Apelação - Revisional de Veículo

  • View
    960

  • Download
    21

Embed Size (px)

Text of Apelação - Revisional de Veículo

CARLOS EDUARDO DOS ANJOS SILVAADVOGADO OAB/PI n6192__________________________________________________________________EXCELENTSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 1 VARA CVEL DA CIDADE E COMARCA DE TERESINA ESTADO DO PIAU

Processo n 017865-12.2012.8.18.0140Cartrio da 1 Vara Cvel

OLINDINA MARIA DA SILVA SANTOS, por seu advogado que esta subscreve, devidamente qualificado no processo em epigrafe, tendo sido intimado do teor da r.sentena de mrito, vem, pela presente e dentro do prazo legal de quinze dias interpor RECURSO DE APELAO, conforme razes em anexo, confiando, concessa vnia, seja provida a espcie recursal para a reforma completa da deciso combatida, marcada pela presena de error in procedendo e in judicando, impondo manifesto sacrifcio financeiro em desfavor do peticionrio. Outrossim, pugna este causdico pelo recebimento do apelatrio em seu duplo efeito (art.520 CPC).

Nesses termos,pede deferimento.Teresina-PI, 09 de abril de 2013.

CARLOS EDUARDO DOS ANJOS SILVAOAB/PI n6192

Apelante: OLINDINA MARIA DA SILVA SANTOS Apelado: BANCO AYMOR CREDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO S.APROCESSO ORIGEM: CARTRIO DA 1 VARA CIVEL DA COMARCADE TERESINA-PI EGRGIO TRIBUNAL DE JUSTIA DO ESTADO DO PIAUI NOBRE DESEMBARGADOR RELATOR NCLITOS DESEMBARGADORES

RAZES DA APELAOI - PRELIMINARMENTEDe inicio PRELIMINARMENTE requer de Vossas Excelncias o JULGAMENTO DO AGRAVO RETIDO, que requer a reforma da deciso fls.46 que trata a IMPUGANAO AO VALOR DA CAUSA, em conformidade ao artigo 523, 2 do CPC, pois, repisa-se o que se busca no caso em testilha, a reviso da avena com a consequente decretao de nulidade de apenas algumas clusulas contratuais e no da integralidade do contrato.Em sequencia, requer a Apelante que se digne aos Nobres Desembargadores em acolher o presente recurso, para, no mrito, juntamente com seus pares, prov-lo em todos os seus termos, ou melhor, se dignem os Nobres Desembargadores em anular a deciso de fls.46, mantendo em ato continuo, o valor inicialmente atribudo inicial, polos motivos expostos no retido, tendo a certeza de que, desta forma, estaro evitando que decises como aquela, perdurem no tempo, de forma contraria ao real/verdadeiro espirito da Lei.

II BREVE RESUMO DA LIDE Na origem trata-se, de Ao Revisional de Contrato c/c pedido de consignao de pagamento do valor incontroverso das prestaes em juzo em sede de antecipao dos efeitos da tutela, movida pelo autor/apelante, ao qual afirma na exordial a existncia de capitalizao de juros (anatocismo), cobranas abusivas, acumulo indevido da comisso de permanncia com correo monetria; requerendo nos termos da exordial, a declarao da ilegalidade da ditas cobranas, como tambm, da cobrana da TAC(taxa de abertura de crdito), TEC(taxa de emisso de carne), despesas com servios de terceiros, enfim, pugna pela devoluo a ttulo de repetio do indbito do quantum pago/cobrado de forma indevida/ilegal,buscando assim, o equilbrio contratual/econmico nos moldes do Cdigo do Consumidor.

O togado a quo, no entanto, procedeu ao julgamento prematuro da lide, com base no artigo 330, I, do Cdigo de Processo Civil, asseverando no ato, a ausncia de necessidade da realizao de prova tcnica contbil requerida na inicial (itens fls.117 e fls.118 da pea vestibular). Em suma, julgou improcedente a ao sob a alegao de que fatos no provados acarreta a improcedncia do pedido (fls.122 da sentena).

Irresignado com o posicionamento adotado pelo Nobre Magistrado, vem este causdico por meio do presente apelatrio, apresentar sua razes recursais, a fim de obter, perante a Egrgia Corte Piauiense, a anulao da r.sentena por medida de direito e de Inteira Justia.

DA PRELIMINAR DE NULIDADE DE SENTENA POR CERCEAMENTO DE DEFESA -PEDIDO EXPESSO DE PROVA TECNICO CONTABIL - JULGAMENTO ANTECIPADO DA LIDE, SEM QUE HOUVESSE PRODUO DE PROVA PERICIAL PARA PROVAR A CAPITALIZAO -NECESSIDADE DE PERCIA CONTBIL PARA DEMONSTRAO DO ALEGADO ANATOCISMO- REMESSA AO JUZO DE ORIGEM PARA A PRODUO DE PERCIA CONTBIL - SENTENA QUE SE ANULA DE OFCIO

Como dito inicialmente, cuida-se de demanda judicial na qual pretende o autor/apelante a reviso do contrato de financiamento firmado com a requerida/apelada (contrato com garantia de alienao fiduciria quitado - smula 286 STJ), a fim de verificar a prtica de capitalizao de juros (anatocismo), a cobrana cumulada de comisso de permanncia com correo monetria, a declarao da ilegalidade da cobrana da taxa de abertura de crdito - TAC, taxa de emisso de carne- TEC, despesas com terceiros, etc.O juiz singular, no entanto, procedeu ao julgamento antecipado da lide, entendendo que a prova tcnica contbil judicial requerida na pea vestibular (fl.3 e fl.4 da pea vestibular) no era necessria. Sobre esse ponto, peo vnia para transcrever parte do r. decisum;

Nestes casos de reviso de contrato e de clusulas contratuais entendo que no necessria a produo de pericia contbil, j que nestas demandas judiciais discute-se a validade ou no de alguma clusula do contrato de financiamento.(fls.117 da sentena)

Ora, sabe-se que a ausncia da oportunizao para produo de provas nestes casos, caracteriza o cerceamento de defesa, sendo, a sentena, passvel de nulidade inclusive ex officio.

Nesse sentido, o entendimento da E. Corte Piauiense;

APELAO CIVEL.AO REVISIONAL C/C TUTELA ANTECIPADA.INDEFERIMENTO DA PETIO INICIAL.PRELIMINAR DE OFICIO SUSCITADA DE NULIDADE DA SENTENA POR CERCEAMENTO DE DEFESA.ACOLHIMENTO.REQUERIMENTO DE PRODUO DE PROVA PERICIAL.NO APRECIAO PELO JUIZO A QUO.RECURSO APELATORIO CONHECIDO PARA ACOLHER A PRELIMINAR DE OFICIO SUSCITADA,NO COMPORTANDO O JULGAMENTO DO FEITO POR ESTA 2 INSTANCIA.

1. (...)II. Nestas circunstancias,no h dvidas de que, no presente caso, faltam elementos tcnicos para se chegar verdade dos fatos, ou seja, acerca da existncia, ou no, das nulidades apontadas quanto onerosidade e abusividade dos encargos e taxas de juros institudos no contrato de financiamento, logo, conclui-se que a deciso requestada foi precipitada, porque a lide necessita de dilao probatria.

III. Ademais, frise-se que, em se tratando de matria eminentemente tcnica, nos termos do art.420, I, do CPC, a percia contbil necessria para o julgamento e deve ser determinada, at mesmo de oficio.

IV. Em face disso, faz-se necessrio anular a sentena vergastada, em virtude de no haver nos autos prova indispensvel para a soluo da lide, estando prejudicada, nesta 2 instancia a aferio das abusividades e ilegalidades apontadas, mostrando-se, pois, plausvel o retorno dos autos ao juzo de 1 grau, a fim de que seja feita a devida instruo do feito, recomendando-se a produo da pericia tcnico-contbil judicial. VI. Jurisprudncia dominante dos tribunais ptriosVII. Deciso por votao unanime

Por oportuno, cita-se trecho do brilhante voto da Lavra do Eminente Des. Relator Raimundo Eufrsio Alves Filho, nos autos da AC n 2009.0001.002462-7 em 23 de novembro de 2011.Veja-se;

... Com isso, depreende-se que para o desfecho da causa imprescindvel averiguar-se quais encargos foram efetivamente aplicados sobre os clculos do saldo devedor, e das parcelas mensais relativas ao financiamento imputado denotando-se disso a necessidade da apresentao do contrato de emprstimo e da realizao de pericia tcnico-contbil de modo a apurar se existe onerosidade excessiva e a abusividade nas demais clausulas contratuais, da ser essencial, para o deslinde da controvrsia, a produo de provas.

Sobre o assunto, disserta Jos Miguel Garcia Medina e Teresa Arruda Alvim Wambier:

Para que ocorra o julgamento antecipado da lide, exige-se, como se observou, a inexistncia de controvrsia a respeito dos fatos. No o caso de incidncia do art. 330 do CPC quando, sendo necessria a produo de provas, deixa o juiz de deferi-las, proferindo desde logo a sentena. Ocorre, neste caso, cerceamento de defesa, devendo a sentena ser anulada. destaquei

Na mesma trilha, Antnio Carlos Marcato, ensina; Julgamento antecipado e cerceamento de defesa: Constitui cerceamento de defesa o julgamento antecipado do pedido, se e quando, havendo controvrsia a respeito da matria de fato relevante, o juiz impedir a produo das provas necessrias a sua elucidao. (in Cdigo de Processo Civil Interpretado, 3 edio revista e atualizada, ps. 1040, item 3).destaquei

AO JULGADA IMPROCEDENTE SOB O FUNDAMENTO DE AUSENCIA DE PROVA PEDIDO EXPRESSO DE PRODUO DE PROVA INDEFERIDO -CERCEAMENTODE DEFESA. CARACTERIZADO

No caso vertente, o magistrado sentenciante, sem permitir a produo das provas necessrias comprovao das alegaes contidas na inicial, julgou improcedente os pedidos nos termos a seguir expostos;

Considerando-se os princpios da pacta sunt servanda, da autonomia da vontade, da no comprovao da alegada abusividade na cobrana de juros, da legalidade das clusulas contratuais, da inexistncia de fato imprevisto, julgo improcedente o pedido da inicial formulada pela parte autora... (fls.122 da sentena)destaquei

Na hiptese concreta de se observar que a sentena recursada no apenas passou ao imediato julgamento do feito, como ainda o fez sem que tivesse sido realizada a prova pericial requerida.

O entendimento jurisprudenciald o Superior Tribunal de Justia, no sentido de no se admitir que a deciso havida em julgamento antecipado da lide conclua pela ausncia de provas quando h pedido de realizao de provas indeferido.

Eis a jurisprudncia;

PROCESSUAL CIVIL. REQUERIMENTO DE PROVA PERICIAL E JULGAMENTO ANTECIPADO DA LIDE. ANULAO DA SENTENA EM SEDE DE APELAO. TEORIA DA CAUSA MADURA. PEDIDO INDEFERIDO POR FALTA DE PROVAS. CERCEAMENTO DE DEFESA. MATRIA EXCLUSIVAMENTE DE DIREITO.

I - Na linha dos precedentes desta Corte, no admissvel antecipar o julgamento da lide, indeferindo a produo de prova pericial, para