Click here to load reader

Apostila Completa - Curso Renato Saraiva OAB

  • View
    59

  • Download
    2

Embed Size (px)

Text of Apostila Completa - Curso Renato Saraiva OAB

  • AAPPOOSSTTIILLAA CCOOMMPPLLEETTAA OOAABB -- 11 FFAASSEE

    Contedo:

    Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributrio, Direito Empresarial, Direito do Consumidor, Direito Internacional, Direito do Trabalho, Processo do Trabalho, Direito Ambiental, Estatuto da Criana e do Adolescente e tica e Estatuto da OAB.

  • ESTUDO PARA A 1 FASE DA OAB

    Este material composto por diversos estudos elaborados por outros alunos durante a

    preparao para a prova da OAB e, por esse motivo, tem finalidade exclusivamente didtica. A utilizao com fins comerciais terminantemente proibida.

    Colabore com a democratizao do conhecimento!

    2

    DDIIRREEIITTOO CCIIVVIILL I - PERSONALIDADE DA PESSOAL JURDICA (art. 1 CC). Conceito: o atributo da pessoa para ser titular de direitos e deveres na ordem civil. Toda pessoa tem personalidade jurdica e tem que ser tratada como sujeito de direito. Coisas no tm personalidade jurdica Os animais / semoventes so objetos de proteo dentro do nosso ordenamento jurdico Obs: Teoria Natalista (art. 2 CC) a) Capacidade a medida da personalidade a.1) Capacidade de Direito (de gozo) Titular de direitos no pode sofrer limitao. o exerccio mnimo da personalidade jurdica. Toda pessoa tem. NO existe incapaz de direito. Obs: Existe somente incapacidade de fato. a.2) Capacidade de Fato (de exerccio/ao) Exerccio de direitos pode sofrer limitao o exerccio mximo da personalidade jurdica. Essa capacidade vem do discernimento. A maioridade apenas uma presuno legal relativa. Quem tem as duas capacidades plenamente capaz. Quem sofre limitao absoluta da capacidade de fato conhecido como absolutamente incapaz. Quem tem limitao relativa capacidade de fato conhecido como relativamente incapaz. b) Legitimao Idoneidade para o exerccio de certos direitos. c) Incio da Personalidade (art. 2, primeira parte, CC) Se d com o nascimento com vida da pessoa natural (a lei pe a salvo os direitos do nascituro).

  • ESTUDO PARA A 1 FASE DA OAB

    Este material composto por diversos estudos elaborados por outros alunos durante a

    preparao para a prova da OAB e, por esse motivo, tem finalidade exclusivamente didtica. A utilizao com fins comerciais terminantemente proibida.

    Colabore com a democratizao do conhecimento!

    3

    d) Nascituro (art. 2, segunda parte, CC) Direitos daquele que j foi concebido, mas ainda se encontra no entre materno * Teorias * d.1) Natalista art. 2 CC (adotada pela OAB). d.2) Conceptualista Capacidade de direito / gozo: o exerccio mnimo da personalidade jurdica, toda pessoa tem e no existe incapaz de direito. Ex: Existe apenas somente incapaz de fato Capacidade de fato / exerccio / ao: o exerccio mximo da personalidade jurdica, essa capacidade vem do discernimento e a maioridade apenas uma presuno legal relativa. e) Absolutamente Incapaz (art.3, CC) Proibio total para o exerccio dos direitos. Deve ser representado, caso contrrio seus atos sero nulos. f) Relativamente incapaz (art. 4, CC) Proibio parcial para exerccio dos direitos. Existem alguns atos que podem ser feitos sem ser assistido. Os atos em que deveria ser assistido so anulveis. g) Cessao da incapacidade Quando cessarem os motivos que lhe deram origem. h) Emancipao Ela pode ser Voluntria; Judicial e Legal. h.1) Voluntria Realizada pelos pais por instrumento pblico que independe de homologao judicial. (art. 5, I, 1 Parte, CC) h.2) Judicial realizada pelo juiz, que profere sentena judicial aps a oitiva do tutor. (art. 5, I, 2 Parte, CC) h.3) Legal Hipteses previstas nos incisos II, III, IV, V (art. 5, CC). Casamento, Pelo exerccio de emprego pblico efetivo, no importando a idade mnima, Pela colao de grau em curso de ensino superior, no se exigindo idade mnima, Pelo estabelecimento civil ou comercial, ou pela existncia de

  • ESTUDO PARA A 1 FASE DA OAB

    Este material composto por diversos estudos elaborados por outros alunos durante a

    preparao para a prova da OAB e, por esse motivo, tem finalidade exclusivamente didtica. A utilizao com fins comerciais terminantemente proibida.

    Colabore com a democratizao do conhecimento!

    4

    relao de emprego: em qualquer uma das hipteses o menor deve ter pelo menos 16 anos completos e deve ter economia prpria. i) Extino da Personalidade Extingue-se com a morte, j que o ordenamento no prev a perda da personalidade de pessoa viva. A extino da personalidade pode ser: i.1) Real i.2) Presumida

    i.2.1) Por justificao i.2.2) Por Ausncia i.2.2.1) Ausncia Presumida = Curadoria Provisria

    OBS: Passado um ano da arrecadao dos bens do desaparecido o juiz pode declarar sua ausncia. A sentena que declara a ausncia s produz efeitos aps 6 meses de sua publicao.

    i.2.2.2) Ausncia Declarada = Sucesso Provisria

    OBS: Passados 10 anos da abertura da sucesso provisria o juiz pode declarar a morte presumida do ausente.

    i.2.3) Morte Presumida = Sucesso Definitiva

    OBS: Pode ser declarada a morte presumida do ausente. 1) Se estiver com 80 anos ou mais na data do pedido e 2) Estiver desaparecido h no mnimo 5 anos. j) Interdio O procedimento de interdio feito atravs de uma percia mdica no interditando. S a idade avanada no motivo para interdio. O juiz ao verificar a interdio proferir uma sentena que ser absolutamente incapaz ou relativamente incapaz, e nomear curador para representear ou assistir A sentena de interdio declaratria no reconhecimento da incapacidade, mas constitutiva nos seus efeitos. Eventualmente poder ser anulado ou declarado nulo negcio realizado antes da interdio IPC: Os requisitos so: Deve ser provocado que a poca dos fatos a incapacidade era manifestada Que o negcio resultou em prejuzo para o incapaz

  • ESTUDO PARA A 1 FASE DA OAB

    Este material composto por diversos estudos elaborados por outros alunos durante a

    preparao para a prova da OAB e, por esse motivo, tem finalidade exclusivamente didtica. A utilizao com fins comerciais terminantemente proibida.

    Colabore com a democratizao do conhecimento!

    5

    2. Direitos da Personalidade a) Direitos Fsicos b) Direitos Psquicos c) Direitos Morais * Caractersticas * - Ilimitados - Indisponveis - Imprescritveis - Impenhorveis - Inalienveis 3. Pessoa Jurdica (art. 40, CC) a) Direito Pblico a.1) Interno (art. 41, CC). Unio, estados, DF e municpios. a.2) Externo (art. 42, CC). Estados estrangeiros e demais pessoas sujeitas ao DIP. b) Direito Privado (art. 44, CC) b.1) Associaes, sociedades, fundaes, organizaes religiosas, partidos polticos. b.2) Sociedades: Possuem fim econmico, objetiva o lucro. * Caractersticas * - So administradas pelos prprios scios ou associados. - Seus objetivos so definidos pelos scios - Seu Patrimnio disponvel - Fundaes: No possuem fim econmico, tem fim social, fiscalizada pelo Ministrio Pblico (art. 66, CC). No existe fundao sem patrimnio. Pode ser instituda por testamento. b.3) Associaes: No possuem fim econmico (ex: clube), visa proveito dos prprios associados. * Caractersticas * - No so necessariamente administradas pelo instituidor (ex: Testamento) - O Instituidor que fixa os objetivos, - A fiscalizao do MP obrigatria. - Patrimnio em regra indisponvel, os bens podem ser vendidos somente mediante autorizao judicial, existindo sempre a sub-rogao, devendo o valor da venda ser empregado em outro bem.

  • ESTUDO PARA A 1 FASE DA OAB

    Este material composto por diversos estudos elaborados por outros alunos durante a

    preparao para a prova da OAB e, por esse motivo, tem finalidade exclusivamente didtica. A utilizao com fins comerciais terminantemente proibida.

    Colabore com a democratizao do conhecimento!

    6

    b.4) Estes dois tipos societrios, no dependem de patrimnio, pois trata-se de uma associao de pessoas, conhecidas tambm como corporaes - Partidos Polticos - Organizao Religiosa OBS: A personalidade da pessoa jurdica inicia-se com o registro (art. 45, CC) 4. Fatos Jurdicos Conceito: um acontecimento que pode ocorrer a qualquer instante, que produz efeitos jurdicos. todo evento que tenha importncia para o direito. Estamos tratando Fato Jurdico em lato sensu (sentido amplo) a) Fatos Jurdicos Naturais ou Estrito Sensu Eventos da natureza que tenham importncia para o direito. Pode ser Ordinrio ou Extraordinrio. a.1) Ordinrios: Fatos comuns. So eventos comuns da natureza provocados pelo simples decurso do tempo. Ex: Nascimento de uma pessoa (art. 2 CC), morte de fato, prescrio, decadncia, etc. OBS: A concepo j gera direito. a.2) Extraordinrios: So os fatos do acaso. Ex: Caso Fortuito e Fora Maior. A diferena entre eles quase no existe. Por isso bom tratar os dois como a mesma coisa. a.2.1) Caso Fortuito: o evento imprevisvel; a.2.2) Fora Maior: o evento previsvel porem inevitvel. OBS: Os dois so excludentes de responsabilidade civil, excludente de nexo causal. b) Fatos Jurdicos de Ao Humana A conduta humana classificada pela ilicitude. Vejamos os atos: b.1) Ato Jurdico Lato Sensu ou Stricto Sensu: toda manifestao de vontade que produz efeitos impostos por lei (sua eficcia ex lege) Ex: Reconhecimento de filho, Fixao de domiclio. Porm no possvel estabelecer seus efeitos, pois tem forma pr-determinada em lei. b.2) Negcios Jurdicos: toda manifestao de vontade que produz efeitos desejados pelas partes e permitidos por lei. Sua eficcia ex voluntate pois tudo determinado pela autonomia privada (autonomia da vontade). Ex: Todo contrato tem sua autonomia de vontade pois um negcio jurdico. possvel regular os efeitos do negcio, no tem forma especfica em lei, desde que o objeto seja lcito.

  • ESTUDO PARA A 1 FASE DA OAB

    Este material composto por divers