Analise de investimentos. (1)

  • View
    119

  • Download
    2

Embed Size (px)

Transcript

  1. 1. ANLISE DE INVESTIMENTOS ADMINISTRAO 5 SEMESTRE ALINE APARECIDA F VIEIRA RA. 7336552631 CRISTIANO FLAUZINO DA SILVA RA. 6787376537 MARIA JOAQUINA DE FREITAS RA. 6506284316 TUTOR PRESENCIAL: PAULO FARI PROFESSOR EAD: ME. JEFFERSON DIAS PINDAMONHANGABA 04/2015
  2. 2. 1 SUMRIO 1. Introduo..........................................................................................................02 2. Etapa 01..............................................................................................................03 3. Etapa 02..............................................................................................................06 4. Etapa 03..............................................................................................................08 5. Etapa 04..............................................................................................................11 6. Concluso ...........................................................................................................13 Referencias...........................................................................................................14
  3. 3. 2 Introduo Investimento todo capital desprendido no desejo de se obter lucro, a aplicao de algum tipo de recurso (dinheiro ou ttulos) com a expectativa de receber algum retorno futuro superior ao aplicado compensando inclusivamente a perda de uso desse recurso durante o perodo de aplicao (juros ou lucros, em geral ao longo prazo). Atravs do trabalho em questo ser criado um projeto de Investimento em um negcio, no qual ser analisada a viabilidade econmica por meio dos critrios estudados na disciplina (TIR, VPL e Payback), apontando os aspectos favorveis, os aspectos que precisam de melhoria e as sugestes de aperfeioamento das prticas. Este trabalho apresentar uma fundamentao terica sobre o tema, refletindo sobre as vantagens e desvantagens de cada mtodo utilizado e destacar como eles foram de grande valia para o xito da empresa Nutrivale. Alm de demonstrar a importncia da anlise econmica financeira de investimentos, aplicando trs mtodos: TIR (Taxa Interna de Retorno), Valor Presente Lquido (VPL) e Perodo de Retorno de Capital (Payback) na empresa Nutrivale.
  4. 4. 3 ETAPA 01 O que investimento? Investimento a aplicao de algum tipo de recurso (dinheiro ou ttulos) com a expectativa de receber algum retorno futuro superior ao aplicado compensando inclusivamente a perda de uso desse recurso durante o perodo de aplicao (juros ou lucros, em geral ao longo prazo). O investimento aplica-se tanto compra de mquinas, equipamentos e imveis para a instalao de unidades produtivas como compra de ttulos financeiros (letras de cmbio, aes). Nesses termos, investimento toda aplicao de dinheiro com expectativa de lucro. A seguir algumas situaes que so igualmente tratadas, de forma genrica, como investimentos: Comprar uma casa; Comprar um carro; Fazer uma aplicao financeira; Guardar dinheiro na poupana; Comprar dlares e guardar em casa; Abrir uma empresa; Construir uma fbrica; Cursar uma faculdade; Estudar ingls; Um investimento qualquer ato ou ao que implique renunciar a recursos no presente na expectativa de obter mais recursos no futuro. O investimento bruto: corresponde a todos os gastos realizados com bens de capital (mquinas e equipamentos) e formao de estoques. O investimento lquido: exclui as despesas com manuteno e reposio de peas, equipamentos, e instalaes desgastadas pelo uso. Como est diretamente ligado compra de bens de capital e, portanto, ampliao da capacidade produtiva, o investimento lquido mede com mais preciso o crescimento da economia.
  5. 5. 4 Classificao dos investimentos Independentes/dependentes Dois investimentos A e B dizem-se independentes quando as receitas lquidas de um no so influenciadas pelas receitas lquidas do outro. So dependentes quando as receitas lquidas forem afetadas pela realizao do outro. Dentro desta classificao, podemos considerar os investimentos complementares, concorrentes ou mutuamente exclusivos. Complementares quando a influncia for positiva; Concorrentes quando a influencia for negativa; Mutuamente exclusivos - a realizao de um exclui a realizao do outro. Convencionais/no convencionais. Convencionais Quando apresenta um ou mais perodos de despesas liqudas, seguido de um ou mais perodos de receitas lquidas. No convencionais - No caso contrrio, isto , receitas e despesas intercaladas no tempo. Grande/Pequeno Um investimento grande ou pequeno conforme a sua influncia no sistema de preos. Inovao/Substituio/Expanso/Estratgico Inovao Tem, por objetivo, a produo e lanamento de novos produtos. Assim sendo, estes podem ser estudos de mercados e a evoluo prevista, determinao de encargos ou estudo da concorrncia e as suas provveis aes. Investimento de substituio So os mais frequentes nas empresas, no aumentam a capacidade da empresa e so os que apresentam menos incerteza. Investimento de expanso Estes investimentos aumentam a capacidade da empresa sem mudar a natureza dos seus produtos. Um acrscimo de despesas que corresponde a um aumento das receitas. Investimentos estratgicos No tem, por objeto, aumentar diretamente a rentabilidade da empresa, mas sim promover a as condies favorveis sua prosperidade e ao xito dos projetos anteriormente referidos.
  6. 6. 5 Tipos de Investimentos Os investimentos podem ser de diversos tipos, mas, basicamente, dividem-se em trs grandes categorias, quando definidos em relao a sua origem. Dessa forma, temos os seguintes tipos bsicos de investimentos: Investimentos Pblicos: So aqueles que normalmente devem ser realizados pelos governos ou entidades pblicas e visam o bem estar da populao. Alguns exemplos de investimentos pblicos so hospitais, escolas, rede de saneamento bsico, pavimentao de ruas, dentre outros. Investimentos Privados: So recursos disponibilizados por investidores particulares, fsicos ou jurdicos com o intuito de obter lucro. So esses tipos de investimento que geram empregos e tributos em qualquer pas. Alguns exemplos de investimento privado so fbricas particulares, empresa de prestao de servios particulares, loja de varejo, shoppings, dentre outros. Investimentos Mistos: So investimentos realizados por empresas que se associam com governos, e tais investimentos visam gerar tanto lucros como tambm bem-estar para a sociedade. Alguns exemplos de investimento misto so a Petrobrs e o Banco do Brasil. Nutrivale Para o trabalho em questo escolhemos trabalhar com alimentao e a empresa escolhida foi a Nutrivale empresa que atua com o segmento B2B (business-to-business) que uma forma de fazer negcios. A Nutrivale visa oferecer alimentao de qualidade para indstria e comercio em geral (caf da manh, almoo, lanche, jantar e/ou ceia) com cardpio conforme a regio e cultura e servio diferenciado em datas comemorativas e eventos.
  7. 7. 6 ETAPA 02 FLUXO DE CAIXA RELEVANTE. O Fluxo de caixa uma ferramenta de suma importncia para qualquer empresa, seja ela pequena, mdia ou grande, j que todas as tcnicas de anlises e investimentos tem ela por base. No fluxo de caixa, fazemos uma projeo voltada para o futuro, analisando todas as possveis perdas e ganhos, podemos tambm ver a viabilidade sobre a implantao de novos investimentos e seus retornos, sempre utilizando o princpio de caixa. Um fluxo de caixa bem executado proporciona ao gestor, a antecipar decises sobre o fluxo financeiro e sua capacidade de pagamentos futuros, alm de uma melhor viso de mercado. O fluxo de caixa nada mais do que apurar as entradas e sadas, em determinadas datas no tempo. Os fluxos de caixa relevantes, so aqueles que sero projetados e utilizados para analisar os investimentos das organizaes, independentemente de valores ou do tipo de investimento, apresentam uma forma padro, e este formato composto por trs partes. 1 Investimento inicial ou nos perodos iniciais: so os investimentos utilizados para dar incio ao projeto, podem ser bens fsicos ou capital de giro, so as sadas de caixa, que levaro sinal negativo. 2 Retornos de caixa do investimento: so rendas geradas pelo projeto, que iro gerar fluxos de caixa positivos. 3 Valores residuais: so valores, normalmente positivos, que ocorrem ao final do investimento, com a venda de alguns ativo, ou vantagem adquirida, podendo ser negativo, como a obrigao de compensao para gastos ambientais.
  8. 8. 7 CALCULOS REFERENTE AO FLUXO DE CAIXA DE NOSSA EMPRESA DE ALIMENTAO NUTRIVALE ALIMENTAO LTDA/ME. DISCRIMINAO TOTAL PREO DE VENDA UNITRIO. R$ 12,00 QUANTIDADE MENSAL COMERCIALIZADAS. 5828 UNIDADES FATURAMENTO ANUAL. R$ 839.232,00 FATURAMENTO ESTIMADOS 5 ANOS R$ 1.228.637,04 CUSTOS MENSAIS ESTIMADOS. R$ 53.165,36 CUSTOS E DESPESAS ESTIMADOS ANUAIS. R$ 637.984,30 LUCRO LQUIDO ANUAL. R$ 201.247,70 OBS: FATURAMENTO ANUAL ESTIMADO EM 5 ANOS, COM CRESCIMENTO DE 10% SOBRE CADA ANO. PROGRAMA DE PRODUO ESTIMATIVA RECEITAS EM R$ PRODUTOS ANO 01 ANO 02 ANO 03 ANO 04 ANO 05 ALMOO 201.247,70 221.372,17 243.509,72 267.860,69 294.646,76
  9. 9. 8 ETAPA 03 A Taxa Selic (Sistema Especial de Liquidao e de Custdia) foi criado em 1979 e tambm conhecida como taxa bsica de juros da economia brasileira. Esta taxa bsica utilizada como referncia para o clculo das demais taxas de juros cobradas pelo mercado e para definio da poltica monetria praticada pelo Governo Federal do Brasil, a segunda menor taxa de juros da economia brasileira (a menor a TJLP). Ela usada nos emprstimos feitos entre os bancos e tambm nas aplicaes feitas por estas instituies bancrias em ttulos pblicos federais. Somente as instituies credenciadas no mercado financeiro tm acesso ao SELIC. Este sistema opera basicamente com ttulos emitidos pelo Banco Central e pelo Tesouro Nacional, tais como: Letra do Tesouro Nacional e Nota do Tesouro Nacional. A Selic definida a cada 45 dias pelo COPOM (Comit de Poltica Monetria do Banco Central do Brasil). a partir da Selic que os b