Click here to load reader

Analise Admin Financ Result Farmácia

  • View
    32

  • Download
    5

Embed Size (px)

Text of Analise Admin Financ Result Farmácia

  • Administrao Farmacutica Prtica em Farmcias e Drogarias

    Farmacutico Dr. Rodrigo Magalhes

    Vdeo Administrao Farmacutica

  • O Farmacutico e as finanas

    O Farmacutico tem que extrair

    do negcio Farmcia a sua

    remunerao!

    O desafio do Farmacutico na Farmcia Comunitria: Transformar o conhecimento sobre sade em valores financeiros, como forma de sua remunerao.

    A soluo: Tcnicas Administrativas

  • Como ter sucesso com a Farmcia

    Gesto Administrativa (Conhecendo e mensurando os resultados)

    +

    Servios Tcnicos

    Farmacuticos (Atendimento diferenciado ao Cliente)

    = SUCESSO !!!

  • A Proposta :

    PROSPERAR X SOBREVIVER

    As Farmcias denominadas de independentes na sua grande maioria no

    tem uma gesto administrativa eficiente e

    atualizada.

  • O funcionamento das Farmcias

    independentes:

    1. Normalmente o Farmacutico que o proprietrio fica no Balco ou no Caixa, lida diretamente com o Cliente e no mensura os dados da Farmcia Diz que no sobra tempo!

    2. Poltica de Desconto adotada: S se o cliente pedir; estabelece um percentual mximo e negocia o preo no balco.

    3. Compras: Leilo de quem faz mais barato. Fornecedor bom o que d maior desconto. No estabelece parcerias.

    A maioria tem dificuldade de entendimento do seu prprio negcio e acha que a culpa pelo insucesso

    da concorrncia!

  • 1. Atendimento: O Farmacutico administrador tambm lida com o cliente, mas somente em horrios pr-definidos aps ajustar a parte Administrativa.

    2. Poltica de Desconto adotada: Os produtos devero ter um Preo Mnimo j ofertados aos clientes no momento da venda.

    3. Compras: Foco na parceria com o Fornecedor. O melhor desconto aquele que contnuo!

    Entende o seu negcio e consegue avaliar a concorrncia!

    Como fazem as Farmcias de sucesso:

  • Dvidas sobre o negcio de Farmcia:

    Como trabalhar a indicao e a substituio na venda?

    Como fazer o fechamento do caixa e o controle do estoque?

    Qual o valor mximo das Despesas da minha Farmcia?

    Quanto e como devo comprar dos Fornecedores?

    Qual poltica de descontos devo utilizar?

    Como fazer para que o credirio seja fonte de lucro e no de prejuzo?

    Falta de Tcnica e mtodos de mensurao = incertezas no Farmacutico.

  • Dvidas que limitam o Sucesso do Farmacutico:

    Quanto posso ganhar mensalmente com uma Farmcia? Ser que meus clculos esto certos?

    Qual a Margem de Lucro de minha Farmcia?

    Devo COMPRAR ou MONTAR minha Farmcia?

    Qual a venda que ser necessria para que eu possa retirar no mnimo um Piso

    Salarial?

  • Entendendo a Farmcia como um negcio

    A Farmcia precisa ser tica.

    A Farmcia precisa ser prestadora de servios para a comunidade.

    Mas a Farmcia precisa ser LUCRATIVA para o Farmacutico.

  • Para obtermos resultados econmicos, em primeiro lugar

    (Segundo Peter F. Drucker A Prtica da Administrao de Empresas - Pg.08).

    ...Mesmo que haja grandes resultados no-econmicos a felicidade dos membros da empresa, uma contribuio ao bem-estar ou cultura da comunidade, etc... a administrao ter fracassado se no houver obtido resultados econmicos.

    O que Administrar? A Administrao consiste em gerncia, controle e direo

    de empresas pblicas ou privadas, tendo como objetivo maior a produtividade e a lucratividade. Para se chegar a isto, o administrador avalia os objetivos organizacionais e desenvolve as estratgias necessrias para alcan-los. (Fonte: Site do Conselho de Administrao (CRA)).

  • A Gesto por Resultados

    Peter F. Drucker diz ainda (A Prtica da Administrao de Empresas. 13(a) ed. Thomson, 2003):

    ..a Administrao de qualquer empresa dever ser efetivada a partir dos seus resultados. A sua

    anlise leva a extenso da Administrao aos

    diversos setores da empresa.

    Para analisar os resultados preciso de MTODO.

  • Um dos maiores consultores da atualidade:

    Vicente Falconi (Livro: O Verdadeiro Poder. 1(a) ed. INDG, 2009):

    ... as empresas falham por falta de metas certas, falta de mtricas de desempenho financeiro, e por

    falta de mtodo de anlise correto...

    Devemos mensurar os Resultados do Investimento e tambm do trabalho efetuado: O hbito de fazer

    a avaliao do negcio leva ao sucesso.

    Mtodo de Anlise dos Resultados

  • Conhecendo o negcio

  • Conhecer o negcio saber mensurar os valores:

  • Fatiando o Dinheiro da Farmacia (Venda

    Bruta)

    CMV

    (Fornec.):

    ?? %Margem

    Lucro Bruto:

    ?? %

    Margem Lucro

    Bruto (%)

    CMV

    (Fornecedores) (%)

    Despesas Totais. Descontos na Venda. Lucro do Farmacutico.

  • FATIANDO A Venda da FARMCIA:

    A Farmcia em Fatias

    Lucro Final: ???

    Custo

    Mercadoria: ?

    Descontos

    Venda: ?

    Despesas: ?Descontos na Venda (%)

    C.M.V. (Custo Merc. Vendida)

    (%)

    Despesas Operac. Total (%)

    Lucro/Prejuzo (%)

    Venda Bruta = 100%

  • A Farmcia em Fatias

    Lucro Final: ???

    Custo

    Mercadoria: ?

    Descontos

    Venda: ?

    Despesas: ?

    Descontos na Venda (%)

    C.M.V. (Custo Merc. Vendida)

    (%)

    Despesas Operac. Total (%)

    Lucro/Prejuzo (%)

    Venda Bruta = 100%

    A Fatia do Lucro Final pode aumentar mais ainda...:

  • A Farmcia em Fatias

    Lucro Final: ???

    Custo

    Mercadoria: ?

    Descontos

    Venda: ?Despesas: ?

    Descontos na Venda (%)

    C.M.V. (Custo Merc. Vendida)

    (%)

    Despesas Operac. Total (%)

    Lucro/Prejuzo (%)

    Venda Bruta = 100%

    A Fatia do Lucro Final pode desaparecer...

  • Forma estruturada de dispor os dados da Farmcia

    Devemos mensurar os Resultados do Investimento...

    Como fazer a mensurao dos dados?

    Organizar os dados da Farmcia nos Indicadores Financeiros:

    DLP (Demonstrativo de Lucros e Perdas). DFC (Demonstrativo de Fluxo de Caixa).

  • Para entender os Indicadores Financeiros Conceitos Bsicos para entender um DLP:

    Venda Bruta: Valor vendido a Preo Venda Oficial (P.M.C.).

    Venda Lquida: Venda total da Farmcia, subtrada dos descontos concedidos aos clientes.

    Descontos concedidos na Venda: Descontos que foram concedidos ao cliente, no ato da venda.

    Custo da Mercadoria Vendida (CMV): a somatria de todos os produtos vendidos a Preo de Compra (j levando em considerao os descontos obtidos do fornecedor a Preo Custo Compra).Valor que dever ser reposto de produtos na Farmcia. Pode tambm ser calculado conhecendo-se as Margens de Lucro dos Produtos.

    Lucro Bruto: Lucro obtido antes de pagar as despesas da Farmcia.

    Despesas Operacionais Variveis: So as despesas que variam conforme o montante de venda da Farmcia. Representam um percentual (%) sobre a venda lquida. So operacionais porque derivam da operao de compra e venda de produtos da Farmcia.

  • Entendendo os valores de um DLP:

    Despesas Operacionais Fixas: So as despesas que no aumentam conforme o aumento de Venda da Farmcia. So despesas que no representam um percentual sobre a venda. Os seu valores so mais ou menos fixos. So operacionais porque derivam da operao de compra e venda de produtos da Farmcia.

    Margem de Contribuio: Representa o Lucro que sobra para pagar as

    Despesas Fixas e remunerar o Farmacutico.

    Lucro Operacional: o Lucro resultante de todas as operaes da Farmcia. Representa o valor que sobrou para remunerar o investimento do Farmacutico. Demonstra o Lucro da real da Farmcia ocorrido no perodo. o mais importante para ser analisado.

  • Receitas No Operacional: Valores que no so provenientes das operaes de compra e venda de produtos.

    Despesas No Operacional: So as despesas ocorridas no perodo que no foram provenientes das operaes de compra e venda de produtos da Farmcia.

    Lucro Lquido Ajustado: o Lucro resultante depois de levada em considerao as Receitas e Despesas No Operacionais. Representa o Lucro No Operacional.

    Valores No Operacionais de um DLP:

  • Estrutura de um DLP (Demonstrativo de Lucros e Perdas)

    Descrio das Operaes: Valor (R$)

    Vendas Brutas (R$)

    (-) Descontos concedidos na Venda (R$)

    Vendas Lquidas (R$)

    (-) Custo da Mercadoria Vendida (CMV)-(R$)

    Lucro Bruto (R$)

    (-) Despesas Operacionais Variveis (R$)

    Margem de Contribuio (R$)

    (-) Despesas Operacionais Fixas (R$)

    Lucro Operacional (R$)

    (+) Receitas No Operacional (R$)

    (-) Despesas No Operacional (R$)

    Lucro Lquido (Lucro Lquido Final Ajustado)-(R$)

  • Descrio das Operaes: Valores do

    ms (R$)

    Representatividade Sobre Venda Bruta (%)

    Vendas Brutas (R$) 34.050,00 100,00

    Descontos concedidos na Venda (R$) 4.021,31 11,81

    Vendas Lquidas (R$) 30.028,70 88,19

    Custo da Mercadoria Vendida (CMV)-(R$) 18.165,01 53,29

    Lucro Bruto (R$) 11.863,68 34,91

    Despesas Operacionais Variveis (R$) 2.266,73 6,66

    Margem de Contribuio (R$) 9.596,95 28,18

    Despesas Operacionais Fixas (R$) 5.414,00 15,90

    Lucro Operacional (R$)

    4.182,95

    12,28

    Receitas No Operacional (R$) 10,00 0,03

    Despesas No Operacional (R$) 60,00 0,18

    Lucro Lquido (Lucro Lquido Final Ajustado)-(R$) 4.132,95 12,14

    Estudo do DLP de um grupo de Farmcias (mdia entre 36 Farmcias independentes de pequeno porte e com lucratividade)

  • Rep

Search related