ANTROPOMETRIA TEORIA E COLETA

  • View
    228

  • Download
    4

Embed Size (px)

Text of ANTROPOMETRIA TEORIA E COLETA

  • Jorge Storniolo

    Henrique Bianchi

    Reunio Locomotion 18/03/2013

  • Histrico

    Conceito

    Cuidados

    Protocolos

    Prtica

  • Antiguidade: Gregos e egpcios estudavam e observavam as

    relaes de medidas entre diversas partes de

    corpo

    Origem do termo (grego): anthropos = homem

    metrikos = justa proporo

  • Cincia que estuda e avalia as medidas

    de tamanho, massa e propores do

    corpo humano

    Predio e estimativa dos vrios

    componentes corporais para qualquer

    tipo de populao

    Importncia

    (Marins, 2003)

    Enfermos Saudveis Obesos Atletas

    (Vescovi et al., 2001)

  • Massa Estatura Permetros

    Dobras Cutneas Dimetros sseos

  • Falta de manuteno dos equipamentos

    Despreparo dos profissionais

    No utilizao do protocolo ideal

  • Tcnica

    Peso igualmente distribudo nas duas pernas;

    Roupas leves e descalo;

    A calibragem deve ser feita periodicamente,

    com pesos conhecidos. (Heyward & Stolarczyk, 2000)

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    Posicionamento:

    Peso igualmente distribudo nas duas pernas;

    Braos relaxados ao lado do corpo com as mos

    voltadas para as coxas;

    Calcanhares unidos e tocando a haste vertical de

    medida;

    Cabea na posio neutra e olhos fixos frente.

  • ndice de Massa Corporal

    Massa corporal

    Altura

    OMS

    NHANES II

    National Healthy and

    Nutrition

    Examination Survey

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    Dobra Direo Referncia anatmica

    Medida

    Peito Horizontal Mamilos Fita ao redor do tronco na linha dos mamilos.

    Cintura Horizontal Parte mais estreita do tronco.

    Fita ao redor do tronco na parte mais estreita ao final de um expirao normal.

    Abdominal Horizontal Cicatriz umbilical Fita ao redor do tronco na cicatriz umbilical ao final de um expirao normal.

    Brao Perpendicular ao eixo

    Acrmio e olcrano Ponto mdio entre o acrmio e olcrano.

    Quadril (Glteo) Horizontal Maior permetro da regio gltea

    Fita ao redor do maior permetro da regio gltea.

    Coxa Perpendicular ao eixo

    Linha inguinal e patela Fita ao redor da coxa no ponto mdio entre a linha inguinal e a borda superior da patela.

    Panturrilha Perpendicular ao eixo

    Maior permetro da perna Fita ao redor do maior permetro da perna.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos.

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos;

    8. Afastar as hastes.

  • Tcnica

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    1. Todas as medidas do lado direito do corpo;

    2. Localizar e marcar o local da medio;

    3. pinar a dobra com o polegar e o indicador;

    4. pinamento de aproximadamente 8cm de amplitude e

    1-2cm ACIMA ou ABAIXO do local marcado;

    5. Posicionar o plicmetro NO LOCAL marcado e

    suavemente soltar as hastes;

    6. Manter a dobra pressionada durante a medida;

    7. Considerar a medida aps 3 segundos;

    8. Afastar as hastes.

  • Medidas

    (Heyward & Stolarczyk, 2000)

    Realizadas no lado direito;

    No mnimo duas medidas de cada local;

    medidas diferentes (10%): mais uma medida e ento

    utiliza-se o mais baixo entre os dois mais prximos.

    Realizadas em circuito;

    Pele seca e sem loes;

    No medir aps a realizao de exerccios;

    Leitura do aparelho.

  • Dezenas

    Unidades

  • Trceps (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    ponto mdio entre o acrmio e o rdio proximal

    medido lateralmente

    dobra vertical e paralela ao eixo axial do brao

    medida tomada na superfcie mais posterior do brao

    sobre o msculo trceps

    brao deve estar relaxado, assim como o ombro.

  • Trceps (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    ponto mdio na face anterior do brao

    medido lateralmente

    coincide com o ponto da dobra do trceps na face posterior do brao

    entre o processo acromial da escpula e o processo do olcrano da ulna

    brao deve estar relaxado, assim como o ombro.

  • Subescapular (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    2 cm abaixo e a direita do monto inferior da escpula.

  • Peitoral (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    Metade entre mamilo e axila;

    2/3 entre axila e mamilo

  • Axilar mdia (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    dobra vertical marcada ao nvel do processo xifide;

    sobre a linha mdica axilar;

    avaliado apoia o brao nos ombros do avaliador (nunca acima

    de 90).

  • Suprailaca (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    linha axilar mdia imediatamente acima do ponto iliocristal;

    brao direito deve estar fletido com a mo repousando sobre o ombro

    esquerdo;

    dobra ligeiramente oblqua anteriormente abaixo, obedecendo a linha de

    acumulo de gordura.

  • Abdominal (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    dobra vertical localizada lateralmente a 5cm de distncia do

    centro da cicatriz umbilical;

  • Coxa (Jackson e Pollock, 1978; Jackson et al., 1980)

    ponto mdio entre a prega inguinal e o ponto mdio do bordo

    superior da patela;

    p apoiado e joelho a 90;

    avaliador de frente para a lateral direita da co