Apresentação Pessoal Wyllerson Gianeli (Wyll) Natural de Mogi Guaçu Graduado em Administração de Empresas – FAE Graduado em Matemática – FEOB Pós Graduado

Embed Size (px)

Text of Apresentação Pessoal Wyllerson Gianeli (Wyll) Natural de Mogi Guaçu Graduado em Administração...

  • Apresentao PessoalWyllerson Gianeli (Wyll)Natural de Mogi GuauGraduado em Administrao de Empresas FAEGraduado em Matemtica FEOB

    Ps Graduado em Eng. de Produo - UNIANCHIETA

  • Empresa Tenneco Automotive (Monroe Amortecedores)Setor Engenharia Desenvolvimento de amortecedores para o Aftmarket / Aprovao de novos produtos em parceriasSenac Mogi Guau / ItapiraProfessor de Matemtica Financeira / Custos / Administrao FinanceiraApresentao Profissional

  • Metodologia de EnsinoSilncioApresentaes Eletrnicas (Power Point)Trabalhos em Sala (Grupo)Trabalhos IndividuaisProvas (Depende da Sala!!!)

  • FINANAS EMPRESARIAIS

  • Contedo Programtico1 Objetivo e Ambiente da Administrao Financeira

    Papel de Finanas e do Administrador Financeiro O Ambiente Operacional da Empresa Objetivos do Administrador Financeiro

  • 2 Decises de Financiamento a Curto Prazo

    Planejamento de Caixa Capital Circulante Lquido Administrao do Capital de Giro Necessidade do Capital de Giro

    Contedo Programtico

  • 3 - Decises de Financiamento a Longo Prazo

    Mercado de Capitais Leasing e Debntures Estrutura de Capitais

    Contedo Programtico

  • 4 Decises de Investimento a Longo Prazo Risco e Retorno Oramento de Capital

    Contedo Programtico

  • Estratgia de TrabalhoAulas em sua maioria expositivas, com o apoio de material de leitura e cases preparados para cada oportunidade, com debates e questionamentos entre os grupos.Pesquisa extraclasse sero fundamentais.

  • AvaliaoSero realizadas 2 provas prticas (Nota mxima 8)Participao dos Cases (Nota 1 ponto na mdia)Trabalho Individual (Nota 1 ponto na mdia)

  • Bibliografia BsicaGITMAN, Lawrence J. Princpios de Administrao Financeira. 12. ed. So Paulo. Pearson Prentice Hall. 2010HOJI, Masakazu. Administrao Financeira e Oramentria. 10a. edio. So Paulo: Atlas, 2012. NETO, Alexandre Assaf, LIMA, Fabiano Guasti Lima. Fundamentos de Administrao Financeira. 1a. edio. So Paulo: Atlas, 2010.

  • Bibliografia BsicaCHING, Hong Yuh, MARQUES, Fernando e PRADO, Lucilene. Contabilidade e Finanas: Para no especialistas. So Paulo. Pearson Prentice Hall.

    BRIGHAM, Eugene F. EHRHARDT, Michael C. Administrao Financeira Teoria e Prtica. 13. ed. So Paulo. Cengage Learning. 2012

    HOJI, Masakazu. Administrao Financeira na Prtica. 3a. edio. So Paulo: Atlas, 2011. Padoveze, Clovis Luis. Administrao Financeira de Empresas Multinacionais. 1. ed. So Paulo. Cengage Learning. 2006Padoveze, Clovis Luis. Intruduo Administrao Financeira.. 2. ed. So Paulo. Cengage Learning. 2011ROSS, Stephen A. et alli. Princpios da Administrao Financeira. 2a. edio. So Paulo: Atlas, 2008

  • Importncia da Contabilidade

  • Papel de Finanas e do Administrador FinanceiroSegundo Gitman (2009) As Finanas so a arte e a cincias de administrar fundos. Praticamente todos os indivduos e organizaes obtm receitas ou levantam fundos, gastam ou investem. Finana ocupa-se do processo, instituies, mercados e instrumentos envolvidos na transferncia de fundos entre pessoas, empresas e governos.Segundo Ross (2007) a finalidade das empresas criar valor para seus proprietrios. O valor esta refletido no modelo bsico da empresa, representado pelo seu balano patrimonial.

  • Sem dinheiro, ou crdito, no se realiza nenhum empreendimento de carter econmico, no h negcio sem capital. O dinheiro est para a empresa como o sangue est para o corpo humano.Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • As finanas nas empresas esto representadas da seguinte maneira:Comprar, Produzir / prestar servios,Obter receitas,Consequentemente lucro, Para cobertura do capital de giro e dos demais custos e despesas necessrias para produo das receitas.

    Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • Os papis do administrador financeiro alm de cuidar da gesto das empresas, no que diz respeito aos recursos financeiros, assegurar, que o capital financeiro esteja disponvel, no momento certo, nos montantes adequados, e no menor custo possvel.

    Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • Imagine ter que abrir o prprio negcio.Quais investimentos de longo prazo voc deve fazer? Em quais linhas de negcio voc est e que tipo de instalaes, maquinrio e equipamentos precisa ter?Onde voc conseguir o financiamento de longo prazo para pagar seu investimento?Como voc gerenciar suas atividades financeiras dirias, como cobrana de clientes e pagamento de fornecedores?Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • Pequenas Empresas: Os Administradores so os prprios proprietrios.

    Nas grandes Empresas: Os proprietrios no se envolvem diretamente nas tomadas de decises, eles contratam administradores preparados para representa-los e tomar as decises.Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • 80% destas pequenas empresas abrem falncia no primeiro ano de vida (SEBRAE).Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • Principais erros dos Administradores Financeiros

    Confundir gastos pessoais com os gastos da empresa.Ausncia de um plano de negcios compatvel realidade do mercado.Ausncia de controle dos custos tais como: compras, vendas, estoques, finanas, contabilidade, recursos humanos, etc. Estabelecer prazos de venda sem levar em conta o capital de giro. Fazer vendas a prazo, sem adotar uma anlise de crdito criteriosa, como comprovante de renda ou residncia, referncias, consultas de crdito, etc.Inexperincia dos scios no ramo de atividade escolhido para o empreendimento. Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • Estudo de CasoEm 2001 uma empresa de consultoria contratada por um posto de gasolina em uma cidade praiana no interior do Rio de Janeiro. A preocupao do empresrio era apenas uma. As vendas eram altas, mas o lucro no vinha. Havia apenas dvidas, muito trabalho e pouco retorno. Dentre os problemas encontrados os principais foram:

  • Estudo de CasoMargem de lucro com combustvel era muito pequena.O capital de giro necessrio para o posto era muito grande, pois o combustvel era paga a vista.Grande nmero de devolues de cheques por no terem fundos ou foram roubados. No havia consulta ao SPC ou Serasa.O mais grave problema encontrado que o empresrio no considerou o custo do carto de crdito nas vendas, que giravam me torno de 4% sobre cada transao e as transaes com carto de crdito representavam 80% das vendas.

  • Este um tpico caso de descaso com as finanas empresariais. O sucesso era medido de forma emprica e pouco profissional. Apenas pelo fluxo de clientes. Trs meses depois da entrega do relatrio, o posto de gasolina faliu.Estudo de Caso

  • Abrindo um negcio novo ser necessrio um investimento inicial em moveis, equipamentos, veculos, computadores, estoque inicial, pessoal, local, etc. Ser necessrio projetar os custos fixos e os custos variveis. Com estes dados o novo empresrio precisa ter algumas informaes para decidir pela abertura ou no do empreendimento. Um primeiro passo a anlise da rentabilidade que est relacionada aos investimentos, s receitas, aos custos e ao fluxo de caixa em um espao de tempo. Os mtodos indicados para esta anlise so, Taxa interna de retorno TIR e Valor presente lquido - VPL. Papel de Finanas e do Administrador Financeiro

  • Taxa Interna de Retorno (TIR)A TIR usada para tomar decises de aceitar ou rejeitar o projeto.TIR > 0 Deve ser aceitoTIR < 0 Deve ser rejeitadoTIR = 0 No oferece ganho ou prejuzo

  • Valor Presente Lquido (VPL)O VPL uma tcnica sofisticada de anlise de oramentos de capital, obtida subtraindo-se o investimento inicial de um projeto do valor presente das entradas de caixa descontada a uma taxa igual ao custo de capital da empresa.VPL > 0 Deve ser aceitoVPL < 0 Deve ser rejeitadoVPL = 0 No oferece ganho ou prejuzo

  • ExemploDois projetos A e B de mesmo valor, correspondente a R$ 45.000,00 so oferecidos a um investidor com 10 entradas de caixa. O Projeto A tem as seguintes entradas: R$4.500,00 / R$5.500,00 / R$6.500,00 / R$7.500,00 / R$8.500,00 / R$9.500,00 / R$10.500,00 / R$11.500,00 / R$12.500,00 / R$13.500,00. Para o projeto B o fluxo inverso do projeto A.Prazo de 10 meses. Custo de oportunidade: 13,5% ao ms

  • ExemploProjeto AF (REG)45000 (CHS) g (CFo)4500 g (CFj)5500 g (CFj)6500 g (CFj)7500 g (CFj)8500 g (CFj)9500 g (CFj)10500 g (CFj)11500 g (CFj)12500 g (CFj)13500 g (CFj)F (IRR) 12,30% am13,5 (i)F (NPV) R$2.537,24

    Projeto BF (REG)45000 (CHS) g (CFo)13500 g (CFj)12500 g (CFj)11500 g (CFj)10500 g (CFj)9500 g (CFj)8500 g (CFj)7500 g (CFj)6500 g (CFj)5500 g (CFj)4500 g (CFj)F (IRR) 18,99% am13,5 (i)F (NPV) R$8.288,55

  • Ambiente Operacional das Empresas

  • Ambiente Operacional das Empresas

  • Diretor Presidente (Chief Executive Officer ou CEO) o cargo que est no topo da hierarquia operacional de uma empresa. Ele possui a responsabilidade de executar as diretrizes pelo conselho de Administrao, que por sua vez composto pelos representantes dos acionistas.Salrio: R$ 50.000,00 a R$ 200.000,00Ambiente Operacional das Empresas

  • Fabrice Bregier (CEO da Airbus)Ambiente Operacional das EmpresasAna Patrica Botin (CEO do Banco Santander)Eric Schmidt (CEO do Google)Steve Jobs (Apple)Francisco Valin (CEO da OI)Patricia Machado (CEO da GE)Diretores Presidentes (CEO)

  • Diretor de Recursos Humanos - responsvel por planejar, organizar, dirigir e controlar as atividades de recursos humanos, atravs da definio de normas e polticas, que visem dotar a empresa de uma fora de trabalho qualificada e eficaz. Estabelecer diretrizes para implantao e/ou desenvolvimento de programas de administrao de salrios e benefcios, treinamento, desenvolvimento, avaliao de desenvolvimento, planos d