Click here to load reader

ACUPUNTURA JAPONESA NA ABORDAGEM PEDIÁTRICA japonesa.pdf · KANMUSHI SHO Nome para um tipo de desequilíbrio do Qi, que particularmente ocorre em crianças Sintomas de Hiperatividade,

  • View
    220

  • Download
    1

Embed Size (px)

Text of ACUPUNTURA JAPONESA NA ABORDAGEM PEDIÁTRICA japonesa.pdf · KANMUSHI SHO Nome para um tipo de...

  • ACUPUNTURA JAPONESA NA ABORDAGEM PEDITRICA

  • DIAGNSTICO ATRAVS DE PONTOS TSING COM MOXA

  • SHONISHIN Instrumentos metlicos

    Utilizados para tratamento

    Desenvolvido no sculo XVII no japo

    Preocupao com economia dos pas afetou a vida dos bebes

  • INSTRUMENTOS

  • INSTRUMENTOS

  • SHONISHIN Surge a crise do atentado por insetos

    (Kanmushi): bebes nervosos e irritados

    Assim surge o Konishin ( equilibar o Xue e Qi)

  • KANMUSHI SHO Nome para um tipo de desequilbrio do Qi, que

    particularmente ocorre em crianas

    Sintomas de Hiperatividade, insnia e irritao noturna

    Manifesta-se no primeiro ms de vida, caracterizando tenso na poro da musculatura posterior (cervical e e trapzio) e dorsal superior

  • TENSO PARAVERTEBRAL

  • ESTMULOS -TRATAMENTO

    Tratamento consiste em riscar a pele do bebe com fio metlico ( sem ponta) no trajeto dos meridianos (fio de ouro).

  • PARTICULARIDADES DO SHONISHI

    Estmulo deve ser leve

    Tratamento ente 1 ms de vida at os 14 anos

  • NFASE DOS ESTMULOS

    Utilizar friccio e presso em pontos e trajetos de meridianos

    Hiperemia nos pontos e aps o tratamento

    Em caso graves como convulses pode se fazer sangrais em pontos tsing dos meridianos

  • OBSERVAO

    Manter o basto de metal entre os dedos para evitar que a criana o veja evitando o medo ao estmulo

  • SINTOMAS DO KANMUSHI

    Voz irritada e estridente

    Comportamento impaciente e irado

    Choro e gritos noturnos

    Irritabilidade com qualquer coisa ou presena Beb troca o dia pela noite

    Presena de disturbrios digestivos como: diarria,priso de ventre, clicas abdominais, perda de apetite

  • SINTOMAS ASSOCIADOS DO KANMUSHI

    Otite

    Asma

    Coriza

    Torcicolo

    Dermatite atpica

    Enurese noturna

  • ESTRESSE/ME/BEB

    O estresse dos pais principalmente da me altera a composio do leite do bebe, que ao

    amamentar induz no bebe um ciclo vicioso

  • POR QUE A PREDISPOSIO DO BEB AO AO ESTRESSE?

    Estresse provocado pela Prolactina

    Prolactina alterada altera o comportamento do bebe

    Alterando a estado de imunidade do bebe que no leite materno contem anticorpos importantes par ao bebe

    O sistema nervoso do bebe no formado em definitivo e funcionalidade nao se adapta aos estmulos e levando ao estresse

  • SHINISHIN: SINTOMAS SEM INVASO

    SHOMISHI E CATECOLAMINAS

    Estresse ativa o sistema neuroendcrino Ativa hipotlamo Que estimula o SNA ( simptico) Hipotlamo secreta neurotransmissores como:

    A) Dopamina

    B) Noradremnalina

    C)Fator liberador de corticotrofina

  • FATOR LIBERADOR DE CORTICOTROFINA

    Hormnio adrenocorticotrfico (ACTH)

    Secretado pela Hipfise

    Aumenta a produo de outros hormnios (ADH, prolactina, hormonio somatotrfico (STH), Homonio do crescimento (GH) hrminio tireotrfico (TSH)

    O ACTH estumula a suprarrenais a secretaram cordicides e adrenalina (catecolminas)

  • SUPRA RENAIS Liberam adrenalina e cortisol

    Hormonios do stresse que:

    Aceleram o batimento cardaco,

    dilatam as puplilas,

    aumenta a sudorese,

    nveis de acar no sangue,

  • SUPRA RENAIS

    contrao do bao, que expulsa mais hemcias para a circulao sanguinea,

    ampliando a oxigenao dos tecidos e causa imunodepresso ( reduo das defesas do organismo

  • BEBE NESTAS CONDIES SE INSTALA DA SINDROME KAMUSHI

    O SHONISHI: Estimula a produo de catecolaminas ( secretado

    pela adrenal)

    Os instrumentos de estmulos em reas como costas, abdomem, pernas e braos estimula a produo de catecolaminas atreves do acupontos nos trajetos dos meridianos

    A dose de estimulo controlada pela hiperemia da pele, que determina a quantidade de estimulo ideal

  • HIPTESE DO EQUILBRIO CIDO-BSICO

    Estimulo controla a acidose do sangue

    As crianas tem facilidade em perder o equilbrio nutricional por excesso de acar na alimentao, causando acidose, prejudicando a formao sanguinea gerando sintomas neuroemocionais

  • EFEITOS FISIOLGICOS

    Controle do Ph Sanguineo

    Harmoniza o SNA

    Ativao da interao dos hemifrios cerebrais

    Melhora o sono e controla o estresse

    No produz efeitos colaterais

  • TEORIA DOS MERIDIANOS EM CRIANAS

    Antes dos 13 anos, os meridianos no estam totalmente formados em trajetos e numero de pontos

    Existem poucas rotas de Qi pelo corpo

    Estimulo deve ser o necessrio para produzir efeitos

  • TREINAMENTO DE PRESSO DOS ACUPONTOS EM CRIANAS E

    BEBES

    Treino com luva com ar ou gua

    A presso com os instrumetos do Shonishi jamais devem promover a perfurao da luva permitindo esvaziar a luva inflada ou cheia de gua

  • TIPOS DE ESTMULOS

    Presso

    Raspagem

    Moxa indireta ( Okyu)

  • DIAGNSTICO BSICO DO SHONISHIN

  • DIAGNSTICO BSICO DO SHONISHIN

    Observao das tres linhas paralelas ao umbigo

    Duas linhas bilaterais no bordo costal

    Linhas a partir do processo xifide

  • DIAGNSTICO BSICO DO SHONISHIN

    O acupunturista ao longo desses trajetos, tentando palpar e perceber pontos de tenso e que a criana passa demonstrar dores

  • VERIFICAR NOS PONTOS:

    A) Grau de tenso

    B) Dor a sensibilidade ao toque

  • APS O TRATAMENTO VERIFICAR:

    Abdomem

    Paravertebral

    Membros

    Observao: verificar se a tenso diminui e o quadro mudou

  • AVALIANDO A GRAVIDADE DA DOENA

    A) Dedo Indicador ( aduanas da boca do trigre)

    B) Regio Temporal

    C) Olhos

  • A) DEDO INDICADOR

    Inspeo do dedo indicador ( lado medial anatmico)

    Alteraes como coloraes da pele e dos capilares venosos e arteriais para julgar as condies da enfermidade.

    Se menino: indicador direitoSe menina: indicador esquerdo

    Obs: porm devem ser observados os dois lados

  • NO INDICADOR

    Observar:

    A) rea proximal ( Aduana do vento)

    B) rea Mdia ( aduana da energia)

    C) rea Distal ( aduana da vida)

  • ADUANEIRA

    Vento

    Vida

    Energia

  • DIFERENAR DOENAS SUPERFICIAIS/PROFUNDAS

    Vermelho Claro: frio e calor na superfcie

    Vermelho Escuro: obstruo dos canais pelo frio

    Roxeado: doena em profundidade

    Branco: estado emocional abalado

    Preto/Amarelo: doena ampla de cura difcil

  • OS DEDOS

    Dedo Direito: Pulmo e Bao

    Dedo Esquerdo: Corao e Fgado

  • OBSERVAES: Pintas vermelhas no dedo esquerdo: febre e mal estar

    Pintas no dedo direito: tenso e dor acima do umbigo

    Capilar na Duana do Vento: doena ainda no se instalou (leve)

    Quando invade a Duana da Energia, doena grave

    Quando chega na Duana da Vida incurvel (cores preto,azulado,amarelo) grave com possibilidade de bito

  • Aduanas da BOCA DO TRIGRE:Diagnstico Shonishin

  • TIPO 1:

    Pinta vermelha em forma de ponto

    Desequilibrio digestivo

    Criana deixa de comer ou beber

    Clias intestinais

    Gases e borborismos

    Criana chora e barriga inchada

  • ADUANEIRA TIPO 1

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 2:

    Pinta vermelha maior

    Criana com sintomas anteriores e apresenta febre

    Tratamento imediato para recompor relaes entre intestinos e estmago

  • ADUANEIRA TIPO 2

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 3:

    H uma mancha avermelhada grande, o que significa dor no estmago e intestino preso

    Criana sente frio e calor e no consegue evacuar ou vomitar

    Tratamento tem como base o estmago

  • ADUANEIRA

    Vento

    Vida

    Energia

  • TIPO 4

    Presena do Caminho da Serpente

    Criana sente queimao no estmago, sede e desconforto interno

    Tratar Estmago

  • ADUANEIRA TIPO 4

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 5

    Entrada de sinal na Aduana da Vida

    Criana com dificuldade para respirar, tem muito sono, dorme muito e no come, ou se alimenta muito pouco

    Reverter a sade do Estmago para aliviar o sintoma

  • ADUANEIRA TIPO 5

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 6

    Curva em arco para o dedo mdio

    Criana apresenta urina avermelhada, tosse e irritao mental com suor profuso

    Necessita tratar o corao e o pulmo liberando a passagem do ar e do Qi

  • ADUANEIRA TIPO 6

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 7

    Curva em arco oposta ao dedo mdio

    A criana sente calor, a mente fica irritada, hfebre

    A criana no consegue se alimentar devido a baixa energia e do Qi no organismo

  • ADUANEIRA TIPO 7

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 8

    Forma de lana, ataque de energia malfica gerando tremores

  • ADUANEIRA TIPO 8

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 9

    Calor no corao e fgado tornando-se extremo

    A criana se torna exausta, no conseguindo se alimentar o suficiente.

    O Shonishi suficiente para tratar esta afeco

  • ADUANEIRA 9

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 10

    Forma de escama de peixe, a figura extensa no dedo em sua aparncia

    A criana torna-se muito ativa e no consegue se alimentar corretamente

  • ADUANEIRA 10

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 11

    Tipo lngua de cobra, este sinal demonstra vazio interior, de difcil tratamento

  • ADUANEIRA TIPO 11

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 12

    Linha dagua , significa perda de apetite e enfraquecimento, choro noturno e muita sede

  • ADUANEIRA TIPO 12

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 13

    Linha do vento, significa ataque do vento do fgado e necessidade de

    tratamento imediato na criana

  • ADUANEIRA TIPO 13

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 14

    Caminho do inseto, significa

    desequilbrio do Fgado

  • ADUANEIRA TIPO 14

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 15

    Cicatriz fria

    Ataque do frio, dores abdominais

  • ADUANEIRA TIPO 15

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 16

    Caminho do inseto

  • ADUANEIRA TIPO 16

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 17

    Cicatriz sinuosa, define problemas no

    corao

  • ADUANEIRA TIPO 17

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 18

    Escamao do dedo, significando

    problemas pulmonares

  • ADUANEIRA TIPO 18

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRA TIPO 19

    Sinal penetrando nos trs nveis das

    aduanasCaso grave

  • ADUANEIRA TIPO 19

    Vento

    Vida

    Energia

  • ADUANEIRAS

    Veias do Dedo Indicador utilizadas para Diagnstico de

    Doenas Agudas, atravs das trs pregas do dedo

    indicador

  • ADUANEIRASAVALIAO PELA INSPEO EM CRIANAS AT 3 ANOS

  • Indicador Direito: Meninos

    Indicador Esquerdo: Meninas

  • MTODO

    Realiza-se a frico (massagem) do

    respectivo dedo e em seguida faz-se a

    observao, das veias que surgem dos lados

    do dedo

  • AVALIAO

    Observao das veias realizada em crianas com menos

    de trs anos para avaliar a gravidade

    das doenas

  • ADUANEIRASAVALIAO PELA INSPEO EM CRIANAS AT 3 ANOS

  • PORTO DO VENTO

    Fator Patognico somente nos canais de conexo (LO), condio benigna

    de rpida cura

  • ADUANEIRASAVALIAO PELA INSPEO EM CRIANAS AT 3 ANOS

  • PORTO DO QI

    Fator Patognico somente nos Canais

    Principais, sendo mais profundo e a condio e mais

    grave

  • ADUANEIRASAVALIAO PELA INSPEO EM CRIANAS AT 3 ANOS

  • PORTO DA VIDA

    Fator Patognico est nos rgos internos, sendo

    profundo e h risco de vida

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS

    A) Profundidade da cor B) Intensidade da cor C) Cor real D) Movimentos das veias E) Concentrao da Cor F) Comprimento das Veias G) Espessura

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS

    A) Profundidade da cor: Se refere a visibilidade das veias no dedo.

    Se superficiais= doena no exterior

    Se profundas= doena no interior , ou um fator externo se tornou interno

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS B) Intensidade da cor: Espessura;

    Veias finas: Benigna

    Veias Grossas: Doenas Grave Obs: Se aps a massagem desaparecerem

    facilmente indica insuficincia, caso contrrio excesso

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS

    C) Cor real: Vermelho vivo: invaso de Vento-Frio/Vento

    Calor

    Rubros Prpuras: Calor Interno

    Roxo Azuladas: Vento Calor ( Fgado) Convulses

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS

    A) Profundidade da cor B) Intensidade da cor C) Cor real D) Movimentos das veias E) Concentrao da Cor F) Comprimento das Veias G) Espessura

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS C) Cor real: Vermelho Claro: Frio por Vazio Esbranquiadas: Deficincia Nutricional da infncia Amareladas: condies do Bao Roxas Escuras: obstruo dos canais de conexo de

    sangue

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS D) Movimentos das veias: Veia grossa que pulsa fortemente, de forma irregular,

    parece congestionada, podendo indicar: estagnao do Qi

    Estagnao do Xue

    Estagnao de Umidade e Fleuma

    Reteno de alimentos

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS E) Concentrao da Cor: Quanto mais concentrada for a cor mais grave a

    doena

    Quanto mais concentrada indica plenitude

    Menos concentrada indica Vazio

  • CRITRIOS A SEREM AVALIADOS

    F) Comprimento das Veias:

    Veias longas: * Doena evoluindo

    Veias Curtas: * Doena retrocedendo

  • Pregas

  • PROLA LONGA:DISTRBIO DE ACMULO

  • PROLA FLUENTE:CALOR INTERNO

  • Serpente Fugindo:Digestivo com vmitos e

    diarria

  • SERPENTE RETORNANDO:DISTRBIO DE ACMULO

  • PREGA EM AGULHA:FLEUMA E CALOR

  • TRS PREGAS: (IDEOGRAMA)TOSSE CRNICA

  • PREGA COM RAMIFICAO:VENTO DO FGADO E CONVULSO

  • PREGA DIAGONAL:DO RADIAL PARA ULNARINVASO EXTERNA DE VENTO FRIO

  • PREGA DIAGONALDO ULNAR PARA RADIALINVASO EXTERNA DE FRIO

  • PREGA ARCO VOLTANDO PARA DENTRO:INVASO EXTERNA DO VENTO

  • PREGA ARCO VOLTADA PAR FORA:INDICA FLEUMA E CALOR

  • PREGA EM LANA:FLEUMA E CALOR

  • PREGA COM EXTREMIDADE EM FORMA DE GANCHO:DEFICINCIA DO YANG DO ESTMAGO E DO BAO COM FRIO INTERNO

  • PREGA VERTICAL LONGA:EXCESSO DE FGADO (VENTO DO FGADO COM DEFICINCIA GRAVE DO BAO

  • PREGA EM VERME:DISTRBIO DE ACMULO

  • PREGA CURVA:VENTO DO FGADO

  • TRS PREGAS SINUOSASVERMINOSE INTESTINAL

  • PREGA EM ESPINHA DE PEIXE:VENTO DO FGADO E CONVULSO

  • B) AVALIAO DA REGIO TEMPORAL

    Observar a qualidade da dilatao na rea temporal:

    Vermelho-Claro: ataque do frio e calor e se encontra na superfcie, geralmente com sinal que se manifesta na aduaneira

    Vermelho escuro: obstruo dos canais pelo frio Roxo: doena se encontra em profundidade Branco: estado emocional alterado Preto/Amarelo: doena grave, ampla de difcil

    cura

  • C) AVALIAO DOS OLHOS

    Observar a esclertica, buscando colorao

    avermelhada ou azulada

  • C) AVALIAO DOS OLHOS

    Vermelho escuro: demonstra obstruo dos canais pelo frio

    Roxo: doena em profundidade

    Branco, estado emocional abalado

    Preto/Amarelo: doena ampla de difcil cura

  • INSTRUMENTOS DO SHONISHI

  • MTODO DE TRATAMENTO

    A) Presso por Contato

    B) Percusso

    C) Frico

    D)Corte

  • MTODO DE TRATAMENTO

    A) Presso por Contato: mtodo mais comum, tocar a ponta da agulha na pele sem introduzir, pressionar suavemente os pontos durante dez segundos em cada .

    Escolher um total de 5 a 6 pontos em todo o corpo (para bebes)

  • MTODO DE TRATAMENTO

    B) Percusso: estmulo rtmico e de presso rpida, acompanhando o caminho do meridiano durante 20 segundos ( mtodo especfico para tratamento de diarreia).

  • MTODO DE TRATAMENTO

    C) Frico: fricciona-se a pele sobre o meridiano at alcanar a cor vermelha

    Serve de tratamento preventivo

    Aplicando frico diarimente no beb ( dorso superior) nas ocasies de gripes, e serve para prevenir de gripes em pocas das mesmas

  • MTODO DE TRATAMENTO

    A) Presso por Contato

    B) Percusso

    C) Frico

    D)Corte

  • MTODO DE TRATAMENTO

    D)Corte: Produz um leve corte para extrair sangue

    Utilizar sempre em casos de emergncias e em reas bem

    O ponto IG2 (sangria) em crianas alivia sintomas de neurose

  • MANIPULAO DA AGULHA DE PRATA

    Agulha de Prata de pronta romba

    Paralelo ao meridiano ou ponto com o dedo polegar, pressionando-a.

    Aplique manipulao de torque e pistonagem durante 10 segundos

    Bom para gripe, distrbio gastrointestinal e dor abdominal (clica)

  • MANIPULAO DA AGULHA DE PRATA

    O tratamento dura de de 5 a 10 minutos em mdia.Comum a bebes, infantes e idade escolar

    O nmero de sesses poder ser de 5 a 6 vezes consecutivas

    Nos e deve utilizar estmulos excessivos, que pode ser desfavorvel ou no produzir nenhum efeito

  • CRIANA NA IDADE DE SETE MESES OU MAIS SO TRATADAS SEGUINDO

    UMA ORDEM SEQUENCIAL

    1- Costas : pontos da bexiga e VG12

    2- Ombros e pescoo B10 e Vb21

    3- Peito e Abdomem VC, subcostal e para umbilical

    4- Braos e Pernas (meridianos)

    5- Retorne area das costas no final

  • CRIANA NA IDADE DE SETE MESES OU MAIS SO TRATADAS SEGUINDO

    UMA ORDEM SEQUENCIAL