Apresentação de Estágio Supervisionado Juseverck Abreu Lopes Junior 2012.1

Embed Size (px)

DESCRIPTION

Apresentação de Estágio Supervisionado Juseverck Abreu Lopes Junior 2012.1. Histórico. - PowerPoint PPT Presentation

Text of Apresentação de Estágio Supervisionado Juseverck Abreu Lopes Junior 2012.1

  • Apresentao de Estgio SupervisionadoJuseverck Abreu Lopes Junior2012.1

  • HistricoA Coppe Instituto Alberto Luiz Coimbra de Ps-Graduao e Pesquisa de Engenharia nasceu disposta a ser um sopro de renovao na universidade brasileira e a contribuir para o desenvolvimento do pas. Fundada em 1963 pelo engenheiro Alberto Luiz Coimbra, ajudou a criar a ps-graduao no Brasil e ao longo de quatro dcadas tornou-se o maior centro de ensino e pesquisa em engenharia da Amrica Latina.

  • O crescimento foi vertiginoso. Em 1968, j estavam criados dez dos 12 programas que, hoje, formam a COPPE. Dois anos depois, j era necessrio criar a COPPETEC, para organizar a prestao de servios a empresas e rgos de governo que assediavam os docentes em busca de consultorias, projetos e solues tecnolgicas. Desde ento, a Fundao COPPETEC j administrou cerca de 10 mil contratos.

    A modesta infra-estrutura de pesquisa do incio hoje um complexo de 113 laboratrios, muitos em padro de igualdade com os melhores do exterior ou at superiores, como o caso do tanque ocenico para simulao do comportamento do mar.Histrico

  • PesquisaEnsinoProjetosBsicaSolues para Problemas de GestoProcesso e Produo do Desenvolvimento de TecnologiasFormao em GestoAplicadaCursos de ExtensoPs - GraduaoStricto Sensu

    Ps - GraduaoLato Sensu

    Cursos de GraduaoAvaliao TecnolgicaCooperao Internacional Universidades Companhias Objetivos

  • 12 Programas de Ps GraduaoEngenharia BiomdicaEngenharia CivilEngenharia Metalurgica e de MateriaisEngenharia MecnicaEngenharia EltricaEngenharia Naval e OcenicaEngenharia EletrnicaEngenharia de TransportesPlanejamento EnergticoEngenharia de ProduoEngenharia de Computao e SistemasEngenharia QumicaCOPPE Departamentos

  • Setor industrialProjetos Interativos com a Sociedade Setor de ServiosSetor Governamental Petrleo e Gs Naval e Offshore Energia Qumica e Biotecnologia Minerais e Siderurgia Telecomunicaes Construo Software Gesto de Processos Planejamento de Poltica Pblica Gesto em Transporte Estratgico Tecnologia Aplicada Sociedade

  • 113 Laboratorios2 IncubadorasParque TecnolgicoCompanhias de Tecnologias de Base Cooperativas PopularesNACAD - High Performance Computing Attendance NucleusSGI-AltixCluster ItautecInfraestrutura de PesquisaTanque OcenicoOcupando 12.000 m2

  • Total de ttulos concedidos (at 2010)9.418 mestres3.037 doutores

    Produo acadmica (em 2010)344 dissertaes de mestrado176 teses de doutorado

    A COPPE em nmeros

  • A COPPE em nmeros

    Interao com a sociedade (governos, empresas e sociedade civil)

    12.000 contratos no total1.300 projetos em andamento94 patentes depositadas13 softwares registrados

  • A COPPE em nmeros

    Recursos humanos e infraestrutura fsica325 professores doutores2.800 alunos1.600 mestrandos e 1.200 doutorandos350 funcionrios12 programas de ps-graduao stricto sensu (mestrado e doutorado)116 laboratriosincubadora de empresas de base tecnolgicaincubadora tecnolgica de cooperativas popularesncleo de atendimento em computao de alto desempenho

  • O Laboratrio de Tecnologia Submarina (LTS) foi criado em 1989 para atender s crescentes demandas por tecnologia profundas.

    Os projetos desenvolvidos desde ento tm proporcionado capacitao tecnolgica e de pessoal para responder aos desafios relacionados explorao de recursos em lminas daguas cada vez mais profundas.

  • EQUIPAMENTOS

  • Cmara Hiperbrica Vertical Presso mxima de trabalho: 1500 psi;

    Comprimento til: 1,2 m;

    Dimetro interno: 1,5 m;

    Temperatura de trabalho: ambiente;

    Fluido de pressurizao: gua doce;

    Unidade de pressurizao contendo bomba hidrulica de acionamento pneumtico e vlvula reguladora de presso eletrnica controlada por CLP;

    Malha para medio de presso contendo transmissor eletrnico de presso + mdulo condicionador de sinais + computador com placa A/D.

  • Cmara Hiperbrica Horizontal Presso mxima de trabalho: 7500 psi;

    Dimetro interno: 380 mm;

    Comprimento til: 5 m;

    Fluido de pressurizao: gua doce;

    Unidade de pressurizao contendo bomba hidrulica de acionamento pneumtico e vlvula reguladora de presso eletrnica controlada por CLP;

    Malha para medio de presso contendo transmissor eletrnico de presso + mdulo condicionador de sinais + computador com placa A/D.

  • Cmara Termo-Hiperbrica Presso mxima de trabalho: 10.000 psi;

    Temperatura mxima de trabalho: 200 C;

    Potncia do sistema de aquecimento: 12 KVA;

    Fluido de pressurizao: gua, leo, petrleo ou misturas;

    Dimenso til: L 2500 mm x 200 mm; Unidade de pressurizao para 10000 psi, equipada com 4 TPs com capacidade de 1450, 2900, 5000 e 10000 psi;

    Sistema de aquecimento com resistncias eltricas, controladas por um modulador de potncia.

  • Shaker Eletrodinmico

    Frequncia de trabalho: 5 a 2500 Hz;

    Deslocamento mximo: 38 mm;

    Velocidade mxima: 1,8 m/s;

    Acelerao mxima: 100 g;

    Carga mxima esttica: 150 Kg.

  • Sistemas de AquecimentoForno com aquecimento por infravermelho acoplado ao shaker eletrnico Temperatura mxima: 200 CForno EltricoTemperatura mxima: 300 C

  • CalibraoBalana de peso morto XIAN Faixa de indicao: 1 a 60 Mpa; Exatido: 1/ Mpa.

    Balana de peso morto Budenberg 580 Series Faixa de indicao: 10000 psi; Exatido: 0,1/ 1 psi.

    Controlador digital de presso GE RUSKA 7615 Faixa de escala: 0 15000 psi.

    Banho trmico LAUDA RP845 Comprimento : 210 mm; Dimetro : 4 mm; Resoluo: 0,01 C.

  • Aparato de Fadiga Comprimento mximo do modelo: 6 m; Dimetro externo mximo do modelo (fora revestimento): 324 mm;

    Momento de flexo mximo: aproximadamente 600 KN.m; Trao axial mxima: 2000 KN; Faixa de freqncia de teste: 5 a 15 Hz.

  • Aparato de Dobramento Comprimento mximo dos modelos: 5,2 m;

    Dimetro externo mximo dos modelos: 324 mm;

    Fora mxima aplicada nos punes: 800 KN; Raios de curvatura dos punes de flexo: 6 e 8 m; Raios de curvatura dos punes de retificao: 30 e 40 m.

  • Mquina Servo-Hidrulica de Trao Mquina servo-hidrulica dinmica, dotada de extensmetro ptico com medio longitudinal e transversal ;

    Cmara Trmica: -70 oC a +250 oC

    Capacidade mxima: 250KN;

    Curso mximo: 150 mm;

    Dimenses da rea de teste: 664 x 1515 mm;

    Clulas de carga de: 250KN e 25KN.

  • PROJETOS

  • Estudos com materiais inteligentesO Laboratrio de Tecnologia Submarina possui um grupo de estudos sobre materiais inteligentes, em especial ligas com memria de forma, desde 2003. Contamos com os aparatos necessrios para realizao de testes especficos para o estudo e desenvolvimento destas ligas. Durante os anos de atuao, este grupo produziu: uma tese de mestrado, uma de doutorado, dois artigos publicados em revistas internacionais indexadas, trs participaes em congressos internacionais e quatro relatrios tcnicos para PETROBRAS. Dentre as atividades realizadas, pode-se ressaltar:

    Modelagem constitutiva do efeito de memria de forma SMA e FSMA

    Modelagem numrica por elementos finitos

    Desenvolvimento de dispositivos de atuao

  • Estudos com materiais inteligentesDispositivo linear de atuao por memria de formaEste dispositivo permite atuar uma vlvula pelo aquecimento e resfriamento dos elementos de memria de forma. Sua concepo permite flexibilizar a fora de atuao que pode alcanar at 5 ton.

  • Desenvolvimento de Vlvula Acionada por Material com Memria de Forma

  • Estudos com materiais inteligentesDispositivo tipo carretel de atuao por memria de formaUma outra concepo de dispositivo de atuao o tipo carretel. Este permite gerar torque entre dois tubos concntricos ou fora de trao. Seu princpio de atuao similar ao linear, porm maximiza o espao ocupado por utilizar os elementos de memria de forma enrolados. Possui tambm grande flexibilidade de torque e fora de atuao de acordo com a quantidade de elementos de memria de forma utilizados.

  • Energy HarvestingPiezoelectricpiezoelectric vibration-based energy harvesterNumerical Results

  • Energia das Ondas do MarJunta de Cooperao COPPE / Eletrobras / Ceara State

    Planta Prottipo: 500 KW

    Previso de Atendimento: 200 famlias

    Inovao: Converso de energia atravs da gua armazenada em cmaras hiperbricas.

  • Energia das Ondas do Mar

  • Fontes para consulta www.coppe.ufrj.br www.planeta.coppe.com.br www.lts.coppe.ufrj.br

  • Obrigado

    *****************