Agentes extintores portáteis

  • Published on
    26-Jul-2015

  • View
    42

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

8/5/12

Colgio Politcnico Humberto Ribeiro ReisAgentes Extintores estilo do Clique para editar oPortteis subttulo mestre Genalson Matos

8/5/12

Origem Os

primeiros extintores de incndio surgiram por volta do sculo XVI, e revolucionaram a poca por se mostrarem um aparelho compacto de e muita eficcia contra o fogo, muito embora os extintores de hoje sejam extremamente mais 8/5/12 avanados do que os da poca.

preciso identificar o incndio que se

vai combater, antes de escolher oagente extintorou equipamento de combate ao fogo.Um

erro na escolha de umextintorpode tornar intil o esforo de combater as chamas; ou pode piorar a situao, aumentando ainda mais as chamas, espalhandoas, ou criando novas causas de fogo 8/5/12

Agente extintor todo material que, aplicado ao

fogo, interfere na sua qumica, provocando uma descontinuidade em um ou mais lados do tringulo do fogo, alterando as condies para que haja fogo. agentes extintores podem ser encontrados nos estados slidos, lquidos ou gasosos. Existe uma variedade muito grande de agentes extintores. incndios e que possivelmente teremos que utilizar em caso de incndios so: gua, espuma(qumica e mecnica), gs carbnico e p qumico seco, agentes alogenados (Halon), agentes improvisados 8/5/12 como areia, cobertor, tampa de vasilhame, etc, que

Os

Os agentes mais empregados na extino de

Os aparelhos extintores so os vasilhames

fabricados com dispositivo que possibilitam a aplicao do agente extintor sobre os focos de incndio. nome do agente extintor que neles contm.

Normalmente os aparelhos extintores recebem o Os aparelhos extintores destinam-se ao combate

imediato de pequenos focos de incndio, pois, acondicionam pequenos volumes de agentes extintores para manterem a condio de fcil transporte.

So de grande utilidade, pois podem combater a

maioria dos incndios, cujo princpios so pequenos 8/5/12

Todas

as instituies, mesmo dotadas de chuveiros automticos, devem possuir extintores portteis., a fim de combater o fogo em seu incio. dos seguintes fatores:

O xito no emprego dos extintores depende a)

de uma distribuio adequada extintores pela rea a ser protegida;

destes

b)de manuteno adequada e eficiente; c)de pessoal habilitado a manejar aparelhos na

extino de incndio. rodas (carretas).8/5/12

Os extintores podem ser portteis ou sobre

gua

na neblina)

Agentes Extintores (Principais)forma lquida (a

(jato

ou

Espuma

mecnica qumica foi proibida) Vapor d gua)

espuma

Gases e vapores inertes (CO2, N, P qumico Agentes halogenados (e respectivos8/5/12

Quantidades dos Extintores locais de trabalho, a Nas ocupaes ouquantidade de extintores ser determinada (segundo a NR23 do MTE) pelas condies seguintes, estabelecidas para umaunidade extintora(U.E.):Ao usar um extintor, lembre-se de:

agir com firmeza e deciso, sem se arriscar demaismanter a calma e afastar as pessoas desligar os circitos eltricos envolvidos constatar no haver risco de exploso8/5/12

rea coberta por unidade Risco de Fogo extintora 500 m Pequeno

Distncia Mxima Percorrida 20 metros

250 m

Mdio

10 metros

150 m8/5/12

Grande

10 metros

8/5/12

Os extintores devem ser colocados em

locais de fcil visualizao, de fcil acesso e onde haja menos probabilidade do fogo bloquear o seu acesso.Os

locais destinados aos extintores devem ser assinalados por um crculo vermelho ou por uma seta larga, vermelha com bordas amarelas. extintor deve ser pintado de vermelho, no podendo ser obstrudo de forma 8/5/12

O local no piso onde est localizado o

Esta rea deve ter no mnimo 1,0

metro x 1,0 metro.No devem ter sua parte superior a

mais de 1,60 metros acima do piso e nem podem estar localizados nas paredes de escadas.Iremos lhe fornecer informaes de

como utilizar corretamente os extintores de incndio e em quais "tipos" de incndio determinado 8/5/12

Classes de Incndios A Madeira, Papel, Tecido, etc B Gasolina, lcool, Ceras, Tintas, etc C Equipament os e intalaes 8/5/12 eltricas

gua

Espuma

Gs P Qumico Carbnico (CO)

SIM

SIM

SIM

SIM

NO

SIM

SIM

SIM

NO

NO

SIM

SIM

Extintor de gua (HO)A gua o agente extintor de uso

mais comum e um extintor muito usado por ser encontrado em abundncia.Age por resfriamento, quando aplicada

sob a forma de jato slido, neblina nos incndios de Classe A ou vapor, difcil extinguir o fogo em lquidos inflamveis com gua por ser ela mais pesada que eles. boa condutora de energia eltrica, o8/5/12 a torna extremamente perigosa nos que

Mtodos de Uso Resfriamento

Incndios que envolvam lquidos em chamas, somente podero ser extintos pelo mtodo do resfriamento. Ex: Absorve a temperatura do fogo, o que ir promover a extino total do incndio. gerado em volume suficiente, o ar poder ser deslocado e o fogo poder 8/5/12

Abafamento - Quando o vapor

Diluio e emulsionamento - O fogo em

materiais inflamveis, que so solveis em gua, poder ser extinto por este processo que, no entanto, pouco utilizado.Nunca deve ser empregada em: Fogos

de classe B, salvo quando pulverizada sob a forma de neblina; de gua pulverizada;

Fogos da classe C, salvo quando se tratar 8/5/12

8/5/12

8/5/12

Retirar o pino de

segurana.Empunhar

a mangueira e apertar o gatilho, dirigindo o jato para a base do fogo. usar em madeira, papel, fibras, plsticos e similares. usar em

S

8/5/12

No

8/5/12

8/5/12

Extintor de Espuma (ES)Existem

dois

tipos:

qumica

e

mecnica.A

espuma qumica (formada por bolhas e CO2) produzida juntando-se solues aquosas de sulfato de alumnio e bicarbonato de sdio (com alcauz, como estabilizador). Sua razo mdia de expanso de8/5/12

1:10.

A espuma mecnica (formada por

bolhas de ar) produzida pelo batimento mecnico de gua com extrato protenico, uma espcie de sabo lquido concentrado. Sua razo de expanso de

1:6.

A

espuma mecnica de alta expanso chega a 1:1000. 8/5/12

A

espuma mecnica um agente extintor empregado no combate a incndio da classe "B" (lquidos inflamveis). aplicada contra um anteparo, para que possa ir cobrindo lentamente a superfcie da rea incendiada. 8/5/12

A espuma mecnica deve ser

Tanto a espuma qumica como

a mecnica tm dupla ao. Agem por resfriamento, devido a gua e por abafamento, devido a prpria espuma. Portanto, so teis nos incndios de Classe A e B. 8/5/12

A

espuma eletricidade.

condutora

de

Portanto,

jatos plenos de espuma no devem ser aplicados em incndios de equipamentos eltricos energizados, ou seja em incndios de Classe C, porque contm gua.; tambm no considerada agente adequado 8/5/12

8/5/12

Inverter o

aparelho o jato disparar automaticamen te, e s cessar quando a carga estiver esgotada.No usar em8/5/12

equipamentos eltricos.

8/5/12

8/5/12

Extintor de Gs Carbnico (CO) e no condutor Gs inspido, inodoro, incolor, inertede eletricidade.Pesa cerca de 1,5 vezes mais do que o ar

atmosfrico e armazenado, sob a presso de 850 libras, em tubos de ao. As unidades de tipo maior de 60 a 150 Kg devem ser montadas sobre rodas. a incndio em equipamentos eltricos energizados. Sendo um gs inerte, no inflamvel, nem bom condutor de eletricidade. eficiente tambm nos incndios de Classes B. No d bons resultados nos de Classe A.8/5/12

o agente extintor mais indicado para dar combate

Quando aplicado sobre os incndios, age por

abafamento, suprimindo e isolando o oxignio do ar.

Observaes:Asfixia - Embora o CO2 no seja txico, poder

causar desmaios e at morte por asfixia mecnica, quando estiver presente em ambientes confinados para extino de incndios. extintos com uso de gs carbnico, podem reiniciarse caso permaneam brasas vivas ou superfcies metlicas aquecidas. 8/5/12

Reincio de incndios - Incndios, aparentemente

8/5/12

Remover o pino de

segurana quebrando o lacre.Segurar o difusor

com a mo direita e comprimir o gatilho da vlvula com a mo esquerda. dirigindo o jato para a base do fogo.Pode ser usado em8/5/12

Acionar a vlvula

qualquer tipo de

8/5/12

8/5/12

8/5/12

Extintor P Qumico SecoO p qumico comum fabricado com 95% de

bicarbonato de sdio, micropulverizado e 5% de estearato de potssio, de magnsio e outros, para melhorar sua fluidez e torn-lo repelente umidade e ao empedramento. modernas, age por interrupo da reao em cadeia de combusto, motivo pelo qual o agente mais eficiente para incndios de Classe B. extintores indicados para dar combate eficiente a incndios que envolvam lquidos inflamveis.8/5/12

Age por abafamento e, segundo teorias mais

Os produtos qumicos secos so agentes

Contudo, deve-se evit-lo em equipamentos

eletrnicos onde, alis, o CO2 mais indicado. A.

No d bons resultados nos incndios de Classe O

efeito do agente qumico seco no prolongado, caso exista no local fonte de reignio, como, por exemplo, superfcies metlicas aquecidas, o incndio poder ser reativado. contatos eltricos, como centrais telefnicas, computadores, etc. 8/5/12

No deve ser usado em painis de rels e

8/5/12

8/5/12

8/5/12

HalonPode ser encontrado em extintores

portteis e sistemas fixos.Quando liberado, o Halon se vapor

Recommended

View more >