ANO XXXIII • Nº 169 PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL • ABRIL/MAIO ..._169.pdf · 3000 exemplares –

  • View
    213

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of ANO XXXIII • Nº 169 PUBLICAÇÃO TRIMESTRAL • ABRIL/MAIO ..._169.pdf · 3000 exemplares –

ANO XXXIII N 169 PUBLICAO TRIMESTRAL ABRIL/MAIO/JUNHO 2014

ISSN

218

3-20

72

http

s://

ww

w.fl

ickr

.com

/pho

tos/

shoo

t-ar

t/40

7885

8145

Lice

na:

htt

ps:/

/cre

ativ

ecom

mon

s.or

g/lic

ense

s/by

-nc-

sa/2

.0/

Flic

kr /

Josh

Ken

zer

(CC

BY-

NC

-SA

2.0)

EntrEvistaa taxa de transplante de dador vivo em Portugal baixa,representa cerca de 11% do total de transplantes renais

Fernando Macrio, Presidente da sociedade Portuguesa de transplantao

CoMunidadE aPirvisita s unidades de dilisevora, Bragana, vila real, Chaves e Centro de dilise nefrovales

transporte de doentes aPir rene com entidades oficiais em busca de solues

EsPao sadEProcesso de transplantao renal

BoM GarFoHidratao rima com vero

FiCHa tCniCaNEFRMEA N 169ANO XXXIIIAbril / Maio / Junho 2014ISSN 2183-2072

DIREO Margarete Figueiredo

CHEFIA DE REDAO Margarete FigueiredoVanessa Colao

SECRETARIA DE REDAO Leonor Varanda

CORPO REDATORIALDelegao Regional do Centro,Joo Cabete, Leonor Varanda,Magna Pimenta, Matilde Correia, Margarete Figueiredo,Marta Campos, Paulo Ribeiro,Paulo Zoio, Vanessa Colao.

FOTOGRAFIADelegao Regional do Centro, Dreamstime, justNews, Leonor Varanda, Ruth Rafaela, Sociedade Portuguesa de Transplantao, Travel&Flavours, Shutterstock, Stock.xchng.

COLABORADORESAna Moreira, Aniceta Paz,Carmen Guerra, Fbio Bernardino,Criana &Rim, Gabriela Paim, Joo Sousa, Natlia Alberto, Sociedade Portuguesa de Transplantao

DESIGN / PAGINAOALTODESIGN, Ldageral@altodesign.pt

IMPRESSO E ACABAMENTO ADFA Tipografia Escola da Associao dos Deficientes das Foras Armadas

PROPRIEDADE/EDIOAssociao Portuguesa de Insuficientes RenaisVia Principal de Pees, Lote 105, Loja B Zona I de Chelas, Empresa Jornalstica n 208811 Registado no Instituto da Comunicao Social sob o n 108812 | NIPC-500818924

REDAOVia Principal de Pees, Lote 105Loja B Zona I de Chelas, 1950-244 LISBOATel. 218371654 Fax 218370826e-mail: apir@apir.org.ptInternet: www.apir.org.pt

TIRAGEM3000 exemplares TrimestralDistribuio gratuita aos scios da APIR

PREO APOIO 3 ASSINATURA ANUAL: 17

DEPSITO LEGAL244169/06

As opinies expressas nesta publicao so da responsabilidade dos autores e no refletem necessariamente as posies da APIR ou da redao. Cabe DN a seleo final dos textos discordantes das orienta-es oficiais da Associao.

ndice

Projeto cofinanciado pelo Programa de Financiamento a Projetos pelo INR, I.P.

04 EDITORIAL

DELEGAES APIR05 Ncleo da Regio Autnoma da Madeira05 3 Corrida D. Estefnia Dia da Me06 Feira da Sade de Torres Vedras06 Sero Jurdico: mediao de conflitos nos servios de sade06 Grupo Concelhio para as Deficincias

08 Histria do Dia Nacional do Transplante Renal

ESPAO SADE09 O Processo de Transplantao Renal

11 CRIANA E RIM

12 Notcias para os mais pequenos

13 AGENDA

A SOCIEDADE E O INSUFICIENTE RENAL14 Doar, um gesto que se faz vida

ENTREVISTA16 Portugal tem uma taxa de transplantao renal a partir de dador cadver das mais elevadas da Europa Fernando Macrio, presidente da Sociedade Portuguesa de Transplantao

19 MINUTOS BEM PASSADOS

20 VIVER & VENCER

BOM GARFO21 Nutrio e Transplante Renal

COMUNIDADE APIR23 Unidades de Dilise Hospitalares23 Servio de Hemodilise do Hospital do Esprito Santo de vora, EPE24 Servio de Hemodilise de Bragana25 Servio de Hemodilise de Vila Real26 Servio de Hemodilise de Chaves27 Centro de Dilise Nefrovales28 APIR rene com entidades oficiais-Transporte de doentes

29 CORREIO DOS LEITORES

COMUNIDADE APIR30 Dia Mundial do Rim32 Assembleia Geral: Aprovao do Relatrio de Atividades e Contas de 201333 Resumo do Relatrio de Atividades 201333 Parecer do Conselho Fiscal34 Contas de Explorao do Ano de 201334 Rendimentos e Gastos

nEFrMEa

Abril/Maio/Junho 20144

Margarete Pereira de Figueiredomargarete.cardoso@apir.org.pt

Editorial

Vinte de julho de 1969 foi uma data marcante para o mundo e para o nosso pas. Neste dia, Neil Armstrong escreveu o seu nome na histria do sculo XX e da humanidade ao tornar-se o primeiro homem a pisar a lua. Mas tambm em Por-tugal um feito extraordinrio marcaria a diferena para os insuficientes renais

crnicos. A equipa do professor Linhares Furtado realizava o primeiro transplante renal de dador vivo.Em homenagem a esta data to importante e de viragem na histria da transplantao renal nacional, esta edio da revista Nefrmea inteiramente dedicada ao transplante e, em particular, ao dador vivo. Queremos homenagear todos aqueles que foram capazes de ter um gesto to extraordinrio como o de doar um rim, mas tambm queremos in-centivar outros a seguirem o mesmo caminho e a marcarem a diferena na vida de quem aguarda por uma nova oportunidade.Esta edio torna-se ainda mais especial, porque a revista celebra mais um aniversrio. Por isso, vamos todos dar os parabns revista Nefrmea que celebra o seu 33 aniver-srio e desejar que muitos mais lhe estejam reservados.

Tendo em conta o tema desta edio, a Histria do Dia Nacional do Transplante Renal surge como ponto de contextualizao. No Espao Sade explica-se o processo de transplantao renal, com particular destaque para o dador vivo como forma de informar quem pondera vir a tornar-se dador.Para os mais pequenos se divertirem durante as frias escolares, mas aprenderem como funcionam os rins, a rubrica Criana e Rim traz uma experincia divertida para as crian-as. Pode ainda encontrar o testemunho sentido de uma me que deu um rim ao seu filho. Ainda para os mais pequenos, o Concurso de Desenho continua nesta edio para que no se esqueam de aproveitar estas frias para concorrerem com o vosso desenho.Porque entre o dador e o recetor fica uma ligao para a vida, a rubrica Sociedade e o In-suficiente Renal aborda toda a carga emocional pela qual o par passa quando se encontra no processo de transplante.O Dr. Fernando Macrio, presidente da Sociedade Portuguesa de Transplantao, o nos-so entrevistado e respondeu a um conjunto de questes que esto na ordem do dia.Mais um testemunho no Viver e Vencer de uma dadora que decidiu dar um passo em frente e deixar a sua marca na vida de uma outra pessoa.O Bom Garfo fala dos cuidados que os transplantados renais e os dadores devem ter com a alimentao. Ainda nesta pgina, o Chef Fbio Bernardino traz uma receita para saborear com a famlia e amigos. Sobre a APIR e as suas Delegaes, trazemos-lhe os resultados do Dia Mundial do Rim, a notcia do nascimento do ncleo da Regio Autnoma da Madeira e outras iniciativas onde a APIR marcou presena. Tambm nesta edio, constam as visitas aos servios de hemodilise dos hospitais de vora, Bragana, Vila Real e Chaves. Esteja atento publicidade e encontre uma forma diferente de passar as suas frias.Um obrigada especial a todos os que colaboraram com esta edio. Votos de umas boas frias de vero! Voltamos a encontrar-nos daqui a trs meses!

Queremos homenagear todos aqueles que foram capazes de ter um gesto to extraordinrio como o de

doar um rim, mas tambm queremos incentivar outros a seguirem o mesmo caminho e a marcarem a

diferena na vida de quem aguarda por uma nova oportunidade.

nEFrMEa

Abril/Maio/Junho 2014 5

O Ncleo da Madeira surge oficialmente a 9 de maro de 2014 com sede no Bairro do Hospi-tal, em frente ao Centro Hospitalar do Funchal, fruto da necessidade sentida pela Associao

de ter representao fsica nesta rea. O espao pertence ao Instituto da Habitao da Regio Autnoma da Madeira, mas foi cedido Associao Por-tuguesa dos Autistas (APPDA), que de boa vontade acei-tou partilhar o seu espao com a nossa Associao. Este ncleo pretende funcionar como grupo de apoio para os doentes, de modo a que aqui possam mais facilmente ter acesso a informaes e orientaes a vrios nveis, seja no mbito social, jurdico, psicolgico ou mdico. Contamos com o apoio de uma comisso tcnica cons-tituda por um mdico, um enfermeiro e uma psicloga.

Consoante as necessidades, outros profissionais poder- -se-o juntar ao projeto. Para aqueles que no possam deslocar-se at Asso-ciao, sero colocadas caixas de sugestes nas clnicas e unidades de dilise, nomeadamente no Centro Hospi-talar do Funchal e no Centro de Sade do Porto Santo, para que possamos conhecer as opinies dos doentes e melhorar com elas. com grande entusiasmo que anunciamos a criao desta nova unidade e acreditamos que, com o apoio dos vrios insuficientes renais crnicos e profissionais da sade, o Ncleo da Madeira da APIR constitui uma mais-valia para doentes e familiares e um contributo para o aumento da segurana e bem-estar dos cerca de 300 doentes renais da regio autnoma da Madeira.

O Passeio Martimo de Alcntara-Belm rece-beu mes e filhos num dia muito especial em que para alm do amor, tambm se brindou sade, atravs do desporto. A 3 Corrida do

Dia da Me realizou-se no passado dia 4 de maio, numa organizao conjunta da Plataforma Cvica em Defesa de um Novo Hospital Peditrico para Lisboa e da Associao Portuguesa de Osteognese Imperfeita (APOI), instituio para a qual reverteram os fundos desta iniciativa. Nesta ocasio, comemorou-se tambm o Dia Internacional da Osteognese Imperfeita.O evento foi composto por duas provas: uma corrida crono-metrada de 10 km para atletas de vrias categorias e com trofus para os primeiros classificados e uma caminhada ldica e solidria de 3 km, junto ao Tejo, para famlias e p-blico em geral, na