AÇÕES ELEITORAIS - tribcast-midia.s3-sa-east-1. ?· (FUJB –2012 –MPE-RJ –Promotor de Justiça)…

  • View
    212

  • Download
    0

Embed Size (px)

Transcript

  • 1

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    Contedo do Programa de Direito Eleitoral

    Parte I

    Conceito. Legislao. Fases e Subfases. Princpios. Poder

    Normativo. Consulta. Organizao da Justia eleitoral. Ministrio

    pblico eleitoral. Partidos Polticos. Artigo 14 da lei maior.

    Condies de elegibilidade. Perda e suspenso dos direitos

    polticos. Inelegibilidades. Registros de candidatos. Ao de

    impugnao ao requerimento de registro de candidatos.

    Propaganda poltica eleitoral e partidria. Abuso do poder

    econmico e Poltico.

    Contedo do Programa de Direito Eleitoral

    Parte II

    Representaes. Captao ilcita de Sufrgio. Condutas vedadas

    aos agentes pblicos em campanhas eleitorais. Prestao de

    contas de campanhas. Representao. Doadores. Ao de

    impugnao ao mandato eletivo e recurso contra a expedio do

    diploma. Recursos eleitorais.

    AES ELEITORAIS

    Ao de Impugnao ao Registro de Candidatura

    AIRC

    Ao de Investigao Judicial Eleitoral

    AIJE

    Ao de Impugnao de Mandato Eletivo

    AIME

    Recurso contra Expedio de Diploma

    RCED

  • 2

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    AO DE IMPUGNAO AO REGISTRO DE CANDIDATURA

    MOTIVO LEGITIMIDADE

    Ausncia de condies de

    elegibilidade ou causas de

    inelegibilidade:

    Idade inferior a mnima prevista

    na CF

    Analfabetismo

    Domiclio eleitoral

    Desincompatibilizao

    Ativa:

    Qualquer candidato

    Partido poltico

    Coligao

    Ministrio Pblico Eleitoral

    Passiva: candidato e seu vice.

    NO H LITISCONSRCIO COM

    O PARTIDO!

    OBS.

    Partido poltico

    ColigaoOBSERVAO

    PARTIDO SOZINHO PARTIDO COLIGADO

    PODE IMPUGNAR

    SOZINHHO

    S PODE IMPUGNAR

    ATRAVS DA

    COLIGAO

    COMPETNCIA PARA JULGAR A AIRC:

    Eleies municipais

    Juiz eleitoral

    Eleies estaduais

    TRE

    Eleio presidencial

    TSE

    PRAZO

    DECADENCIAL

    RITO

    PROCESSUAL

    CONSEQUNCIAS

    DA PROCEDNCIA

    5 DIAS contados do

    dia seguinte ao da

    publicao da lista

    com os nomes dos

    pr-candidatos.

    Ordinrio Eleitoral

    artigos 3 e

    seguintes da LC

    64/90

    Nega o registro

    Cancela o que foi

    dado

    Declara nulo o

    diploma e os

    votos recebidos.

  • 3

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    PROCEDIMENTO ORDINRIO LC 64/90 (arts. 3 ao 9)

    Impugnao (5 dias) podendo arrolar at 6 testemunhas

    Contestao em 7 dias, podendo

    arrolar at 6 testemunhas

    Instruo probatria

    (4 dias)

    Alegaes finais,

    inclusive o MP, em 5 dias

    Sentena ou acrdo em 3 dias *

    Recurso para o TRE ou TSE

    em 3 dias

    2

    Sentena ou acrdo em 3 dias*

    Smula n 10 do TSE

    No processo de registro de candidatos,

    quando a sentena for entregue em

    cartrio antes de trs dias contados da

    concluso ao juiz, o prazo para o recurso

    ordinrio, salvo intimao pessoal

    anterior, S SE CONTA DO TERMO

    FINAL DAQUELE TRDUO.

    PGR - 2005 - PGR - Procurador da Repblica

    1) Nas eleies municipais de 2004, o juiz eleitoral recebeu

    do cartrio ao de impugnao de registro de candidatura

    no dia 02/08/2004, segunda-feira, tendo o magistrado

    devolvido os autos, com sentena julgando procedente a

    impugnao, no dia 04/08/2004, quarta-feira. diante de tal

    situao, indaga-se: quando ocorreu o termo final do prazo

    para a interposio de recurso para o tribunal regional

    eleitoral?

    2

    a) ( ) dia 07 de agosto de 2004 (Sbado);

    b) ( ) dia 08 de agosto de 2004 (Domingo);

    c) ( ) dia 09 de agosto de 2004 (Segunda- feira);

    d) ( ) no 3 (terceiro) dia da publicao da sentena por edital,em cartrio.

    2

  • 4

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    b) ( ) dia 08 de agosto de 2004 (Domingo);

    2

    2 3 4 5 6 7 8

    Recebeu

    do

    cartrio

    Devolveu Trmino

    do

    prazo

    1 dia 2 dia 3 dia

    3 dias para sentenciar

    Smula n 10 do TSE

    No processo de registro de candidatos, quando a sentena for entregue

    em cartrio antes de trs dias contados da concluso ao juiz, o prazo

    para o recurso ordinrio, salvo intimao pessoal anterior, S SE

    CONTA DO TERMO FINAL DAQUELE TRDUO.

    RITO DO RECURSO NO TRE

    Relator

    Oitiva do Procurador

    Regional Eleitoral (2 dias)

    Em mesa para

    julgamento no prazo de 3

    dias

    Acrdo

    publicado em

    sesso

    3 dias para

    recorrer para

    o TSE

    Relator

    Oitiva do Procurador

    Geral Eleitoral (2 dias)

    Em mesa para

    julgamento no prazo de 3

    dias

    RITO DO RECURSO NO TSE

    Acrdo

    publicado em

    sesso

    3 dias para

    recorrer para

    o STF

    (FUJB 2012 MPE-RJ Promotor de Justia)

    2) A ao de impugnao de pedido de registro de candidatura se

    fundamenta na ausncia de condies de elegibilidade com

    relao quele que pretende o registro, ou na presena de

    causas que o tornem inelegvel.

    1

  • 5

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    CESPE - 2012 - MPE-RR - Promotor de Justia

    3) No processo de impugnao de registro de candidatura,

    a) o prazo para impugnao de 5 dias, contados da publicao

    do pedido de registro do candidato.

    b) a impugnao poder ser feita por qualquer eleitor, desde que

    esteja em dia com a Justia Eleitoral.

    1

    c) o fato em que se funda a impugnao dever ser provado de

    plano, atravs de documentos, vedada a coleta de prova

    testemunhal.

    d) o prazo para impugnao ser de quinze dias, quando o

    impugnante for o Ministrio Pblico Eleitoral.

    e) o prazo para impugnao ser contado em dobro quando o

    impugnante for coligao

    1

    b) a impugnao poder ser feita por qualquer eleitor, desde

    que esteja em dia com a Justia Eleitoral.

    c) o fato em que se funda a impugnao dever ser provado de

    plano, atravs de documentos, vedada a coleta de prova

    testemunhal (pode arrolar at 6 testemunhas)

    d) o prazo para impugnao ser de quinze dias (5 dias),

    quando o impugnante for o Ministrio Pblico Eleitoral.

    e) o prazo para impugnao ser contado em dobro (no existe

    essa previso na lei) quando o impugnante for coligao

    1

    PGR - 2011 - PGR - Procurador da Repblica

    4) RELATIVAMENTE AO DE IMPUGNAO DE

    REGISTRO DE CANDIDATURA, ASSINALE A

    ALTERNATIVA ERRADA:

    a) uma de suas hipteses de cabimento e atacar a incidncia de

    causa de inelegibilidade de candidato;

    b) a competncia para processar e julgar impugnao contra de

    candidatura ao Senado Federal pertence ao Tribunal Regional

    Eleitoral onde foi requerida o referido registro;

    4

  • 6

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    c) a impugnao, por parte do candidato, partido politico ou

    coligao, no impede a ao do Ministrio Pblico Eleitoral no

    mesmo sentido;

    d) pode ser ajuizada desde a publicao do registro da

    candidatura do candidato at o dia da eleio.

    4

    d) pode ser ajuizada desde a publicao do registro da

    candidatura do candidato at o dia da eleio.

    PRAZO DECADENCIAL: 5 DIAS contados do dia seguinte ao

    da publicao da lista com os nomes dos pr-candidatos.

    4

    VUNESP - 2011 TJ-SP - Juiz

    5) O instrumento processual que tem como objetivo impedir que o

    cidado possa disputar o pleito eleitoral, obstando sua passagem

    da condio de pr-candidato de candidato, :

    a) Ao de impugnao de registro de candidato.

    b) Ao de impugnao ao mandato eletivo.

    c) Recurso contra a expedio de diploma.

    d) Ao de investigao judicial eleitoral.

    e) Ao de prestao de contas.

    1

    AO DE INVESTIGAO JUDICIAL ELEITORAL

    PROTEGER

    O PLEITO

    ABUSO DO PODER

    ECONMICO

    ABUSO DO PODER

    POLTICO

    ABUSO DOS MEIOS DE

    COMUNICAO

    CONTRA

    LEGITIMIDADE

    NORMALIDADEATOS

    GRAVES

  • 7

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    prof.luisalberto@gmail.com

    FUNDAMENTO LEGITIMIDADE

    Artigos 19 a 24 da LC 64/90.

    Combater o uso excessivo e

    irregular de recursos

    financeiros e humanos que

    afetem a legitimidade e

    normalidade das eleies.

    Ativa:

    Qualquer candidato

    Partido poltico

    Coligao

    Ministrio Pblico Eleitoral

    Passiva: candidato (proporcionais

    e majoritrias), vice (majoritrias) e

    terceiros que auxiliaram no ilcito,

    salvo pessoas jurdicas.

    OBS.

    AO DE INVESTIGAO JUDICIAL ELEITORAL

    Partido

    pol