de tamanho. O sebo distribui-se uniformemente em fina camada sobre a pele. Resultado: sua pele fica sempre brilhando, encerada, no importa o quanto voc lave...
  • Slide 11
  • Para completar, os poros da pele se fecham, aparecem os cravos, as bactrias entram em ao e causam as espinhas. Ao se alimentar do sebo, as bactrias, agora em maior quantidade, produzem substncias que irritam a parede da glndula sebcea. H um aumento do fluxo de sangue para a regio afetada, que fica vermelha e dolorida, formando a espinha. Se a inflamao continua, as clulas de defesa do organismo so atradas para o local. Elas atacam as bactrias, produzindo pus.
  • Slide 12
  • Slide 13
  • Por que aparece? Hormnios: os grandes viles Porque que, na adolescncia, as glndulas surtam e comeam a produzir mais gordura? Na realidade, quem manda as glndulas sebceas aumentarem sua atividade so os hormnios sexuais masculinos, chamados andrgenos. Os receptores destes hormnios colaboram permitindo sua ao nas clulas. Como voc pode perceber, um brilhante trabalho em equipe! As bactrias so apenas cmplices Tem gente que acredita que a principal causa da acne so as bactrias. No verdade. Elas podem ser chamadas de cmplices, porque pioram uma situao que foi desencadeada pelos hormnios. As bactrias encontram-se normalmente nas glndulas sebceas de todas as pessoas, e sem provocar acne. Mas, quando aparecem os cravos, a coisa muda. Elas ganham uma fonte farta de alimento e comeam a se multiplicar.
  • Slide 14
  • Mais um motivo: pais ou irmos com acne A acne pode ser hereditria (passa de pai, me ou avs para filhos e netos). Portanto, voc pode ter uma predisposio gentica que favorece o desenvolvimento da acne. Uso de cosmticos muito oleosos. Uso de medicamentos, como exemplo cortisona. importante tratar! No espere que o problema se resolva sozinho A acne que aparece na puberdade e adolescncia tende a sumir espontaneamente, mesmo que voc no siga um tratamento. Mas no uma boa idia esperar isso acontecer, a no ser que as suas leses sejam muito leves.
  • Slide 15
  • Voc pode ficar com cicatrizes e manchas feias... As cicatrizes da acne normalmente so semelhantes a buracos na pele, pequenos ou grandes. Em maior quantidade, do um aspecto de casca de laranja. Procure um dermatologista. A melhor coisa a fazer consultar um especialista. O dermatologista o mdico mais habilitado para diagnosticar e tratar acne. Fica esperto: no adianta trocar idia com seu amigo ou amiga e tentar filar o tratamento que o dermatologista passou para ele(a). Cada caso diferente e merece ateno especial. Existem muitos remdios para uso local ou via oral. A escolha da melhores opes tambm de responsabilidade de seu dermatologista. Ele vai levar em conta o estado de sua pele, efeitos colaterais e interaes com outros medicamentos que voc esteja usando. Ateno: no tome ou passe nada sem consult-lo.
  • Slide 16
  • E a auto-estima, como fica? No deixe as espinhas te derrubarem. Qualquer tratamento mdico tem melhor resultado quando a gente se valoriza. Problemas mil... Que fase, hein? No basta voc estar se sentindo diferente, s vezes meio sem rumo. Pressionado pelas escolhas que precisa fazer. Procurando entender as pessoas que esto ao seu redor. Se adaptando a um novo corpo, novas emoes, novas sensaes... Ufa! E alm de todo este turbilho de acontecimentos, seu rosto est cheio de espinhas. Tudo tem soluo! Realmente, uma fase. Meio longa, verdade, mas tudo isso, inclusive a acne, faz parte da vida. E, acredite, vai passar! O importante sua reao diante de tantas mudanas. normal voc ter momentos de insegurana, dvida, tristeza, raiva. Mas no deixe que eles tomem conta do seu tempo e relacionamento com as pessoas. Voc estar deixando de curtir muita coisa legal.
  • Slide 17
  • Solido no cura acne. Tudo bem: seu rosto no est dos melhores. Vermelho, com espinhas, pontos pretos, brilhando.. Agora, pense: adianta ficar enfiado dentro de casa, com um mundo de coisas interessantes rolando por a? Ficar longe das pessoas no vai melhorar sua aparncia. S vai lhe pirar um pouco mais, deixar na maior depr. E voc ainda pode perder oportunidades nicas, de paquera, diverso, amizades, estudo. Ser que vale a pena? Ter atitude sim! Procure um dermatologista e inicie o tratamento. Pode demorar um pouco, mas os resultados viro. Converse com ele sobre os estragos que a acne faz no seu humor e relacionamentos.
  • Slide 18
  • X estresse! O estresse piora a acne. Ento, livre-se dele o mximo possvel. Procure no ficar mergulhado em ansiedade e angstia. Este negativismo no causa acne, mas pode agravar as espinhas existentes. Divirta-se, namore, pratique esportes... E no esquea de alimentar-se de forma saudvel e dormir bem. Tudo isso colabora para a diminuio do estresse. Confie em voc No d ateno exagerada s piadinhas e olhares dos colegas. Tem gente que faz de tudo para acabar com nossa auto-estima. Cabe a voc entrar na onda ou no. Faa tudo o que est ao seu alcance, e no esquente demais com coisas que s o tempo vai resolver. Curta seus amigos, paqueras, hobbies, estudos, trabalho, baladas e tudo o mais que tiver direito. A vida sua!
  • Slide 19
  • Agora, a vez da sua pele... Existem pequenos cuidados que podem melhorar sua pele. So atitudes dirias que colaboram com o tratamento indicado por seu dermatologista. E at ajudam a disfarar as espinhas na hora do desespero... Evite lavar o rosto toda hora Mantenha os cabelos limpos Faa a barba com cuidado Os cosmticos merecem ateno Combata a acne com o produto certo Cutucar a pele? Nem pensar! No exagere na maquiagem
  • Slide 20
  • Alguns truques disfaram as espinhas...
  • Slide 21
  • CUIDE-SE E VEJA A DIFERENA :
  • Slide 22
  • Tire as minho