Apostila de Oracle(Clube Delphi)

  • View
    3.733

  • Download
    7

Embed Size (px)

Text of Apostila de Oracle(Clube Delphi)

Oraclendice 1 aula: Conceitos 1. Banco de Dados Relacional 2. Banco de Dados Cliente Servidor 3. Estrutura de Segurana 3.1.DBA Default (System/Manager) 3.2.Usurio Papel Privilgio 4. Organizao dos Dados 4.1.rea de Dados 4.2.Meta Data 5. Linguagem SQL 5.1.Breve Histrico 5.2.DML (Data Manipulation Language) Linguagem de Manipulao de Dados 5.3.DDL (Data Definition Language) de Definio de Dados 2 aula: DDL 1. Criar Usurio 2. Criar Papel 3. Conceder Privilgio 4. Criar Tabelas (PL/SQL ou NAVIGATOR) 5. Criar View 6. Criar Chave Estrangeira 7. Criar ndices 8. Criar Sequncia 9. Criar Sinnimo 10.Acessar e Visualizar as Estruturas (Tabelas) Linguagem

3 aula:

Estrutura C/S e Aprofundamento PL/SQL 1. Procedures 2. Funes 3. Trigger 4. Package 5. Utilizar Objetos 6. Controle de Transao(Commit / Rollback)

clube delphi

1

Oracle 4 aula: Conexo / Exportao / Importao 1. SQL Net - Conceito 2. SQL Net Criar Alias (Link) 3. Conexo ODBC Criar Alias 4. Conexo BDE(Borland) - Criar Alias 5. Exportar Banco de Dados(Projeto) - Personal Oracle 6. Importar Banco de Dados - Server 7. Executar Script 8. Recriar Sequncia no Servidor

5 aula:

Projeto Front-End 1. Criar Conexo (Table / View ) 2. Utilizar Procedure / Function

clube delphi

2

Oracle ARQUITETURA CLIENTE/SERVIDOR

PC-Cliente

PC-Cliente

PC-Cliente

Servidor

PC-Cliente

PC-Cliente

Impressora

Exemplo simples de Arquitetura Cliente/Servidor baseada em Rede

BANCOS DE DADOS BASEADOS NA ARQUITETURA CLIENTE/SERVIDOR:Uma simples rede (LAN), como a exemplificada acima, suficiente para comportar um banco de dados relacional (DBMS) de tecnologia Cliente/Servidor (C/S) como por exemplo o Oracle. Em linhas gerais, esta tecnologia tem como caracterstica principal a diviso de tarefas entre o cliente, a estao de trabalho que ordena atravs das aplicaes o acesso aos bancos de dados, e o servidor, que executa tarefas, tais como: atualizaes, delees, procura de dados e todas as outras tarefas prprias do gerenciamento de banco de dados, porm, sob as ordens da estao de trabalho (Cliente). A vantagem evidente: dividindo o processamento em dois sistemas, temos de sada a diminuio do trfego de dados na rede. Com isto, o desempenho aumenta pois evitaremos de processar os dados, fazendo-os transitar pela rede, entre a estao de trabalho e o servidor, pelo menos duas vezes. Ao invs disso, armazenamos os dados variveis do processo em alguns parmetros e os enviamos ao servidor. Estes ao chegarem so recepcionados pelo Oracle que os envia para Stored Procedure, que ento inicia o processamento desejado at seu final de dentro do servidor, limitando-se a avisar a estao de trabalho o trmino do processo, com sucesso ou no. Porm, nem tudo so flores, existem tambm as desvantagens e a principal delas o fato das estaes de trabalho (Clientes) se localizarem em pontos geogrficos distantes do servidor. Embora este problema possa hoje ser minimizado pela adoo das arquiteturas de processamento distribudo, por outro lado no sem um considervel investimento em equipamentos, aplicativos auxiliares e a contratao de especialistas. Este investimento acompanhado de despesas de manuteno constantes embora no signifique propriamente um retorno aos custos de um computador de grande porte, porm um gasto significativo e que dependendo do tamanho e da complexidade da rede podemos at alcanar os custos de um grande porte.

clube delphi

3

OracleVANTAGENS DA TECNOLOGIA CLIENTE/SERVIDOR: 1- SEPARAO DAS TAREFAS DE SOLICITAO E PROCESSO.A primeira efetuada pela estao de trabalho e a ltima feita no servidor, ou seja: as tarefas de tratar e manipular os dados. Como j dissemos o trfego na Rede diminui sensivelmente, pois s entregue os dados necessrios solicitados pela pesquisa do cliente, e estes depois de tratados so atualizados ao final da transao no servidor. Ao contrrio dos Sistemas de Bancos de Dados sem a tecnologia Cliente/Servidor, que disponibiliza todo o banco de dados, indiferente a necessidade quando da solicitao pelo Cliente. A tecnologia Cliente/Servidor antes de tudo uma incrementadora de performance sem igual.

2- INDEPENDNCIA DA ESTAO DE TRABALHO.Os usurios no ficam restritos a um tipo de sistema ou plataforma.

3- PRESERVAO DA INTEGRIDADE DOS DADOSMesmo quando so efetuados Back-ups em tempo real ou at a encriptao dos dados. Nestes casos o DBMS, ultiliza o espelhamento dos dados enquanto eles so acessados, gravando sempre a ltima fotografia dos dados antes da cpia de segurana.

4- PROCESSAMENTO DE TRANSAES.A grande vantagem deste mtodo e guardar durante um certo tempo tempo as modificaes efetuadas no Banco de Dados. Podendo, recuper-las em caso de queda de energia ou mesmo quando o usurio do Banco desiste da modificao.

-

DESVANTAGENS:

1- A maior delas o aumento do custo administrativo e a contratao de pessoal especializado para dar suporte e manter o Banco de Dados sempre ativo. Nasce o profissional Administrador de Bancos de Dados (DBA). 2- O aumento do custo de hardware, tambm significativo, pois parte integrante desta tecnologia Cliente/Servidor, exige a distribuio do processamento, quando a rede for grande. 3- Quando da utilizao do Processamento Distribudo a complexidade aumenta, o nmero de equipamentos diversos tambm aumenta, e nem sempre podemos encontrar profissionais no mercado com um conhecimento to diversificado

clube delphi

4

Oracle UTILITRIOS ORACLE:O AMBIENTE:Para manipular e acessar as estruturas de Bancos de Dados Relacionais criadas no Oracle, o produto possui um ambiente completo para estas atividades. A base para este trabalho a linguagem SQL, que atravs desta sintax, cria, modifica e manipula as estruturas de dados, tendo como componentes bsicos do ambiente:

SQL (Structured Language Query): Linguagem bsica e padro, extremamente simples e muito prxima da lngua inglesa falada de maneira simples e comum, faz a maior e mais expressiva parte do trabalho de criao e manuteno de estruturas de dados. Porm sua limitao no ser procedural, ou seja, no permite agrupar as palavras chaves sob a forma de programas executveis. uma linguagem puramente interativa de construo e submisso de comandos individuais, embora os comandos sejam macro comandos muito poderosos. SQL*PLUS: o ambiente que permite tornar procedural os comandos individuais do SQL. Este ambiente composto, como veremos a seguir de um editor de textos, que permite reunir grupos de frases SQL, que podem ser gravadas sob a forma de arquivo e ento executadas. ORACLE NAVIGATOR: Conjunto de recursos por intermdio telas(forms), onde o desenvilvedor do Baco de Dados, cria, altera e exclui objetos. uma tendncia no que diz respeito a manuteno de objetos e no elaborar das estruturas. PL/SQL: a linguagem procedural do SQL do ORACLE, composta essencialmente de todos os comandos SQL padro e mais um grupo adicional que permite utilizar o SQL de forma procedural.

Ao ser acionado com um duplo click, o editor ativado solicitando para sua operao a identificao do usurio e seu cdigo de acesso, seguido do drive lgico, que no caso do uso Stand Alone, foi convencionado 2: Caso estivermos trabalhando em uma rede local o drive lgico seria por exemplo o X:, mais as informaes da localizao fsica do Banco de Dados.

clube delphi

5

OracleRealizada a identificao com sucesso, o editor liberado para uso, mostrando o prompt SQL> a espera de qualquer comando vlido para a execuo. A seguir mostramos a rela caracterstica do editor e o ambiente que permite o trabalho com o SQL de forma procedural.

BREVE INTROO A UTILIZAO DO SQL PLUS E A LINGUAGEM SQL1. Janela de Conexo Scott / Tiger 2. Select * From User_Objects; 3. Select * From User_Objects Where Object_Type = TABLE; 4. Describe (ver Estrutura) Describe DEPT 5. Select * From DEPT; 6. Select * From Emp; 7. Relacionamento Select d.dname, e.ename From dept d, emp e where d. Deptno = e. Deptno; 8. Agrupar Select deptno, min (sal), max (sal), sum (sal) from emp group by deptno;

clube delphi

6

OracleSelect JOB, sum (sal) from emp group by JOB 9. Insert Insert into dept values(35, Estoque, Madureira); 10.Update Update dept set loc = Centro where deptno = 35; 11.Delete Delete from dept where dnome = Estoque 12.Commit 13.Rollback 14.Connect (System/Manager) 15.Disconnect

PASSOS BSICOS PARA UTILIZAO DO ORACLE1. Conectar como DBA System Manager (Criar Usurio) 1.1.Create user AlunoX Identified by A123; 1.2.Grant connect to AlunoX; 2. Conectar com usurio Scott / Tiger (Dar Privilgio) 2.1.Grant Select on Dept to AlunoX; 2.2.Connect AlunoX / A123; 2.3.Select * From Scott.Dept; 3. Conectar como System/Manager (Criar Papel e Dar Privilgio ao mesmo) 3.1.Create Role PapelAlunoX; 3.2.Connect Scott /Tiger; 3.3.Grant Insert, Delete, Update on Dept to PapelAlunoX; 3.4.Grant Select on Emp to PapelAlunoX; 4. Conectar como DBA System / Manager (Atribuir Papel ao Usurio) 4.1.Grant PapelAlunoX to AlunoX;

5. Conectar como Usurio Scott /Tiger (Criar Sinnimo)clube delphi 7

Oracle5.1.Create Public Synonym Empregado for Scott.Emp; 5.2.Select * From Empregados; 6. Tpicos Diversos 6.1.Ver qual usurio conectado Select user from Dual; 6.1.1.Dar Privilgio Usurio de Criar Tabelas e Derivados 6.1.2.Grant Resource to AlunoX; (Conecatodo como System) 6.1.3.Connect AlunoX / A123;

clube delphi

8

Oracle ORACLE NAVIGATORIMPLEMENTAO DA ESTRUTURA BASEADO EM INTERFACE VISUAL

-Personal OracleN que identifica o Banco de Dados Local. Suas subdivises so: Projects e Local Database, onde Projects corresponde ao n onde agrupamos para efeito de transferncia(exportar para um Servidor Oracle) um projeto de banco de dados. E Local Database, corresponde ao n que agrupa todos os objetos de um banco de dados. a partir destes ele