Click here to load reader

Anuário RH 2010

  • View
    220

  • Download
    4

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Anuário RH 2010 - IFE

Text of Anuário RH 2010

  • Directriode Servios e Solues de Recursos Humanos

    Anurio

    RH2010

    6. edio

    An

    u

    rio R

    H 2

    010

    6. e

    di

    o

    Capa Anurio RH 2010.indd 1 11-02-2010 10:07:39

  • ndice

    por empresa

    Separadores Anurio RH 2010.indd1 1 18-02-2010 15:39:47

  • nd

    ice

    po

    r e

    mp

    resa

    Empresas Categorias Ver Pg.

    GLINTT - TECHNOLOGY ENABLED SERVICESRecrutamento e Seleco; Formao; Outsourcing; Trabalho Temporrio; Gesto e Avaliao de Competncias;

    Consultoria; Higiene e Medicina no Trabalho; Tecnologia aplicada Gesto de RH

    GLOBAL CONSULTING (GLOBAL II)Recrutamento e Seleco; Formao; Formao Outdoor; Outsourcing; Outplacement e Gesto de Carreiras;

    Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria

    GLOBAL CHANGE - CONSULTORES INTERNACIONAIS E ASS. Formao; Formao Outdoor; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria

    GLOBAL ESTRATGIAS Formao; e-Learning; Formao Outdoor; Outsourcing; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria;

    Tecnologia aplicada Gesto de RH; Mestrados e Ps-Graduaes83

    GLOBAL GROUPRecrutamento e Seleco; Executive Search; Formao; e-Learning; Formao Outdoor; Outsourcing;

    Outplacement e Gesto de Carreiras; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria; Higiene e Medicina no

    Trabalho; Tecnologia aplicada Gesto de RH

    GLOBAL HUMAN DEVELOPMENT - GHD Formao; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria

    GM - GLOBAL MARKET BUSINESS ADVISERS Consultoria

    GO WORK EMPRESA TRABALHO TEMPORRIO Recrutamento e Seleco; Executive Search; Formao; Outsourcing; Trabalho Temporrio; Consultoria

    GONALVES PEREIRA CASTELO BRANCO & ASSOCIADOS Servios Jurdicos

    GRAFTON RECRUITMENT - EMPRESA TRABALHO TEMPORRIO Recrutamento e Seleco; Formao; Trabalho Temporrio

    GREAT PLACE TO WORK INSTITUTE PORTUGAL Consultoria 85

    GROUPVISION PORTUGAL CONSULTORIA ORGANIZACIONAL Tecnologia aplicada Gesto de RH

    GRUPO CMS Consultoria

    GRUPO CRH Recrutamento e Seleco; Formao; Formao Outdoor; Outsourcing; Trabalho Temporrio; Consultoria

    GRUPO FAVVUS - FAVVUS IT HROutsourcing; Consultoria; Higiene e Medicina no Trabalho; Tecnologia aplicada Gesto de RH; Gesto de

    Horrios e Controlo de Acessos

    GRUPO MULTIPESSOALRecrutamento e Seleco; Executive Search; Formao; Formao Outdoor; Outsourcing; Trabalho Temporrio;

    Consultoria89

    GRUPO SOFT (SOFT2000, SA; SOFT400, SA; SOFTSOL, SA) Formao; Outsourcing; Consultoria; Tecnologia aplicada Gesto de RH; Gesto de Horrios e Controlo de Acessos

    HAND TEAM E ASSOCIADOS Consultoria

    HAY GROUPFormao; e-Learning; Formao Outdoor; Outplacement e Gesto de Carreiras; Gesto e Avaliao de

    Competncias; Planos de Penses; Consultoria; Tecnologia aplicada Gesto de RH91

    HAYS INFORMATION TECHNOLOGY Recrutamento e Seleco; Executive Search; Trabalho Temporrio

    HAYS PERSONNEL - RECRUTAMENTO ESPECIALIZADO Recrutamento e Seleco

    HIRE & TRUST - EXECUTIVE SEARCH Executive Search

    HOMENS E SISTEMAS Recrutamento e Seleco; Formao; e-Learning; Formao Outdoor; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria

    HORTON INTERNACIONAL PORTUGAL Executive Search

    HPN - CONSULTORES ENGENHARIA Formao; Consultoria; Higiene e Medicina no Trabalho

    HUMAN ET WORK - SOLUES EM RECURSOS HUMANOSFormao; Outsourcing; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria; Higiene e Medicina no Trabalho;

    Tecnologia aplicada Gesto de RH; Gesto de Horrios e Controlo de Acessos; Servios Jurdicos

    HUMANIST - CONSULTORIA DE RECURSOS HUMANOS Recrutamento e Seleco; Executive Search; Formao; Formao Outdoor; Outsourcing; Consultoria

    HUMANPERSI - CONSULTORIA GESTO DESENVOLV. RH Recrutamento e Seleco; Formao; Formao Outdoor; Gesto e Avaliao de Competncias; Consultoria

    ICWEST CONSULTORES Consultoria; Tecnologia aplicada Gesto de RH

    IDO - INOVAO E DESENVOLVIMENTO ORGANIZACIONALRecrutamento e Seleco; Executive Search; Formao; Outplacement e Gesto de Carreiras; Gesto e

    Avaliao de Competncias; Consultoria

    IFE - INTERNATIONAL FACULTY FOR EXECUTIVES Formao 87

    IIC PARTNERS Executive Search

    INDEG/ISCTE - INST. PARA O DESENVOLV. DA GESTO EMPRESARIAL Mestrados e Ps-Graduaes

    INDRA SISTEMAS PORTUGAL Tecnologia aplicada Gesto de RH

    INEDEM - INSTITUTO ESTUDO DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL Formao; Formao Outdoor; Outplacement e Gesto de Carreiras; Consultoria

    INFORAP - APLICAES DE INFORMTICA Tecnologia aplicada Gesto de RH

    INFORMANTEM - INFORMTICA E MANUTENO Gesto e Avaliao de Competncias

    INFOSISTEMA - SISTEMAS DE INFORMAO Tecnologia aplicada Gesto de RH

    INOGRUP - SADE INOVAO, SGPS Formao; Higiene e Medicina no Trabalho

    INSIGHT - PSICOLOGIA E RECURSOS HUMANOS Recrutamento e Seleco; Formao

    INSTITUTO DE FORMAO PARA O DESENVOLVIMENTO HUMANO Consultoria

    INSTITUTO DE FORMAO PRISMA Formao; e-Learning; Consultoria

    INTELAC - RECURSOS HUMANOS Recrutamento e Seleco; Outsourcing; Trabalho Temporrio

    Anurio RH 2010 - Directrio de Servios e Solues de Recursos Humanos 11

  • Anlise

    de Mercado e

    Tendncias

    para 2010

    Separadores Anurio RH 2010.indd2 2 18-02-2010 15:39:47

  • DDe acordo com a base de dados salariais do Hay Group, em-presa de consultoria de gesto que recolhe anualmente da-dos sobre mais de 45 000 funes, 2009 foi um ano de profun-da mudana nas prticas salariais das empresas em Portugal. Verifica-se:

    Aumentos percentualmente superiores para as fun-es menos qualificadas;

    O pacote retributivo global inclui, em mdia, menos Retribuio Varivel e mais Benefcios (Automvel, Plano Mdico, Seguros, Planos de Penses, Telemvel, etc.);

    Na Retribuio Varivel foram pagos menos bnus e mais comisses e participaes nos resultados;

    Registaram-se diferenas muito significativas entre os targets para Retribuio Varivel fixados no incio do ano e os valores percentuais realmente pagos, o que revela resultados muito abaixo do esperado;

    Mais empresas introduziram a Retribuio Varivel de mdio e longo prazo para premiar os seus directo-res, equilibrando melhor o fcus nos resultados anuais com os objectivos de mdio e longo prazo;

    Dentro da poltica de Benefcios, aumentou a atribui-o de automvel e de plano mdico, em detrimen-to de seguros de vida e seguros de acidentes pessoais:

    No automvel, regista-se uma descida no plafond da renda mensal.

    O que esperar de 2010?As empresas privadas vo aplicar, em 2010, aumentos sobre o salrio base de 1,1% a 2,1%. Em 2009, os aumentos reais re-gistados oscilaram entre 1,2% e 2,3%. Para alm do acentuado decrscimo nos aumentos face a anos anteriores, muita coisa mudou este ano na forma como as empresas pagam aos seus colaboradores.

    Aumentos invertidosRelativamente aos aumentos atribudos em 2009, pela pri-meira vez numa dcada os maiores aumentos percentuais vo para os nveis hierrquicos mais baixos da pirmide. As funes de topo (excluindo Executivos como membros de Conselhos de Administrao e de Comisses Executivas, que foram objecto de anlise em detalhe num estudo especfico), recebem percentagens inferiores de aumento salarial. Realisti-

    2009: O ano em que mudmos a forma de pensar RETRIBUIO

    Os aumentos previstos para 2010 e muitas das novas medidas de poltica retributiva que a investigao do Hay Group identificou em 2009 so consequncias do impacto desta crise sobre as organizaes.

    Hay Group

    camente, os decisores incorporam j esta tendncia nas suas previses para 2010 (ver Quadro 1). Note-se ainda que, em 2009, quase 20% das empresas con-gelou salrios e apenas 16% atribuiu aumentos superiores a 2,5%.

    A correlao inversa entre aumentos percentuais e contedo das funes espelha a realidade do ano que tivemos. Reflecte duas grandes preocupaes: maior equidade da poltica retri-butiva e a necessidade de, luz dos resultados, mostrar que o exemplo vem de cima, em matria de conteno salarial. Alm disso, os dados recolhidos pelo Estudo Salarial Hay Group 2009 indicam que os aumentos no topo foram decidi-dos tendo em mente, acima de tudo, a necessidade de reter talento, utilizando aumentos discricionrios. J para decidir os aumentos de funes de carcter administrativo e mais ope-racional, o principal critrio os resultados do negcio. A esmagadora maioria das empresas aplica aumentos salariais apenas uma vez por ano, entre os meses de Janeiro e Abril, com especial incidncia em Janeiro.

    Retribuio Varivel desce e Benefcios aumentam no bolo totalO mix retributivo mdio sofreu algumas alteraes em 2009: o peso relativo da Retribuio Base e da Varivel desceu, sendo

    Po

    ltica

    Re

    tribu

    tiva

    Quadro 1 Incrementos registados em 2009 e previses para 2010 (em % do salrio base*)

    Nveis Funcionais 2009 2010

    Directores de 1 Linha 1,4% 1,1%

    Directores de 2 Linha / Quadros Superiores 1,6% 1,2%

    Gestores Intermdios / Tcnicos Qualificados 2,2% 1,8%

    Administrativos / Operativos 2,2% 2,1%

    Comerciais 2,3% 2,0%Fonte: Estudo Salarial Hay Group 2009 * Valores percentuais na mediana

    Amostra

    O Estudo Salarial Hay Group 2009 baseia-se em informaes de retribuies anuais, lquidas e ilquidas, fixas e variveis, e de benefcios, disponibilizadas por uma amostra de 203 empresas, representativas de 14 sectores de actividade. A maioria das empresas (57%) multinacional; 54% possuem um volume de negcios superior a 60 milhes de euros, enquanto 31% possuem mais de 400 colaboradores.

    18 Anurio RH 2010 - Directrio de Servios e Solues de Recursos Humanos

  • substitudo por mais Benefcios (ou mais valiosos). Numa altura em que as Organizaes procuram, por todos os meios possveis, reduzir e controlar custos, a oferta de Benef-cios valorizados pelos colaboradores ajuda a reter as funes cruciais para a empresa.

Search related