of 40 /40
Agrupamento de Escolas de Rio Tinto AERT - Agrupamento de Escolas de Rio Tinto Ano Letivo 2017/2018 1º Período Relatório – Comissão de Avaliação Interna Rio Tinto, 08 de janeiro de 2018 A Comissão de Avaliação Interna (CAI)

AERT - Agrupamento de Escolas de Rio Tinto Ano Letivo 2017 ... · Foi realizada a atividade Festa de Natal em todos os Jardins de Infância. ... (2 anos de idade a completar os 3

  • Author
    lenhan

  • View
    215

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of AERT - Agrupamento de Escolas de Rio Tinto Ano Letivo 2017 ... · Foi realizada a atividade Festa...

  • Agrupamento de Escolas de Rio

    Tinto

    AERT - Agrupamento de Escolas de Rio Tinto

    Ano Letivo 2017/2018

    1 Perodo

    Relatrio Comisso de Avaliao Interna

    Rio Tinto, 08 de janeiro de 2018

    A Comisso de Avaliao Interna (CAI)

  • 1

    DEPARTAMENTO EDUCAO PR-ESCOLAR

    Componente Letiva

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Foram realizadas todas as atividades que constavam no Plano Anual de Atividades em todos os jardins-de-infncia.

    Foi realizada a atividade Festa de Natal em todos os Jardins de Infncia.

    Atividades no previstas no PAA foram igualmente realizadas, resultantes ou no de parcerias, como: O Circo "Vamos dar uma prenda ao Pai Natal"

    (promovido pela JFRT); Dia das Bruxas; Fazer um Magusto; Dia Nacional do Pijama; Cientista por um dia (promovida pela CMG - Quinta do Passal);

    Oficina de expresso plstica na Casa da Juventude Rio Tinto - Vamos Construir Marionetas Acrobticas; Oficina de expresso plstica na Casa da

    Juventude Rio Tinto- Faz a Tua Raquete.

    Foram ainda desenvolvidas outras atividades resultantes da articulao entre ciclos e integradas nos seguintes projetos:

    Projeto de Educao para a Sade (PES) - Dia Mundial da Alimentao; Lanche Saudvel; Palestra da Alimentao Saudvel; Programa Nestl

    Crianas Saudveis; Palestra da Alimentao Saudvel (articulao ACES Rio Tinto).

    Programa Eco-Escolas - Campanha Eco-shop; Projeto Lipor Gerao+; Dia Internacional Eco Escolas - Hastear da Bandeira Verde; Gincana dos

    resduos; rvores de Natal Solidrias (promovida pela JFRT); Programa Eco Escola / ABAE, sendo desenvolvidos os temas (Poupana de gua;

    Poupana de energia; Politica dos 3Rs; Biodiversidade; Espaos exteriores; Recolha de tampinhas, pilhas e leo alimentar.

    Projeto de Segurana e Proteo Civil Projeto ACP kids; Visualizao de filmes sobre Segurana; Simulacro A terra Treme; Banda da GNR do

    Quartel do Carmo.

    Plano Nacional de leitura (PNL) Inaugurao da Biblioteca (articulao com o 1 CEB em S. Caetano n1); Projeto de promoo de leitura em

    famlia Leitura + em famlia; Hora do Conto.

    Problemas identificados pelo DEPARTAMENTO EDUCAO PR-ESCOLAR

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Assiduidade e pontualidade das crianas

    Crianas de baixa faixa etria a frequentar o JI (2 anos de idade a

    completar os 3 anos em dezembro)

    Imaturidade das crianas

    Falta de recursos humanos para apoiar crianas problemticas que

    integram os grupos, nas refeies e nos cuidados de higiene

    Alertar os EE para a importncia da pontualidade e assiduidade e

    sua influncia nas aprendizagens e desenvolvimento das crianas;

    Utilizar estratgias com o objetivo de desenvolver a maturidade das

    crianas no sentido de as tornar mais autnomas, com capacidade

    de partilhar e de assumir responsabilidades;

    Reforar o nmero de Assistentes Operacionais.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Os problemas identificados pela CAI so os mesmos que foram

    identificados pelo departamento

    --------

  • 2

    DEPARTAMENTO EDUCAO PR-ESCOLAR

    Atividades de Animao e de Apoio Famlia (Despacho n. 9265-B/2013, 15 de julho)

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Foram realizadas todas as atividades programadas no plano de atividades, para o primeiro perodo da Componente de Atividades de Animao e de

    Apoio Famlia. As atividades efetuadas foram de natureza ldica (jogos, dana, msica e jogos tradicionais).

    Estas atividades decorreram dentro da normalidade, foram privilegiadas as brincadeiras espontneas. As crianas foram bem acolhidas, respeitadas e

    valorizadas uma vez que neste perodo de tempo mais importante o grau de envolvimento e satisfao das crianas do que existncia de um produto,

    tornando-se relevante o prazer de estar e conviver.

    A superviso pedaggica foi realizada para avaliar e reformular estratgias tendo em vista o bom funcionamento desta componente.

    Problemas identificados pelo DEPARTAMENTO EDUCAO PR-ESCOLAR

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    Foi proposta a continuidade das seguintes sugestes de melhoria para o bom

    funcionamento da AAAF:

    Continuar a realizar reunies com a equipa, sempre que necessrio,

    para avaliar e reformular estratgias para o bom funcionamento

    destes servios.

    Ter sempre em ateno a necessidade de uma superviso pedaggica feita pela professora titular e o necessrio

    acompanhamento das Assistentes Operacionais.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    --------

  • 3

    DEPARTAMENTO 1 ciclo

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Mobilidade

    N. de alunos matriculados no incio do ano letivo 576 alunos.

    N. de alunos matriculados no final do 1. perodo 574 alunos

    A diferena entre o 1dia de aulas e o final do 1 perodo de menos 2 alunos.

    Assiduidade

    Registam-se casos de elevado nmero de faltas injustificadas na turma do 1B e na turma do 3B, para os quais esto a ser tomadas

    as diligncias previstas no RI, de acordo com a legislao em vigor.

    Comportamento

    6,05% da totalidade de alunos (35 alunos), matriculados no 1. CEB, com comportamento menos satisfatrio, sem registo escrito;

    10 registos de ocorrncia correspondente a 10 alunos (1,16%) com comportamento pouco satisfatrio com registo escrito.

    Estas ocorrncias foram comunicadas ao Mediador Educativo e as medidas corretivas foram aplicadas.

    Situao das planificaes anuais/didticas - cumprimento de contedos e mecanismos de

    recuperao

    Os contedos programticos foram cumpridos em todos os anos de escolaridade e em todas as disciplinas.

    Mecanismos de recuperao:

    Na disciplina de Portugus, dar-se- continuidade ao trabalho desenvolvido, a saber:

    apoio individualizado e personalizado, especialmente direcionado aos alunos com dificuldades na aprendizagem;

    reforo no nmero de horas do apoio educativo e do projeto do sucesso + nas turmas do 2. ano, que apresentam um

    sucesso abaixo dos 74%.

    realizao e reforo dos trabalhos de casa;

    frequncia das interaes verbais na sala de aula;

    valorizao do empenho e do interesse por parte dos docentes e da famlia;

    reforo positivo das conquistas feitas ;

    reforo do treino da leitura e da escrita;

    recurso leitura de obras apelativas para os alunos;

    implementao do trabalho de pares, entre alunos de mrito e alunos com dificuldades, principalmente nas turmas mais

    numerosas.

    Na disciplina de Matemtica, o trabalho continuar a ser desenvolvido no sentido de cumprir as metas matemticas com especial

    ateno para os alunos que demonstraram maior dificuldade.

    Na disciplina da Apoio ao Estudo o reforo das aprendizagens ser uma constante com o recurso a material didtico, a fichas de

  • 4

    recuperao individualTentar-se- proporcionar momentos de atividades ldicas e com recurso a material concretizvel para

    que as atividades matemticas se tornem apelativas e motivadoras. Para aumentar a autoestima dos alunos, sero elaboradas

    atividades promotoras de sucesso em que se dar especial destaque aos avanos na melhoria dos resultados dos alunos.

    No Apoio Educativo ser feito o reforo das aprendizagens nas disciplinas de Portugus e de Matemtica.

    Na disciplina de Ingls Curricular, o apoio individual ter que ser prestado na aula, sempre que possvel.

    Resultados das Prticas Educativas

    1 ano 2 ano 3ano 4ano

    Port Mat EM Port Mat EM Ing Port Mat EM Ing Port Mat EM

    90,8% 94,6% 98,5% 86,2% 84,8% 95,9% 97,8% 92% 92% 98,6% 94,9% 96,2,% 86,6% 98,1%

    Em todos os anos de escolaridade, a anlise das prticas educativas implementadas situaram os nveis de sucesso acima dos 74%.

    Contudo existem 3 turmas cujos nveis de sucesso se situam abaixo dos 74%: a turma do 2.C (72%) na disciplina de Portugus e

    as turmas do 2.E (72,7%) e 4.B (69,6%) na disciplina de Matemtica.

    Apoio Educativo

    Tendo em conta a anlise dos resultados e das dificuldades de aprendizagem manifestadas pelos alunos ficaram propostos para

    beneficiar de Apoio Educativo:

    1. ano 18 alunos;

    2. ano 34 alunos;

    3. ano 38 alunos;

    4. ano 51 alunos.

    O total de 141 alunos, que corresponde a 24,6 % da totalidade dos alunos.

    NEE

    Os alunos com Necessidades de Educativas Especiais correspondem a 4.36% da totalidade de alunos a frequentar o 1. ciclo

    Reunies de articulao realizadas entre ciclos e atividades resultantes. Atividades realizadas para

    promover a interdisciplinaridade a nvel de: Contedos programticos; Projetos de Desenvolvimento

    Educativo; Metodologias pedaggicas.

    Foram realizadas durante este 1. perodo as seguintes reunies de articulao programadas, para preparao do ano letivo

    2017/2018:

    Reunio de articulao entre os professores do 1 ciclo que lecionaram o 4. ano e os DT do 5. ano;

    Reunio entre as Educadoras de Infncia e os Professores do 1. Ano;

    Reunio Geral de Professores;

    Reunio de Coordenao dos PTT e de Departamento;

    Reunio entre a Coordenadora dos Projetos de Desenvolvimento Educacional e os Coordenadores de Departamento;

    Reunio entre a Diretora/Coordenadores dos JI e/ Coordenadores das EB1;

    Reunio de articulao entre os PTT/Prof.do AE e Professores da Educao Especial;

    Reunio com os EE dos alunos do 1. ciclo e receo aos alunos.

  • 5

    As reunies de departamento e de Coordenao de Ano levaram a uma uniformizao dos critrios de avaliao e utilizao de

    terminologia comum a utilizar nas diversas situaes de avaliao

    Vrias atividades propostas no PAA contriburam para a promoo da interdisciplinaridade nomeadamente as visitas de Estudo ao

    WORLD of DISCOVERIES Museu Interativo e Parque Temtico e as j feitas no mbito do Projeto Percursos de Ouro bem como as

    programaes anuais/mensais que so elaboradas no sentido do desenvolvimento integral do aluno. Os Planos de Melhoria de

    Portugus e Matemtica, atravs das atividades a propostas, so tambm um contributo para a promoo do sucesso dos alunos.

    Relatrio de Execuo do Plano Anual de Atividades de 1 Perodo

    Todas as atividades previstas no PAA foram cumpridas e avaliadas com meno de Muito Bom, com exceo de Christmas

    atividade agendada pelas Professoras de Ingls Curricular, para os 3. e 4.anos, pois a adeso a outras atividades no previstas,

    promovidas pela Junta de Freguesia de Rio Tinto e Associao de Pais, impediram a realizao da mesma. Foi ainda realizada uma

    atividade no prevista mas realizada Ida ao Circo.

    Identificao de necessidades de formao de docentes, com vista elaborao de um Plano de

    Formao de Escola

    O nosso Agrupamento (AERT) j possui um plano de formao em vigor at 2018, onde esto identificadas as reas prioritrias de

    formao. Assim para o 1. ciclo era essencial haver aes em:

    Tecnologias da Informao e Comunicao: Excel; Plataforma Moodle; Nuvem; Quadro Interativo; Imagem Digital; Certificao

    TIC nvel 1 e nvel 2; As TIC aplicadas Matemtica no 3 e 4anos;

    Escrita criativa no 1 ciclo;

    O ensino da Matemtica no 3 e 4 ano de escolaridade.

    Mediao de conflitos.

    Atividades de Enriquecimento Curricular

    Registo de frequncia alunos

    No universo de 573 alunos matriculados no 1. ciclo, a taxa de inscrio inicial nas Atividades Enriquecimento Curricular (AEC) fixou-se

    nos 49.4% (283 alunos inscritos). No final do 1. perodo registaram-se inscritos 287 aluno, que corresponde a uma diferena de 4

    alunos, taxa de +0.7% de alunos a frequentar.

    Participao dos alunos

    Os alunos participaram com empenho e interesse em todas as atividades, contribuindo para o sucesso das mesmas, salientando-se

    como ponto positivo os conhecimentos adquirido, havendo a salientar no entanto alguns casos de indisciplina.

    Participao/Articulao - professores

    Classificao geral da participao e articulao positiva. A assiduidade, o empenho, a disponibilidade, o esprito de equipa e os

    contedos trabalhados so destacados, como pontos positivos, pela generalidade das escolas.

    Como pontos negativos algumas escolas referem: substituio tardia de alguns professores; fraca adeso s AEC; falta de espao

    fsico devido a obras de remodelao da escola e falta de material para os alunos desenvolverem estas atividades.

  • 6

    Monitorizao: Encarregados de Educao

    A Participao dos Encarregados de Educao consiste no trabalho cooperativo desenvolvido nas atividades conjuntas,

    principalmente aquelas inscritas no PAA; nas consultas dos EE junto dos PTT e participao dos EE nas reunies de perodo para

    avaliao do mesmo. Assim reconhecido que, principalmente, atravs da Associao de Pais e Encarregados de Educao existe

    uma interveno ativa dos mesmos nas atividades escolares. Os professores referem que os EE vo escola sempre que solicitados

    e, muitas das vezes a reunio marcada pelos prprios Enc. de Educao. Do registo, destaca-se o seguinte:

    538 (93,2%) E.E. participaram na reunio de incio de ano letivo;

    28 (4,8%) E.E. contataram com o PTT durante as duas semanas posteriores reunio;

    11 (2,0%) E.E. no contaram o PTT at ao final da 2. semana.

    Problemas identificados pelo DEPARTAMENTO 1 ciclo

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Situaes de indisciplina

    Promover assembleias de turma e escola de forma a sensibilizar os

    alunos para o cumprimento de regras indispensveis ao bom

    ambiente escolar em geral e nas Atividades de Enriquecimento

    Curricular (AEC) em particular;

    Criar equipas multidisciplinares que favoream o acompanhamento

    do percurso escolar dos alunos e a mediao de conflitos;

    Responsabilizar e envolver mais os Pais/EE na educao e no

    percurso escolar dos seus Educandos.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Os problemas identificados pela CAI so os mesmos que foram

    identificados pelo departamento.

    -------

  • 7

    DEPARTAMENTOS: Cincias Exatas; Cincias Humanas e Sociais; Expresses; Lnguas

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Todos os coordenadores de departamento elaboraram o relatrio referente ao primeiro perodo.

    Depois de lidos todos os relatrios, de salientar o seguinte:

    Disciplinas que no conseguiram cumprir as planificaes elaboradas para o primeiro perodo:

    Matemtica sete turmas do 5ano.

    Matemtica uma turma do 6ano.

    Cincias Naturais - quatro turmas do 5ano.

    Cincias Naturais - cinco turmas do 6ano.

    Cincias Naturais - duas turmas do 9ano.

    Cincias Fsico-Qumicas uma turma do 7ano, oito turmas 8ano e oito turmas do 9ano.

    Histria e Geografia de Portugal sete turmas do 5 ano e seis turmas do 6 ano.

    Geografia oito turmas do 8 ano.

    Ingls - duas turmas do 8ano e quatro turmas do 9ano.

    Espanhol - duas turmas do 8ano e trs turmas do 9ano.

    Turmas com uma taxa de sucesso inferior a 74%:

    Matemtica

    Trs turmas do 5 ano (D,E,G)

    Quatro turmas do 6 ano (D, E, F, H)

    Oito turmas do 7 ano (A, B, C, D, E, F, G, H)

    Sete turmas do 8 ano (B, C, D, E, F, G, H)

    Seis turmas do 9 ano (A; D; E; F; G; H)

    Cincias Naturais

    Uma turma do 5 ano (E)

    Oito turmas do 7 ano (A, B, C, D, E, F, G, H)

    Uma turma do 8 ano (C)

    Cinco turmas do 9 ano (A,D, F, G, H)

    Cincias Fsico-Qumicas

    Sete turmas do 7 ano (A, B, C, D, E, F, G)

    Cinco turmas do 8 ano (C, D, E, F, H)

    Cinco turmas do 9 ano (C, D, F, G, H)

    Histria e Geografia de Portugal

    Duas turmas do 5 ano (D, G)

    Seis turmas do 6 ano (A, C, D, E, F, H)

  • 8

    Histria

    Quatro turmas do 7 ano (B, E, H, I)

    Quatro turmas do 8 ano (C, D, H,G)

    Quatro turmas do 9 ano (A, D, E, G)

    Geografia

    Duas turmas do 7 ano (A, B)

    Trs turmas do 8 ano (C, D, H)

    Quatro turmas do 9 ano (A, B, C, D)

    Educao Tecnolgica

    Uma turma do 6 ano (E)

    Portugus

    Uma turma do 5 ano (C)

    Duas turmas do 6 ano (C, H)

    Sete turmas do 7 ano (B, C, D, E, F, G, H)

    Quatro turmas do 8 ano (C, E, G, H)

    Uma turma do 9 ano (A)

    Ingls

    Quatro turmas do 7 ano (E, F, H, I)

    Quatro turmas do 8 ano (C, F, G, H)

    Trs turmas do 9 ano (E, G, H)

    Francs

    Uma turma do 8 ano (F)

    Uma turma do 9 ano (A)

    Espanhol

    Uma turma do 7 ano (E)

    Duas turmas do 8 ano (G, H)

    Uma turma do 9 ano (E)

    Nos diferentes departamentos foram realizadas articulaes principalmente ao nvel dos contedos programticos; aferio de critrios de avaliao;

    metodologias pedaggicas e atividades inscritas no PAA.

    Todas as atividades previstas para o primeiro perodo foram realizadas.

  • 9

    Problemas identificados pelos DEPARTAMENTOS

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    -------

    -------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Melhorar os ndices de sucesso em geral

    Situaes de Indisciplina

    Implementar os mecanismos de recuperao propostos pelas

    disciplinas, para os contedos no cumpridos.

    Implementar estratgias de remediao apresentadas por todas as

    disciplinas, para diminuir o insucesso.

    Incutir nos alunos valores e atitudes promotoras de respeito mtuo,

    assim como, com toda a comunidade educativa.

    Sensibilizar os alunos para o cumprimento de regras indispensveis

    ao bom ambiente escolar.

  • 10

    DEPARTAMENTO Educao Especial

    Alunos com NEE Necessidades Educativas Especiais

    Caracterizao das crianas/alunos com NEE

    O trabalho com alunos com NEE estratgico no desenvolvimento do Projeto Educativo do Agrupamento.

    As atividades desenvolvidas pela Educao Especial baseiam-se, essencialmente, no conceito de escola inclusiva.

    O quadro 1 apresenta o nmero total de crianas/alunos com NEE que frequentam o agrupamento.

    Quadro 1 - Nmero total de crianas/alunos com NEE

    Crianas/alunos

    com NEE

    Pr-escolar 1. CICLO 2. CICLO 3. CICLO TOTAL

    4

    (4,04%)

    27

    (27,27%)

    22

    (22,22%)

    46

    (46,46%)

    98

    100%

    A maior percentagem de alunos com NEE est concentrada no 3 ciclo (46,46%). No 2 ciclo a percentagem atinge o valor mais baixo de 22,22 %.

    Parcerias

    O AERT tem vindo a desenvolver um conjunto de protocolos, projetos e parcerias com o objetivo de garantir respostas complementares s do agrupamento.

    Assim, o agrupamento tem vindo a solicitar colaborao de entidades como:

    EXEMPLOS:

    Cmara Municipal de Gondomar

    Juntas de Freguesia de Rio Tinto e Fnzeres

    Centro Social de Soutelo

    Centro de Reabilitao da Areosa

    Centro Social e Cultural da Parquia de Valbom

    Centro de Recursos TIC (CRTIC PORTO)

    Casa da Msica

    Centro de Recuperao da Vilarinha

    Associao Nuno Silveira

    ProjetArte

    CRIAP

    Faculdade de Psicologia do Porto

    Clnica de Gondomar

    Alegria de Aprender JI, ATL

    Clinica Veterinria de Rio Tinto

  • 11

    Medidas educativas

    (ANLISE DA FIGURA 1- GRFICO)

    Como se pode observar na figura 1, o apoio pedaggico personalizado, as adequaes no processo de avaliao e curriculares individuais so as medidas

    mais utilizadas (respetivamente, 99% e 64,6%). A medida educativa de carter mais restritivo, o currculo especfico individual abrange, um universo de

    20,2% dos alunos com NEE. A medida tecnologias de apoio, frequentemente associada a outras medidas, abrange 8,1% dos alunos com NEE.

    Figura 1 - Percentagem dos alunos com NEE, segundo as medidas educativas implementadas - 1 Perodo

    Planos Individuais de Transio (PIT)

    No AERT existem 3 PIT implementados, trs anos antes do limite da escolaridade obrigatria. Estes PIT integram uma componente de carcter ocupacional

    e profissional JI Alegria de Aprender, Cabeleireiro e Clinica Veterinria de Rio Tinto. O agrupamento teve alguma dificuldade em encontrar, na

    comunidade educativa, respostas adequadas implementao dos referidos planos, em virtude das caratersticas dos alunos.

    Taxa de Sucesso

    O sucesso educativo constitui a principal prioridade definida pelo AERT sendo a primeira meta do PE: Melhoria do Sucesso dos Alunos.

    Para atingir o sucesso educativo o AERT tem vindo sistematicamente a implementar vrias estratgias de monitorizao/acompanhamento das taxas de

    sucesso/insucesso e de evoluo das aprendizagens, anuais e homlogas.

    0,0

    20,0

    40,0

    60,0

    80,0

    100,0

    120,0

    Apoiopedaggico

    personalizado

    Adequaescurricularesindividuais

    Adequaes noprocesso de

    matrcula

    Adequaes noprocesso de

    avaliao

    Currculoespecficoindividual

    Tecnologias deapoio

  • 12

    (ANLISE DA FIGURA 2 - GRFICO)

    Os alunos com NEE apresentam taxas de sucesso mais elevadas na disciplina de portugus (figura 2).

    Destaca-se o 4. ano de escolaridade onde os alunos com NEE apresentam maior taxa de sucesso na disciplina de matemtica e de portugus.

    Figura 2 Taxa de Sucesso dos alunos com NEE 1 Perodo

    Quadro 2 Nmero de nveis inferiores a Suficiente/3 dos alunos com NEE

    Anos de escolaridade

    0 1 2 3 Mais de 3

    nveis inferiores a 3

    4. ano 12 2 1 0 0

    5. ano 3 2 2 0 1

    6. ano 5 3 2 0 4

    7. ano 6 3 0 2 5

    8. ano 7 1 2 2 4

    9. ano 9 3 0 0 1

    Problemas identificados pelo DEPARTAMENTO DE

    Educao Especial

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo. -------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    ------- Foi proposta a continuidade da seguinte sugesto de melhoria:

    Continuar a promover e articular entre os professores titulares de turma, diretores de turma, encarregados de educao e outros tcnicos que acompanham os alunos para a consecuo dos objetivos delineados para cada um.

    0%

    10%

    20%

    30%

    40%

    50%

    60%

    70%

    80%

    90%

    100%

    4 ano 5 ano 6 ano 7 ano 8 ano 9 ano

    Matemtica Portugus

  • 13

    COORDENAO DE CICLO

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Todas as atividades planificadas para o primeiro perodo foram cumpridas.

    Aspetos a salientar neste perodo:

    Percentagem global de presenas de encarregados de educao na primeira reunio com o DT foi de 73%.

    Por ciclo: 2. 77%; 3. 69%.

    Contactos com EE (presenciais, telefnicos, por correio eletrnico e por carta):

    Por ano de escolaridade: 5 ano 403; 6 ano 467; 7 ano 530; 8 ano 310; 9 ano 296.

    Apoios concedidos aos alunos:

    Planos de Atividades de Acompanhamento Pedaggico (PAAP) elaborados: 5.ano 33%; 6.ano 45%; 7.ano 61%; 8.ano 61%;

    9.ano 55%.

    Apoio Educativo de Recuperao (AER)

    5.ano 0%; 6.ano 8%; 7.ano 51%; 8.ano - 55%; 9.ano 47%.

    Apoio Educativo de Desenvolvimento (AED)

    5.ano 0%; 6.ano 0%; 7.ano 0%; 8.ano - 0%; 9.ano 0%.

    Apoio ao Estudo (AE) - 2. CICLO

    Apoio direto s disciplinas de Portugus e Matemtica alunos com dificuldades de aprendizagem 5.ano 28%; 6. ano 27%.

    Apoio a alunos cuja frequncia foi solicitada pelos encarregados de educao sem dificuldades de aprendizagem 5.ano 10%; 6. ano 5%.

    Tutorias:

    5ano 3%; 6ano 3%; 7ano 1%; 8ano - 0%; 9ano 1%.

    Tutoria (Art. 12 do DN n. 4-A/2016) Alunos com 2 retenes no percurso escolar:

    5ano 5%; 6ano 6%; 7ano 13%; 8ano - 12%; 9ano 9%.

    Clubes:

    5.ano 2%; 6.ano 12%; 7. 16%; 8.ano - 7%; 9.ano 19%.

    Abandono escolar: Registou-se o abandono escolar de2 alunos, um no 7. Ano e um no 9. Ano, o que perfaz uma percentagem total de 0.2% do

    total de alunos da escola.

    Disciplina de oferta Complementar de Educao para a Cidadania (EC)

    Para cada ano de escolaridade foi definido um grande tema, assim:

    5ano SABER SER E SABER ESTAR

    6ano SABER SER E SABER ESTAR

    7ano SABER PARTILHAR VOLUNTARIADO

    8ano - SABER PARTILHAR VOLUNTARIADO

    9ano O tempo da disciplina de Educao para a Cidadania (EC) foi atribudo disciplina de Msica, assim, os temas abordados foram

    direcionadas para esta disciplina.

  • 14

    Problemas identificados pelo Coordenador

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    -------

    Reforar a articulao com os diretores de turma e a direo.

    Manter uma ateno permanente sobre os aspetos legais vigentes.

    Promover, em todas as situaes, uma atitude preventiva.

    Promover aes de reforo para manter sempre os encarregados de

    educao presentes e informados.

    Promover aes para motivar os alunos para a valorizao da escola

    e do estudo.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    --------

    Foi proposta a continuidade da seguinte sugesto de melhoria:

    Continuar Promover o aumento da taxa de presena de encarregados de educao fora das reunies de avaliao.

  • 15

    PLANO MELHORIA MATEMTICA 2 ciclo

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    As atividades propostas para o PAA esto calendarizadas para os dois perodos seguintes, 2 e 3 Perodo.

    Deste modo, no 1 Perodo foi realizada somente a sua caracterizao, tendo obtido aprovao as atividades:

    Pea de Teatro Matematicomania, apresentada pelo TEATRO EDUCA

    Canguru Matemtico Sem Fronteiras

    PMATE- Competies nacionais de Cincia: mais MAT (5 e 6)

    Problemas identificados pelo coordenador do PLANO MELHORIA MATEMTICA 2 ciclo

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Algumas turmas com alunos que denotam dificuldades que se reportam a

    anos anteriores e se revelam pouco empenhados e pouco persistentes ao

    serem apoiados para ultrapassar as dificuldades

    Algumas turmas com alunos que no desenvolveram hbitos de trabalho

    autnomo e sistemtico, ou desvalorizam a importncia do investimento

    pessoal na aquisio de saberes

    Em algumas turmas, Encarregados de Educao que no se envolvem o

    suficiente na vida escolar dos educandos, desvalorizando situaes de

    falhas de cumprimento de regras, falhas de trabalho de casa, ausncia de

    material, ou no fazendo um acompanhamento prximo e em tempo til

    Motivar os alunos, promovendo atividades como as que constam do

    Plano Anual de Atividades.

    Reforar o apoio mais individualizado, fazendo o encaminhamento

    dos alunos com dificuldades para aulas de Apoio ao Estudo.

    Solicitar coadjuvao de aulas nos casos das turmas com maiores

    ndices de insucesso.

    Aumentar a periodicidade dos momentos de avaliao escrita,

    implementando a aplicao de Questes de Aula, como

    instrumentos de avaliao, levando os alunos a fazer um estudo

    mais regular e sistemtico.

    Promover um maior envolvimento dos Encarregados de Educao

    com informaes mais frequentes atravs do Diretor de Turma.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Informar sobre a eficcia das reunies de articulaes realizadas entre os

    diferentes ciclos de ensino para colmatar as dificuldades diagnosticadas

    nas aprendizagens dos alunos

    Avaliar o grau de eficcia do Apoio ao Estudo de Matemtica no

    aproveitamento escolar dos alunos

    Apresentar, no prximo relatrio, as reunies realizadas no mbito

    do plano de Melhoria no que concerne a articulao entre ciclos e

    as concluses ao nvel do aproveitamento escolar dos alunos.

    Apresentar e comparar os resultados obtidos pelos alunos, que

    frequentam o Apoio ao estudo (Matemtica) com o nvel obtido na

    disciplina.

  • 16

    PLANO MELHORIA MATEMTICA-3CICLO

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    As atividades propostas para o PAA esto calendarizadas para todo o ano letivo. Deste modo, no 1 Perodo foram realizadas as caracterizaes das

    atividades, tendo obtido aprovao as seguintes atividades:

    Olimpadas da Matematica

    Canguru Matemtico Sem Fronteiras

    No 1 perodo realizou-se a 1 eliminatria das Olimpadas da Matemtica

    Problemas identificados pelo coordenador do PLANO MELHORIA MATEMTICA-3CICLO

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Algumas turmas com alunos que denotam dificuldades que se reportam a

    anos anteriores e se revelam pouco empenhados e pouco persistentes ao

    serem apoiados para ultrapassar as dificuldades

    Algumas turmas com alunos que no desenvolveram hbitos de trabalho

    autnomo e sistemtico, ou desvalorizam a importncia do investimento

    pessoal na aquisio de saberes

    Em algumas turmas, Encarregados de Educao que no se envolvem o

    suficiente na vida escolar dos educandos, desvalorizando situaes de

    falhas de cumprimento de regras, falhas de trabalho de casa, ausncia de

    material, ou no fazendo um acompanhamento prximo e em tempo til

    Motivar os alunos, promovendo atividades como as que constam do

    Plano Anual de Atividades.

    Reforar o apoio mais individualizado, fazendo o encaminhamento

    dos alunos com dificuldades para aulas de Apoio de Recuperao.

    Solicitar coadjuvao de aulas nos casos das turmas com maiores

    ndices de insucesso.

    Promover um maior envolvimento dos Encarregados de Educao

    com informaes mais frequentes atravs do Diretor de Turma.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Informar sobre a eficcia das reunies de articulaes realizadas entre os

    diferentes ciclos de ensino para colmatar as dificuldades diagnosticadas

    nas aprendizagens dos alunos.

    Avaliar o grau de eficcia do Apoio Pedaggico de Recuperao de

    Matemtica (APR) no aproveitamento escolar dos alunos.

    Apresentar, no prximo relatrio, as reunies realizadas no mbito

    do plano de Melhoria no que concerne a articulao entre ciclos e

    as concluses ao nvel do aproveitamento escolar dos alunos.

    Apresentar e comparar os resultados obtidos pelos alunos, que frequentam o APR de Matemtica com o nvel obtido na disciplina.

  • 17

    PLANO MELHORIA PORTUGUS 2 ciclo

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Implementao de estratgias de remediao para superar o insucesso dos alunos, nomeadamente aulas de apoio ao estudo (AE).

    Reunies mensais do grupo disciplinar onde se articulam contedos e metodologias para melhoria do processo ensino/aprendizagem, se analisam os

    resultados dos alunos e se definem as estratgias de recuperao com vista ao sucesso, entre outras.

    Articulao, ao nvel da expresso escrita entre o Projeto Ler e Escrever e a Educao Literria/PNL.

    Articulao com a BE, atravs da leitura contratual, visita BE (alunos do 5 ano) no incio do ano letivo, visita Feira do Livro.

    Articulao com a BE na Hora do Conto (5 ano), atividade integrada na Semana da Leitura (16 outubro 2017)

    Articulao entre as disciplinas de Portugus e Ingls (contedos gramaticais), HGP e CN (leitura, anlise e elaborao de textos e pesquisa de

    informao), bem como o Clube Festejar as / com palavras e outros projetos.

    Realizao de um teste comum (5 e 6 anos) e posterior reflexo e anlise dos resultados.

    Realizao do Concurso de Ortografia (5 e 6 anos).

    Problemas identificados pelo coordenador do PLANO MELHORIA PORTUGUS -2 ciclo

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Falta de motivao dos alunos para a frequncia das aulas de AE

    Alguns casos de indisciplina (prejudicam o processo

    ensino/aprendizagem)

    Pouca participao dos alunos nas atividades no mbito do PAA

    (sobretudo quando tm carter facultativo)

    Implementao da coadjuvao.

    Motivar os alunos para a importncia das aulas de AE (no reforo

    das aprendizagens e/ou no esclarecimento de dvidas, entre outros)

    e para a sua participao nas atividades propostas.

    (No apresentaram estratgias).

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Insistir na articulao entre o 2 e o 3 ciclo no que concerne aos

    contedos programticos de portugus e nas atividades conjuntas a

    desenvolver

    Reunir e articular com os docentes dos diversos anos de ensino de

    modo a ultrapassar as dificuldades diagnosticadas;

    Promover o gosto pela leitura e escrita da lngua materna atravs do

    intercmbio entre turmas de diferentes ciclos/anos de escolaridades;

    Motivar os alunos para a participao nas atividades facultativas,

    responsabilizando, tambm, o E.E.

  • 18

    BIBLIOTECA ESCOLAR

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Biblioteca Escolar localizada na Escola sede do AERT:

    As atividades que constam no PAA foram todas realizadas, incluindo a "Maratonas de Cartas" proposta pela RBE e aprovada posteriormente, em CP. As

    atividades realizadas foram:

    Formao aos alunos do 5 ano que inclui um Bibliopaper (nas duas bibliotecas);

    PordataKids, para alunos do 3 e 4 ano;

    Contador de Histrias Rui Ramos;

    Feira do Livro;

    Jornal do Tempo (em parceria com os grupos de HGP e Histria do 3 ciclo);

    Exposies/efemrides em parceria com o Clube Festejar com as palavras; Clube Europeu;

    Maratona das cartas no mbito da Amnistia Internacional;

    "Reciclar papel vira livros" em parceria com o EE do 5 A (j permitiu a compra de vrios livros, como foi publicitado no blogue);

    Atualizao do fundo documental de acordo com as necessidades do 2 e 3 ciclo para a disciplina de Portugus;

    Introduo de dados na plataforma do catlogo on-line GIB (neste momento j est a cerca de 70%), que faz parte da Rede; Concelhia das

    Bibliotecas Escolares de Gondomar;

    Atualizao do blogue de acordo com as orientaes da RBE (http://bedoavert.blogspot.pt/);

    Servio domicilirio onde tivemos cerca de 290 requisies entre alunos e docentes;

    Servio de apoio s pesquisas dos alunos nas estantes (fundo documental e na Internet) onde os alunos do 2 ciclo utilizam cerca de 80% em

    relao aos alunos do 3 ciclo. Na grande maioria so para realizar trabalhos de HGP, Histria, Geografia e Fsico-qumica ( 3 ciclo), ET (5 ano),

    Portugus( 2 e 3 ciclo), Espanhol ( 3 ciclo). Os alunos que tm acesso escola virtual tambm a utilizam no PC.

    Servio de apoio leitura presencial na sala de aula: todos os professores de Portugus do 2 ciclo utilizam os ttulos propostos pelas Metas

    Literrias e Plano Nacional de Leitura em concordncia com os ttulos que existem no fundo documental (tem sido realizadas aquisies com

    prioridade nestes ttulos pedidos e propostos no manual/ currculo).

    Plano Nacional de Leitura

    1 Pr-Escolar: promoo de leitura em famlia Leitura em Vai e Vem"; Hora do conto em articulao com a BE Realizou-se com os alunos do

    Jardim de So Caetano 2 (falta realizar nos outros jardins)

    Projetos:

    "Ler e escrever": encontra-se em execuo para ser apresentado na Semana nacional da Leitura, no mbito do PNL;

    Concurso Nacional de Leitura: Ir decorrer em janeiro a fase interna para todo o Agrupamento (em execuo);

    "Leitura vai e vem" projeto integrado no Pr-escolar com o apoio e colaborao da famlia (em execuo);

    "Leitura vai e volta" projeto de leitura da BE de So Caetano1, onde os alunos que aderiram ao servio domicilirio tm o apoio e colaborao da

    famlia na leitura (em execuo);

  • 19

    "Amostras para ler+" (1 e 2 ciclo) em execuo;

    " Vamos a votos" (1 ciclo) na Biblioteca de So Caetano 1 (execuo);

    Projeto SOBE: em execuo e em parceria com o Centro de sade e o enfermeiro Lima (Pr-escolar e 1 ciclo).

    A hora de maior movimento na BE entre as 12H00 e as 15H00. Estando quase sempre a 100%.

    Outras tarefas bibliotecrias:

    Plano de Melhoria da Biblioteca Escolar que foi apresentado e submetido na plataforma da RBE no dia 15 de dezembro de 2015. (envia-se em

    anexo);

    Base de dados apresentada e submetida em outubro de 2017 na RBE;

    Plano Anual de Atividades realizado de acordo com as orientaes da RBE e submetido na plataforma em outubro de 2017;

    Apresentada e submetida na respetiva plataforma da RBE: Integrao da Biblioteca Escolar de EB/JI de So Caetano 2; Projeto Leituras... na

    Biblioteca Escolar J est on-line e em anlise (s aceitaram dois projetos);

    Biblioteca Escolar de So Caetano1:

    Inaugurao, organizao do fundo documental (100%), estantes, equipamento informtico (100%), registo, cotao, classificao (100%) e

    procedimentos de utilizao da Biblioteca escolar de So Caetano1. Realizaram-se aes de formao para alunos e docentes (Bibliopapaer1).

    Todas as atividades delineadas no PAA para o 1 perodo foram realizadas e j esto avaliadas. Na escola Bsica de So Caetano 1 o horrio (na

    componente letiva) de cada turma/ano, um tempo de 45minutos, dedicado BE. Os alunos deslocam-se com o professor titular de Turma e

    realizam em conjunto com a Professora Bibliotecria atividades de leitura. No 1 perodo privilegiou-se os procedimentos e regras a adotar na BE,

    mas tambm houve espao para a hora do conto e registos de leitura. Os alunos do 2, 3, e 4 ano j realizam as requisies e entre o dia 27 de

    outubro e 15 de dezembro de 2017, 160 alunos requisitaram livros e leram em casa com a famlia.

    Problemas identificados pelo coordenador da BIBLIOTECA ESCOLAR

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Verba insuficiente para atualizar o fundo documental de acordo com os

    pedidos do 1, 2 e 3 ciclo sobretudo na rea da Literatura

    Os alunos que tm que cumprir medidas corretivas na Biblioteca devem

    trazer consigo uma tarefa apropriada e definida pelos professores que a

    propem

    O horrio da Biblioteca Escolar das 8H30 s 16H00, exceto dois dias, 5

    feira e sexta que se encontra aberta at s 16H45, no entanto por vezes h

    falhas humanas

    Os professores podem utilizar a BE como local de sala de aula mas

    acompanhando os alunos sempre (ambas as Bibliotecas escolares)

    Articulao com as escolas do 1 ciclo e Pr-escolar no ainda a

    desejvel, apesar de estarmos j como agrupamento em vrias atividades

    propostas pela RBE e PNL

    Dotao de uma verba nunca inferior a 500,00 pelo oramento da

    escola, concorrer a projetos propostos pelas diversas entidades.

    O professor deve entregar atempadamente o horrio e a medida

    corretiva. No entanto alerta-se que a Biblioteca Escolar no um

    local de castigo, mas de leitura, estudo e pesquisa.

    Os Diretores de Turma devem sensibilizar os alunos para quando a

    BE est fechada, por motivo de fora maior, pois entre as 8H30 e

    as 9H05 apenas assegura a D. Ana e entre as 13H00 e as 13H45

    apenas assegura a Professora Bibliotecria, exceto sexta-feira. Os

    professores colaboradores este ano so cinco e apenas h um

    professor s 13H45, pois a D. Ana s chega s 14H00.

    Os professores que quiserem utilizar a BE como espao de sala de

    aula, devem acompanhar os alunos, definir as tarefas curriculares,

    com a professora bibliotecria, avisar atempadamente, para no

    colidir, com os clubes e outros professores que j tem a sua hora

    marcada desde do incio do ano letivo.

    Este ano privilegia-se os projetos como Pordatakids, Plasticologia

    marinha, concurso nacional de leitura, concurso soletrando, projeto

    ler e escrever que ter um resultado na Semana Nacional da Leitura

  • 20

    e no final num e-book e projeto de palavras Soltas. Todos eles

    sero uma forma de trabalhar de maneira colaborativa e em

    parceria. A Hora do Conto ser realizada atravs de Rui Ramos e

    no pr-escolar as professoras bibliotecrias iro percorrer os

    jardins-de-infncia.

    As parcerias e colaborao com os professores sobretudo de

    Portugus, Histria no 3 ciclo, HGP esto j em consolidao mas

    outras iro comear como o caso da Matemtica no 2 ciclo com o

    "Problema do ms" e das cincias com a plasticologia marinha,

    projeto SOBE e outros relacionados com o Clube do Ambiente. Na

    Educao Visual ser realizado um trabalho com os alunos a expor

    na BE. Aos poucos a BE passa a fazer parte de Escola como um

    recurso como um recurso imprescindvel.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Definir e um horrio dirio, fixo, de manh e de tarde para que os alunos

    possam fazer trabalhos de pesquisa e/ou trabalhos de casa de modo a

    saberem quais os tempos letivos em que podem realmente trabalhar na

    biblioteca sem ser interrompidos e/ou encontrarem a Biblioteca fechada por

    causa de outra atividade, para alm dos outros tempos possveis

    Os professores que enviam os alunos sem uma tarefa, como medida

    corretiva

    Apresentar um mapa de ocupao semanal da Biblioteca, afixar na

    6f de manh, na porta da mesma e no site para melhor divulgao.

    Identificar o professor para que a direo trate do assunto para que

    tal situao no volte a se repetir.

  • 21

    PROJETO DE DESPORTO ESCOLAR

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Corta-mato escolar

    27 de novembro de 2017 378 participantes, do 3 ao 9 ano de escolaridade.

    Corta-mato do Concelho de Gondomar

    13 de dezembro de 2017 43 participantes, do 4 ao 9 ano de escolaridade.

    Sesses/treino de badminton

    3 treinos semanais com cerca de 17 alunos participantes

    Competies inter-escolas a iniciar em janeiro de 2018.

    Problemas identificados pelo coordenador do PROJETO DE DESPORTO ESCOLAR

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    -------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    -------

  • 22

    PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    UMA ESCOLA MANEIRA:

    Assembleia de Escola.

    UM SORRISO PARA:

    Banco Alimentar;

    Bazar Solidrio;

    Equipa Solidria: Cidado Mais.

    Colaborao com a associao "Corao na Rua" : "Um presente para um sem abrigo"

    VIVER OS DIREITOS HUMANOS:

    Dia Internacional dos Direitos da Criana;

    Dia Internacional da Amnistia Internacional.

    Problemas identificados pelo coordenador dos PROJETOS DE DESENVOLVIMENTO HUMANO E SOCIAL

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Pouco envolvimento da comunidade educativa

    Continuar a divulgar de forma atempada e diversificada todas

    as atividades.

    Continuar a apelar comunidade e mostrar a importncia do

    seu envolvimento.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    ----------

  • 23

    PROJETOS DE PROMOO DAS LNGUAS: Projeto Ler e Escrever

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    1 ciclo

    No mbito da Educao Literria, que faz parte do currculo da disciplina de Portugus no 1 ciclo, no primeiro perodo, foram trabalhadas mais Obras Literrias do que as inicialmente previstas no projeto do Plano Nacional de Leitura (PNL). Assim:

    1 Ano Obras de iniciao educao literria - Os Ovos Misteriosos de Lusa Ducla Soares

    Obras lidas, no previstas - O boto invisvel- Livro da Misso Pijama. 1 D e 1E A ovelhinha que veio para o jantar de Steve Smallman e outras

    histrias e poemas de livros da biblioteca escolar e ou digitais.

    2Ano Obras de iniciao Educao Literria - Bichos, bichinhos e bicharocos de Sidnio Muralha

    Obras lidas, no previstas O boto invisvel- Livro da Misso Pijama; 2D e 2E A ovelhinha que veio para o jantar de Steve Smallman ; Tu

    que s o Pai Natal de Norbert Landa e outras histrias e poemas de livros da biblioteca escolar e ou digitais.

    3ano Obras de iniciao educao literria - Robertices de Lusa Dacosta, As Fadas Verdes de Matilde Rosa Arajo.

    Obras lidas, no previstas O boto invisvel- Livro da Misso Pijama; 3 D e 3 E Se eu fosse um livro de Jos Jorge Letria; Natal nas asas do

    arco - iris de Alice Cardoso e outras histrias e poemas dos livros que fazem parte da biblioteca escolar e ou digitais.

    4 a- Obras de iniciao educao literria - O Gigante Egosta seguido de O Prncipe Feliz de Oscar Wilde; O conto A Princesa e a Ervilha da

    obra Histrias de Hans Christian Andersen; Pea de teatro Serafim Malacueco na Corte do Rei Escama da obra Teatro s trs pancadas de Antnio

    Mota; cinco poemas da obra Versos de Cacaracac de Antnio Manuel Couto Viana: Vermelho, Amarelo, Verde, Os dias da semana e Concerto de

    insetos.

    4 ano Obras lidas, no previstas 4 A - Uma viagem ao tempo dos castelos, de Ana M Magalhes e Isabel Alada (ainda no foi concluda a sua leitura

    e explorao) e outros livros da biblioteca da sala de aula.

    4 C O Boto invisvel de Mundos da Vida; O menino que no gostava de fruta de Cidlia Fernandes.

    4D e E- O Boto invisvel de Mundos da Vida; Se eu fosse um livro de Jos Jorge Letria; Natal nas asas do arco - iris de Alice Cardoso e outras

    histrias e poemas dos livros que fazem parte da biblioteca escolar e ou digitais.

    2 ciclo

    No mbito da Educao Literria, que faz parte do currculo da disciplina de Portugus, foram lidas as seguintes Obras Literrias previstas no projeto do Plano

    Nacional de Leitura (PNL), bem como na planificao da disciplina para o 1 perodo:

    5 ano

    A fada Oriana, de Sophia MB Andresen; A viva e o papagaio, de Virgnia Woolf; Joo Msseder e Isabel Ramalhete (3 lendas); Fbulas de Esopo (6 fbulas)

    6 ano

    Ali Bab e os Quarenta Ladres, de Antnio Pescada; Pedro Alecrim, de Antnio Mota; Contos de Grimm (trad. Graa Vilhena ou Maria Jos Costa ou Teresa

    Aica Barros) (trs contos)

    No mbito da expresso escrita, foram enviados para o projeto:

    1 ciclo 1 texto

    2 ciclo 17 textos

    3 ciclo nenhum texto

  • 24

    Problemas identificados pelo coordenador do Projeto Ler e Escrever

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Fraca participao / envio de textos do 1 ciclo e falta de participao do 3

    ciclo

    Fraca participao no jornal Vira a Pgina (2 ciclo)

    O envio dos textos no cumpre os prazos estabelecidos e, por vezes, so

    entregues todos de uma s vez

    Os alunos devem ser mais empenhados e motivados para a

    construo de textos originais e criativos.

    Fomentar o gosto pela participao no Jornal Vira a Pgina (2

    ciclo)

    Os docentes deveriam enviar os trabalhos dos alunos medida que

    os mesmos so selecionados (evitando, desta forma, o seu envio no

    fim do ano letivo).

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Inserir e motivar, no primeiro perodo e ao longo do ano, a leitura de obras

    do PNL, nomeadamente, nos alunos do 3 ciclo

    Fomentar o gosto pela Educao Literria no 3 ciclo, atravs da

    leitura;

    Promover a elaborao de textos (expresso escrita), atravs de

    resumo/apresentao da obra;

    Fomentar o gosto pela participao no Jornal Vira a Pgina (3

    ciclo) atravs desses textos/resumos da Obra.

  • 25

    PROJETO ECO-ESCOLAS

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Atividades dos Jardins de Infncia

    Hastear a Bandeira Verde

    Programa Eco Escolas

    Projeto Lipor Gerao +

    Campanha EcoShop

    Atividades comuns nas Escolas do 1 ciclo

    Inquritos/organizao do Conselho eco-escolas

    Hastear da Bandeira Verde 10 nov. Magusto

    Feirinha Outono

    Trabalhos Manuais e decorativos - Materiais Reciclados

    Recolha seletiva dos lixos

    Sensibilizao

    Escola Eletro

    Programa Tinteirinhos

    Recolha leo usado

    Compostagem

    Horta Biolgica

    Embelezar os Jardins

    Gerao Depositro

    Tampinhas

    Recolha Pilhas

    EcoCdigo

    Dia Eco-Famlia

    rvore de Natal da Junta de Freguesia rio Tinto

    Valor Med

    Gerao + - Lipor

    Ecoshop

    Atividade na EB1 Alto Soutelo

    Enfeite de Natal da Unio Freguesias de Fnzeres /S. Pedro da Cova

    Atividades da E.B. 2,3 de Rio Tinto

    Dia das Bandeiras Verdes- Galardo Eco-Escolas - (Mafra)

    Recolha Pilhas;

    Recolha de Tampinhas

  • 26

    Projeto Lipor Gerao+

    Recolha de rolhas de cortia - Projeto Green Cork;

    Recolha de embalagens com tampa;

    Recolha de tinteiros

    Recolha de leos usados - Oleo

    Recolha seletiva dos resduos

    Campanha EcoShop

    Gerao Depositro

    Roupa usada no est acabada (recolha de roupas, sapatos, txteis e brinquedos)

    Comemorao do dia nacional do mar - Importncia dos mares e oceanos

    Plantao de rvores - Renovao dos espaos verdes exteriores

    Comemorao do dia da floresta autctone

    Blog Eco-Escola

    Problemas identificados pelo coordenador do PROJETO

    ECO-ESCOLAS

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    JI

    A participao das famlias na separao e recolha dos resduos

    1 CICLO / 2 E 3 CICLOS

    necessrio melhorar a manuteno dos espaos verdes nas escolas

    Os servios prestados pela Cmara Municipal ou pela Junta de Freguesia

    tm de ser mais eficientes, quer seja na recolha seletiva dos resduos

    slidos ou na preparao/manuteno dos espaos verdes e canteiros da

    escola

    2 e 3 CICLOS

    Insuficiente separao dos resduos no espao escolar por parte da

    comunidade escolar

    JI

    Sistematizar hbitos para uma maior responsabilidade dos alunos e

    famlias sobre o ambiente.

    1 CICLO

    Melhorar a motivao para o envolvimento da Comunidade

    Educativa nas atividades do projeto.

    2 e 3CICLOS

    Melhorar o incentivo no envolvimento da Comunidade Educativa

    nas atividades do projeto.

    Maior Sensibilizao nas aulas, disponibilizao de mais informao

    em posters no bufete, sala dos alunos e outos espaos escolares.

    Estabelecer compromissos com os alunos de modo a melhorar a

    sua conscincia ambiental.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Estabelecer a articulao transversal do projeto com as diversas disciplinas

    Apresentar, no prximo relatrio, a articulao realizada, em

    algumas disciplinas, no mbito dos contedos programticos

    lecionados.

  • 27

    PROJETO SADE

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    PROJETO PES- Jardim de Infncia

    Lanche saudvel

    Dia Mundial da Alimentao

    Ao de sensibilizao sobre hbitos de Alimentao Saudvel e Higiene - Enf. Lima

    PROJETO PES- 1. Ciclo

    Dia da Alimentao

    Lanche Saudvel

    Flor

    Sexualidade em ao

    PROJETO PES- 2., 3. Ciclo

    Dia Mundial da Alimentao

    Dia Mundial do No Fumador

    Dia da Luta contra a SIDA

    Problemas identificados pelo coordenador do PROJETO

    SADE

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    PROJETO PES- 2., 3. Ciclo

    Pouco envolvimento da comunidade educativa

    Continuar a divulgar de forma atempada e diversificada todas as

    atividades.

    Continuar a apelar comunidade e mostrar a importncia do seu

    envolvimento.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo

    ----------

  • 28

    SEGURANA E PROTEO CIVIL NO AERT

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    ---------

    Problemas identificados pelo coordenador da SEGURANA E PROTEO CIVIL NO AERT

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    --------

    --------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    ---------

    ----------

  • 29

    CLUBES

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    CLUBE DO AMBIENTE

    Verificao e recolha das pilhas dos pilhes da sala de aula

    Colocao de ecopontos nas salas e locais onde faltavam

    Criao e cultivo de uma horta biolgica

    Manuteno dos vegetais plantados

    Plantao de rvores nos espaos exteriores

    Colaborao na exposio do dia nacional do mar

    CLUBE "Festejar as / com palavras"

    Trabalho de pesquisa e de seleo de informao

    Elaborao de cartazes (total = 6)

    Exposio dos cartazes na BE

    Outras atividades, em articulao com a BE (Cartazes sobre "Os livros" e "O Natal)

    CLUBE de Badminton

    So 3 sesses por semanas, envolve alunos do 2 e 3 ciclos, com cerca de 17 alunos participantes

    Iniciao e prtica da modalidade

    Preparao para as competies interescolar a iniciar em janeiro de 2018

    CLUBE de Msica

    Oito ensaios semanais com 45 minutos de durao

    Participao na Festa de Natal com canes de Natal, executadas em conjunto com os professores de msica da escola

    CLUBE de Teatro C da Casa

    Jogos cnicos de Expresso Dramtica, de Concentrao e de Improviso

    Leitura dramatizada

    Adaptao escrita e encenao da pea A verdadeira histria da Batalha de S. Mamede de Ignacio Pignatelli

    Ensaios de conjunto

    Apresentao da pea em 4 momentos ensaio aberto para alunos de 4 e 5anos, 1 rcita para a comunidade educativa, 3 e 4 rcitas para

    alunos do 5 ao 9 ano, durante a Festa de Natal

    CLUBE Europeu

    Pesquisa, tratamento, traduo para ingls e ilustrao da lenda sobre Rio Tinto

    Criao de logtipos para os Projetos Erasmus+

    Elaborao de postais de Natal

    Elaborao de um e-card

    CLUBES: d Artes Canja, Informtica (I e II), English e Futsal - no apresentaram relatrio.

  • 30

    Problemas identificados pelo coordenador dos CLUBES

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Clubes: Ambiente, "Festejar as / com palavras", Europeu e Badminton-

    no foram identificados problemas neste perodo letivo

    As condies tcnicas de apoio ao desenvolvimento do clube

    -------

    Aguarda-se a aprovao de aquisio de uma bateria digital, que

    poder ser um incentivo entrada de novos membros.

    Melhorar das condies de luz, som e imagem existentes no auditrio da escola.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Inserir o nmero de alunos participantes

    Cumprir o prazo de entrega dos relatrios

    Apresentar o relatrio

    Apresentar o nmero de alunos inscritos no relatrio do 2 perodo.

    Entregar o relatrio dentro do prazo estabelecido.

  • 31

    PROJETO ERASMUS

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    O projeto Erasmus envolve trs subprojectos em parceria com escolas de outros pases como a Polnia, Turquia, Noruega etc.

    Envolve 16 alunos, trs coordenadores e outros professores em regime de voluntariado.

    Atividades desenvolvidas com os alunos:

    Pesquisa, tratamento de informao, traduo para ingls e ilustrao da lenda sobre Rio Tinto.

    Criao de logtipos para os Projetos Erasmus+.

    Elaborao de postais de Natal.

    Elaborao de um e-card.

    Problemas identificados pelo coordenador do

    PROJETO ERSMUS

    Estratgias sugeridas para colmatarem os problemas

    --------

    --------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os problemas

    Identificar os trs subprojectos e as atividades realizadas em cada

    um

    Completar as informaes solicitadas no prximo relatrio CAI.

  • 32

    SERVIO DE PSICOLOGIA E ORIENTAO

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Avaliao Psicolgica e Psicopedaggica;

    Apoio Psicolgico e Psicopedaggico;

    Interveno junto dos pais e/ou Encarregados de Educao no mbito do acompanhamento levado a efeito junto dos alunos;

    Elaborao de relatrios tcnicos, cartas e/ou relatrios para mdicos ou outras Entidades de relevncia;

    Apoio Direo e/ou Diretores de Turma ou Professores Titulares de Turma no diagnstico e resoluo de situaes e/ou conflitos/discrdias em

    matria de relevncia para a comunidade educativa e meio envolvente;

    Participao nas Reunies de Conselho de Turma Intercalares e de Avaliao do 1 Perodo e apresentao dos relatrios relativos a todos os

    alunos acompanhados;

    Articulao com Equipa de educao Especial no mbito da Avaliao Psicolgica, Reavaliao Psicolgica, Elaborao de Relatrios Tcnicos

    e do Acompanhamento dos alunos com Necessidades Educativas Especiais;

    Participao nas Reunies com a Equipa de Educao Especial;

    Participao na Reunio com os Professores Tutores, Mediador Educativo e Direo;

    Diagnstico, aconselhamento e acompanhamento dos casos em situao e/ou risco de absentismo;

    Cooperao com a Direo na mediao de conflitos com pais e ou encarregados de educao e alunos, bem como na sinalizao e/ou resoluo

    de diversas situaes com problemticas mais melindrosas:

    Cooperao com Mediao Educativa, Polcia de Segurana Pblica, Polcia Judiciria, Comisso de Proteo de Crianas e Jovens, Segurana

    Social e Equipa Multidisciplinar de Assessoria aos Tribunais, no mbito de situaes de risco j referenciadas, bem como na referenciao de

    outros potenciais situaes de risco;

    Reunies com Tcnicas de vrias entidades referidas no ponto anterior tendo em vista a articulao de procedimentos; Cooperao com os Professores Diretores de Turma e/ou Professores Titulares de Turma nas reunies com pais e/ou encarregados de educao, com o objetivo de se

    encontrarem alternativas conjuntas para aumentar o sucesso escolar e o bem-estar pessoal e social dos alunos e reduzir o absentismo.

    Problemas identificados pelo coordenador do SERVIO DE PSICOLOGIA E ORIENTAO

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    ----------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    ----------

  • 33

    MEDIAO EDUCATIVA/AO TUTORIAL

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    MONITORIZAO DE SITUAES DE INDISCIPLINA (MSI)

    Nmero de

    alunos

    envolvidos

    Relatos de

    ocorrncia

    sem sada da

    sala de aula

    Sadas da sala

    de aula

    Repreenso

    Registada

    Suspenso

    (n de alunos

    suspensos)

    TOTAL / 5. ANO 10 alunos

    (5,9%) 7 18

    ----- 1

    TOTAL / 6. ANO 21 alunos

    (11,2%) 10 50

    ------ 3

    TOTAL / 2. CEB 31 alunos

    (8,7%) 17 68

    ------ 4

    TOTAL / 7. ANO 35 alunos

    (21,5%) 3 85

    ----- 2

    TOTAL / 8. ANO 15 alunos

    (9,3%) 8 22

    ---- 6

    TOTAL / 9. ANO 5 alunos

    (3,6%) --- 7

    ---- -----

    TOTAL / 3. CEB 55 alunos

    (11,9%) 11 114

    ---- 8

    TOTAL DA ESCOLA 86 alunos

    (10,5%) 28 182

    ------ 12

    Todas as medidas disciplinares corretivas e sancionatrias prosseguem finalidades pedaggicas, preventivas, dissuasoras e de integrao, visando, de forma

    sustentada, o cumprimento dos deveres do aluno, o respeito pela autoridade dos professores no exerccio da sua atividade profissional e dos demais

    funcionrios, bem como a segurana de toda a comunidade educativa. Assim sendo, e observando a tabela acima, verifica-se:

    Um elevado nmero de ocorrncias sem sada de sala de aula, de alguma forma o professor, juntamente com o DT, consegue arranjar alguma

    estratgia para que o aluno no volte a repetir tal situao. No 2 ciclo o nmero de ocorrncias maior que no 3 ciclo.

    a indisciplina aumenta com a idade, h um aumento significativo de alunos envolvidos em situaes de indisciplina no 7 ano, o que se reflete

    tambm no aproveitamento escolar, na proporcionalidade inversa, isto , h um maior nmero de nveis inferiores a trs; H um aumento de ordem

    de sada da sala de aula. Depois, no 8 ano, verifica-se uma queda de 50% na indisciplina, os alunos j atingem uma certa maturidade, de uma

    forma geral, a tendncia ser diminuir. H que ter em ateno que h fatores para alm do fisiolgico (crescimento natural de uma criana/jovem)

    que influenciam o comportamento dos alunos, o contexto familiar, econmico que acabam por afetar o aluno e a sua atitude perante a escola.

    Que na escola sede, esto a frequentar 840 alunos, destes 182 manifestaram comportamento inadequados no 1 perodo e 12 foram suspensos por

    apresentarem comportamentos graves.

  • 34

    A tabela seguinte apresenta as situaes de indisciplina por turma.

    N de alunos

    envolvidos por

    turma

    Relatos de

    ocorrncia sem

    sada da sala de

    aula

    Sada da

    sala de

    aula

    Medida

    Corretiva

    Repreenso

    Registada

    Suspenso

    (n de

    alunos

    suspensos)

    5A 1 ---- 1 ---- ---- -----

    5C 5 5 5 5 ---- 1

    5E 2 ----- 7 ---- ---- ----

    5G 2 2 5 ---- ---- ----

    6A 1 ----- 2 2 ---- ----

    6B 2 2 ---- ---- ---- ----

    6C 3 7 6 5 ---- ----

    6D 6 ---- 9 ----- ---- 1

    6E 7 1 8 4 ---- 1

    6G 1 ---- 20 ---- ---- 1

    6H 1 ---- 2 1 ---- ----

    7A 3 ---- 11 3 ---- 1

    7B 5 ---- 6 ----- ---- ----

    7C 2 ---- 3 3 ---- ----

    7D 2 ---- --- 2 ---- ----

    7E 8 ---- 24 6 ---- 1

    7F 8 3 7 3 ---- ----

    7G 1 ---- 2 1 ---- ----

    7H 6 ---- 30 1 ---- ----

    8D 3 ---- 6 ---- ---- 2

    8F 1 ---- ---- 1 ---- ----

    8G 4 4 10 2 ---- 1

    8H 7 4 6 4 ---- 3

    9D 4 ---- 5 ---- ---- -----

    9H 1 ----- 2 2 ---- ------

    Salienta-se que as medidas corretivas e disciplinares sancionatrias visam garantir o normal prosseguimento das atividades da escola, a correo do

    comportamento perturbador e o reforo da formao cvica do aluno, com vista ao desenvolvimento equilibrado da sua personalidade, da sua capacidade de

    se relacionar com os outros, da sua plena integrao na comunidade educativa, do seu sentido de responsabilidade e da sua aprendizagem. Por conseguinte,

    verifica-se que:

    Os alunos das turmas: 5 B, D, F; 6 F; 8 A, B, C, E; 9 A, B, C, E, F e G, no apresentaram nenhum comportamento de indisciplina neste primeiro

    perodo.

    No 2 ciclo, a turma do 6 G apresenta um nmero muito elevado de ordem de sada da sala de aula (20) e corresponde a nico aluno; este perturba

    constantemente o bom funcionamento das aulas, no permitindo aos colegas a tranquilidade necessria para aprender. A DT e a Direo tm

  • 35

    realizado todas as diligncias para que os alunos da turma no fiquem prejudicados, assim, como o aluno em causa.

    Observa-se, tambm, que nas turmas do 5 C, E e G, assim como, nas turmas do 6 C, D e E uma elevada aplicao da medida sancionatria de

    ordem de sada da sala de aula. Significa, que temos alunos que apresentam comportamentos desajustados para uma sala de aula. H necessidade

    de se insistir na aplicao de medidas corretivas para modificar as atitudes dos alunos.

    No 3 ciclo, as turmas do 7A, E, F e H, quer seja pelo nmero de alunos envolvidos, quer seja pelo nmero da aplicao da medida sancionatria de

    ordem de sada da sala de aula, so as turmas com maior ndice de indisciplina no 7 ano. No 8 ano so as turmas do 8 G e H; no 9 ano a turma

    do 9 D.

    Problemas identificados pelo coordenador da MEDIAO EDUCATIVA

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    -------

    -------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    -------

    Reforar a aplicao das medidas corretivas para modificar as atitudes dos alunos.

  • 36

    ALUNOS DO ENSINO BSICO

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Vrias exposies no trio da escola

    Feira do livro

    Feira de trocas

    Problemas identificados pelos ALUNOS DO ENSINO

    BSICO

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Poucos alimentos no bar, no turno da tarde

    Inexistncia de equipamento que permita aquecer refeies

    Repor os alimentos no turno da tarde.

    Colocar micro-ondas na cantina.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Situaes de Indisciplina

    Sensibilizar os alunos para o cumprimento de regras indispensveis ao bom ambiente escolar.

  • 37

    ASSOCIAO de PAIS e ENCARREGADOS DE EDUCAO

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    Magusto - dinamizao de alguns jogos, so fornecidos aos alunos, castanhas e sumos

    Festa de Natal - presena de Pai Natal na escola, foto, bolo e prenda aos alunos

    Nota: As atividades, quando existentes, variam ligeiramente de escola para escola.

    Problemas identificados pela ASSOCIAO de PAIS e

    ENCARREGADOS DE EDUCAO

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    -------

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    -------

  • 38

    ASSISTENTES OPERACIONAIS

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    No 1 Perodo os Assistentes Operacionais cooperaram nas seguintes atividades:

    Cerimnia de entrega dos quadros de mrito;

    Corta mato escolar;

    Colaborao na organizao da festa de Natal.

    Problemas identificados pelos ASSISTENTES OPERACIONAIS

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Informaes e avisos aos alunos com pouco tempo de antecedncia

    Interrupo sistemtica das aulas por parte dos Assistentes

    Operacionais para entrega aos alunos de pertences dos mesmos

    As informaes/avisos aos alunos devem ser dadas com pelo

    menos dois dias de antecedncia, para que a informao chegue a

    todos o mais atempadamente possvel.

    Sensibilizar os Encarregados de Educao para o transtorno

    causado turma por paragens consecutivas para entrega aos

    alunos de pertences dos mesmos, o que leva distrao da turma e

    por consequncia a pausa da explicao da matria por parte do

    professor.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Avaliar por parte do chefe do pessoal no docente como correu o 1

    Perodo junto dos Assistentes Operacionais.

    Retificar e resolver algumas situaes que necessitem de ser melhoradas, assim, conveniente por parte do chefe do pessoal

    uma apreciao junto do pessoal no docente, para que em conjunto

    sugeriram estratgias para a melhoria do servio.

  • 39

    ASSISTENTES TCNICOS (SEVIOS ADMINISTRATIVOS)

    Atividades realizadas no primeiro perodo

    -------

    Problemas identificados pelos ASSISTENTES TCNICOS (SEVIOS ADMINISTRATIVOS)

    Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    Falta de legislao no site do AERT relativamente:

    - Cdigo do Procedimento administrativo

    - rea de alunos

    - rea de Pessoal Docente (Concursos)

    Colocar sempre que seja pertinente informao para toda a

    comunidade educativa no site do AERT.

    Existem salas de departamentos que poderiam ser partilhadas, para

    que fosse possvel um espao reservado para os assistentes

    tcnicos e os operacionais poderem ter um pouco mais de

    tranquilidade.

    Problemas identificados pela CAI Estratgias sugeridas para colmatarem os

    problemas

    No foram identificados problemas neste perodo letivo.

    -------