ADMISSIONAL TRF 4

Embed Size (px)

Text of ADMISSIONAL TRF 4

PODER JUDICIRIO Justia Federal do Rio Grande do Sul

PROCEDIMENTOS ADMISSIONAISOs procedimentos admissionais so realizados conjuntamente pelo Ncleo de Gesto Funcional (responsvel por todos os controles e registros atinentes ao novo servidor) e pelo Ncleo de Acompanhamento e Desenvolvimento Humano (responsvel pela avaliao de aptido fsica e mental dos candidatos e pela indicao de lotao, para os candidatos que entraro em exerccio em Porto Alegre). 1. Nomeao Quando o candidato nomeado, o Ncleo de Gesto Funcional NGF - expede telegrama convocandoo para iniciar os procedimentos para a posse. Recebendo o telegrama, o candidato dever entrar em contato por telefone entre 14 e 19 horas, ou pessoalmente entre 14 e 18 horas. A nomeao publicada na Dirio Eletrnico do Tribunal Regional Federal da 4 Regio. O candidato responsvel pelo controle da publicao do respectivo ato de nomeao e dos prazos dele decorrentes. As publicaes podem ser acompanhadas, tambm no site www.trf4.gov.br. 2. Requisitos para ingresso Apresentao de todos os documentos exigidos, dentro do prazo legal. Ser considerado apto, fsica e mentalmente, para o exerccio da carreira. Tomar posse no prazo legal. 3. Exame Mdico Admissional Os exames mdicos admissionais so de responsabilidade do Ncleo de Acompanhamento e Desenvolvimento Humano NADH; Os exames laboratoriais e cardiolgicos podero ser realizados sem nus para o candidato. Neste caso, dever previamente ser efetuada a solicitao de guias junto Seo Mdica e Odontolgica, atravs do telefone 51-3214.9074, das 15h s 17h; Se o candidato optar por arcar com as despesas dos exames laboratoriais e cardiolgicos, poder escolher o laboratrio / clnica de sua preferncia; Aps a realizao dos exames, os resultados devem ser retirados pelo candidato e apresentados na avaliao mdica; Os agendamentos das avaliaes sero feitos pelo candidato, junto Seo Mdica e Odontolgica, do NADH, atravs do telefone 51-3214.9074, das 15h s 17h;

4. Posse A partir da publicao do Ato de Nomeao no Dirio Eletrnico, o candidato tem prazo de 30 (trinta) dias para tomar posse. A contagem do prazo inicia no dia subseqente ao da publicao do referido ato (se dia til) e ininterrupta. A posse de todos os candidatos ser realizada em Porto Alegre e todos participaro de atividades de integrao e treinamento. 5. Exerccio O servidor empossado pode requerer prazo de at quinze dias para entrar em exerccio. A contagem do prazo, em dias corridos, tem incio no dia subsequente posse. Candidatos que, por serem Servidores Pblicos Federais, ingressem mediante vacncia devem tomar posse e entrar em exerccio necessariamente no dia da vacncia. Importante: Candidatos que ingressam mediante vacncia devem enviar Seo de Pagamento de Pessoal (pagamento@jfrs.gov.br) certido acerca dos valores percebidos/devolvidos de antecipao da gratificao natalina, expedida no rgo de origem.

Julho/2010

1/12

PODER JUDICIRIO Justia Federal do Rio Grande do Sul

PROCEDIMENTOS ADMISSIONAISCONTATOS:Seo Judiciria do Rio Grande do Sul Rua Otvio Francisco Caruso da Rocha, n 600 3 andar, Bairro Praia de Belas, Porto Alegre - RS. CEP: 90010-395Ncleo de Gesto Funcional (nugef@jfrs.gov.br 51-3214.9080) Seo de Pessoal (ala norte): 3214- 9087 pessoal@jfrs.gov.br Seo de Lotao (ala norte): 3214-9081 cadastro@jfrs.gov.br Seo de Pagamento de Pessoal (ala norte) : 3214-9088 pagamento@jfrs.gov.br Seo de Benefcios (ala leste): 3214-9085-beneficios@jfrs.gov.br Ncleo de Acompanhamento e Desenvolvimento Humano (nadh@jfrs.gov.br 51-3214.9078) Seo de Psicologia (ala sul): 3214-9061 psicologia@jfrs.gov.br Seo Mdica e Odontolgica (ala leste): 3214-9075 smed@jfrs.gov.br Seo de Desenvolvimento (ala leste) 3214.9079 sdh@jfrs.gov.br

QUEREMOS ATENDER COM EXCELNCIA POR FAVOR, RESPEITE OS HORRIOS DE CONTATO Justia Federal do Estado do Rio Grande do Sul (certido de antecedentes criminais) Rua Otvio Francisco Caruso da Rocha, n 600, Praia de Belas, Porto Alegre, RS Pavimento de acesso, Ala Oeste, Seo de Distribuio. Tel.: (51) 3214.9033 site: www.jfrs.gov.br Foro Estadual (certido de antecedentes criminais candidatos residentes em P. Alegre) Rua Celeste Gobato, n 10, Praia de Belas, Porto Alegre, RS. Tel.: (51) 3211.5362

Publicao do Ato de Nomeao

ATIVIDADE

DATA

HORRIO

Exames (12h de jejum, no ultrapassando 14 h) Consulta Seo de PsicologiaConsulta Seo Mdica Entrega de Documentao para posse Posse Exerccio

Julho/2010

2/12

PODER JUDICIRIO Justia Federal do Rio Grande do Sul

INFORMAES GERAISAVERBAO DO TEMPO DE SERVIO O servidor poder averbar junto Seo de Pessoal (pessoal@jfrs.gov.br) o tempo de servio anterior no servio pblico federal, estadual e municipal ou na iniciativa privada. Procure a Seo de Pessoal para mais informaes.REMUNERAO VIGENTE DESDE DEZEMBRO DE 2008:R$ em jul/2010 Analista Judicirio Tcnico Judicirio RUBRICA A01 A01 Vencimento 4.367,68 2.662,06 GAJ 2.183,84 1.331,03 VPI 59,87 59,87 Auxlio alimentao 630 630 TOTAL GANHOS 7.241,39 4.682,96 PSS (11%) -727,25 -445,83 IRRF (***) -925,36 -299,18 TOTAL DESCONTOS -1.652,61 -745,01 TOTAL LQUIDO 5.588,78 3.937,95 Fonte: Tabela de Vencimentos vigente desde 01/12/2008. (***)alquota: 27,5% sem dependentes

INFORMAES SOBRE O PROGRAMA DE BENEFCIOS (SEO DE BENEFCIOS - beneficios@jfrs.gov.br)AUXLIO PR-ESCOLAR QUEM TEM DIREITO AO AUXLIO? O servidor que tiver filho(s) e/ou menor(es) dependentes sob guarda ou tutela, na faixa etria compreendida entre o nascimento e os 6 (seis) anos de idade, conforme Resoluo n 004/2008-CJF, Captulo VII, art. 78. COBERTURA O programa ressarci at 95% do teto (R$ 450,00) e o servidor tem participao que varia de 5% a 25% dependendo da faixa salarial, sendo que o valor mximo que o servidor percebe a ttulo de auxlio pr-escolar de R$ 427,50. INCLUSO Para incluso no benefcio necessrio acessar a Central RH nos mdulos Benefcios\Dependentes\Incluso/excluso, preencher os dados do dependente, selecionar incluso no Auxlio Pr-Escola e, depois de finalizado o procedimento, imprimir a solicitao e encaminh-la Seo de Benefcios do NGF, acompanhada da cpia da certido de nascimento do dependente (autenticada administrativamente) bem como do documento de guarda judicial, nos casos de dependente menor sob guarda e/ou tutela. DEDUO DE DEPENDENTES DO IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE: QUEM PODE SER DEPENDENTE? De acordo com a Instruo Normativa n. 15/2001 da Secretaria da Receita Federal - SRF, so dependentes para fins de Imposto de Renda:Julho/2010 3/12

PODER JUDICIRIO Justia Federal do Rio Grande do Sul

INFORMAES GERAISI. O cnjuge; II. O companheiro ou a companheira (com unio estvel de 05 anos); ou perodo menor, se da unio resultou filho; III. A filha, o filho, a enteada ou enteado, at 21 anos, ou de qualquer idade quando incapacitado fsica ou mentalmente para o trabalho (ou at os 24 anos se estiver cursando ensino superior ou escola tcnica de 2 grau); IV. o menor pobre, at 21 anos, que o contribuinte crie e eduque e do qual detenha a guarda judicial; V. o irmo, o neto ou o bisneto, sem arrimo dos pais, at 21 anos, desde que o contribuinte detenha a guarda judicial, ou de qualquer idade quando incapacitado fsica ou mentalmente para o trabalho; VI. os pais, inclusive os adotantes, maiores de 65 anos, desde que no aufiram rendimentos tributveis ou no, superiores ao limite da iseno mensal. (Atualmente, iseno at R$ 1.499,15 mensais); VII. o absolutamente incapaz, do qual o contribuinte seja tutor ou curador. INCLUSO Acessar a Central RH nos mdulos Benefcios\Dependentes\Incluso/excluso, preencher os dados do dependente, selecionar incluso no Imposto de renda e, depois de finalizado o procedimento, imprimir a solicitao e encaminh-la Seo de Benefcios do NGF, acompanhada de cpia (autenticada administrativamente) da documentao comprobatria da dependncia. PRAZOS Os requerimentos, acompanhados de documentao autenticada (em tabelionato ou na Vara) devero dar entrada no NGF at o dia 28 de cada ms, pois preciso a homologao do pedido antes do prazo da folha de pagamento. ATENO: Os dependentes que forem averbados em folha de pagamento para deduo mensal devem, obrigatoriamente, constar da DECLARAO de RENDA do servidor no prximo ajuste anual. Nos casos em que fatos futuros caracterizem a perda da qualidade de dependente, o servidor DEVER solicitar a excluso do benefcio. AUXLIO-ALIMENTAO QUEM TEM DIREITO AO AUXLIO? O Auxlio-Alimentao pago a todos os servidores, no valor total de R$ 630,00 por ms (recebido no ms anterior ao da competncia). Est regulamentado pela Resoluo n. 4/2008 e pela portaria 88/2009 (que define o valor atualmente pago), ambos do Conselho da Justia Federal. INCLUSO No necessrio requerer este benefcio. percebido integralmente pelo servidor mesmo nos afastamentos por Licena e nos perodos de frias. H desconto somente em casos de falta injustificada do servidor. H desconto proporcional nos dias em que o servidor recebe dirias por deslocamento no interesse da Administrao. PRAZOS calculado automaticamente a partir do primeiro dia do exerccio do servidor e recebido em Folha de Pagamento. AUXLIO-TRANSPORTE QUEM TEM DIREITO AO AUXLIO? Segundo a Resoluo n 004/2008 - CJF, o auxlio ser pago para custear as despesas dos servidores com TRANSPORTE COLETIVO nos deslocamentos entre a sua residncia e o local de trabalho.Julho/2010 4/12

PODER JUDICIRIO Justia Federal do Rio Grande do Sul

INFORMAES GERAIS um benefcio pago em folha, no valor das passagens, j deduzido o valor da participao do servidor. A participao do servidor de 4,4 % do vencimento bsico: R$ 117,13 para Tcnico Judicirio A1 e R$ 192,17 para Analista Judicirio A1. Se a despesa no deslocamento residncia/trabalho/residncia for inferior participao, o servidor no tem direito ao benefcio. Exemplo: Tcnico Judicirio residente em Porto Alegre utilizando 04 passagens dia. Valor da passagem: R$ 2,00 despesa diria: R$ 8,00. 22 dias x R$ 8,00 = R$ 176,00;