Acp Sistema Multas Mte

  • View
    58

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Acp Sistema Multas Mte

MINISTRIO PBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPBLICA NO DISTRITO FEDERAL

EXCELENTSSIMO(A) SENHOR(A) DOUTOR(A) JUIZ(ZA) FEDERAL DA ____ VARA FEDERAL DA SEO JUDICIRIA DO DISTRITO FEDERAL

Ref.: Inqurito Civil Pblico n. 1.16.000.000642/2011-54

O MINISTRIO PBLICO FEDERAL, pelo Procurador da Repblica signatrio, no exerccio de suas funes constitucionais e legais, com com espeque nos artigos 37, 4; 127, caput, e 129, incisos II e III, da Constituio Federal; nas disposies da Lei Complementar n. 75/1993, da Lei n. 7.347/1985 e, finalmente, com base nas razes adiante delineadas e nos documentos em anexo, vem honrosa presena de Vossa Excelncia ajuizar a presente

AO CIVIL PBLICA CUMULADA COM PEDIDO DE ANTECIPAO DE TUTELA

em desfavor da UNIO, pessoa jurdica de direito pblico, representada pelo Procurador Regional da Unio, Dr. Manuel de Medeiros Dantas, com endereo funcional no Edifcio da Procuradoria Regional da Unio, localizada no Setor de Autarquias Sul (SAS), Quadra 2, Bloco "E", Edifcio PRU, CEP 70.070-906, Braslia-DF, telefones (61) 3226-1962; 32262153 e 3224-8193.L:\GPP\ACP - Iniciais, Manifestaes e Recursos\ACP 2011\ACP - INICIAL - PATRIMNIO PBLICO - MTE Sistema de MULTAS - ICP 6422011-54\ACP - INICIAL - Sistemas de MULTAS do MTE - ICP 642-2011-54.odt

Pgina 1 de 41

MINISTRIO PBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPBLICA NO DISTRITO FEDERAL

DO OBJETO

Reza o Decreto n. 4.552, de 27 de dezembro de 2002, em seu artigo 1, que "o Sistema Federal de Inspeo do Trabalho, a cargo do Ministrio do Trabalho e Emprego, tem por finalidade assegurar, em todo o territrio nacional, a aplicao das disposies legais, incluindo as convenes internacionais ratificadas, os atos e decises das autoridades competentes e as convenes, acordos e contratos coletivos de trabalho, no que concerne proteo dos trabalhadores no exerccio da atividade laboral". A organizao do Sistema Federal de Inspeo do Trabalho decorre do disposto no art. 21, inciso XXIV, da Constituio da Repblica, que impe Unio a competncia para organizar, manter e executar a inspeo do trabalho 1. O Sistema Federal de Inspeo do Trabalho 2, com exceo da execuo judicial de multas, contribuies etc., est a cargo do Ministrio do Trabalho e Emprego (MTE), rgo da Unio. Dentro da estrutura do Ministrio do Trabalho e Emprego, por sua vez, a inspeo do trabalho coordenada, precipuamente, pela Secretaria de Inspeo do Trabalho (SIT), sendo certo que a designao dada aos inspetores do trabalho, no Pas, a de Auditores Fiscais do Trabalho. Entrementes, o fato que o Sistema Federal de Inspeo do Trabalho tem apresentado srios problemas de desestruturao, carncias e deficincias. A desestruturao, as carncias e as deficincias observadas no Sistema Federal de Inspeo do Trabalho conduz concluso de que a Unio no est a organizar de forma eficiente o sistema,1

Art. 21. Compete Unio: (...) XXIV - organizar, manter e executar a inspeo do trabalho;

2

Um quadro geral da inspeo do trabalho no Brasil pode ser encontrado no estudo "A inspeo do trabalho no Brasil", dos pesquisadores Adalberto Cardosos e Telma Lage, fls. 371/410, e tambm disponvel em http://www.srido.br/pdf/dados/v48n3/a0 Iv48n3.pdf.L:\GPP\ACP - Iniciais, Manifestaes e Recursos\ACP 2011\ACP - INICIAL - PATRIMNIO PBLICO - MTE Sistema de MULTAS - ICP 6422011-54\ACP - INICIAL - Sistemas de MULTAS do MTE - ICP 642-2011-54.odt

Pgina 2 de 41

MINISTRIO PBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPBLICA NO DISTRITO FEDERAL

meio legtimo de proteo da dignidade de milhes de trabalhadores brasileiros. Destarte, pela presente ao civil pblica pretende o Ministrio Pblico Federal obter tutela jurisdicional que imponha Unio o dever de observncia dos princpios norteadores da Administrao Pblica Federal dentre os quais, principalmente, os princpios da legalidade e da eficincia na atual catica situao em que est sendo mantido, em todo o Pas, o Sistema Federal de Inspeo do Trabalho, includo a o processo de apurao, imposio e execuo de multas administrativas por infraes legislao trabalhista, que tem apresentado srios problemas de organizao. Para tanto, com a presente ao civil pblica, pretende o Ministrio Pblico Federal obter tutela jurisdicional condenatria da Unio em obrigao de fazer consistente em: (i) realizar concurso pblico para suprimento de todas as vagas existentes para o cargo de Auditor Fiscal do Trabalho, sempre que o nmero de vagas exceder a 10% (dez por cento) do quadro respectivo, nomeando e dando posse, em at 3 (trs) meses da publicao do resultado final do concurso, a todos os candidatos aprovados, at o nmero de vagas existentes; (ii) garantir a manuteno, no Setor de Multas de todas as Superintendncias Regionais do Trabalho e Emprego e Gerncias Regionais, de nmero de Auditores Fiscais do Trabalho adequado s necessidades de servio, de modo a impedir o sobrestamento de atividades por carncia de Auditores; (iii) garantir, no Setor de Multas de todas as Superintendncias Regionais do Trabalho e Emprego e Gerncias Regionais, a manuteno de nmero de servidores administrativos de apoio adequado s necessidades de servio, de modo a impedir o sobrestamento de atividades por carncia de servidores; (iv) garantir, ao Setor de Multas de todas as Superintendncias Regionais do Trabalho e Emprego e Gerncias Regionais, a disponibilizao de equipamentos de informtica (integrados em rede) e mobilirio em quantidade e qualidade adequadas s necessidades de servio, substituindo os equipamentos sempre que necessrio; (v) garantir, ao Setor de Multas de todas as Superintendncias Regionais do Trabalho e Emprego e Gerncias Regionais, a disponibilizao de material de escritrio, incluindo cartuchos para impressoras, em quantidade e qualidade adequadas s necessidades de servio, e de forma permanente, mantendo estoques de tais produtos; (vi)L:\GPP\ACP - Iniciais, Manifestaes e Recursos\ACP 2011\ACP - INICIAL - PATRIMNIO PBLICO - MTE Sistema de MULTAS - ICP 6422011-54\ACP - INICIAL - Sistemas de MULTAS do MTE - ICP 642-2011-54.odt

Pgina 3 de 41

MINISTRIO PBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPBLICA NO DISTRITO FEDERAL

implantar no prazo de 1 (um) ano e seis (6) meses, aps prvia consulta quanto s necessidades e carncias enfrentadas por todas as Superintendncias Regionais do Trabalho e Emprego e Gerncias Regionais, novo e nico sistema informatizado de acompanhamento de processos para o Setor de Multas, interligado aos demais sistemas do Ministrio do Trabalho e Emprego, e adequado s necessidades de servio, devendo ser livre dos defeitos que hoje comprometem a eficincia dos sistemas existentes; (vii) disponibilizar, no prazo de 1 (um) ano e seis (6) meses, e, a partir de ento, manter em funcionamento acesso na pgina da internet do Ministrio do Trabalho e Emprego, servio de consulta online acerca da tramitao de processos administrativos relacionados ao Setor de Multas e Recursos, para acesso a todos os interessados; (viii) implantar, no prazo de 1 (um) ano e 6 (seis) meses, aps prvia consulta s Superintendncias Regionais do Trabalho e Emprego e Gerncias Regionais, um programa permanente de levantamento e gerenciamento nacional de informaes estatsticas sobre as atividades da inspeo do trabalho, que permita a produo de relatrios e dados consolidados completos e confiveis, incluindo informaes sobre aes fiscais, processos administrativos, multas e resultados obtidos; (ix) implantar, no prazo de 3 (trs) meses, procedimentos para assegurar a permanente e clere troca de informaes entre a Advocacia-Geral da Unio e o Ministrio do Trabalho e Emprego, de modo que o Setor de Multas seja mantido sempre informado sobre aes e decises judiciais relativas a multas administrativas, inclusive para fins de eficaz e imediato cumprimento das decises; (x) proporcionar, de forma permanente, treinamento e capacitao de todos os servidores do Setor de Multas das Superintendncias e Gerncias Regionais, em todas as atividades e funes que sejam de atribuio desse Setor; (xi) promover a inscrio em Dvida Ativa de multas administrativas previstas na legislao trabalhista, sempre que houver diversas multas ainda no prescritas relativamente a um mesmo empregador, e o valor somado das mesmas ultrapasse a quantia de R$ 1.000,00 (mil reais) e, finalmente, (xii) promover a execuo judicial de multas administrativas previstas na legislao trabalhista, no pagas na esfera extrajudicial, sempre que o valor somado das multas, relativamente ao mesmo empregador, ou o valor individual delas, ultrapassar a quantia de R$ 1.000,00 (mil reais).L:\GPP\ACP - Iniciais, Manifestaes e Recursos\ACP 2011\ACP - INICIAL - PATRIMNIO PBLICO - MTE Sistema de MULTAS - ICP 6422011-54\ACP - INICIAL - Sistemas de MULTAS do MTE - ICP 642-2011-54.odt

Pgina 4 de 41

MINISTRIO PBLICO FEDERAL PROCURADORIA DA REPBLICA NO DISTRITO FEDERAL

Conforme demonstrado, e muito embora a desestruturao da inspeo do trabalho atinja praticamente todos os seus setores, por meio da presente ao civil pblica tratar-se- apenas do segmento mais crtico, que aquele voltado apurao e imposio de penalidades administrativas a empregadores. Trata-se exatamente do segmento do qual depende a preservao da eficcia e credibilidade de todo o sistema, eis que, no tendo se mostrando suficiente a emisso de orientaes aos empregadores, apenas pela imposio da multa se assegurar, minimamente, o respeito lei. a tal segmento do sistema de inspeo que se dirigem os pedidos desta ao civil pblica.3

DA COMPETNCIA DA JUSTIA FEDERAL

O conjunto de problemas adiante apresentados conduz concluso, conforme j sinalizado, de que a Unio no est a organizar, de modo minimamente aceitvel, o Sistema Federal de Inspeo do Trabalho. A desestruturao, as carncias e as deficincias observadas autorizam a concluso de que o objetivo maior da inspeo do trabalho, que a proteo dos trabalhadores, no atingida. Diante desse quadro, inegvel a ofensa ao disposto no art. 21, inciso X