Click here to load reader

Alexsander Zamorano ANTUNES 2 - · PDF fileNo livro de Willis e Oniki (2003), ... An asterisk after the scientific name indicates new species records added to the preliminary list

  • View
    216

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of Alexsander Zamorano ANTUNES 2 - · PDF fileNo livro de Willis e Oniki (2003), ... An asterisk...

  • IF Sr. Reg. n. 52 p. 51-67 dez. 2014

    AVES DA FAZENDA SANTA CARLOTA, CAJURU-SP1

    BIRDS FROM SANTA CARLOTA FARM, MUNICIPALITY OF CAJURU, SAO PAULO STATE, SOUTHEASTERN BRAZIL

    Alexsander Zamorano ANTUNES2

    RESUMO As Florestas Estacionais constituem um largo cinturo de transio entre a Mata Atlntica e os domnios adjacentes, e so de enorme valor ecolgico e evolutivo pelas interaes complexas entre biotas com histrias distintas. O estabelecimento e o manejo adequado de unidades de conservao de proteo integral so indispensveis para resguardar a biodiversidade destas florestas. O objetivo do presente trabalho foi inventariar a avifauna de um dos remanescentes da Floresta Estacional Semidecidual na antiga Fazenda Santa Carlota em Cajuru-SP e, com isso, subsidiar a avaliao da importncia dessa rea para a conservao da biodiversidade. A metodologia adotada consistiu em avaliao rpida pelo mtodo de Mackinnon com dez espcies por lista, complementado por busca bibliogrfica. Foram registradas 195 espcies, sete destas ameaadas de extino no Estado de So Paulo. Nossa anlise evidencia a relevncia da rea estudada para a conservao da biodiversidade regional, justificando a implantao de uma unidade de conservao de proteo integral.

    Palavras-chave: Conservao; Floresta Estacional Semidecidual; levantamento; Mata Atln-tica.

    ABSTRACT - Seasonal Forests provide a broad belt of transition between the Atlantic Forest and its adjacent phytogeographic domains, and they are of enormous ecological and evolutionary value owing to the complex interactions between biota with distinct histories. The establishment and proper management of conservation units of integral protection are indispensable to safeguard the biodiversity of these forests. The aim of this study was to inventory the avifauna from remnants of semideciduous forest in Santa Carlota Farm, municipality of Cajuru, Sao Paulo state, Brazil, and assess the importance of this area for biodiversity conservation. The methodology consisted of a rapid assessment method with Mackinnon lists and literature search. We identified 195 species; seven of them are threatened in the state of Sao Paulo. Our analysis highlights the relevance of the study area for the conservation of regional biodiversity, which justifies the implementation of an integral protection conservation unit.

    Keywords: Conservation; Semideciduous Forest; Inventory; Atlantic Forest.

    1 INTRODUO

    O Domnio da Mata Atlntica est reduzido a 12% da sua rea de distribuio original (Ribeiro et al., 2011). Na unidade biogeogrfica denominada de Florestas do Interior, que se estende do nordeste de Minas Gerais ao centro do Rio Grande do Sul, restam fragmentos isolados, na maioria das vezes de pequeno porte e degradados pelos usos dados paisagem do entorno. Originalmente, esta era a maior das divises reconhecidas para o domnio, mas, hoje, mal persistem 3% da sua cobertura de vegetao nativa (Silva e Casteleti, 2005). As florestas estacionais, as quais representam boa parte dessa diviso biogeogrfica, constituem um largo cinturo de transio entre a Mata Atlntica e os domnios adjacentes, e, apesar da escassez de espcies endmicas, so de enorme valor ecolgico e evolutivo pelas interaes complexas entre biotas com histrias distintas (Silva e Casteleti, 2005).

    1 Recebido para anlise em 09.10.2013. Aceito para publicao em 11.02.2014.2 Seo de Animais Silvestres, Diviso de Dasonomia, Instituto Florestal, Caixa Postal 1322, CEP 01059-970, So Paulo, SP, Brasil. e-mail: [email protected]

    http://dx.doi.org/10.4322/ifsr.2014.004

  • IF Sr. Reg. n. 52 p. 51-67 dez. 2014

    52

    ANTUNES, A. Z. Aves da Fazenda Santa Carlota, Cajuru-SP

    O estabelecimento e o manejo adequado de Unidades de Conservao UCs de proteo integral so indispensveis para resguardar a biodiversidade das Florestas do Interior. Entende-se que o estabelecimento destas UCs deve ser embasado em critrios cientficos, que possibilitem evitar deficincias de concepo que, muitas vezes, contribuem para a intensificao de processos de degradao por exemplo, os limites definidos ao lado de rodovias) e tambm se mostra importante que seu estabelecimento conte com o apoio da maior parte da populao humana do seu entorno. Sem esses cuidados, as dificuldades em proteger uma UC de vetores de degradao ilegais caa, corte seletivo, etc. e mesmo legais presena de rodovias, linhas de transmisso de energia eltrica, gasodutos, etc. se tornariam ainda maiores (Terborgh e Van Schaik, 2002).

    Especificamente na Bacia Hidrogrfica do Rio Pardo, Estado de So Paulo, restam 8% de vegetao nativa, sendo que Cajuru o municpio com maior rea remanescente na regio, com 14% de seu territrio recoberto (Kronka et al., 2005). Apenas duas UCs estaduais de proteo integral foram estabelecidas na bacia: a Estao Ecolgica de Ribeiro Preto, com apenas 154,16 ha, e a Estao Ecolgica de Santa Maria, no municpio de So Simo, com 1.301,35 ha. Esta ltima, trata-se de uma rea em restaurao, que perdeu parte da sua biodiversidade original. Portanto, urgente a preservao dos fragmentos de maior porte e em melhor estado de conservao, assim como so necessrias a recuperao e a restaurao da vegetao natural na bacia.

    Considerando-se que os recursos humanos e financeiros para a conservao geralmente so limitados, necessrio priorizar reas e aes a serem tomadas. Indicaes tm sido efetuadas em diferentes escalas, desde o nvel global ao regional (Mittermeier et al., 2004; Bencke et al., 2006; Rodrigues e Bononi, 2008). A anlise da riqueza e a composio de assembleias de aves que habitam remanescentes de vegetao podem fornecer informaes sobre o grau de conservao dos mesmos, sobre sua relevncia para a preservao da biodiversidade regional; tal informao pode ser utilizada como subsdio para a seleo de reas para conservao e para o monitoramento de aes de recuperao e restaurao. Segundo Pearson (1995), as aves se constituem como bioindicadores adequados para essas avaliaes, pelos seguintes motivos: 1) a descrio e a definio das espcies (taxonomia) esto bem mais avanadas do que para os demais grupos de animais; 2) h uma vasta quantidade de informaes relativas a biologia, ecologia e comportamento; 3) a amostragem da maioria das espcies por tcnicos devidamente treinados relativamente fcil, de baixo custo e com mnimo impacto para o ecossistema; 4) por apresentarem, em geral, grande mobilidade, respondem mais rapidamente s alteraes no habitat; 5) as assembleias locais geralmente so compostas por um nmero considervel de espcies, com variadas adaptaes ecolgicas, e que respondem de maneiras distintas s alteraes ambientais, e 6) prestam importantes servios ecossistmicos, principalmente na disperso de sementes, no controle de populaes de artrpodes e na polinizao. Alm disso, a Mata Atlntica o domnio biogeogrfico brasileiro com o maior nmero de espcies de aves ameaadas de extino (Marini e Garcia, 2005; Olmos, 2005; Bencke et al., 2006).

    As coletas do naturalista austraco Johann Natterer na Serra do Cubato, atual municpio de Cssia dos Coqueiros, no ano de 1823, representam o incio do esforo cientfico para a caracterizao da fauna da Bacia do Rio Pardo. Passados 190 anos, os registros disponveis indicam a presena de pelo menos 380 espcies de aves conhecidas para esta bacia hidrogrfica (Willis e Oniki, 2003).

    Considerando-se este contexto, o objetivo do presente trabalho foi inventariar a avifauna dos remanescentes de vegetao nativa da antiga Fazenda Santa Carlota em Cajuru e, com isso, avaliar a importncia dessa rea para a conservao da biodiversidade.

    2 MATERIAL E MTODOS

    Inicialmente, foi efetuada uma pesquisa bibliogrfica, buscando-se trabalhos publicados sobre as aves da rea de estudo. No livro de Willis e Oniki (2003), esto compiladas as espcies registradas por Barros et al. (1989). Esta referncia um trabalho de concluso de curso divulgado em dois eventos cientficos como levantamento preliminar, com foco em grupos no passeriformes.

    A rea foi visitada entre 20 e 23 de maio de 2013, realizando-se um esforo amostral de 32 horas e 56 minutos. A metodologia adotada consistiu em avaliao rpida, pelo mtodo das listas de Mackinnon (m-species

  • 53

    ANTUNES, A. Z. Aves da Fazenda Santa Carlota, Cajuru-SP

    IF Sr. Reg. n. 52 p. 51-67 dez. 2014

    lists), padronizado para o presente estudo com o limite de dez espcies por lista (Ribon, 2010). Foi calculada a frequncia de ocorrncia para cada espcie, divindo-se o nmero de listas em que a espcie X esteve presente pelo total de listas obtidas. Foram utilizados binculos 840 e cmera fotogrfica digital com zoom tico de 42, a fim de documentar a presena de algumas espcies. As coordenadas das reas amostradas foram obtidas com GPS 76CSx Garmin.

    A nomenclatura cientfica adotada para a listagem das espcies de aves foi a do Comit Brasileiro de Registros Ornitolgicos (Comit Brasileiro de Registros Ornitolgicos, 2011). Para a definio de espcies ameaadas de extino, foram consultadas as listas global (International Union for Conservation of Nature, 2012), nacional (Brasil, 2003) e paulista (Bressan et al., 2009). A distribuio geogrfica das espcies segue Bencke et al. (2006). Os ecossistemas reconhecidos foram classificados de forma mais abrangente, considerando-se as diferenas na composio de assembleias de aves entre estes, em: brejos, campo antrpico (pastagem degradada, canavial baixo e capoeira rala), campo mido, cerrado, floresta estacional (decidual e semidecidual) e vrzeas do Rio Pardo.

    3 RESULTADOS E DISCUSSO

    Durante o trabalho de campo, foram detectadas 138 espcies de aves, sendo que, destas, 65 no foram relatadas anteriormente, representando um acrscimo de 33% lista local (Tabela 1). Dezenove espcies foram registradas apenas durante o deslocamento entre os stios amostrais. A curva de acmulo de espcies, com 38 unidades amostrais (listas de Mackinnon), indica a tendncia ao