apostila eja

  • View
    908

  • Download
    0

Embed Size (px)

Text of apostila eja

CP_iniciais.qxd

21.01.07

14:33

Page 1

Apresentao

A

o longo de sua histria, o Brasil tem enfrentado o problema da excluso social que gerou grande impacto nos sistemas educacionais. Hoje, milhes de brasileiros ainda no se beneficiam do ingresso e da permanncia na escola, ou seja, no tm acesso a um sistema de educao que os acolha. Educao de qualidade um direito de todos os cidados e dever do Estado; garantir o exerccio desse direito um desafio que impe decises inovadoras. Para enfrentar esse desafio, o Ministrio da Educao criou a Secretaria de Educao Continuada, Alfabetizao e Diversidade Secad, cuja tarefa criar as estruturas necessrias para formular, implementar, fomentar e avaliar as polticas pblicas voltadas para os grupos tradicionalmente excludos de seus direitos, como as pessoas com 15 anos ou mais que no completaram o Ensino Fundamental. Efetivar o direito educao dos jovens e dos adultos ultrapassa a ampliao da oferta de vagas nos sistemas pblicos de ensino. necessrio que o ensino seja adequado aos que ingressam na escola ou retornam a ela fora do tempo regular: que ele prime pela qualidade, valorizando e respeitando as experincias e os conhecimentos dos alunos. Com esse intuito, a Secad apresenta os Cadernos de EJA: materiais pedaggicos para o 1. e o 2. segmentos do ensino fundamental de jovens e adultos. Trabalho ser o tema da abordagem dos cadernos, pela importncia que tem no cotidiano dos alunos. A coleo composta de 27 cadernos: 13 para o aluno, 13 para o professor e um com a concepo metodolgica e pedaggica do material. O caderno do aluno uma coletnea de textos de diferentes gneros e diversas fontes; o do professor um catlogo de atividades, com sugestes para o trabalho com esses textos. A Secad no espera que este material seja o nico utilizado nas salas de aula. Ao contrrio, com ele busca ampliar o rol do que pode ser selecionado pelo educador, incentivando a articulao e a integrao das diversas reas do conhecimento. Bom trabalho!

Secretaria de Educao Continuada, Alfabetizao e Diversidade Secad/MEC

CP_iniciais.qxd

21.01.07

14:33

Page 2

Caro professor

E

ste caderno foi desenvolvido para voc, pensando no seu trabalho cotidiano de educar jovens e adultos. Esperamos que ele seja uma ferramenta til para aprimorar esse trabalho. O caderno que voc tem em mos faz parte da coleo Cadernos de EJA, e um dos frutos de uma parceria entre as universidades brasileiras ligadas Rede Unitrabalho e o Ministrio da Educao. As atividades deste caderno contemplam assuntos e contedos destinados a todas as sries do ensino fundamental e seguem a seguinte lgica: Cada texto do caderno do aluno serve de base para uma ou mais atividades de diferentes reas do conhecimento; cada atividade est formulada como um plano de aula, com objetivos, descrio, resultados esperados, etc. As atividades admitem grande flexibilidade: podem ser aplicadas na ordem que voc considerar mais adequada aos seus alunos. Cabe a voc escolher quais atividades ir usar e de que forma. Os segmentos para os quais as atividades se destinam esto indicados pelas cores das tarjas laterais: as atividades do nvel I (1- a 4- sries) possuem a lateral amarela; as do nvel II (5- a 8 sries) tm a lateral vermelha. Se a atividade puder ser aplicada em ambos os nveis, a lateral ser laranja. Essa classificao apenas indicativa. Cabe a voc avaliar quais atividades so as mais adequadas para a turma com a qual est trabalhando.

Graas proposta de um trabalho multidisciplinar, uma atividade indicada para a rea de Matemtica, por exemplo, poder ser usada em uma aula de Geografia, e assim por diante. As atividades de Educao e Trabalho e Economia Solidria tambm podero ser aplicadas aos mais diversos componentes curriculares. Ao produzir este material pedaggico a equipe teve a inteno de estimular a liberdade e a criatividade. Se a partir das sugestes aqui apresentadas, voc decidir escolher outros textos e elaborar suas prprias atividades aproveitando algumas das idias que estamos partilhando, estaremos plenamente satisfeitos. Acreditamos profundamente na sua capacidade de discernir o que melhor para as pessoas com as quais est dividindo a desafiadora tarefa de se apropriar da cultura letrada e se formar cidado. Bom trabalho! Equipe da Unitrabalho

CP_iniciais.qxd

21.01.07

14:33

Page 3

Como utilizar a pgina de atividade

Numerao: indica o texto correspondente ao caderno do aluno. Objetivos: aes que tanto aluno como professor realizaro.

rea: indica a rea do conhecimento. Nvel: sugere o segmento do ensino fundamental para aplicao da atividade.

Introduo: pontos principais do texto transformados em problematizaes e questes para o professor.

Contexto: insere o tema no cotidiano do aluno.

Descrio: passos que o professor deve seguir para discutir com os alunos os conceitos e questes apresentados na atividade proposta.

Materiais e tempo: materiais indicados para a realizao da atividade, especialmente aqueles que no esto disponveis em sala de aula (opcional), e o tempo sugerido para o desenvolvimento da atividade.

Dicas: bibliografia de suporte, sites, msicas, filmes, etc. que ajudam o professor a ampliar o tema (opcional).

Cor lateral: indica o nvel sugerido.

CP02.qxd

19.01.07

19:26

Page 4

Sumrio das atividadesTexto Atividade reaCiencias Ed. Trabalho Geografia Histria Matemtica Portugues Artes Histria Ingles Ed. Trabalho Ed. Trabalho Geografia Geografia Portugus Ed. Trabalho Geografia Ingles Ingles Matemtica Matemtica Artes Ed. Trabalho Ingles Portugus

NvelI I I e II I I e II I e II II I e II II I e II I e II II I e II I II I e II II II II II II I e II II I e II

Pgina8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31

1

De onde vem esse som? Tempo de trabalho e tempo livre Antes longe era distante Os tempos e o mundo A relatividade do tempo Sinonmias e neologismos Encontro de culturas Conquistas, territrios e gentes: confrontos e encontros Materials Localizando-nos na globalizo Um outro mundo possivel! Perversidades e possibilidades no mundo globalizado Conhecendo Milton Santos e sua importncia O jogo do alfabeto: o uso do dicionrio Para que servem os sindicatos? Sindicalizao em baixa, salrios tambm! Matching Graph Leitura e escrita de tabelas e de grficos: um modo de incluso Lendo um grfico de linhas Um heri brasileiro A lngua viva! Dictionary Como falamos?

2

3

4

5

4 Caderno do professor / Globalizao e Trabalho

CP02.qxd

19.01.07

19:26

Page 5

Texto Atividade

reaEspanhol Espanhol Matemtica Matemtica Matemtica Portugus Artes Cincias Portugus Artes Ed. Trabalho Ed. Trabalho Geografia Geografia Histria Portugus Portugus Artes Espanhol Matemtica Cincias Histria

NvelII II II I e II II I e II I e II I I I e II I e II II I e II II II I e II II I e II II I II I e II

Pgina32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53

7 8

La fuerza de la lengua espaola La lengua espaola en el mondo Que pas este? Brasil e China: quanta igualdade Semelhanas e diferenas entre chineses e brasileiros Expressividade e sinais de pontuao Meu corao est em... Por quem bate seu corao? Faluja de todos ns Incerteza como ponto de partida para criao Globalizao ianque O que globalizao e como eu sou afetado por ela Ricos e pobres esto na moda da globalizao? Globalizao diminui distncias e lana o mundo na era da incerteza socioeconmico-cultural Diferentes faces da globalizao: olhares e incertezas Criao de texto em grupo Diminuindo distncias com o prprio texto Mbile Prioridades em los gastos mundiales Educao prioridade de um povo Onde usamos petrleo? A notcia da nacionalizao do gs na Bolvia

9 10

11 14

Caderno do professor / Globalizao e Trabalho 5

CP02.qxd

19.01.07

19:26

Page 6

Texto Atividade

reaMatemtica Matemtica Ingles Geografia Geografia Artes Portugus Portugus

NvelI e II I e II II Ie II Ie Ie Ie I II II II II II II II

Pgina54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65

14 15 16

Qual o valor do gs? Por que vem de to longe? Comprehension Deslocamentos populacionais Imigrao e pichao o que h de ilegal nisso? Amor pela terra Significado e contexto Jogo: quem meu par? Cidado planetrio

17 18 19 20 21

A diversidade na forma de organizar a produo Econ. Solidaria Como entendemos o trabalho na Fsica Cincias Racismo nos EUA e no Brasil A uniao faz a fora Tamanho e composiao da Economia solidria no Brasil Voc produz lixo? Consumismo e recursos naturais Qualidade de vida e consumo A ordem consumir? Consumismo e matemtica No ao trabalho escravo! Globalizao de escravos Escravas de globalizao: a prostituio de mulheres brasileiras em outros pases Comentando a notcia Histria Econ. Solidaria

Econ. Solidaria Cincias Cincias Cincias Econ. Solidaria Matemtica Ed. Trabalho Ed. Trabalho Histria Portugus

I e II II II I e II II I e II I e II I I e II I e II

66 67 68 69 70 71 72 73 74 75

22

6 Caderno do professor / Segurana e Sade no Trabalho

CP02.qxd

19.01.07

19:27

Page 7

Texto Atividade

reaArtes Artes Ed. Trabalho Portugus Artes Ed. Trabalho Espanhol Ingls Portugus Ed. Fsica Ed. Fsica Ed. Trabalho Matemtica Ingls Econ. Solidria

NvelI e II II II I e II I e II I e II II II I I e II I e II I e II I e II II II

Pgina76 77 78 79 80 81 82 83 84 85 86 87 88 89 90

23

O que sei do que tenho A charge Algum viu mos (in)visveis por a? Elementos da narrativa Um programa de rdio De trabalhadores a chicanos e coiotes La mano de obra de inmigrantes sin papeles en Brasil Dictation C