ACV - 2010. 3. 7.¢  ACV An£Œlise de Ciclo de Vida An£Œlise comparativa sobre aspectos sustent£Œveis

  • View
    1

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of ACV - 2010. 3. 7.¢  ACV An£Œlise de Ciclo de Vida An£Œlise...

  • Título

    ACV Análise de Ciclo de Vida

    Análise comparativa sobre aspectos sustentáveis entre as embalagens de vidro: One Way e Retornável

  • Identificação da equipe de trabalho

    Membros

    Participação dos elemento dos grupo

    1 Aurino Neto Isabela Torresan João Ricardo Zattar Luís Henrique Lindner Rafaela Wiele Anton Ricardo Cherem

    Aurino Neto - Ilustração e desenvolvimento da hipermídia Isabela Torresan - Coleta de dados e informação para o conteúdo da hipermídia e web site, desenvolvimento do projeto de embalagem e ACV João Ricardo Zattar - Coleta de dados e informação para o conteúdo da hipermídia e web site, desenvolvimento do projeto de embalagem e ACV Luís Henrique Lindner - Coleta de dados e informação para o conteúdo da hipermídia e web site, desenvolvimento do projeto de embalagem e ACV Rafaela Wiele Anton - Coleta de dados e informação para o conteúdo da hipermídia e web site, desenvolvimento do projeto de embalagem e ACV Ricardo Cherem - Programação e desenvolvimento da hipermídia

  • Propósito

    Justificativa 2 Analisando de forma comparativa o ciclo de vida da garrafa retornável com a outra, dados importantes sobre seu beneficio para a sociedade e meio ambiente poderão ser destacados com mais facilidade. Com o advento das embalagens descartáveis, como garrafas de refrigerante feitas com PET ou cervejas one-way, o consumo desse tipo de material passou a ser associado à praticidade e à higiene. Entretanto, países como a Inglaterra e a Dinamarca, além de outros ao Norte da Europa, voltam a adotar os recipientes retornáveis. "No Brasil as embalagens retornáveis sumiram das prateleiras dos supermercados. Os plásticos em geral costumam encalhar na reciclagem", afirma a educadora ambiental e bióloga Patrícia Blauth. Isso se deve principalmente à dificuldade na separação dos diversos tipos de plástico,o que dificulta que uma garrafa seja reciclada e se torne novamente uma garrafa. "A produção de novas garrafas continua dependendo da exploração de matéria-prima virgem", alerta. "Se podemos chamar alguma embalagem de 'ecológica', é a garrafa retornável, que pode ser usada várias vezes. Lorente, presidente da Owens-Illinois do Brasil, não esconde a satisfação ao falar da Coca-Cola que, para reduzir o custo do produto ao consumidor, voltou a usar as garrafas retornáveis de vidro, com a meta de chegar a 30% das vendas - hoje é de 10% essa participação em embalagens de 200ml, 600ml, 1 litro e 1,25 litro. A AmBev, de 2003 para este ano, ampliou de 72% para 77% o volume envasado em garrafas de vidro. Alguns produtos que querem sofisticação têm buscado embalagens de vidro, diz Lorente, certo de que, como na Europa, em breve alimentos com ervilhas, milho e salsichas cheguem ao vidro, como são vendidos nana Europa. "A transparência trabalha a favor do vidro." E se o plástico, no qual o PET era o destaque, respondia por 35% do resultado, a empresa não tem dúvdas de que o vidro voltará a ganhar importância. "O futuro é o vidro", diz Lorente, afirmando que os concorrentes também estão investindo nessa direção. ”é uma questão de bom gosto, mesmo que muitos queiram provar o contrário. Afinal, quem não se lembra, como uma coisa boa, do leite que chegava em casa nos frascos de vidro?", pergunta. Se depender de Lorente, eles voltam. "As linhas de produção estão prontas".

  • Propósito

    2 Objetivo geral

    Objetivos específicos

    O ciclo de vida da garrafa retornável será analisando a ponto de direcionar as ações da campanha da nova embalagem para que o trabalho em cima do consumidor fique mais fácil e dinâmico e destacar a atenção da empresa, que mesmo sendo local, possui a preocupação com o meio ambiente.

    Os dois ciclos de vida serão mapeados e comparados com a finalidade de se apontar o custo de produção e os impactos ambientais que são causados pelas diferentes garrafas. Pretende-se com esses dados fazer uma campanha onde as garrafas retornável e one way serão vendidas em um pack com 6 ou 4 unidades, onde estariam destacados os objetivos de conscientização do consumidor e valorização local, e que o consumidor possua o hábito de retornar esse material aos postos de coleta. Os resultados pretendidos vão além da simples comercialização de mais um produto da empresa, o que pretende-se é um design de sistema, onde o custo e os materiais serão reduzidos e o consumidor poderá fazer parte da ação ambiental da empresa com um simples gesto.

  • Propósito

    Escopo 2 Será analisado o ciclo de vida da garrafa retornável de 200ml do chocoleite, fazendo um comparativo com a embalagem one way do mesmo produto. Nessa análise serão apontados dados como redução de custos de uma para outra e a importância da conscientização do consumidores em relação ao sistema de garrafas retornáveis e a redução dos impactos ambientais. As duas serão analisadas de acordo com os critérios apontados, abordando as dimensões de : Ciclo, Eficiência, Energia, Segurança e Social. E depois os resultados serão analisados para ressaltar as diferenças entre as duas.

  • Propósito

    Descrição do produto 2

    Modelo Retornável

    Modelo One Way

    Retornável - A garrafa é feita de vidro com uma tampa metálica onde estão gravados alguns dados em tinta acetinada vermelha. O rótulo é gravado atráves de serigrafia cilíndrica em 3 cores (vermelho, branco e amarelo).

    One Way - A garrafa é feita de vidro com uma tampa metálica onde estão gravados alguns dados em tinta acetinada vermelha e branca. O rótulo é impresso em máquinas offset utilizando 4 cores, e depois é colado na superfície central da garrafa.

  • Inventário

    3 Fluxo das unidades de produção

  • Inventário

    Fluxo das unidades de produção3

  • Inventário

    Fluxo das unidades de produção3

  • Avaliação

    4 Apresentação da forma de avaliação

    Garrafa one way

    Critério de Avaliação Escala cromática de avaliação

    Garrafa retornável

    Quesito abordado e legenda dos níveis da escala cromática

  • Avaliação

    4 Critério: Segurança

  • Avaliação

    4 Critério: Social

  • Avaliação

    4 Critério: Eficiência

  • Avaliação

    4 Critério: Ciclo

  • Avaliação

    4 Critério: Energia

  • Análise Individual

    5 �Na análise do gráfico de eficiência percebe-se que a garrafa retornável supera a OneWay na maioria dos quesitos com grande destaque para durabilidade e reaproveitamento, itens de grande importância. A garrafa Oneway mantém um nível mediano, perdendo pontos juntamente com a garrafa retornável em redução de material e atualização.

    �Na análise do gráfico de segurança, ambas as garrafas têm o mesmo desempenho por todo o gráfico. Os itens de pico são: proteção, prevenção, reciclagem, transporte fechamento e lacre, composição dos insumos e formato, perdendo pontos na avaliação em impacto ambiental, simplicidade da produção e durabilidade.

    �Na análise do gráfico social, as duas garrafas mostram desníveis nos critérios de avaliação. Elas alternam a melhor posição mostrando que são diferentes e que ambas têm qualidade. À conclusão tirada é de que as duas podem melhorar equiparando-se, absorvendo o que se destaca em cada uma e evoluindo nas questões de qualidade na confecção, respeito aos direitos humanos e condições de trabalho, que mostram-se em declínio.

    �Na análise do gráfico de Ciclo, a garrafa retornável novamente destaca-se na maioria dos quesitos, nunca ficando abaixo da OneWay, no máximo nivelada. Os critérios que exigem atenção são principalmente matéria prima reciclada e resíduos, seguidos de energia. Os demais critérios encontram-se acima da média para as duas garrafas.

    �Na análise do gráfico de Energia, a garrafa retornável mostra-se bastante competente na questão energética, ficando acima ou no mesmo nível da garrafa OneWay, com grande destaque para o quesito descarte, onde a OneWay perde pontos ficando na média de avaliação. Nos pontos de matéria prima e forma as duas comportaram-se da mesma forma, alcançando o maior nível de avaliação.

  • Considerações finais

    6 A conclusão geral que se chega perante a análise de todos os gráficos é que a garrafa retornável é realmente superior em muitos quesitos e deve ser incorporada novamente ao nosso dia-a-dia.

    Para comprovar podemos ter como base seu período de vida. A garrafa é comprada, utilizada e retornada voltando inúmeras vezes ao consumo, dispensado a produção de novas garrafas que gerariam mais resíduos, mais matéria-prima, mais mão de obra, ou seja, mais gastos. Utilizar a garrafa retornável é fechar um ciclo.

    A justificativa do trabalho portanto é valida. Tanto a empresa quanto o meio ambiente acabam ganhando com essa nova proposta. Vale a pena investir na garrafa retornável contornando alguns de seus problemas e tornando-a ainda melhor, fazendo com que o consumidor faça parte da ação ambiental da empresa com o simples ato de retornar a embalagem.

  • Referencial

    7 �COLÉGIO ENGENHEIRO JUAREZ WANDERLEY, INSTITUTO EMBRAER DE EDUCAÇÃO E

    PESQUISA; disponível em [http://www.colegiojuarezwanderley.com.br/alternativas/alterna