Agua de Chuva Tomaz

  • View
    238

  • Download
    3

Embed Size (px)

Text of Agua de Chuva Tomaz

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

Captulo 0

Introduo

1-1

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

APROVEITAMENTO DE AGUA DE CHUVA EM AREAS URBANAS PARA FINS NO POTAVEIS

Fortaleza dos Templrios. Cidade de Tomar, Portugal. Abastecimento de gua por captao de gua de chuva

1-2

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

Sede prudente como as serpentes e simples como as pombas. Matheus, 10:16

Titulo: Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Livro em A4, Word, Arial 10, 278p. fevereiro de 2009 Editor: Plnio Tomaz Autor: Plnio Tomaz Composio e diagramao: Plnio Tomaz ISBN: 85-87678-23-X

1-3

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

ndice Geral

Captulos 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 Apndice A Apndice B Apndice C

Titulo Introduo Conceito de aproveitamento de gua de chuva Qualidade da gua de chuva Previso de consumo de gua Dimensionamento de calhas e condutores Coeficiente de runoff Dispositivos usados em reservatrios Reservatrio de autolimpeza Custos dos reservatrios Dimensionamento do reservatrio pelo mtodo de Rippl Mtodo Monte Carlo Anlise de simulao do reservatrio Precipitao nas capitais Clima, temperatura e precipitaes mdias Relao beneficio/custo Filtros lentos de areia Desinfeco Osmose reversa Grades, telas, peneiras e filtros First flush Automatizao Noes de hidrologia Mtodos de avaliao de custos Bibliografia e livros recomendados Lei de Curitiba do ano de 2003 Lei de So Paulo do ano de 2005 Lei de Braslia (Distrito Federal)

1-4

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

PREFCIO A falta de gua um dos graves problemas mundiais que pode afetar a sobrevivncia dos seres humanos. O uso desordenado, o desperdcio e o crescimento da demanda so fatores que contribuem para intensificar a escassez de gua potvel no planeta. O Brasil apresenta uma das maiores bacias hdricas do mundo. No entanto, a severa escassez de gua potvel em diversas regies tem sido provocada pelo desequilbrio entre a distribuio demogrfica, industrial e agrcola e a concentrao de gua. A conscientizao da importncia da economia de gua um dos primeiros passos para atenuar o problema e, juntamente com o incentivo do governo, levar a mudanas de hbitos da populao para o uso racional da gua. O aproveitamento de gua de chuva para consumo no potvel um sistema utilizado em vrios pases h anos. Essa tecnologia vem crescendo e dando nfase conservao de gua. Alm de proporcionar economia de gua potvel, contribui para a preveno de enchentes causadas por chuvas torrenciais em grandes cidades, onde a superfcie tornou-se impermevel, impedindo a infiltrao da gua. A presente obra Aproveitamento de gua de chuva escrita pelo Prof. Plnio Tomaz servir de ponto de referncia e auxlio no desenvolvimento de projetos de sistema de aproveitamento de gua de chuva. Pela fluncia que tem ao tratar do assunto e riqueza de dados apresentados notvel o grande conhecimento do autor sobre o tema. Os captulos 9 e 10 dedicados ao dimensionamento do reservatrio de gua de chuva so de extrema relevncia, uma vez que o volume do reservatrio o ponto mais frgil do sistema podendo inviabiliz-lo economicamente se mal dimensionado. O professor, colega e amigo Plnio Tomaz tem se dedicado a pesquisas referentes gua, sendo o autor de diversas publicaes, entre elas os livros Conservao da gua, Previso de Consumo de gua, e Economia de gua que, juntamente com a presente obra, cristalizam-se em um vasto conhecimento de referncia. Uma tecnologia nova para criar raiz e ser bem desenvolvida deve conter embasamento e conhecimento cientfico e emprico. Assim sendo, a publicao desta obra servir para auxiliar engenheiros, arquitetos, tcnicos, especialistas e estudiosos a aprofundarem seus conhecimentos sobre essa tecnologia a ser implantada no Brasil. So Paulo, maro de 2003 Simone May

1-5

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

COMUNICAAO COM O AUTOR Engenheiro Plnio Tomaz e-mail: pliniotomaz@uol.com.br

1-6

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 0- Introduo Engenheiro Plnio Tomaz 23 de fevereiro 2009 pliniotomaz@uol.com.br

Apresentao

No livro Conservao da gua lanado em 1999 escrevemos um captulo referente a gua de chuva. Vrios amigos e estudantes sugeriram que eu o ampliasse e da nasceu este livro. Temos conhecimentos de um nmero enorme de engenheiros por toda a parte do Brasil que esto se dedicando ao assunto da captao da gua de chuva. Inmeras dissertaes de mestrados e teses de doutoramento esto sendo feitas, o que mostra o interesse pelo assunto. Existe reservatrios escavadas h 3600 aC e a pedra moabita com gravaes onde se exige que as casas tenham captao de gua de chuva, isto h 850 aC. Portanto, no h inventor do assunto. Esclarecemos ainda que no que se refere a gua de chuva h dois assuntos pertinentes. Um a captao nas casas para se evitar enchentes e outra a captao para o uso da gua de chuva. O dimensionamento de cada reservatrio completamente diferente um do outro. No fazer confuso. Para a captao da gua de chuva para evitar enchentes o reservatrio tem que ficar vazio para a prxima chuva, enquanto que para a captao da gua de chuva para aproveitamento o reservatrio tem sempre que ficar com um pouco de gua para uso. A gua de chuva no deve ser usada para fins potveis, principalmente em reas metropolitanas ou industriais. Todo o estudo considerado que a gua de chuva deve ser usada para fins no potveis. Um grande problema para o aproveitamento da gua de chuva que no Brasil as empresas concessionrias de gua e esgotos no incentivam o seu uso, mesmo assim existe varias cidades no mundo que ajudam de diversas maneiras a quem usar gua de chuva. O importante manter o sentido holstico da conservao da gua. A economia de gua que se pode conseguir usando gua de chuva e gua servida de 30% conforme pesquisas feitas no Japo por Yamagata et al conforme IWA, p. 27 agosto 2002. O Ministrio do Meio Ambiente da Alemanha prev o uso nas regies densas da Europa de 15% de gua de chuva (IWA, p.6 fevereiro 2000). Nesta terceira edio acrescentamos informaes sobre filtros lentos de areia cuja utilidade a melhoria da qualidade da gua pluvial. Agradeo a Deus, o Grande Arquiteto do Universo, a oportunidade em contribuir para o aumento do conhecimento sobre o assunto. Guarulhos, maro de 2006 Plnio Tomaz Engenheiro civil

1-7

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 1- Conceito de aproveitamento de gua de chuva Engenheiro Plnio Tomaz 3 de janeiro 2008 pliniotomaz@uol.com.br

Captulo 1

Conceito de aproveitamento de gua de chuva

1-1

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 1- Conceito de aproveitamento de gua de chuva Engenheiro Plnio Tomaz 3 de janeiro 2008 pliniotomaz@uol.com.br

Captulo 1-Conceito de aproveitamento de gua de chuva

Seo 1.1 1.2 1.3 1.4 1.5 1.6 1.6.1 1.6.2 1.6.3 1.6.4 1.6.5 1.6.6 1.7 1.8 1.9 1.10

Titulo Objetivo gua doce no mundo gua de chuva para fins urbanos Aproveitamento de gua de chuva na histria Normas para aproveitamento de gua de chuva Componentes principais para captao da gua de chuva rea de captao Calhas e condutores By pass Peneira Reservatrio (reservatrio) Extravasor Desenvolvimento sustentvel Reservatrios para aproveitamento de gua de chuva e enchentes Mtodo Prtico Cdigo de guas

Pgina

1-2

Aproveitamento de gua de chuva em reas urbanas para fins no potveis Capitulo 1- Conceito de aproveitamento de gua de chuva Engenheiro Plnio Tomaz 3 de janeiro 2008 pliniotomaz@uol.com.br

Capitulo 1- Conceito de aproveitamento de gua de chuva1.1 Objetivo A American Water Works Association - AWWA em 31 de janeiro de 1993, definiu a conservao da gua como a prtica, tecnologias e incentivos que aperfeioam a eficincia do uso da gua. Um programa de conservao da gua constitui-se de medidas e incentivos. Medidas so as tecnologias e mudanas de comportamento, chamada de prticas, que resultam no uso mais eficiente da gua. Incentivos de conservao da gua so a educao pblica, as campanhas, a estrutura tarifrias, os regulamentos que motivam o consumidor a adotar as medidas especficas (Amy Vickers, 2001). A AWWA, 1993 encoraja os servios de gua a considerar o lado do suprimento e o lado da demanda. o que se chama de Planejamento Integrado de Recursos (IRP). Como exemplo, o uso de uma bacia sanitria para 6 litros/descarga, trata-se de uma medida de tecnologia e a mudana de comportamento para que o usurio da bacia sanitria no jogue lixo na mesma, uma medida prtica. Os incentivos na conservao da gua so as informaes nos jornais, rdios, televises, panfletos, workshops, etc, mostrando como economizar gua. Uma tarifa crescente incentiva a conservao da gua, um pagamento de uma parte do custo de uma bacia sanitria (rebate em ingls) incentivo para o uso de nova tecnologia, como a bacia sanitria com 6 litros/descarga. Os regulamentos de instalaes prediais, cdigos, leis so incentivos para que se pratique a conservao da gua. O aumento da eficincia do uso da gua ir liberar os suprimentos de gua para outros usos, tais