Agenda cao dez 2013

  • View
    214

  • Download
    1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Temporada set-dez 2013

Text of Agenda cao dez 2013

  • set | out | nov | dez | 2013

  • Ma

    es

    tr

    o V

    icto

    rin

    o D

    'Alm

    eid

    a

    2013

    cantar os

    01

    AUDITRIO

    M/4

    sex | 13 set | 21h30

    16,00

    msica

    ANTNIO ZAMBUJO

    "Quinto"A primeira aventura discogrfica de Antnio Zambujo sob

    a chancela da Universal Music Portugal, entrou

    diretamente para o 2 lugar do top nacional de vendas,

    depois de ter liderado o top iTunes. Do Alentejo para o

    mundo, a obra de Antnio Zambujo foi elogiada nos

    quatro cantos do globo, louvada, por exemplo, no Brasil

    (com apoiantes to ilustres quanto Caetano Veloso ou J

    Soares) ou nos Estados Unidos (onde contou com

    rasgados aplausos do incontornvel The New York

    Times).

    A viagem de Quinto pelos palcos comeou pouco

    depois da sua edio e, nem um ms aps o lanamento

    do disco, Antnio Zambujo j conquistava o Grande

    Auditrio da Gulbenkian, sendo mesmo obrigado a atuar

    numa segunda noite, depois de ter esgotado a primeira

    data. Na sua terra natal, Antnio Zambujo foi agraciado

    com a Medalha de Honra de Beja, depois de um concerto

    no Pax Julia Teatro Municipal, integrado nas Festas da

    Cidade.

    Depois do inesquecvel e aclamado concerto no Coliseu

    dos Recreios, Antnio Zambujo continua a percorrer as

    salas de espetculo portuguesas, de Norte a Sul do Pas.

    AUDITRIO

    M/12

    sex | 20 set | 21h30

    9,50

    teatro

    FERNANDO MENDES

    Fernando Mendes viveu os (e nos) palcos desde sempre.

    Essa intensidade e estreita ligao ao ambiente cnico

    tiveram origem no legado do seu pai, o ator Vtor

    Mendes, que sempre acompanhou. Foi alis por sua

    "culpa" que cedo decidiu que a sua vida seria dedicada ao

    meio artstico.

    Com 17 anos estreou-se profissionalmente na revista

    "Reviravolta" no ABC, com Eugnio Salvador e Florbela

    Queiroz. Estava decidido! Seria ator!

    Em 1984 estreou-se na televiso. Foi na RTP que o seu

    talento para a comdia atingiu notoriedade nacional,

    desenvolvendo depois disso uma carreira ininterrupta,

    sempre em crescendo. De todos os seus sucessos

    destacam-se as participaes no "Nico d'Obra", com

    Nicolau Breyner e "Ns os Ricos", com Rosa do Canto.

    Atualmente, o sucesso de audincias do programa "Preo

    Certo em Euros", tornou-o num dos artistas mais

    acarinhadas pelo pblico portugus.

  • Ma

    es

    tr

    o V

    icto

    rin

    o D

    'Alm

    eid

    a

    2013

    cantar os

    01

    AUDITRIO

    M/4

    sex | 13 set | 21h30

    16,00

    msica

    ANTNIO ZAMBUJO

    "Quinto"A primeira aventura discogrfica de Antnio Zambujo sob

    a chancela da Universal Music Portugal, entrou

    diretamente para o 2 lugar do top nacional de vendas,

    depois de ter liderado o top iTunes. Do Alentejo para o

    mundo, a obra de Antnio Zambujo foi elogiada nos

    quatro cantos do globo, louvada, por exemplo, no Brasil

    (com apoiantes to ilustres quanto Caetano Veloso ou J

    Soares) ou nos Estados Unidos (onde contou com

    rasgados aplausos do incontornvel The New York

    Times).

    A viagem de Quinto pelos palcos comeou pouco

    depois da sua edio e, nem um ms aps o lanamento

    do disco, Antnio Zambujo j conquistava o Grande

    Auditrio da Gulbenkian, sendo mesmo obrigado a atuar

    numa segunda noite, depois de ter esgotado a primeira

    data. Na sua terra natal, Antnio Zambujo foi agraciado

    com a Medalha de Honra de Beja, depois de um concerto

    no Pax Julia Teatro Municipal, integrado nas Festas da

    Cidade.

    Depois do inesquecvel e aclamado concerto no Coliseu

    dos Recreios, Antnio Zambujo continua a percorrer as

    salas de espetculo portuguesas, de Norte a Sul do Pas.

    AUDITRIO

    M/12

    sex | 20 set | 21h30

    9,50

    teatro

    FERNANDO MENDES

    Fernando Mendes viveu os (e nos) palcos desde sempre.

    Essa intensidade e estreita ligao ao ambiente cnico

    tiveram origem no legado do seu pai, o ator Vtor

    Mendes, que sempre acompanhou. Foi alis por sua

    "culpa" que cedo decidiu que a sua vida seria dedicada ao

    meio artstico.

    Com 17 anos estreou-se profissionalmente na revista

    "Reviravolta" no ABC, com Eugnio Salvador e Florbela

    Queiroz. Estava decidido! Seria ator!

    Em 1984 estreou-se na televiso. Foi na RTP que o seu

    talento para a comdia atingiu notoriedade nacional,

    desenvolvendo depois disso uma carreira ininterrupta,

    sempre em crescendo. De todos os seus sucessos

    destacam-se as participaes no "Nico d'Obra", com

    Nicolau Breyner e "Ns os Ricos", com Rosa do Canto.

    Atualmente, o sucesso de audincias do programa "Preo

    Certo em Euros", tornou-o num dos artistas mais

    acarinhadas pelo pblico portugus.

  • AUDITRIO

    outros M/3

    sb | 21 set | 21h30

    3,00

    AUDITRIO

    M/3

    sex | 4 out | 21h30

    20,00

    msica

    UREA

    "SOUL NOTES - ACSTICO"Com a edio do novo lbum, urea inicia uma nova etapa

    do seu percurso, apresentando nos palcos nacionais e

    internacionais um novo espetculo, que contar com um

    alinhamento, cenrio e energia renovados, cheio de SOUL

    NOTES.

    Ser um espetculo, que como o nome indica, com muita

    alma, e corao.

    Aqui a proximidade com o pblico ainda mais evidente,

    mais marcante, mais envolvente.

    Formado por cinco msicos da sua banda, esta composio

    far brilhar ainda mais este momento nico de cumplicidade

    que se viver em cada sala.

    urea iniciou a sua viagem h mais de dois anos com a

    edio do lbum de estreia, que atingiu a marca de dupla

    platina, amadureceu e isso evidente em cada subida ao

    palco, onde se denota a total entrega e envolvncia na sua

    performance.

    SOUL NOTES ACSTICO' constitudo exclusivamente

    por temas originais e segue a linha de composio do

    primeiro trabalho. O novo lbum apresenta um conjunto de

    canes intemporais que iro deliciar os amantes da msica.

    No fossem elas reflexo de episdios, vivncias e emoes

    que inspiraram urea e que por todos os motivos, a cantora

    desejou partilhar com o mundo em 'SOUL NOTES

    ACSTICO'.

    03

  • AUDITRIO

    outros M/3

    sb | 21 set | 21h30

    3,00

    AUDITRIO

    M/3

    sex | 4 out | 21h30

    20,00

    msica

    UREA

    "SOUL NOTES - ACSTICO"Com a edio do novo lbum, urea inicia uma nova etapa

    do seu percurso, apresentando nos palcos nacionais e

    internacionais um novo espetculo, que contar com um

    alinhamento, cenrio e energia renovados, cheio de SOUL

    NOTES.

    Ser um espetculo, que como o nome indica, com muita

    alma, e corao.

    Aqui a proximidade com o pblico ainda mais evidente,

    mais marcante, mais envolvente.

    Formado por cinco msicos da sua banda, esta composio

    far brilhar ainda mais este momento nico de cumplicidade

    que se viver em cada sala.

    urea iniciou a sua viagem h mais de dois anos com a

    edio do lbum de estreia, que atingiu a marca de dupla

    platina, amadureceu e isso evidente em cada subida ao

    palco, onde se denota a total entrega e envolvncia na sua

    performance.

    SOUL NOTES ACSTICO' constitudo exclusivamente

    por temas originais e segue a linha de composio do

    primeiro trabalho. O novo lbum apresenta um conjunto de

    canes intemporais que iro deliciar os amantes da msica.

    No fossem elas reflexo de episdios, vivncias e emoes

    que inspiraram urea e que por todos os motivos, a cantora

    desejou partilhar com o mundo em 'SOUL NOTES

    ACSTICO'.

    03

  • GALERIA

    4 a 31 out

    exposio

    As bandas filarmnicas sempre constituram um meio privilegiado de fazer chegar a msica s populaes, saindo

    rua e dando a conhecer o seu trabalho a quem passa.

    O objetivo desta exposio proporcionar ao pblico em geral, e aos jovens em particular, um maior e melhor

    conhecimento das vrias sonoridades que poderemos encontrar numa Banda Filarmnica.

    A exposio no pretende ensinar os visitantes a tocar instrumentos, nem constituir uma sesso de formao musical

    terica. Tem um intuito mais prtico e na perspetiva do espectador ouvinte.

    Pretende-se que, no final da exposio, o visitante consiga reconhecer o som de cada um dos instrumentos, a forma

    como se complementam e a sua importncia no conjunto sonoro da banda.

    Para isso, so disponibilizados vrios mdulos, com informao relevante sobre os instrumentos musicais, bem

    como vrias aplicaes multimdia interativas para o visitante explorar e descobrir as vrias sonoridades.

    A exposio teve o apoio da Secretaria de Estado da Cultura Direo Geral das Artes.

    Apoio: Banda Sinfnica da GNR / Cardoso & Conceio / Museu da Msica / Yamaha

    05

    AUDITRIO

    outros M/3

    sb | 23 nov | 21h30

    3,00

    AUDITRIO

    M/3

    sb | 12 out | 21h30

    3,00

    outros

    O Humor na Poesia

    Portuguesa

    Jos Carlos Tinoco apresentar uma rapsdia

    potica dos maiores autores lusos, de Gil Vicente

    aos contemporneos, detendo o olhar em

    dezenas de textos que marcaram cinco sculos

    de humor em Portugal.

    Atuao hilariante e frentica do duo "Xata".

    O XaTa Poesia Teatral, surge em 2008 e um

    trabalho da Associao Cultural Tenda de

    Saias. O princpio foi fazer um espetculo

    itinerante, em que a poesia fosse o mote, mas

    tambm a sabedoria popular, o