ANO XXX - ?· ção custo/km rodado – Desde seu lançamento em 2000, a economia do GNV sempre ficou…

  • View
    217

  • Download
    1

Embed Size (px)

Transcript

Redao: So Paulo Rua Dr. Bacelar, 47 - V. Clementino CEP 04026-000 (011) 5575-2653 Fax: (011) 5579-4387 e-mail redacao.motorista@terra.com.brRedao: Rio de Janeiro Rua Santana, 73 s/loja 206 CEP 20230-260 Tel. (021) 2252-6071 Fax: 2242-8550 e-mail folhadomotorista@uol.com.br

O Jornal

do Taxista

O n

ossoJornal

ANO XXX No 750 Circulao de 06 a 19 de outubro de 2015 Tiragem: 60 mil exemplares www.jornaldotaxista.com.br www.folhadomotorista.com.br

Sbado dia 03 de outubro foi

realizado o maior evento de

negcios da categoria: o Feiro do

Txi. As montadoras Chevrolet,

Volkswagen, Chery, Nissan,

Toyota e Honda estiveram

presentes, alm da Comgs e das

convertedoras Intersul, GNV

Anchieta, Nova GNV, Osasgs e

Rodags. Cerca de 300 carros

foram vendidos. Pg. 20 e 21

Feiro do Txi movimentou as

concessionrias participantes

A Petrobrs anunciou o reajuste dos combustveis a partir da meia noitede 29 de setembro. J no dia seguinte os postos passaram o aumentopara o consumidor, alegando no terem sido avisados. O aumento che-gou a R$ 0,20 por litro. Pg. 10

Postos de combustveis em SPaumentaram R$ 0,20 por litro

Campanha comeou a valer noFeiro do Txi, com o objetivo deestimular o uso do Gs Natural Vei-cular. O taxista que converter nasoficinas credenciadas ter um car-to magntico com o valor de atR$ 900 para o abastecimento deGNV. Ou seja, durante 45 dias otaxista no ir gastar com combus-tvel. Pg. 04

Comgs lana bnusde at R$ 900

para abastecimentode GNV

Aposentadoria, reviso e outros servios junto ao INSS ligue e

agende seu atendimento na Coopetasp: (11) 2081-1015. Pg. 26

Ao adquirir seu carro novo,procure os anunciantes daFolha do Motorista. Eles

valorizam a categoria e tmsempre profissionais prepara-

dos. Para anunciar, faleconosco:

folhadomotorista@terra.com.brcob.unida@uol.com.br11 5575-2653 Pg. 31

Carta de rendimento ou lucrocessante: procure a Coopetasp

Um txi 0 km

atrai mais

passageiros

Foto: Mario Sergio de Almeida

FOLHA DO MOTORISTA Pgina 2 de 06 a 19 de outubro de 2015

O trabalho de um vereador nose resume simplesmente em elabo-rar leis para a cidade. Alm de le-gislar, ele tambm tem outras impor-tantes funes, como fiscalizar osatos do poder Executivo, bem comoacolher demandas dos muncipes,atuando como ponte entre o cida-do e a prefeitura.

Nesse ltimo caso venho atuan-do de forma bastante ativa junto aosrgos municipais, com o objetivode solucionar problemas de sinali-zao em pontos de txi espalha-dos pela cidade. Ao todo, 19 pon-

tos j receberam ateno da Compa-nhia de Engenharia de Trfego (CET),que providenciou nova sinalizao (ho-rizontal e vertical) para este locais(Praa da Repblica, Rua Domingosde Moraes, Avenida HenriqueChamma -Shopping JK, Rua Louren-o Granato, entre outros), benefici-ando mais de 1.000 taxistas e tam-bm os usurios. Alm disso, umaemenda de minha autoria libera R$250 mil para melhorias na sinalizaode pontos.

Tambm me empenhei na libera-o de verbas referentes a emendas

parlamentares de minha autoria paraa regio do Butant, num total de R$1,5 milho a serem investidos emobras de acessibilidade, drenagem emobilirio em vielas e espaos livresnos bairros Jardim Boa Vista, JooXXIII, Jardim Maria do Carmo e Jar-dim Peri- Peri. Vielas hoje degrada-das sero revitalizadas com a implan-tao de caladas, rampas de acessi-bilidade, caminhos, mobilirios urba-nos (bancos, mesas, aparelhos de gi-nstica) e reformulao do paisagismoatravs de plantio de arbustos eforraes.

Alm disso, sou autor de outraemenda no valor de R$ 350 mil paraa regio de Itaquera. Moradoresreivindicavam, h 30 anos, reformade um escado, o que ser possvelgraas a essa emenda.

dessa forma que exero meumandato, antenado com a vida dinmi-ca da cidade e lutando pelo direito docidado paulistano de morar em bairroscom qualidade de vida.

Vereador Salomo Pereira (PSDB)

Acompanhe tambm pelo

facebook: salomaopereira-vereador

Quem trabalha pelo

povo tem sua recompensa

O prefeito Fernando Haddadassinou, em 30 de setembro, umdecreto para abolir o uso de pla-cas autolacradas (as chamadasplacas pretas, identificadas comnomes de rgos pblicos e umnmero) em automveis oficiais daPrefeitura de So Paulo. Comisso, fica proibida a utilizao de

Haddad probe placas oficiaisem carros da Prefeitura

placas autolacradas em automveisoficiais da Administrao Direta eIndireta do municpio.

O decreto de 1990 permitia autilizao dessas placas nos carrosdestinados ao prefeito e aos secre-trios. Desde o incio de seu man-dato , no entanto , o prefe i toFernando Haddad j dispensou o

uso das placas oficiais em seus des-locamentos e s utiliza veculoscom chapa comum.

O objetivo da medida colocarfim distino entre veculos ofi-ciais e comuns e reforar men-sagem de que todos os carrosso iguais e devem cumprir asleis de trnsito.

Foto: Divulgao

FOLHA DO MOTORISTA Pgina 3de 06 a19 de outubro de 2015

FOLHA DO MOTORISTA Pgina 4 de 06 a 19 de outubro de 2015

Na Regio Metropolitana deSo Paulo (RMSP) os mais de 7milhes de veculos automotoresso responsveis por 63% domaterial particulado presente napoluio atmosfrica. A concluso de uma pesquisa do Instituto deFsica da USP, que tambm apon-ta que a concentrao atmosfri-ca de material particulado 35%

Veculos respondem por 63% do material particulado da poluioPoluio associada a doenas respiratrias

maior durante o inverno, perodomenos favorvel a disperso depoluentes no ar.

A poluio do ar, especial-mente em ambientes urbanos,tem sido associada ao agravamen-to de doenas respi ra tr ias ,cardiovasculares e neurolgicas.Os grupos mais afetados so cri-anas, idosos, gestantes e portado-

res de doenas cardacas e respi-ratrias crnicas. No caso do ma-terial particulado, ao serem inala-das, as partculas so depositadasem diferentes regies do trato res-piratrio.

De acordo com Santos Junior,responsvel pela pesquisa, medidasfocadas apenas no controle dasemisses de veculos individuais

no so suficientes. importan-te que a melhoria na mobilidadeurbana e a poluio atmosfricasejam questes tratadas de modointegrado. Cabe observar que aampliao da rede de metr emelhorias na qualidade do trans-porte coletivo tem impacto diretona qualidade do ar em regiescomo a Grande So Paulo.

Comgs lana campanha com bnus de atR$ 900 para incentivar converso de GNV

A Companhia de Gs de So Pau-lo (Comgs) lanou em 03/10, no 17Feiro do Txi, em So Paulo, umacampanha para incentivar a conver-so para o GNV o Gs NaturalVeicular. O objetivo da Comgs fomentar que os veculos j possamsair das concessionrias com seus car-ros 0 km convertidos para o GNV tologo seus proprietrios faam a aquisi-o no Feiro um dos principais even-tos de negcios para taxistas no Brasil.

O bnus de R$ 900 para ostaxistas que instalem o kit GNV emveculos 0 km (at 2.000 kms roda-dos). Para taxistas que tenham ve-culos com quilometragem acima de2.000 kms, o bnus de R$ 700.

O bnus, vlido por veculo con-vertido, ser concedido por meio decarto magntico Vale Card para opagamento de despesas no abasteci-mento de GNV, e pode ser usado porum ano aps a converso. A campa-nha prossegue at 29 de fevereiro de2016 com validade em toda a reade concesso da Comgs (municpi-os na regio metropolitana, AltoTiet, Vale do Paraba, BaixadaSantista e Campinas e regio).

No dia do evento, os interessadospuderam converter seus veculos eobter o bnus em cinco empresasinstaladoras/ convertedoras: Osasgas,Nova Veculos, GNV Anchieta,Intersul e Rodags. Todas tm par-ceria com uma concessionria.

Essas cinco instaladoras/convertedoras integram o Programa

Campanha comeou no Feiro do Txi, um dos principais eventos de negcios para taxistas

em So Paulo; objetivo estimular a adoo do Gs Natural Veicular, combustvel

mais econmico na relao custo/km rodado

10, selo criado em 2007 para certifi-car que as instaladoras de GNV aten-dem aos critrios de segurana, quali-dade e padronizao necessrios paraa instalao do sistema. A certificao realizada pelo CTGS (Centro deTecnologias do Gs, que um consr-cio entre o Senai e a Petrobras).

O Programa 10 patrocinado pelaComgs e tem o apoio da ABGNV(Associao Brasileira do Gs Natu-ral Veicular). Hoje, esse programa con-ta com 24 instaladoras na rea de con-cesso da Comgs, com nove locaisde atendimento na capital. Todas as 24instaladoras que integram o Progra-ma 10 participam da Campanha debnus durante o perodo de duraoda ao.

O preo do processo de conver-so e instalao do Kit GNV, com ci-lindro novo e Kit Gerao 5, pode va-riar de instaladora para instaladora,com valores a partir de R$ 3.500.

Participaram do Feiro do Txiconcessionrias que representam gran-des montadoras, empresasconvertedoras de veculos para GNV,autopeas, corretoras de seguros eoutras prestadoras de servio para estesegmento. Em 2014, o evento contoucom aproximadamente 5.000visitantes. O destaque do evento avenda de veculos 0 km, em geral comdesconto.

As vantagens do GNV

Muito mais econmico na rela-

o custo/km rodado Desde seulanamento em 2000, a economia do

GNV sempre ficou acima dos 40%.Comercializado em metros cbicos en-quanto o etanol e a gasolina soprecificados em litros, o GNV propor-ciona um rendimento maior que o des-ses combustveis. Na comparao como preo por km rodado, o GNV im-batvel em qualquer perodo do ano. Ocusto mdio do km rodado com GNV de R$ 0,15. Com o etanol de R$0,28/km (no perodo de entressafra).Com a gasolina de R$ 0,31/km.

Retorno do investimento O re-torno pode ser obtido mais rapidamentena medida